Trilha Sonora do Gueto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trilha Sonora do Gueto
Informação geral
Origem Capão Redondo
São Paulo SP
País  Brasil
Gênero(s) Gangsta rap
Período em atividade 1999—presente
Gravadora(s) Vida Loka Produções
Integrantes Cascão (Djalma Oliveira Rios) - Bia (Beatriz Oliveira) - Zekinha (Djalma Oliveira Rios Junior) - DJ Soneka (Edson Pereira dos Santos)
Ex-integrantes X-Bacon
Karate
DJ Pudim
Vanessa
Bocão
Página oficial Canal oficial no You Tube

O Trilha Sonora do Gueto, também conhecido somente como T$G[1] ou T.S. do Gueto, é um grupo de rap brasileiro. Formado em 1999, sofreu diversas reformulações no conjunto ao longo dos anos, e possui atualmente Cascão (Djalma Oliveira Rios) como líder, Zekinha (Djalma Oliveira Rios Junior, Filho do Cascão), Bia (Beatriz Oliveira) e DJ Soneka (Edson Pereira dos Santos). Já lançou quatro álbuns e um DVD. Um fato interessante é que o nome dos álbuns utilizam linguagem coloquial e gírias.

Carreira[editar | editar código-fonte]

O grupo surgiu em 1999, com os integrantes Cascão, Bokão (finado) e Véio, oriundos do bairro Capão Redondo.[2] A ideia da formação do grupo foi feita por Cascão, após ele sair da prisão, onde ficou por oito anos, por assalto a banco.[3] Começou a tornar-se conhecido regionalmente ao abrir shows do renomado grupo Racionais MC's. Em entrevista dada, Cascão disse que os Racionais não o apadrinhou, mas sim deu espaço para o grupo mostrar o que de melhor tinha.[1]

Em 2000, o grupo foi reforçado com a chegada de três novos integrantes, X-Bacon e Karate, vindos de São Matheus, Zona Leste de São Paulo; e DJ Pudim, de Jaguaré.[2] O primeiro trabalho foi apresentando em 2003, no álbum de estúdio Us Fracu num Tem Veiz,[2][4] e conseguiu vinte mil cópias originais e era vendido por R$ 20,00 na periferia, um preço alto na visão socioeconômica, conforme declarado pelo vocalista do grupo.[1] Foi gravada em parceria com a gravadora Vida Loka Produções.

Deste álbum, o destaque ficou para as músicas "Um Pião de Vida Loka", que participou do seriado Turma do Gueto[5] e foi indicada ao Video Music Brasil 2004, na categoria "Melhor videoclipe de rap do Ano", mas acabou perdendo.[6] O outro destaque ficou por conta de Torçu Pru Bem, que estreou um clipe na MTV.[7] Cascão disse que não se importa muito com prêmios, e que prefere seguir uma carreira sem pretensões extras.[1]

Em 2006, o grupo lançou o seu segundo álbum, o primeiro ao vivo, chamado Aos Vivos,[8] . O álbum não teve tanta repercussão como o anterior, tanto é porque um tempo depois, no mesmo ano, o Trilha Sonora do Gueto lançou um DVD, chamado Kumigu kem kise, Kontra mim kem Puder (Comigo quem quiser, Contra mim quem Puder),[2] que trouxe as faixas de maior destaque do grupo.[3][9]

Em 2007, o grupo sofreu diversas reformulações, onde os integrantes X-Bacon, Karate e DJ Pudim saíram do grupo para seguir carreira solo. Com isso, Zekinha filho do Cascão que sempre acompanhou o pai nos shows desde que nascera e fazia participações, começou a fazer parte oficialmente do grupo. Em 2008 foi lançado o segundo álbum de estúdio, Purke Tudo num Mundo é Vaidade,[2][10] com 18 músicas inéditas e DJ Soneka entrou no grupo.

Em 2010 Bia entrou para o grupo, e casou-se com Cascão, onde foi lançado o álbum SEM NOME NEM PLACA, que se trata de um projeto gospel idealizado pelo Cascão.

Bia tem uma voz maravilhosa, e é uma bela moça, uma jovem muito bonita, Cascão e ela tiveram um filho chamado Samuel, e futuramente ele será do grupo.

Em Abril de 2015 foi lançado o álbum Du Lixo Au Luxu.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

DVDs[editar | editar código-fonte]

Álbuns não Lançados[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d «:: Rap Nacional::». www.rapnacional.com.br. Consultado em 19 de dezembro de 2009. Cópia arquivada em 9 de março de 2007 
  2. a b c d e «Biografia de Trilha Sonora Do Gueto - Letras.com.br». www.letras.com.br. Consultado em 19 de dezembro de 2009 
  3. a b «O Tranca Rua - Blogs - {Revista Trip}». revistatrip.uol.com.br. Consultado em 19 de dezembro de 2009. Cópia arquivada em 24 de março de 2012 
  4. «Discografía de Trilha Sonora do Gueto (T$G) (Letras)». vagalume.uol.com.ar. Consultado em 19 de Dezembro de 2009 
  5. «:: Turma do Gueto::». www.turmadogueto.com.br. Consultado em 19 de Dezembro de 2009 
  6. «Portal MTV - Índice». mtv.uol.com.br. Consultado em 19 de Dezembro de 2009  Texto " MTV Brasil " ignorado (ajuda)
  7. «Biografia de Trilha Sonora Do Gueto - Letras.com.br». www.letras.com.br. Consultado em 19 de Dezembro de 2009 
  8. «Músicas de Trilha Sonora do Gueto (Aos Vivos): Ouvir música é na Rádio UOL». www.radio.uol.com.br. Consultado em 19 de Dezembro de 2009 
  9. «DVD Trilha Sonora do Gueto - Submarino.com.br». www.submarino.com.br. Consultado em 19 de Dezembro de 2009 
  10. «Trilha Sonora Do Gueto – Purke Tudu Num Mundu É Vaidade (2008)». www.uouwww.com. Consultado em 19 de Dezembro de 2009  Texto " uouwww Downloads " ignorado (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Trilha Sonora do Gueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Myspace
  • Trilha Sonora do Gueto no Youtube www.youtube.com/tsdogueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Instagram www.instagram.com/tsdogueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Facebook www.facebook.com/tsdogueto
  • Trilha Sonora do Gueto no Twitter www.twitter.com/tsdogueto