Itapecerica da Serra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Jardim Cinira)
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Itapecerica da Serra
Igreja matriz de Itapecerica da Serra.jpg

Bandeira de Itapecerica da Serra
Brasão de Itapecerica da Serra
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 8 de maio
Fundação 3 de setembro de 1562 (451 anos)
Gentílico itapecericano
CEP 06850-000 até 06889-999
Prefeito(a) Erlon Chaves de Castro (PDT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Itapecerica da Serra
Localização de Itapecerica da Serra em São Paulo
Itapecerica da Serra está localizado em: Brasil
Itapecerica da Serra
Localização de Itapecerica da Serra no Brasil
23° 43' 01" S 46° 50' 56" O23° 43' 01" S 46° 50' 56" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Metropolitana de São Paulo IBGE/2008 [1]
Microrregião Itapecerica da Serra IBGE/2008 [1]
Região metropolitana São Paulo
Municípios limítrofes São Paulo, Embu-Guaçu, São Lourenço da Serra, Embu das Artes e Cotia
Distância até a capital 33 km
Características geográficas
Área 151,458 km² [2]
População 152 380 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 1 006,09 hab./km²
Altitude 920 m
Clima subtropical Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,742 alto PNUD/2010 [4]
PIB R$ 2 959 080,734 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 18 598,64 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.itapecerica.sp.gov.br

Itapecerica da Serra é um município da Microrregião de Itapecerica da Serra, na Região Metropolitana de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. A população estimada em 2009 era de 161 983 habitantes e a área é de 151,458 km², o que resulta numa densidade demográfica de 1 071,2 hab/km².

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Itapecerica" é um termo de origem tupi que significa "pedra lisa", através da junção dos termos itá ("pedra"), peb ("achatado") e syryk ("escorregar")[6] .

No Vocabulário na Língua Brasílica encontramos a seguinte definição: "Aguoa que corre per lages e não em bica mas espalhada cubrindo toda a superficie. — Itapecigrica"[7] .

História[editar | editar código-fonte]

Em 1562, por força de um levante armado que culminou em um ataque dos índios da Confederação dos Tamoios à vila de São Paulo de Piratininga (atual cidade de São Paulo) e a outros núcleos de povoamento e colonização portuguesa, a Companhia de Jesus instalou, entre agosto e setembro de 1562, postos de defesa e colonização avançados.

Itapecerica da Serra tem origem em uma aldeia de índios pacificados pelos Jesuítas[8] provavelmente a 3 de setembro de 1562[9] , sob a invocação de Nossa Senhora dos Prazeres, com o propósito de ser um posto avançado de colonização, catequização e de defesa contra ataques indígenas.

No século XVII, o núcleo da população indígena foi consideravelmente aumentado com a vinda dos indígenas trazidos da aldeia de Carapicuíba, trazidos pelo sertanista Afonso Sardinha e deixados sob a posse do Padre Belchior de Pontes para serem convertidos ao catolicismo.[9] [10]

Em 1689, a capela de Itapecerica contava com mais de novecentas almas sob a posse do padre Diogo Machado, da Companhia de Jesus.[9] [10]

Em 1841, Itapecerica foi elevada à categoria de freguesia, tendo, como patrona, Nossa Senhora dos Prazeres e teve como primeiro vigário o padre Bento Pedroso de Camargo, nomeado por dom Manuel Joaquim Gonçalves de Andrade.[9] [10]

Fazia parte do território do antigo município de Santo Amaro, instalado em 7 de abril de 1833 quando separado de São Paulo.

Em 8 de maio de 1877 foi elevada a categoria de vila com a denominação de Itapecerica, quando se emancipou do antigo município de Santo Amaro[9] [10] , que em 1935 foi reintegrado e se tornou distrito paulistano.

Em 19 de dezembro de 1906, através da Lei Estadual nº 1.038 Itapecerica foi elevada à categoria de Cidade.[9]

Em 1930, com a construção da Estrada de Ferro Mairinque-Santos (Sorocabana), que passa pela cidade atravessando o bairro da aldeinha, houve uma certa expansão da economia da cidade.

Em 30 de Novembro de 1944, Itapecerica passou denominar-se Itapecerica "da Serra" para diferenciar-se de sua homônima nas Minas Gerais e por estar na zona fisiográfica de Paranapiacaba.[9] [10]

Em 1959, foi criada a Comarca de Itapecerica da Serra[9] , composta pelos atuais municípios de Embu, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra e Taboão da Serra. (na época eram Distritos da Cidade de Itapecerica da Serra)[9] [10]

Em 1960 com a conclusão da Rodovia Régis Bittencourt BR-116 o acesso da cidade à região sul do Brasil foi consideravelmente melhorado, tendo a inauguração da rodovia contado com a presença do então presidente da república Juscelino Kubitschek.

Em 28 de fevereiro 1964, Juquitiba foi elevado à categoria de município, quando se emancipou de Itapecerica da Serra.

Em 28 de março de 1965, Embu-Guaçu foi elevado à categoria de município.

Em 30 de dezembro de 1991, o então Distrito de São Lourenço da Serra, foi elevado à categoria de município.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Itapecerica faz parte da zona fisiográfica da serra de Paranapiacaba, Seus limites são Embu das Artes a norte, a capital a leste, Embu-Guaçu e São Lourenço da Serra a sul e Cotia a oeste.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima da cidade, como em toda a região metropolitana de São Paulo, é o subtropical. mas no verão a cidade é bem abafada e com um ar seco, mas quando chove a cidade fica com ar úmido e fresco.Inverno ameno e sub-seco(W). Com características de Clima Subtropical com inverno seco. tipo Cwa. Onde "C" indica clima temperado com temperaturas no inverno entre -3 °C até 22 °C. O "w" indica invernos secos, e o "a" indica verões quentes e úmidos com chuvas de verão. O clima subtropical nada mais é do que o clima temperado com verões quentes. No tipo Cfb, o clima é sempre úmido pela presença da letra "f" no meio da sigla, e "b" indica que não existe estação quente, mas sim morna ou amena como acontece em cidades como Curitiba/PR, Apiaí/SP, Caxias do Sul/RS. O clima Cfb é o clima temperado úmido propriamente dito.

A média de temperatura anual gira em torno dos 18Cº, sendo o mês mais frio Julho (média de 13 °C) e o mais quente Fevereiro (média de 22 °C). O índice pluviométrico anual fica em torno de 1 400 mm.,

O clima lembra muito a cidade de São Paulo, a "Cidade da Garoa", no tempo em que a metrópole paulistana tinha suas matas preservadas e a chuvinha fina no inverno era bem mais constante. Hoje em dia, pelo fato das mudanças climáticas, são menos frequentes.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A cidade de Itapecerica está subdividida em diversos bairros. Os principais são: Centro, Parque Paraíso, Valo Velho, Jardim Hitóshi, Jardim Branca Flor, Lagoa, Jardim Anâlandia, Jardim Paraíso, Jardim Itapecerica, Jardim Montesano, Jardim Jacira, Jardim Sampaio, Recreio Campestre, Jardim São Marcos, Jardim Embu-Mirim, Jardim Mombaça, Jardim Imperatriz, Jardim das Palmeiras, Jardim Cinira, Jardim Marilu, Itaquaciara, Crispim, Jardim São Pedro, Jardim Renato, Jardim das Oliveiras, Olaria, Potuverá, Recanto da Floresta, Ressaca, Aldeinha, Recreio Primavera, Yara Ceci, Jardim Idemori, Jardim Santa Julia, Chácara Santa Maria, dentre outros.

Panorâmica da cidade de São Paulo visto de Itapecerica da Serra. À esquerda, o Pico do Jaraguá, seguido pela Serra da Mantiqueira e os edifícios da zona central e sul de São Paulo.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Sua população se distribui de maneira irregular havendo grande concentração nos bairros das áreas do entorno do centro da cidade. Itapecerica da serra possui poucas áreas de turismo, mas uma delas é o parque da represinha pouco visitado, a igreja da matriz e bairro olaria, um bairro gracioso e muito arborizado e o Kinkaku-ji.

Dados do Censo - 2010

População total: 152.614

  • Urbana: 151.349
  • Rural: 1.265
    • Homens: 76.270
    • Mulheres: 76.344

Densidade demográfica (hab./km²): 1.015,41

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 11,9

Expectativa de vida (anos): 70,69

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,44

Taxa de alfabetização: 94,38%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,783

  • IDH-M Renda: 0,712
  • IDH-M Longevidade: 0,761
  • IDH-M Educação: 0,877

(Fonte: IPEADATA)

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 31 de julho de 2013.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
  7. http://vlb.wikispaces.com/%21A
  8. Amaral, Antonio Barreto do. dicionário de História de São Paulo. São Paulo: Imprensa Oficial, 2006. Página 351.
  9. a b c d e f g h i http://www.itapecerica.sp.gov.br/sobre_municipio/sobre_municipio/sobre_municipio.php Prefeitura Municipal de Itapecerica da Serra (ver Histórico e também Formação Administrativa)
  10. a b c d e f http://www.camaraitapecerica.sp.gov.br/Municipio/Pagina.aspx?tipo=historico Câmara Municipal de Itapecerica.

Sobre A História de Itapecerica:

http://www.nossosaopaulo.com.br/Reg_13/Reg13_ItapecericaDaSerra.htm

http://www.agendis.org.br/nossaciadade/historia.htm

http://www.seade.gov.br/

http://www.ibge.gov.br/

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]