Otávio de Faria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Otávio de Faria Academia Brasileira de Letras
Nacionalidade  Brasileiro
Data de nascimento 15 de outubro de 1908
Local de nascimento Rio de Janeiro
Data de morte 17 de outubro de 1980 (72 anos)
Local de morte Rio de Janeiro
Ocupação Jornalista e escritor
Magnum opus Mundos Mortos

Otávio de Faria (Rio de Janeiro, 15 de outubro de 1908 — Rio de Janeiro, 17 de outubro de 1980) foi um jornalista e escritor brasileiro.

Filho de Alberto de Faria e de Maria Teresa de Almeida Faria e cunhado de Afrânio Peixoto e de Alceu Amoroso Lima.

Foi membro da Academia Brasileira de Letras, eleito em 13 de janeiro de 1972 para a cadeira 27, recebido em 6 de junho de 1972 pelo acadêmico Adonias Filho.

Autor da monumental obra testemunhal (e profética) A Tragédia Burguesa.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Levi Carneiro
Lorbeerkranz.png ABL - quinto acadêmico da cadeira 27
1972 — 1980
Sucedido por
Eduardo Portella


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.