Joelma Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Joelma (banda Calypso))
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2015). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Emblem-question.svg
Este artigo ou seção pode conter texto de natureza não enciclopédica. (desde agosto de 2015)
Justifique o uso dessa marcação e tente resolver essas questões na página de discussão.
Joelma
Joelma em 2009
Informação geral
Nome completo Joelma da Silva Mendes
Também conhecido(a) como Jô, Joelma Calypso
Nascimento 22 de junho de 1974 (41 anos)
Origem Almeirim, PA
País  Brasil
Gênero(s) Calipso, Carimbó, Zouk, Bachata, Cúmbia, Lambada
Ocupação(ões) Cantora, compositora, dançarina
Cônjuge Ximbinha (1998–2015)
Instrumento(s) Vocal
Período em atividade 1999–presente
Gravadora(s) Som Livre
Afiliação(ões) Banda Calypso
Influência(s) Elba Ramalho, Madonna, Daniela Mercury, Barbara Streisand, Reginaldo Rossi, Zezé Di Camargo & Luciano, Zizi Possi
Página oficial [1]

Joelma da Silva Mendes, conhecida anteriormente apenas por Joelma e atualmente por Joelma Calypso (Almeirim, 22 de junho de 1974), é uma cantora, compositora, estilista, empresária, coreógrafa e dançarina brasileira. Ficou mundialmente conhecida por ser a vocalista da Banda Calypso de 1999 a 2015. Em 2016 segue em carreira solo e pretende lançar seu novo trabalho discográfico no mesmo ano.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Joelma sempre tinha uma vontade e vocação para dançar, já cantar não era sua praia, porém, aos 19 anos foi convidada em Belém para ser vocalista de uma banda chamada Fazendo Arte, fez shows por algumas cidades do Pará e chegou a abrir eventos de grandes artistas da música em Belém. Conheceu Ximbinha em 1998 e formou a banda Calypso em junho de 1999.

Hoje Joelma é considerada uma das cantoras brasileiras mais influentes da música e tem mais de 20 milhões de discos vendidos. vários prêmios, fama internacional e fãs em todo País e fora tais como Argentina, Peru, Angola, EUA, Suíça, Japão, entre outros...

O primeiro disco[editar | editar código-fonte]

Em um almoço na casa do cantor paraense Kim Marques, Joelma conheceu Cledivan Almeida Farias, o Chimbinha. Conhecido por seus arranjos, Chimbinha aceitou produzir o disco solo de Joelma. De nome artístico Joelma Lins, a cantora e o guitarrista começam a namorar e resolvem se unir para formar a Banda Calypso. De início, esperavam vender dez mil discos, o que consideravam uma vitória. Doze anos depois do lançamento do primeiro cd, a banda já ultrapassou 15 milhões de discos vendidos[1] .

Banda Calypso[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Banda Calypso

Joelma é quem fazia e construía as coreografias da Banda Calypso, quando ainda participava da banda. É conhecida por sua voz suave, beleza exótica, botas de saltos altíssimos, jogadas de cabelo e pela capacidade de cantar e dançar ao mesmo tempo. Já ganhou inúmeros prêmios por sua atuação como vocalista da banda Calypso, além de ter sido considerada por quatro vezes uma das mulheres mais sexys do mundo pela revista VIP. A banda totalizou 21 CDs e 8 DVDs oficiais.

Carreira solo[editar | editar código-fonte]

Após a sua separação com Chimbinha, Joelma anunciou no Programa da Sabrina, que foi ao ar em 29 de agosto, que se desligaria da Banda Calypso em dezembro e seguiria carreira solo, com o mesmo ritmo que deu notoriedade a ela. A assessoria confirmou as palavras de Joelma e que a mesma passaria a se chamar, artisticamente, Joelma Calypso.[2] Sites especulam que ela poderá seguir carreira gospel, mas a cantora deixou claro que pretende continuar seguindo o ritmo que a consagrou no cenário mundial. Em um show realizado em Goiânia, em 28 de agosto, a cantora agradeceu o apoio dos fãs e reforçou sua saída da Banda com último compromisso no dia 31 de dezembro, e depois, começaria a "servir a Deus" cantando o ritmo calypso.[3] Por conta de uma disputa ela e seu ex-marido estão proibidos de usar o nome Calypso, a cantora optou em seguir sua carreira solo como apenas Joelma. [4]

Cquote1.svg Eu sei que está sendo difícil, tudo no início é difícil, mas não é impossível. Cquote2.svg
disse Joelma ao se abrir com os fãs sobre a recente separação com Chimbinha.

Em novembro de 2015 Joelma gravou o primeiro seu clipe em carreira solo em Recife, a música é em espanhol, e se chama 'Pa’Lante', e faz parte do seu primeiro álbum solo, que deve ser lançado em 2016. Em dezembro de 2015 lançou Voando pro Pará, a música inédita também fará parte do primeiro disco solo da cantora, a letra cita diversos pontos turísticos de Belém, e destaca a culinária local. A canção terá clipe lançado no começo de 2016, para coincidir com o aniversário de 400 anos de Belém. [5]

Vida Pessoal e Família[editar | editar código-fonte]

Joelma foi casada com o músico Cledivan Almeida Farias, conhecido como Chimbinha, com quem tem uma filha Yasmin Mendes Farias (nascida em 11 de julho de 2004). Além dela, tem outros dois filhos: Yago da Silva Mendes Matos (filho do Advogado e Vereador da Câmera de Breves[6] Robson Cristiano Leão Matos, nascido em 8 de dezembro de 1995) e Natália da Silva Mendes Sarraffi (filha de Roberto Luís Sarraffi[7] , nascida em 25 de dezembro de 1989). Em fevereiro de 2009 sofreu um aborto espontâneo depois do anúncio de nova gravidez.[8] Em 19 de agosto de 2015, depois de 18 anos de casados, eles anunciaram a separação.[9] [10] Em 09 de novembro de 2015 foi assinado o divórcio. [11]

Polêmica[editar | editar código-fonte]

Em 2013 a revista Época publicou uma matéria da qual relatava que Joelma declarava possíveis comparações de homossexuais com dependentes químicos, Na entrevista a cantora supostamente havia declarado, que se caso tivesse um filho homossexual lutaria até a morte para fazer a sua conversão, além de comparar a homossexualidade ao estado de dependência química[12] as declarações da cantora logo surtiram efeitos negativos contra a mesma e contra os projetos da Banda calypso, já que o filme isso é calypso, que contaria a história da banda, havia de ser cancelado, devido a forte repercussão negativa das declarações da cantora.[13] Vários famosos se manifestaram contra a opinião de Joelma sobre Gays, A apresentadora Adriane Galisteu comentou a declaração da cantora em seu perfil: "De droga ela entende, basta ver o último CD dela". A atriz Betty Faria também lamentou: "O mundo à beira de uma guerra nuclear e os seres inferiores, do mal, das trevas, se preocupando com cura de gays. Curem as vossas almas", postou.[14] Dias depois a assessoria da banda negou o cancelamento do longa-metragem e negou possíveis declarações sobre as comparações envolvendo homossexuais,".[15] "Em momento algum a cantora comparou homossexualidade à dependência química. O que foi relatado foram depoimentos, feitos a ela, de amigos e fãs sobre a dificuldade que sentem, quando assim o desejam, de mudar sua opção sexual e que, eles mesmos, compararam tal dificuldade à dificuldade do dependente químico. Embora a religião seguida por Joelma não apoie o casamento entre pessoas do mesmo sexo, a cantora respeita e aceita a opção sexual de todas as pessoas, fãs e amigos, não tendo por ninguém preconceito de religião, sexo e cor".[16] Comunicou a assessoria da banda.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Prêmios conquistados também pelo Calypso[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Resultado
2005 Melhores do Ano Revelação Musical Venceu[17]
Troféu Internet Melhor Conjunto Musical Venceu[18]
2006 Grammy Latino Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras Indicado
Caldeirão do Huck Melhor Atração Musical do Ano Venceu[19]
2008 MTV Video Music Brasil Banda dos Sonhos Venceu[20]
Troféu Nativa FM Destaque 2008 Venceu[21]
2009 Grammy Latino Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras Indicado[22]
Trip Transformadores Transformadores 2009 Venceu[23]
Troféu Internet Melhor Música - (Xonou Xonou) Venceu[24]
Prêmio Jackson & Gonzagão Melhor Ballet Venceu[25]
Melhor DVD (Banda Calypso na Amazônia) Venceu[26]
Melhor Cantora Venceu[27]
2010 Grammy Latino Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras Indicado[28]
2011 Prêmio Extra de Tv Melhor Tema Musical - (Tapas & Beijos) Venceu
2012 Prêmio da Música Brasileira Melhor Grupo da Categoria Canção Popular Venceu[29]
Prêmio Multishow de Música Melhor Grupo do Ano Venceu
2014 Grammy Latino Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras Indicado
2015 Prêmio da Música Brasileira Melhor DVD - Banda Calypso 15 Anos Venceu

Referências

  1. "Forrozão Show". 
  2. "Como na Banda Calypso, desavenças pessoais marcam rompimentos na música". www.diariodepernambuco.com.br. Consult. 2015-12-03. 
  3. "Joelma anuncia em show que deixará o Calypso: vou servir a Deus". Divirta-se | Tudo sobre entretenimento, cinema, shows, celebridades e promoções (em português). Consult. 2015-12-03. 
  4. [título=http://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2015/12/03/briga-na-justica-pelo-nome-calypso-faz-joelma-adotar-novo-nome-artistico.htm "Briga na justiça pelo nome "Calypso" faz Joelma adotar novo nome artístico"] |url= incorrecta (Ajuda).  Parâmetro desconhecido |acessadata= ignorado (Ajuda)
  5. "Joelma lança nova música e homenageia o Pará".  Parâmetro desconhecido |acessadata= ignorado (Ajuda)
  6. "Dr. Robson Matos". Eleições Brasil.com.br. Consult. 23 de dezembro de 2015. 
  7. "Após relato de assédio, pai de filha de Joelma se revolta: "Acabo com Chimbinha"". Extra.com. 28/10/2015. Consult. 23 de dezembro de 2015. 
  8. "Cantora Joelma sofre aborto espontâneo". g1.globo.com. Consult. 2015-12-03. 
  9. "Colunista anuncia o fim do casamento de Joelma e Chimbinha". www.diariodepernambuco.com.br. Consult. 2015-12-03. 
  10. "Joelma e Chimbinha estão separados – Blog da Fabíola Reipert – R7". Blog da Fabíola Reipert (em português). 2015-07-31. Consult. 2015-12-03. 
  11. "Joelma e Chimbinha assinam divórcio em Vara da Família no Recife". Música em Pernambuco (em português). Consult. 2015-12-03. 
  12. "Joelma compara gays a drogados e diz ser contra casamento homossexual". [[Época (revista)|]]. 30 de março de 2013. Consult. 3 de abril de 2013. 
  13. "Filme sobre banda Calypso sobe no telhado". Jornal Extra. 3 de abril de 2013. Consult. 3 de abril de 2013. 
  14. http://celebridades.uol.com.br/noticias/redacao/2013/03/30/declaracao-polemica-de-joelma-sobre-gays-repercute-entre-famosos.htm
  15. "Diretor desmente cancelamento de filme sobre banda Calypso". Folha de S.Paulo. 3 de abril de 2013. Consult. 3 de abril de 2013. 
  16. http://entretenimento.r7.com/musica/noticias/apos-polemica-joelma-desmente-declaracao-sobre-homossexuais-20130401.html
  17. Domingão do Faustão. "Resultado Melhores do ano". Consult. 10 de janeiro de 2012. 
  18. Caras. "Troféu Internet". Consult. 10 de janeiro de 2012. 
  19. Calypso. "Notícias". Consult. 19 de dezembro de 2012. 
  20. "VMB". Consult. 10 de janeiro de 2012. 
  21. "Troféu Nativa FM". Consult. 19 de dezembro de 2012. 
  22. Grammy Latino. "Indicados Brasil". Consult. 10 de janeiro de 2012. 
  23. "Transfomadores Indicados". Consult. 12 de janeiro de 2012. 
  24. SBT. "Internautas elegem os melhores de 2009". Consult. 10 de janeiro de 2012. 
  25. "Prêmio Jackson & Gonzagão". 
  26. "Prêmio Jackson & Gonzagão". 
  27. "Prêmio Jackson & Gonzagão". 
  28. "Indicação de Melhor Álbum de Música Regional ou de Raízes Brasileiras". 
  29. "Melhor Grupo da Categoria Canção Popular". 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]