Mundo Novo (Goiás)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Valentim Lourenço)
Mundo Novo
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Mundo Novo
Bandeira
Hino
Gentílico mundo-novense [1]
Localização
Localização de Mundo Novo em Goiás
Localização de Mundo Novo em Goiás
Mapa de Mundo Novo
Coordenadas 13° 46' 33" S 50° 16' 51" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Municípios limítrofes São Miguel do Araguaia, Bonópolis, Uirapuru, Nova Crixás, Mara Rosa
Distância até a capital 420 km
História
Fundação 10 de junho de 1980 (41 anos)
Aniversário 10 de junho
Administração
Prefeito(a) Marlene Lourenço[2] (Republicanos, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 2 146,651 km²
População total (est. IBGE/2021[3]) 4 540 hab.
Densidade 2,1 hab./km²
Clima Seco
Altitude 263 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,692 médio
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 54 590,092 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 7 893,30
Sítio mundonovo.go.gov.br (Prefeitura)

Mundo Novo é um município brasileiro do estado de Goiás.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 13º46'34" sul e a uma longitude 50º16'52" oeste, estando a uma altitude de 263 metros. Sua população estimada em 2021 foi de 4 540 habitantes.[3]

História[editar | editar código-fonte]

As origens de Mundo Novo remontam à fazenda Nossa Senhora Aparecida, cuja formação deu-se por volta de 1960. O proprietário da fazenda era Valentim Lourenço, natural do estado de São Paulo. Quando foi adquirida, a fazenda já dispunha de um campo de pouso. Por volta de 1963, Valentim Lourenço disponibilizou onze alqueires das terras da fazenda para a formação do povoado, dividindo-os em lotes, o que acabou atraindo outros pioneiros, lavradores, fazendeiros e comerciantes, entre os quais estavam Gabriel Falchi, Wanderval de Faria, José Lau, Alexandrino Borges, Salvador Sgamatt, José Coelho de Almeida e Adãozinho, figuras notáveis da localidade.[6]

Também foram registradas invasões e ocupações irregulares, que contribuíram para a formação de um núcleo populacional desordenado, o qual foi integrado legalmente às áreas loteadas.[6]

No início da década de 1980, encerrou-se o processo de emancipação política da cidade, através da Lei Estadual nº 8.849/1980.[6]

Prefeitos[editar | editar código-fonte]

  • Valentim Lourenço (1980-1988);
  • Jair Ferreira Bessa (1989-1992)
  • Carlos Osário Lacerda (1993-1996)
  • Guilhermino Ribeiro de Azambuja (1997-2000)
  • Nelson Corrêa de Menezes (2001-2004)
  • Maria Beatriz Alves de Azambuja (Bia) (2005-2008);
  • Elvilásio Limiro de Lima (2009–2012);
  • Helcio Alves de Oliveira (2013-2016).
  • Hélcio Alves de Oliveira (2017-2020).

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Rio Crixás-Açu
  • Ribeirão Palmeiral
  • Córrego Jabuti
  • Córrego Tartaruga
  • Rio Crixás-Mirim
  • Rio Facão
  • Córrego São Jorge

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [[1]]
  2. «Candidatos a vereador Mundo Novo-GO». Estadão. Consultado em 28 de junho de 2021 
  3. a b c «IBGE Cidades - Panorama». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 8 de fevereiro de 2020 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. a b c «Mundo Novo - Histórico». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.