Itaguari

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Itaguari
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 30 de dezembro
Fundação 16 de agosto de 1946 (73 anos)
Gentílico itaguarino
Lema Tudo Pela Grandeza da Pátria
Prefeito(a) Adelino de Sousa Aquino (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Itaguari
Localização de Itaguari em Goiás
Itaguari está localizado em: Brasil
Itaguari
Localização de Itaguari no Brasil
15° 55' 08" S 49° 36' 14" O15° 55' 08" S 49° 36' 14" O
Unidade federativa Goiás
Mesorregião Centro Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Anápolis IBGE/2008 [1]
Distância até a capital 90 km
Características geográficas
Área 135,525 km² [2]
População 4 508 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 33,26 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,72 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 30 615,784 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 7 007,50 IBGE/2008[5]

Itaguari é um município brasileiro do estado de Goiás. Fundada por Pedro Procopio, sua população estimada em 2007 era de 4.254 habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundada por Pedro Procopio em 16 de agosto de 1946 com a realização de um terço rezado por Dona Francisca do Cândido e independência municipal começou com a criação do Distrito denominado Itaguari, pela lei estadual n.º 7483, de 02-12- 1971, subordinado ao município de Taquaral de Goiás. Elevado à categoria de município com a denominação de Itaguari, pela lei estadual n.º 10400, de 30 de dezembro de 1987, desmembrado de Taquaral de Goiás. Sede no antigo distrito de Itaguari. Constituído do distrito sede. Instalado em 1 de janeiro de 1989. Tendo como primeiro prefeito Ramiô Rodrigues da Silva eleito em 15 de novembro de 1988. Os demais são assim relacionados:

1989/1992 - Prefeito e Vice

Ramiô Rodrigues da Silva (PMDB) - Neri Ferreira (PMDB)

Vereadores:

01 - PMDB - Adelino de Sousa Aquino

02 - PMDB - Divino Costa e Silva

03 - PMDB - José Fernandes Carvalhaes Junior

04 - PMDB - Maria Leonilda Santos Flores

05 - PMDB - Marly Divina Alves de Deus

06 - PMDB - Julio Pereira da Silva

07 - PL - José Divino de Oliveira

08 - PDC - Elimar Guerra de Queiróz

09 - PDC - José Fernando Borges

1993/1996 - Prefeito e Vice

Neri Ferreira (PMDB) - Adelino Souza Aquino (PMDB)

Vereadores:

01 - PMDB - Maria Leonilda Santos Flores

02 - PMDB - Edimar Cardoso de Oliveira

03 - PMDB - Eurípedes da Silva Barbosa

04 - PMDB - José Fernandes Carvalhaes JR/José de Sousa Moreira

05 - PMDB - José Ribeiro dos Santos

06 - PMDB - João Batista Resende/Ideruz Ferreira Nascimento

07 -

1997/2000 - Prefeito e Vice

Caylon Kleber (PSC) e Maria "Lia" Flores (PSL) - 1951 votos - 60%

Nesta eleição o candidato pelo PMDB foi o vice de Neri Ferreira, o Sr. Adelino de Sousa Aquino, que alcançou pouco mais de 40% dos votos válidos, totalizando 1325. O vencedor foi Caylon Kleber Rodrigues da Silva, que obteve 60% dos votos válidos, com 1951 sufrágios. Teve ainda um candidato pelo PSD, com 12 votos, o Sr. Reginaldo Antonio de Sousa. Foram eleitos os seguintes vereadores:

01 - PSC - Divino Alves Cordeiro - 235 votos

02 - PSC - Elci Manoel de Almeida - 122 votos

03 - PMDB - Elimar Guerra de Queiróz - 137 votos

04 - PMDB - Ideruz Ferreira Nascimento - 134 votos

05 - PMDB - Januário Batista de Sousa - 274 votos

06 - PL - José de Aquino Barbosa - 235 votos

07 - PSC - Regina Célia Santos - 220 votos

08 - PT - Antonio Divino da Silva - 175 votos

09 - PMDB - Edimar Cardoso de Oliveira - 163 votos

2001/2004 - Prefeito e Vice

Maria Virlene (PMDB) e Ronivon B Gontijo (PMDB) - 1450 votos - 46%

As eleições ocorreram em 2000, e teve três candidatos postulando o cargo de prefeito, pela coligação PMDB/PSD a Sra Maria Virlene; pela coligação PSDB/PPB/PSC o Sr. Nailton Aquino Barbosa, que alcançou 22% - 713 votos válidos e pela coligação PSL/PFL a Sra Maria Leonilda S Flores que obteve 31% ou 975 sufrágios. Foram eleitos os seguintes vereadores:

01 - PSL - Divino Celestino Evangelista - 121 votos

02 - PMDB - Elimar Guerra de Queiróz - 129 votos

03 - PMDB - Luiz Antonio da Silva - 134 votos

04 - PP - Marco Antonio Pedro Pinheiro - 104 votos

05 - PMDB - Osvaldo Florêncio de Barros - 105 votos

06 - PMDB - Marly Divina Alves de Deus - 154 votos

07 - PSL - Nelson Divino dos Santos Filho - 105 votos

08 - PSDB - Alair Rodrigues Azevedo - 116 votos

09 - PSL - Altair Divino da Silva - 93 votos

Obs: Nessa legislatura o vereador Elimar Guerra de Queiróz veio a falecer, sendo substituído pelo Sr. Januário Batista de Sousa (PMDB) que havia tido 102 votos.

2005/2008

Ronivon B Gontijo (PMDB) - Prefeito e Maria Julia (PSDB) - Vice.

2009/2012

Ronivon B Gontijo (PP) - Prefeito e Maria Julia (PSDB) - Vice.

2013/2016

Agnaldo D Gonzaga (PDT) - Prefeito e Rafael Vilac (PSDB) - Vice.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O rio que banha o município é o rio Sucuri, o qual desagua no rio Uru, que faz parte da Bacia Hidrográfica do rio Tocantins.

Este município fica no cruzamento de duas rodovias: BR-070 e GO-154.

A distância de Goiânia, Capital do estado de Goiás é de 90 km. Tem como municípios circunvizinhos: Itaberaí, Jaraguá, Taquaral de Goiás e Itaguaru.

O município tem como território a área desmembrada do município de Taquaral de Goiás.

Indústria[editar | editar código-fonte]

É considerado pioneiro em confecções de lingerie. Itaguari se tornou um importante Polo de Moda Íntima do Estado de Goiás. Milhares de pessoas passam por Itaguari anualmente para comprar os produtos de moda íntima da cidade para depois revendê-los.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Goiás é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.