Goianira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Goianira
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Goianira
Bandeira
Brasão de armas de Goianira
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Cidade das flores"
Gentílico goianirense
Localização
Localização de Goianira em Goiás
Localização de Goianira em Goiás
Mapa de Goianira
Coordenadas 16° 29' 45" S 49° 25' 33" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Região metropolitana Goiânia
Municípios limítrofes Caturaí, Inhumas, Brazabrantes, Trindade, Santo Antônio de Goiás, Goiânia
Distância até a capital 22 km
História
Fundação 25 de março de 1922 (98 anos)
Aniversário 25 de março
Administração
Prefeito(a) Carlos Alberto Andrade de Oliveira (PSDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 209,037 km²
População total (estimativa IBGE/2019[2]) 44 289 hab.
 • Posição GO: 31º
Densidade 211,9 hab./km²
Clima tropical
Altitude 757 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,694 médio
PIB (IBGE/2016[4]) R$ 792 269,25 mil
PIB per capita (IBGE/2016[4]) R$ 19 640,77
Website https://goianira.go.gov.br/ (Prefeitura)

Goianira é um município brasileiro do estado de Goiás, localizado na Região Metropolitana de Goiânia[5]. Sua população, conforme estimativas do IBGE em 2019, era de 44 289[2] habitantes.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1920 é fundado o povoado pelo Padre Pelágio Sauter, vigário da Paróquia Trindade, com o nome de São Geraldo, que em 1935, foi elevado a categoria de distrito.

Em 1940, o distrito foi rebatizado para "Itaim", pertencente ao município de Goiânia, e tornou-se ponto de apoio para construção para a nova capital de Goiás. Em 1942, foi novamente rebatizada para "Itaitê", mas logo retornou a nome original (São Geraldo). Em 31 de dezembro de 1943, o distrito de São Geraldo passou a denominar-se Goianira.

Em 9 de dezembro de 1958, foi elevada a categoria de município.[6][7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

A área do município é de 212,552 km², representando 0,062% do estado de Goiás, 0,013% da Região Centro-Oeste do Brasil e 0,002% de todo o território brasileiro.[8] Situa-se a 16°30'20" de latitude sul e 49°25'13" de longitude oeste e está a uma distância de 27 quilômetros a oeste da capital goiana. Seus municípios limítrofes são Caturaí e Inhumas a norte, Brazabrantes a nordeste, Santo Antônio de Goiás a leste, Goiânia a sudeste e Trindade a sul. De acordo com a divisão do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística vigente desde 2017,[9] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Goiânia. Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, o município fazia parte da microrregião de Goiânia, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Centro Goiano.[10]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município faz parte da sub-bacia Meia Ponte que, por sua vez, está inserida na Bacia do Rio dos Bois. A demanda de água gira em torno de 64 litros por segundo, e a captação e tratamento no município são realizados pela Companhia Saneamento de Goiás (Saneago),[11] na estação de tratamento de água da cidade. O abastecimento é realizado pelos Poços Goianira.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima goianirense é caracterizado como tropical com estação seca (Aw segundo classificação climática de Köppen-Geiger).[12]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Em 2010, a população do município foi contada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 34 060 habitantes, sendo que 17 120 habitantes eram do sexo masculino, correspondendo a 50,26%, enquanto 16 940 habitantes eram do sexo feminino, totalizando a 49,74% da população. Ainda segundo o censo brasileiro daquele ano, 33 451 pessoas viviam na zona urbana (98,21%), e 609 em zona rural (1,79%).[13] De acordo com a estimativa para o ano de 2019, a população ampliou-se a 44 289 habitantes, sendo o 131º mais populoso de Goiás. Apresenta, consoante essa estimativa, uma densidade populacional de 162,94 habitantes por km².

Da população total em 2010, 5 785 habitantes (16,98%) tinham menos de 15 anos de idade, 12 191 habitantes (36,44%) tinham de 15 a 64 anos e 743 pessoas (2,18%) possuíam mais de 65 anos, sendo que a esperança de vida ao nascer era de 74,87 anos e a taxa de fecundidade total por mulher era de 2,2.[14] O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Goianira é considerado médio, segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no ano de 2010. Seu valor era de 0,694, sendo então o 133º maior de todo o estado de Goiás. O coeficiente de Gini, que mede a desigualdade social, era de 0,39, sendo que 1,00 é o pior número e 0,00 é o melhor.

Em 2010, segundo dados do censo do IBGE daquele ano com a autodeclaração de cada goianirense, a população era composta por 12 672 brancos (37,20%), 18 317 pardos (53,78%), 2 335 negros (6,86%), 729 amarelos (2,14%) e 8 indígenas (0,02%). Considerando-se a região de nascimento, 25 469 eram nascidos no Centro-Oeste (74,78%), 4 631 no Nordeste (13,60%), 1 849 no Sudeste (5,43%), 1 918 no Norte (5,63%) e 97 no Sul (0,28%). 24 946 habitantes eram naturais do estado de Goiás (73,24%) e, entre os 9 114 naturais de outras unidades da federação, Bahia era o estado com maior presença, com 1 790 pessoas (5,26%), seguido pelo Maranhão, com 1 495 habitantes residentes no município (4,39%). De acordo com dados do censo de 2010, a população municipal está composta por católicos (53,86% do total), evangélicos (31,97%), pessoas sem religião (10,69%), espíritas (0,83%) e 2,65% divididos entre outras religiões.

Política e administração[editar | editar código-fonte]

A administração municipal se dá pelos Poderes Executivo e Legislativo. O Executivo é exercido pelo prefeito, auxiliado pelo seu gabinete de secretários. O poder executivo do município de Goianira é representado pelo prefeito, consoante determinação da Constituição Brasileira de 1988. O atual é Carlos Alberto Andrade Oliveira, do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), eleito em 2016 com 16 421 votos (69,25% dos votos válidos), ao lado de Maurício Pereira Aguiar, do Avante, como vice-prefeito. O Poder Legislativo, por sua vez é constituído pela câmara municipal, composta por onze vereadores eleitos para mandatos de quatro anos. Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao Executivo, especialmente o orçamento participativo, conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias.

A cidade pertence à 101ª zona eleitoral do estado de Goiás e possuía, em abril de 2020, 36 454 eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que representa 0,791% do eleitorado goiano.[15]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Educação[editar | editar código-fonte]

Na área da educação, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) obtido por alunos do 5º ano das escolas públicas de Goianira foi de 5,7 em 2017, enquanto que do 9º ano foi de 5,0 (numa escala de avaliação que vai de nota 1 a 10). Em 2010, 97,6% das crianças entre sete e 14 anos estavam matriculadas em instituições de ensino.[16] O município contava, em 2018, com 10 219 matrículas nas instituições de educação infantil e ensinos fundamental e médio da cidade. O valor do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da educação era de 0,635 no ano de 2010.[14]

Comunicações[editar | editar código-fonte]

O código de área (DDD) do município é 062[17] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) da cidade vai de 75370-000 a 75374-999.[18] O serviço postal é atendido por uma agência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, localizada na Vila Padre Pelágio.[19] A cidade também é amplamente coberta pelo serviço de telefonia móvel 4G.[20]

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «Estimativa populacional 2019 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 28 de agosto de 2019. Consultado em 29 de agosto de 2019 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. «O que é a Região Metropolitana de Goiânia.». SECIMA. 25 de outubro de 2018. Consultado em 27 de julho de 2019 
  6. «Goianira Goiás - GO Histórico» (PDF). IBGE. 27 de março de 2008. Consultado em 11 de abril de 2013 
  7. «HISTÓRIA». Prefeitura Municipal de Goianira. Consultado em 11 de abril de 2013 
  8. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais (2019). «Divisão Territorial do Brasil». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 21 de maio de 2020 
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2017 
  10. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1990). «Divisão regional do Brasil em mesorregiões e microrregiões geográficas» (PDF). Biblioteca IBGE. 1: 76–78. Consultado em 25 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 25 de setembro de 2017 
  11. Agência Nacional de Águas (ANA) (2010). «Atlas de Abastecimento Urbano». Consultado em 1 de março de 2014 
  12. World Map of the Köppen-Geiger climate classification. «World Map of the Köppen-Geiger climate classification». Institute for Veterinary Public Health. Consultado em 27 de maio de 2018. Cópia arquivada em 27 de maio de 2018 
  13. «Tabela 3107 - População residente, por situação do domicílio, sexo e grupos de idade - Sinopse». Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática (Sidra). Consultado em 7 de agosto de 2018 
  14. a b Atlas do Desenvolvimento Humano (2013). «Perfil». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 21 de maio de 2020 
  15. Tribunal Superior Eleitoral (TSE). «Consulta Quantitativo». Consultado em 21 de maio de 2020 
  16. IBGE. «Panorama de Goianira (GO)». Consultado em 21 de maio de 2020 
  17. Códigos DDD. «DDD de Goianira». Consultado em 1 de dezembro de 2016 
  18. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de dezembro de 2016 
  19. Correios. «Agências». Consultado em 1 de dezembro de 2016 
  20. Tele Síntese. «Oi ativa 4G em 151 cidades ainda este ano». Consultado em 27 de janeiro de 2020 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]