Rubiataba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rubiataba
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Rubiataba
Bandeira
Brasão de armas de Rubiataba
Brasão de armas
Hino
Gentílico rubiatabense
Localização
Localização de Rubiataba em Goiás
Localização de Rubiataba em Goiás
Rubiataba está localizado em: Brasil
Rubiataba
Localização de Rubiataba no Brasil
Mapa de Rubiataba
Coordenadas 15° 09' 50" S 49° 48' 10" O
País Brasil
Unidade federativa Goiás
Municípios limítrofes A leste: Ceres e Ipiranga de Goiás; a norte; Itapaci, Nova América; a oeste, Morro Agudo de Goiás e a sul, São Patrício
Distância até a capital 220 km
História
Fundação 12 de outubro de 1953 (68 anos)
Administração
Prefeito(a) Weber Sivirino da Costa (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 748,264 km²
População total (est. IBGE/2019[1]) 19 882 hab.
 • Posição GO: 55º
Densidade 26,6 hab./km²
Clima Tropical-Semi umidp
Altitude 632 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 76350-000
Indicadores
IDH (PNUD/2000[2]) 0,719 alto
PIB (IBGE/2008[3]) R$ 147 480,271 mil
PIB per capita (IBGE/2008[3]) R$ 7 936,30

Rubiataba é um município brasileiro do estado de Goiás. Situado na região do Vale do São Patrício, a 220 quilômetros de Goiânia e tem, segundo estimativa do IBGE em 2019, 19.882 habitantes.

Emancipação da Cidade[editar | editar código-fonte]

O município de Rubiataba foi criado pela lei nº. 807, de 12 de outubro de 1953, assinada pelo Dr. Pedro Ludovico Teixeira, naquela época Governador do Estado de Goiás, instalando-se a 1º de janeiro de 1954.

Outros[editar | editar código-fonte]

A cidade foi sede da Diocese de Rubiataba-Mozarlândia durante os bispados de Juvenal Roriz e de José Carlos de Oliveira, sendo então transferida para a cidade de Mozarlândia pelo Bispo Adair José Guimarães após sua posse.

Há dois Centros Espíritas, o Centro Espírita Renúncia e o Centro Espírita Paulo de Tarso.

Em Rubiataba situa-se a Subsecretaria Regional de Educação, subsecretaria esta que abrange os seguintes municípios: Rubiataba e Nova América.

Se encontra as instalações do Fórum da Comarca de Rubiataba, que abrange os municípios de Morro Agudo de Goiás e Nova América.

No município, encontra-se a Terra Indígena Carretão II cuja origem remonta ao século XVIII[4]. A comunidade Tapuias passou por diversos períodos da história do Brasil e sofreu alterações de acordo com as legislações vigentes em cada época, além do êxodo populacional e perda de território.

A cidade conta com duas estações de rádio, a Caraíba FM (104,9) e a Vale FM (92,5).

Prefeitos e vice-prefeitos[editar | editar código-fonte]

  • 2021/2024 - Weber Sivirino da Costa (Padre Weber) / Gilmar Benfica dos Santos
  • 2017/2020 - José Luis Fernandes / Denis Borba Sousa
  • 2013/2016 - Jakes Rodrigues de Paula / Marcos Aurélio Tolentino
  • 2009/2012 - José Luiz Fernandes / Miguel Augusto da Silva
  • 2005/2008 - José Luiz Fernandes / Heli Mario Neto
  • 2001/2004 - Agmar Ribeiro dos Santos / Marcos Aurélio Lucena Santana
  • 1997/2000 - Teodoro Ribeiro de Araujo / Marçal Ferreira Vitória
  • 1993/1996 - Agmar Ribeiro dos Santos / Alvino Ferreira da Silva
  • 1989/1992 - Ubiratan Carneiro da Silva / Daniel Augusto Goulart
  • 1983/1988 - Otacílio Ferreira de Paiva / Eunilson A.Cavalcante
  • 1976/1982 - Onofre Andrade Pereira / Milton Martins de Azevedo
  • 1972/1975 - José Levindo Borba / José Joaquim Alves

Lista de Vereadores do Município[5][editar | editar código-fonte]

  • Betão
  • Disson
  • Dr. Luiz Mário
  • Ernane Lima
  • João Paulo Martins
  • Katia Azarias
  • Leandro Dourado
  • Patricia de Araújo
  • Professor Wilson
  • Reiner Sales
  • Samara Camargo

Referências

  1. a b «IBGE Cidades - Panorama». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 5 de fevereiro de 2020 
  2. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  4. de Almeida, Rita Heloía (maio de 1999). «Colonizadores em Goiás e o contato com a diversidade indigena». Rede Brasileira de Instituições de Ensino Superior Indígena. Consultado em 2 de dezembro de 2021 
  5. «Câmara Municipal de Rubiataba». G1 Goiás. G1. Consultado em 11 de janeiro de 2021  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]