Orizona

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Orizona
Vista aérea da cidade.

Vista aérea da cidade.
Bandeira de Orizona
Brasão de Orizona
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 15 de setembro
Fundação 1850
Gentílico orizonense
Lema A Força do Trabalho!
Prefeito(a) Felipe Antônio Dias (PMDB)
(2009–2012)
Localização
Localização de Orizona
Localização de Orizona em Goiás
Orizona está localizado em: Brasil
Orizona
Localização de Orizona no Brasil
17° 01' 51" S 48° 17' 45" O17° 01' 51" S 48° 17' 45" O
Unidade federativa  Goiás
Mesorregião Sul Goiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Pires do Rio IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes São Miguel do Passa Quatro, Silvânia, Luziânia, Pires do Rio e Vianópolis.
Distância até a capital Cerca de 130 km
Características geográficas
Área 1 972,865 km² [2]
População 14 292 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 7,24 hab./km²
Altitude 806 m
Clima Tropical subúmido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,768 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 199 035,519 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 255,78 IBGE/2008[5]
Página oficial
Imagem aérea da cidade de Orizona

Orizona é um município brasileiro do estado de Goiás. Sua população estimada em 2009 foi de 15.201 habitantes.

É conhecida por ser uma das maiores bacias leiteiras do estado, com leite produzido por dois mil pequenos pecuaristas. Além disso, o município também é grande produtor de cachaça, havendo cerca de 40 alambiques artesanais em seu território.

História[editar | editar código-fonte]

Orizona, antiga Capela dos Correias, depois Campo Formoso e posteriormente Orizona, edificada à margem direita do Ribeirão Santa Bárbara, afluente do Rio Corumbá, foi fundada por Joaquim Fernandes de Castro e José Pereira Cardoso que, em 1850, deram começo aos trabalhos de construção de uma capela dedicada a Nossa Senhora da Piedade.

É desconhecida a primeira imigração. De Minas Gerais vieram agricultores entre 1840 e 1850, começando, assim, o povoamento. Destaca-se nesse movimento fundador, o cidadão Fulgêncio de Souza França e do Cel. Pio José da Silva. Edificada a capela, formou-se o povoado pertencente ao Município de Santa Cruz (hoje Santa Cruz de Goiás).

Em 1890, foi o povoado erguido em distrito com a denominação de Capela dos Correias. Graças ao desenvolvimento, foi elevado à categoria de Vila em 12 de julho de 1906, pela Lei nº 277, instalada a 15 de outubro do mesmo ano, já com a denominação de Campo Formoso. A categoria de Cidade lhe foi dada pela Lei nº 347, de 8 de julho de 1909.

Pelo Decreto-Lei Estadual nº 8305, de 31 de dezembro de 1943, o Município de Campo Formoso passou a denominar-se "Orizona" - termo do latim que signigifica "Região do Arroz". O termo surgiu da junção do prefixo "Oriza", que significa Arroz, e do sufixo "Zona", que significa Região. Quando o município foi nomeado como Orizona, este era um dos grandes produtores de arroz do estado de Goiás.

Formação administrativa[editar | editar código-fonte]

Podemos resumir a formação administrativa do município nos seguintes passos[6] :

  • 1911: nas divisões territoriais, o município consta como constituído do Distrito Sede.
  • 1936: nas divisões territoriais, o município consta como constituído de dois distritos: Campo Formoso e Ubatã.
  • 1938, 31 de outubro: extinto o Distrito de Ubatã, pelo Decreto-Lei Estadual nº 1233.
  • 1943, 31 de dezembro: mudança de nome, de Campo Formoso para Orizona, pelo Decreto-Lei Estadual nº 8305.
  • 1950, 1 de julho: nas divisões territoriais, o município consta como constituído do Distrito Sede.
  • 1979, 1 de janeiro: em divisões territoriais, o município consta como constituído de dois distritos: Orizona e Alto Alvorada.

Economia[editar | editar código-fonte]

A Economia de Orizona é baseada principalmente na Pecuária leiteira e na produção de cachaça. O município representa a Segunda bacia leiteira do Estado de Goiás. Os pequenos pecuaristas vendem seu leite para empresas como Laticínios JL Ltda a qual detêm as marcas Valeza e Vale do Orizona e é o maior receptor do leite do município. O leite também é comercializado pela Itambé, Italac e Cooperativa Mista Agropecuária dos Produtores Rurais de Orizona (Coapro).

Política[editar | editar código-fonte]

Histórico e Lista de Ex Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Orizona, a partir de 1906 foi governada pelos presidentes do Conselho da Intendência Municipal de Campo Formoso e por Prefeitos Municipais nomeados, dentre eles:

  • José da Costa Pereira Sobrinho
  • Antenor Pinheiro
  • Joaquim Jorge Teixeira França
  • Públio de Souza
  • Cel. Pio José da Silva
  • Salviano Pedro Borges
  • Herculano de Souza Pereira
  • Livertino Leão Sobrinho
  • José Albino de Oliveira
  • Nelson Costa Campos
  • Idomenêo Marques de Araújo Valle (irmão do poeta Leo Lynce)
  • Maurity Silva
  • Euclides Tolentino Bretas
  • Jeremias Fernandes de Castro
  • Aguinaldo França(Guinú)
  • Joel de Andrade
  • Alpheu Pereira Caixeta
  • Edmundo Marinho

A partir de 1936 passou a ser governada por prefeitos municipais eleitos.

Prefeitos Duração
Egerinêo Teixeira 1936/1938
José da Costa Pereira 1939/1946
Rodolfo Fernandes de Castro 1947/1950
Luiz Inácio Martins Araújo(Dr. Pila) 1951/1954
Pedro Ribeiro Correa 1955/1958
Realino Nunes de Paula 1959/1960
Antônio de Paiva 1961/1965
José Marçal da Silveira 1966/1969
Joaquim Pereira de Freitas 1970/1972
Benedito Pereira de Mesquita 1973
Paschoalino Mota 1973/1976
José Marçal da Silveira² 1977/1982
Joaquim Pereira de Freitas² 1983/1988
Idalicio Leandro Teixeira 1989/1992
Délico Machado da Silva 1993/1996
Anteres Vieira Pereira 1997/2000
João Bosco Mesquita 2001/2004
Itamar Dias Teixeira 2005/2008
Felipe Antônio Dias 2009/2012 ATUA

Administração Atual 2013/2016[editar | editar código-fonte]

  • Prefeito: Felipe Antônio Dias (PMDB)
  • Primeira-Dama: Ana Lúcia Ribeiro Dias
  • Vice-Prefeito: Anteres Vieira Pereira


  • Vereadores:
  • Jeremias de Sousa Mendes (PP)
  • Waldivino de Freitas Lemes (PP)
  • Roseli
  • Reinaldo de Oliveira Cardoso (PMDB)
  • Joao Lucas Teixeira (PMDB)
  • Joao Batista de Castro Neto (PMDB)
  • Ronaldo Jose da Costa (PMDB)
  • )


  • Secretários Municipais:
  • Renato Vieira Cunha - Secretário de Sáude
  • Paulo Moura - Secretário de Finanças
  • Benedito Gonçalves - Secretária de Ação Social
  • Hélio Joaquim Diniz - Secretário de Industria e Comércio
  • Rinaldo Costa - Secretário de Administração e Planejamento
  • Rui de Castro - Secretário de Ação Urbana
  • Paulo Henrique - Secretário de Esporte, Cultura e Lazer.
  • Paulo Acácio de Sousa - Secretário de Educação
  • Benedito Gonçalves - Secretário de Controle Interno
  • Ariadne Afonseca Araújo - Secretária Municipal da Mulher
  • Antônio Pereira de Almeida - Secretário da Cultura
  • Sebastião

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Biblioteca do IBGE. Página visitada em Dezembro de 2006..

Ligações externas[editar | editar código-fonte]