Ángel Romero (futebolista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ángel Romero
Ángel Romero
Romero no Corinthians em 2018
Informações pessoais
Nome completo Ángel Rodrigo Romero Villamayor
Data de nasc. 4 de julho de 1992 (30 anos)
Local de nasc. Fernando de la Mora, Paraguai
Nacionalidade paraguaio
Altura 1,76 m
destro
Apelido Cristiano Romero
Informações profissionais
Clube atual Cruz Azul
Número -
Posição atacante
Clubes de juventude
2008–2011 Cerro Porteño
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2011–2014
2014–2019
2019–2021
2022–
Cerro Porteño
Corinthians
San Lorenzo
Cruz Azul
{{{jogos(golos)}}}
Seleção nacional
2013– Paraguai {{{partidasselecao}}}

Ángel Rodrigo Romero Villamayor (Fernando de la Mora, 4 de julho de 1992) é um futebolista paraguaio que atua como atacante. Atualmente joga pelo Cruz Azul.[1]

É o segundo maior artilheiro da Neo Química Arena, com 27 gols[2], e o jogador estrangeiro com mais partidas pelo Corinthians, com 222 jogos.[3]

Seu irmão gêmeo, Óscar Romero, também é jogador e atua como meio-campista.[4]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Cerro Porteño[editar | editar código-fonte]

Ángel Romero Iniciou sua carreira como profissional em 2011 pelo Cerro Porteño, atuando como atacante, e se tornou uma jovem revelação do clube. Pelo Cerro, conquistou o Campeonato Paraguaio em 2012 (Apertura) e 2013 (Clausura), sendo que este último foi de maneira invicta. Como profissional, atuou em 70 partidas e fez 23 gols.

Corinthians[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2014, Romero teve sondagens do Corinthians, que posteriormente revelou o acerto[5] e acertou por cinco temporadas com o atacante paraguaio. Romero se disse feliz com o desfecho positivo das negociações.

Destacou-se na reta final do Brasileirão de 2015, ao marcar dois gols e sofrer um pênalti na goleada do Corinthians sobre o São Paulo, no clássico Majestoso. [7]

2016[editar | editar código-fonte]

Destacou-se no dia 20 de janeiro, numa partida contra o Shakhtar Donetsk pela Florida Cup, fazendo os dois gols do Timão na vitória por 3 a 2. Com a saída de diversos jogadores importantes na conquista do título brasileiro em 2015, Romero ganhou mais espaço no clube e jogou muitas vezes como titular sob o comando de Tite. Foi um dos destaques do Corinthians durante o Campeonato Paulista, tendo marcado cinco gols em 16 partidas disputadas.

No dia 20 de abril, marcou dois gols na goleada sobre o Cobresal por 6 a 0 pela fase de grupos da Copa Libertadores.[8] Se destacou no dia 3 de julho, na goleada por 4 a 0 contra o Flamengo, na Arena Corinthians, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro, na qual marcou dois gols e ainda deu uma assistência. Com esses dois gols, Romero chegou a marca de quatro gols no Campeonato Brasileiro, todos eles marcados nas últimas três rodadas.

Após a saída de Tite para assumir o cargo de técnico da Seleção Brasileira, Romero perdeu espaço no clube. Encerrou a temporada com 15 gols marcados, num total de 56 partidas disputadas somando todas as competições, sendo este o ano em que mais atuou pelo Corinthians.

2017[editar | editar código-fonte]

No dia 18 de janeiro, em seu primeiro jogo no ano, levou o clube a final do torneio da Florida Cup, após a goleada de 4 a 1 sobre o Vasco da Gama na semifinal. No dia 21 de janeiro, jogou a final contra o arquirrival São Paulo. O Corinthians perdeu por 4 a 3 nas penalidades máximas, após o empate de 0 a 0 no tempo real, perdendo o título do torneio e ficando com o vice-campeonato. No dia 1 de março, o Corinthians jogou contra o Brusque, de Santa Catarina, pela Copa do Brasil, e venceu nos pênaltis por 5 a 4. Romero foi o herói da classificação ao marcar o último gol da partida, e com isso o Corinthians viria a enfrentar a equipe do Luverdense. Na final do Campeonato Paulista, Romero marcou contra a Ponte Preta no empate de 1 a 1, onde o Corinthians se sagrou campeão paulista.[9]

Teve um papel importante na campanha do título do Campeonato Brasileiro, jogando pelos lados do campo, não somente atacando, mas especialmente pela determinação em ajudar a defesa na marcação.[10][11]

Fez um gol decisivo contra o Palmeiras, na vitória por 3 a 2 pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro.[12] Nessa rodada o Corinthians via o rival paulista cada vez mais próximo da liderança do campeonato, ameaçando a vantagem que a equipe alvinegra havia criado durante a competição. O resultado da vitória no clássico garantiu a vantagem outrora em risco, precedendo uma sequência de jogos que garantiram o título nacional de 2017, diminuindo a pressão da torcida por conta de alguns resultados negativos no início do returno do certame.

No dia 15 de novembro, o Corinthians garantiu o título com quatro rodadas de antecedência ganhando do Fluminense em casa por 3 a 1.[13] Esse foi o segundo título brasileiro de Romero pelo Corinthians.

2018[editar | editar código-fonte]

Não foi muito utilizado por Fábio Carille no começo do ano, mas com a saída do treinador para o futebol árabe, Romero ganhou mais espaço com a chegada de Jair Ventura ao comando da equipe. No final do ano foi muito importante para equipe que foi vice-campeã da Copa do Brasil, marcando gols importantíssimos como nas quartas de final, contra a Chapecoense[14], e fazendo um hat-trick contra o Vasco, pela 16º rodada do Campeonato Brasileiro.[15]

2019[editar | editar código-fonte]

O início da temporada foi bastante turbulento para o atleta, principalmente por divergências em alguns aspectos de sua renovação contratual.[16] Após diversas reuniões entre diretoria e empresário do jogador, ambos não chegaram em um consenso e a renovação contratual de Ángel começou a se arrastar durante o primeiro semestre do ano.[17] Sendo assim, o atleta, de forma profissional, decidiu cumprir contrato até o seu vencimento.[18] Porém, por políticas internas da diretoria do clube, foi afastado do time principal, não podendo ser utilizado pelo técnico Fábio Carille em nenhuma partida, enquanto não resolvesse seu imbróglio com o clube. Após cinco anos, no dia 14 de julho de 2019, com uma notória passagem e tendo disputado 222 jogos e anotado 38 gols, se despediu do clube alvinegro, encerrando assim, seu contrato.[19]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Paraguaia, atuou em 35 partidas e marcou oito gols.

Jogos pela Seleção Paraguaia[editar | editar código-fonte]

Expanda a caixa de informações para conferir todos os jogos deste jogador, pela Seleção Paraguaia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Cerro Porteño
Corinthians

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Corinthians

Honrarias[editar | editar código-fonte]

  • Segundo maior artilheiro da Arena Corinthians: 27 gols
  • Jogador estrangeiro com mais jogos pelo Corinthians: 222 jogos
  • Jogador estrangeiro com mais títulos pelo Corinthians: 4 títulos[20]

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Prêmio Time Resultado Ref.
2013 Futebolista paraguaio do ano Melhor jogador paraguaio Cerro Porteño Venceu [21]

Referências

  1. Jeferson Macedo (1 de setembro de 2021). «Livres no mercado, irmãos Romero já foram especulados em 4 clubes da Série A». Torcedores.com 
  2. Tiago Salazar (6 de outubro de 2021). «Jô se torna o maior artilheiro da Neo Química Arena; Guerrero é o líder na média de gols». Gazeta Esportiva 
  3. Verônica Jensen (31 de agosto de 2018). «Confira 10 jogadores estrangeiros que mais vestiram a camisa do Corinthians». Torcedores.com. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  4. «San Lorenzo anuncia rescisão de contrato dos irmãos Ángel e Óscar Romero». ge. Consultado em 1 de novembro de 2021 
  5. «Corinthians confirma a contratação do paraguaio Ángel Romero». GloboEsporte.com. 5 de junho de 2014. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  6. «Cópia arquivada». Consultado em 5 de junho de 2014. Arquivado do original em 6 de junho de 2014 
  7. «É hexa mesmo! Reservas do Corinthians fazem 6 no São Paulo». Terra. 22 de novembro de 2015 
  8. Helder Guimaraes Junior (20 de abril de 2016). «Corinthians reserva encerra fase de grupos com show e 6 x 0». Terra. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  9. Dassler Marques e Diego Salgado (7 de maio de 2017). «Com heróis presentes e gol de Romero, Corinthians revive 77 e é campeão». UOL. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  10. Alex Sabino (14 de novembro de 2017). «Símbolo do Corinthians, Romero supera gozações e avaliação de Tite». Folha de S.Paulo. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  11. Alex Sabino e Luciano Trindade (27 de maio de 2018). «Marcador no Corinthians, Romero agora quer ser artilheiro». Folha de S.Paulo. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  12. Diego Salgado e José Eduardo Martins (5 de novembro de 2017). «Corinthians bate Palmeiras em jogo eletrizante e retoma vantagem na ponta». UOL. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  13. Diego Salgado e Gabriel Carneiro (15 de novembro de 2017). «De virada, na raça e com brilho de Jô. Corinthians bate o Flu e é hepta». UOL. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  14. «Romero marca mais um, e Corinthians vence a Chapecoense em Itaquera». GloboEsporte.com. 1 de agosto de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  15. «Corinthians "renasce" no intervalo e vira sobre o Vasco com três gols de Romero». GloboEsporte.com. 29 de julho de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  16. Bruno Cassucci (12 de fevereiro de 2019). «Corinthians e Romero voltam a negociar e tentam destravar renovação de contrato». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  17. Bruno Cassucci e Marcelo Braga (18 de fevereiro de 2019). «Corinthians e Romero não se acertam, e renovação de contrato volta a emperrar». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  18. «Romero adia renovação e fala em "completar contrato" com o Corinthians». UOL. 10 de dezembro de 2018. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  19. Ana Canhedo e Marcelo Braga (14 de julho de 2019). «Após cinco anos, Romero dá adeus ao Corinthians em silêncio e com marcas e títulos conquistados». GloboEsporte.com. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  20. Ivan Ruela (8 de abril de 2018). «Com o bicampeonato, Romero iguala a Rincón como estrangeiro mais vencedor pelo Timão». Torcedores.com. Consultado em 8 de outubro de 2021 
  21. «El mejor jugador paraguayo del 2013» (em espanhol). ABC Color. 27 de dezembro de 2013. Consultado em 8 de outubro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Ángel Romero (futebolista)