Yazidi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Os iazidis[1] ou Yazidi (também Yezidi; curdo : ئێزیدی ou Êzidî) são membros de uma religião curda com antigas raízes indo-europeias. A maioria de seus seguidores vive em Mosul, na região do norte do Iraque. Existem comunidades tradicionais na Transcaucásia, Arménia, Turquia e na Síria, mas estas têm diminuído desde a década de 1990. Muitos dos seus membros emigraram para a Europa, especialmente para a Alemanha.

Os yazidi constituíam uma pequena seita, ligada ao Iazdânismo, que resistiu ao Islã durante séculos e era reivindicada como a mais antiga religião do mundo. Dela faziam parte elementos do zoroastrismo, maniqueísmo, cristianismo, islamismo e judaísmo. Os yazidi também acreditavam na metempsicose, como forma de redenção e purificação.

Referências

  1. Fundação AIS. Liberdade Religiosa no Mundo - Observatório 2009, http://www.fundacao-ais.pt/uploads/noticias/edicao_1269340904_7212.pdf


Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.