Campeonato Paulista de Futebol de 1938 (edição extra)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Paulista de Futebol de 1938 (edição extra)
Campeonato Extra da Liga de Futebol do Estado de São Paulo de 1938
Dados
Participantes 12
Organização LFESP
Período 10 de abril – 18 de setembro
Gol(o)s Não disponível
Campeão Palestra Itália
Vice-campeão Corinthians
◄◄ São Paulo 1938 Soccerball.svg 1939 São Paulo ►►

A edição extra do Campeonato Paulista de Futebol de 1938 foi um certame organizado pela Liga de Futebol do Estado de São Paulo (LFESP), entidade máxima do futebol paulista, a qual precedeu a atual Federação Paulista de Futebol. Devido a realização da Copa do Mundo, a edição normal do Campeonato Paulista daquele ano ficou quase seis meses paralisado e para evitar que seus clubes filiados ficassem inativos por um longo período, a LFESP resolveu então organizar um campeonato extra. O Palestra Itália (atual Palmeiras) sagrou-se campeão após vencer o Corinthians, que ficou com o vice-campeonato.[1][2][3]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

O regulamento da competição previa que as doze equipes participantes se enfrentariam em turno e returno, dentro de três grupos (A, B, C) com quatro agremiações cada, classificando-se para a fase final o primeiro colocado de cada grupo.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A edição de 1938 do Campeonato Paulista de Futebol permaneceu quase seis meses paralisada em virtude da realização da Copa do Mundo. Com isso, a LFESP – entidade associada à CBD e organizadora da edição normal do estadual daquele ano – decidiu, assim como a APEA em 1926, realizar um segundo Campeonato Paulista no mesmo ano. O torneio foi realizado com o intuito de manter suas equipes filiadas em atividade e que foi vencido pela Palestra Itália ao bater o Corinthians na final.[2][4]

Na primeira fase, diante de Hespanha (atual Jabaquara), São Paulo e Ypiranga, o Palestra acumulou cinco vitórias e uma derrota, ficando com o primeiro lugar classificando-se para a fase seguinte. Na semifinal, o adversário foi o São Paulo Railway (atual Nacional de São Paulo) e, após um empate (1 a 1) e uma vitória (3 a 0), o Palestra Itália chegou à final diante do maior rival. Em um duelo muito nervoso, ambas as equipes não conseguiram transpassar as defesas adversárias, deixando a definição do título para o segundo jogo. Na tarde do dia 18 de setembro de 1938, a história foi diferente – logo aos dezesseis minutos, o avante Barrilote abriu o placar para os palestrinos. No início da segunda etapa, Rolando ampliou a vantagem, levantando ao delírio o público que compareceu em peso ao Estádio Palestra Itália. Teleco ainda descontou, mas a equipe palestrina conseguiu manter a vitória e ficou com o título paulista extra de 1938.[2][4]

Foram mais de trinta partidas envolvendo todas os doze clubes filiados na Primeira Divisão do Campeonato Paulista. A imprensa especializada da época tratou a competição com toda a pompa e prestígio. A final entre Palestra Itália e Corinthians foi disputada em duas empolgantes partidas. A cidade parou, mesmo com a Seleção Nacional em plena disputa na Copa do Mundo. Os jornais, como a Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo), por exemplo, deram destaque de capa a competição! Frise-se que o outro Campeonato Paulista, também iniciado em 1938, teve o seu desfecho de forma apagada e no ano seguinte, sem que o segundo turno, que estava previsto no regulamento, fosse concluído.[2]

O historiador e jornalista Rubens Ribeiro, em seu livro Caminho da Bola, Vol. I deu um amplo espaço a respeito da competição, onde relaciona todos os jogos, considerando que o autor é historiador oficial da Federação Paulista de Futebol fica nítido a importância desse certame. Tomás Mazzoni, historiador e um dos maiores jornalistas esportivos, em sua obra História do Futebol no Brasil 1894 a 1951, na página 277 dá o mesmo destaque, sem distinção em termos de importância, a edição extra do Campeonato Paulista e o campeonato vigente (o qual houve apenas um turno), quando relaciona os campeões das competições estaduais de todo o país lado a lado, o que evidencia que em 1938 as duas competições representaram de fato o Campeonato Paulista oficial.[2]

Portanto, para alguns autores, Palestra Itália e Corinthians são os campeões paulistas de 1938, cada qual vencendo um dos dois campeonatos paulista promovidos naquele ano.[2]

Assim como ocorria nas edições normais do Campeonato Paulista daquela época, o campeonato extra de 1938 também contou com a realização do Torneio Início, e do Campeonato Paulista de Segundos Quadros, que foi realizado concomitantemente ao campeonato principal, e que também foi vencido pelo Palestra Itália, ao vencer o Corinthians na final por 1 a 0 no dia 21 de agosto de 1938.[2][5] Para os parâmetros da época, estas duas competições era o que diferenciava um campeonato oficial de torneios amistosos, que existiam aos montes. O tradicional torneio de segundos quadros (aspirantes) tinha muita importância na época e era bastante apreciado pela imprensa e pelo público, os torcedores o acompanhava com o mesmo interesse dos jogos dos times principais.[2]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo Railway 9 6 3 3 0 13 8 5
2 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Estudantes Paulista 5 4 2 1 1 8 5 3
3 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Portuguesa 5 6 1 2 3 8 13 -5
4 Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Portuguesa Santista 2 4 0 2 2 7 10 -3
Classificado para a semifinal.

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Corinthians 10 6 4 2 0 10 4 6
2 Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos 7 6 3 1 2 12 6 -6
3 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Luzitano 4 6 1 2 4 5 11 -6
4 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Juventus 3 6 1 1 4 7 13 -6
Classificado diretamente para a final.

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Palestra Itália 10 6 5 0 1 15 5 10
2 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Hespanha 7 6 3 1 2 9 6 3
3 Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Paulo 4 6 2 0 4 8 10 -2
4 Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Ypiranga 3 6 1 1 4 6 13 -7
Classificado para a semifinal.

Semifinal[editar | editar código-fonte]

Primeira partida
Equipe 1 Resultado Equipe 2 Estádio Data
São Paulo Railway 1 - 1 Palestra Itália Estádio Palestra Itália 31 de julho de 1938


Segunda partida
Equipe 1 Resultado Equipe 2 Estádio Data
Palestra Itália 3 - 0 São Paulo Railway Estádio Palestra Itália 7 de agosto de 1938
Classificado para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

21 de agosto de 1938 Palestra Itália Bandeira da cidade de São Paulo.svg 0 – 0 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Corinthians Estádio Palestra Itália, São Paulo

Árbitro: São PauloSP Arthur Cidrim

Palestra Italia: Jurandyr; Carnera e Junqueira; Ruiz, Gogliardo e Del Nero; Filó, Luizinho Mesquita, Barrilotti, Rolando (Canhoto) e Mathias.

Corinthians: José I; Miro e Carlos; Jango, Brandão e Tião; Servílio, Teleco, Carlinhos e Wilson.


18 de setembro de 1938 Corinthians Bandeira da cidade de São Paulo.svg 1 – 2 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Palestra Itália Estádio Palestra Itália, São Paulo

Teleco Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70' Barrilote Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16'
Rolando Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Árbitro: São PauloSP José Alexandrino

Corinthians: José I (Faustino); Miro e Carlos; Jango (Munhoz), Brandão e Tião; Lopes, Servílio (Carlito), Teleco, Carlinhos e Wilson. Técnico: Del Debbio.

Palestra Italia: Jurandyr; Carnera e Junqueira (Begliomini); Ruiz, Goliardo e Del Nero; Filó, Luizinho Mesquita, Barrilote, Rolando e Mathias. Técnico: Ramón Platero.


Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeão Paulista de 1938 (edição extra)
Bandeira da cidade de São Paulo.svg
PALESTRA ITÁLIA

Classificação final[editar | editar código-fonte]

Classificação - Final
Time PG J V E D GP GC SG
1 Palestra Itália 16 10 7 2 1 21 7 14
2 Corinthians 11 8 4 3 1 30 13 17
3 São Paulo Railway 10 8 3 4 1 11 6 5
4 Santos 7 6 3 1 2 12 6 6
5 Hespanha 12 10 5 2 3 9 6 3
6 Estudantes 5 4 2 1 1 8 5 3
7 Portuguesa 5 6 1 2 3 8 13 -5
7 São Paulo 4 6 2 0 4 8 10 -2
7 Lusitano 4 6 1 2 4 5 11 -6
10 Juventus 3 6 1 1 4 7 3 6
11 Ypiranga 3 6 1 1 4 6 13 -7
12 Portuguesa Santista 2 4 0 2 2 7 10 -3
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Campeonato Paulista Extra de 1938». RSSSF Brasil. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  2. a b c d e f g h i «Vamos comemorar 22 ou 24?». Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  3. «Campanha do Santos/SP no Campeonato Paulista - Extra 1938». Futebol Nacional. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  4. a b «Campeonato Paulista - 1938 (Extra)». Sociedade Esportiva Palmeiras. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  5. «Campeões de Segundos Quadros do Campeonato Paulista da 1ª Divisão». Campeões do Futebol. Consultado em 6 de dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]