Universidade Gama Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Universidade Gama Filho
UGF
Lema "Heart Mother"
Fundação 1939
Tipo de instituição Universidade privada
Mantenedora Galileo Educacional
Localização Rio de Janeiro, Brasão RJ BR.png Rio de Janeiro
Funcionários técnico-administrativos 1.800[carece de fontes?]
Reitor(a) José Raymundo Romeo
Total de estudantes 15.000 (2012)
Página oficial Portal UGF

A Universidade Gama Filho (UGF) foi uma das maiores instituições de ensino superior privado do Brasil. Estava sediada no bairro de Piedade[1], Rio de Janeiro - RJ. Contava com faculdades renomadas em Medicina, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Arquitetura, Direito, Comunicação Social, Odontologia, Serviço Social, Educação Física com cursos de Mestrado, MBAs e com um sistema Poliesportivo com grande atuação.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1939 o Colégio Piedade foi comprado pelo ministro Luiz Gama Filho. Ao seu redor deste colégio, mais tarde seria criada a universidade. Em 1951, a Universidade Gama Filho foi fundada, com a abertura do curso de ciências jurídicas.[1] Em 1965 foi aberto o curso de graduação em Medicina.[1]

A partir da década de 1970, a Gama Filho investiu em esportes de alto rendimento, montando equipes esportivas em diversas modalidades, e disputando competições de nível estadual e nacional.[2]

Durante a década de 1980, a instituição já possuía cerca de 30 mil alunos.[1]

A instituição chegou a ter um outro campus no Centro do Rio, próximo à Candelária.[3]

Ainda na área esportiva, a Gama Filho produziu o Atlas do Esporte no Brasil após os jogos olímpicos de 2004.[4]

Em 2011, anunciou o investimento de 17 milhões de reais na área esportiva.[5]

Em dezembro de 2013 o MEC instaurou um processo administrativo contra a universidade, impedindo o ingresso de novos alunos, a elaboração de novos contratos de Financiamento Estudantil (Fies), de bolsas do Programa Universidade para Todos (Prouni) e a participação da universidade no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).[6]

Em 13 de janeiro de 2014, atendendo à decisão tomada pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior, o Ministério da Educação descredenciou a Universidade Gama Filho por apresentar grave comprometimento da situação econômico-financeira da mantenedora.

Referências

  1. a b c d Veja. «Universidade fantasma». Consultado em 15 de agosto de 2019 
  2. Sportv (21 de janeiro de 2014). «Fechamento da Gama Filho: geração de esportistas fica sem referência». Consultado em 15 de agosto de 2019 
  3. querobolsa.com.br. «Endereço UGF - Gama FIlho - Campus Candelária (Rio de Janeiro, RJ)». Consultado em 15 de agosto de 2019 
  4. Fernanda Colavitti. «Paixões nacionais». Consultado em 15 de agosto de 2019 
  5. Estadão. «Gama Filho volta a garimpar talentos». Consultado em 15 de agosto de 2019 
  6. «MEC descredencia Universidade Gama Filho e Centro Universitário da Cidade». Portal.MEC.gov.br. Consultado em 2 de abril de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.