Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benitez


IATA: SCL - ICAO: SCEL
Tipo Civil [1] [2] [3] e Militar[4]
Administração SCL Terminal Aéreo Santiago S.A. Sociedad Concesionaria [2]
Serve Santiago
Localização Não disponível
Inauguração 9 de fevereiro de 1967


Altitude 474 m (1 555 ft)
Movimento em 2008 9.017.718[5]
Capacidade anual Não disponível
Website oficial Página oficial
Pistas
[6]
Cabeceiras Comprimento Superfície
17L35R 3 755 m (12 320 ft) Asfalto
17R35L 3 800 m (12 467 ft) Asfalto

O Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, (código IATA: SCL, código OACI: SCEL), também conhecido como Aeroporto de Pudahuel e Aeroporto Internacional de Santiago, é o principal aeroporto do Chile. Localiza-se em Pudahuel, comuna a noroeste do centro da região metropolitana de Santiago, ou mais precisamente: 33° 23′ S 70° 47′ W. É um aeroporto civil (comercial, passageiros, carga) e militar, oferece dois terminais, duas pistas.

Segundo dados fornecidos pela administração do aeroporto, durante o ano 2008 ele foi utilizado por 9.017.718 passageiros, dos quais 4.886.921 foram de voos internacionais e 4.130.797 passageiros em voos nacionais [5] . Este recinto aeroportuário é um dos mais modernos e eficientes da América Latina, convertendo-se em um importante centro de conexões de vôos entre América do Sul e Oceania, América do Norte e Europa. Sua categoria OACI é 4E. No ano de 2007 este terminal aéreo foi condecorado como o melhor da América Latina pela ALTA (Associação Latino-americana de Transporte Aéreo)[7] e em dois anos consecutivos 2006-2007 como o melhor aeroporto da América Latina.

História[editar | editar código-fonte]

O aeroporto foi construído entre 1961 e 1967, originalmente chamado de Aeroporto Internacional Pudahuel para substituir o pequeno Aeroporto Los Cerrillos. O nome do aeroporto foi modificado em 1980 em homenagem ao fundador e primeiro comandante-em-chefe da Força Aérea Chilena: Arturo Merino Benítez.
Em 1994 foi inaugurado o novo terminal internacional considerado um dos mais modernos da América do Sul. O antigo terminal original passou então a operar somente os vôos nacionais, até 2001, quando um novo terminal nacional foi inaugurado ao lado do terminal internacional.
A segunda pista foi inaugurada em 2005.
Atualmente um grupo de deputados defende a mudança do nome para Aeroporto Internacional Pablo Neruda, em homenagem ao poeta chileno ganhador do Prêmio Nobel de literatura.[8] [9] [10]
Desde 1998, e por quinze anos (renováveis), a exploração e administração do aeroporto SCL está a cargo da empresa privada SCL Aeropuerto de Santiago. Os serviços de controle aéreo estão a cargo da Dirección General de Aeronáutica Civil.[2]

Aviação Civil[editar | editar código-fonte]

Serviços[editar | editar código-fonte]

Aluguel de Carros, Duty Free, mais de setenta lojas (souvenirs, joias, artesanato chileno, música, acessórios, marcas internacionais, mais de vinte cafés e restaurantes distribuidos em áreas públicas e em salas de embarque, salas VIP para passageiros (LAN Airlines com o Neruda Lounge e o Mistral Lounge, American Airlines (Admirals Club), e os Skyteam Aliança), agências de viagem, bancos e câmbio, farmácias, posto telefônico e de Internet, clínica médica e odontológica, parque infantil, agências de seguros, carga, transportes (veja abaixo) , hotel (veja abaixo), dois estacionamentos (longa e curta estadia) para 4000 veículos. Mapas do aeroporto mostrando a localização destes serviços podem ser encontrados aqui.
O site oficial do aeroporto ainda oferece sistema de busca de partidas e chegadas de voos nacionais e internacionais.

Terminais[editar | editar código-fonte]

Ônibus liga o centro de Santiago ao SCL, fazendo paradas em várias estações de metrô e nos terminais do aeroporto.[11]

Oferece um terminal internacional (com dez portões de embarque, numerados 10-20) e um terminal doméstico (com sete portões de embarque, numerados 21-27).

Transporte[editar | editar código-fonte]

Empresas particulares credenciadas pelo aeroporto prestam serviços de transporte de/para Santiago (certas estações de metrô) em taxis, ônibus e vans.[12]

Hotel[editar | editar código-fonte]

A Rede Hoteleira Holiday Inn inaugurou em julho de 2007 um hotel contíguo ao aeroporto conectado aos dois terminais (nacional e internacional). O hotel dispõe de 112 quartos distribuídos em cinco andares e estacionamento privativo. Possui restaurante, bar, serviço de quarto, sete salas de reunião com capacidade para 170 pessoas, centro físico, piscina coberta, duas saunas individuais e conexão de internet 'wi-fi' em toda a instalação.[13] [14]

Pista[editar | editar código-fonte]

A construção da pista 17R/35L começou em 2004 e foi aberta ao tráfego em setembro de 2005. No entanto, alguns meses depois, defeitos foram descobertos e foram necessários reparos, concluídos em janeiro de 2006. Infelizmente estudos comprovaram que os reparos feitos anteriormente não tinham sido suficientes. As pistas foram novamente reformadas e reabertas em março de 2007. A pista original 17L/35R só precisou de 1 reparo, em 2005.

Acidentes[editar | editar código-fonte]

Não há recentes relatos de catástrofes ocorridas no local. No entanto, em 1972 um vôo fretado por uma equipe de rugby uruguaia caiu na Cordilheira dos Andes, tendo como destino o aeroporto. Este episódio foi tema de muitos livros e filmes. Além disso em 2 de outubro de 1996, o vôo 603, operado por um Boeing 757 da AeroPeru caiu no Oceano Pacífico antes da sua chegada a partir do Aeroporto Internacional Jorge Chávez em Lima, Peru, matando todos a bordo.

Terminal Internacional[editar | editar código-fonte]

Ver também: SCL Aeropuerto de Santiago

Companhias e destinos do Terminal A
Companhias Destinos
México Aeroméxico Cidade do México
Argentina Aerolíneas Argentinas Buenos Aires
Chile Aerolínea Principal Bariloche (estacional) - Florianópolis
Bolívia Aerosur Santa Cruz de la Sierra (Futuramente)
Canadá Air Canada Buenos Aires - Toronto
França Air France Paris
Estados Unidos American Airlines Dallas - Miami
Colômbia Avianca Bogotá
Brasil Avianca São Paulo (Futuramente)
Cuba Cubana de Aviación Havana (estacional)
Panamá Copa Airlines Cidade do Panamá
Estados Unidos Delta Air Lines Atlanta
Brasil Gol Transportes Aéreos Buenos Aires - Rio de Janeiro - São Paulo- Porto Alegre-Belo Horizonte, Belo Horizonte/CNF, e conexões.
Costa Rica Lacsa Lima
Chile LAN Airlines Auckland - Bogotá - Buenos Aires (Aeroportos de Ezeiza e Aeroparque Jorge Newbery) - Cancún - Caracas - Cidade do México - Córdoba - Curitiba - Florianópolis - Frankfurt - Guayaquil - Havana - La Paz - Lima - Los Angeles - Madri - Mendoza - Miami - Montevidéu - Nova Iorque - Papeete - Paris - Port Stanley - Punta Cana - Quito - Rio de Janeiro - Rosário - Salta (estacional) - Santa Cruz de la Sierra - São Paulo - Sydney - Toronto e Maceió (Futuramente),Belo Horizonte/CNF
Argentina LAN Argentina Buenos Aires
Equador LAN Ecuador Buenos Aires - Guayaquil, Quito
Peru LAN Perú Buenos Aires - Lima
Uruguai Pluna Assunção - Florianópolis - Foz do Iguaçu, Montevidéu - Punta del Este
Paraguai Regional Paraguaya Assunção
Chile Sky Airline Arequipa - Bariloche (estacional) - Buenos Aires - Cancún (estacional) - Florianópolis - Foz do Iguaçu (temporada de verão) - La Paz - Lima - Puerto Natales - Punta del Este (estacional) - Varadero (estacional)
Peru TACA Perú Lima
Brasil TAM Airlines Assunção
Brasil TAM Linhas Aéreas Rio de Janeiro - São Paulo, Belo Horizonte/CNF,

Terminal Doméstico[editar | editar código-fonte]

Ver também: SLC Aeropuerto de Santiago

Sala de embarque do terminal doméstico do SCL.
Companhias e destinos do Terminal Doméstico
Companhias Destinos
Chile Aerolínea Principal Antofagasta, Calama, Iquique
Chile LAN Airlines Antofagasta, Arica, Balmaceda, Calama, Concepción, Copiapó, El Salvador, Isla de Pascua , Iquique, La Serena , Osorno, Pucón (Sazonal), Puerto Montt, Punta Arenas, Temuco, Valdivia
Chile Sky Airline Antofagasta, Arica, Balmaceda, Calama, Concepción, Copiapó, El Salvador, Iquique, Osorno, Pucón (Sazonal), Puerto Montt, Puerto Natales (Sazonal), Punta Arenas, Temuco, Valdivia

Voos para o Brasil[editar | editar código-fonte]

A companhia aérea brasileira TAM Linhas Aéreas possui voos diários para o Brasil, operados por modernos Boeings 777, A330 e A320.

Companhias Aéreas que deixaram de operar em Santiago[editar | editar código-fonte]

Projetos[editar | editar código-fonte]

Existe atualmente um projeto de expansão em curso no âmbito do atual terminal para acrescentar novas cabines de imigração e esteiras de bagagem, além de lojas nos terminais de embarque.

Aviação Militar[editar | editar código-fonte]

O Grupo de Aviação No. 10 (pertencente à II Brigada Aérea da Força Aérea do Chile, FACH) está baseado neste aeroporto e sua principal tarefa é o transporte aéreo estratégico da FACH.[15] [16] [17]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências