X-Men (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de X-Men - O Filme)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
X-Men
X-Men: O Filme (BRA)
Pôster promocional
 Estados Unidos
2000 •  cor •  104 min 
Direção Bryan Singer
Produção Lauren Shuler Donner
Ralph Winter
Produção executiva Avi Arad
Stan Lee
Richard Donner
Tom DeSanto
Roteiro David Hayter
História David Hayter
Bryan Singer
Baseado em X-Men
de Jack Kirby e Stan Lee
Elenco Patrick Stewart
Hugh Jackman
Ian McKellen
Halle Berry
Famke Janssen
James Marsden
Bruce Davison
Rebecca Romijn-Stamos
Tyler Mane
Ray Park
Anna Paquin
Gênero ação
aventura
ficção científica
Música Michael Kamen
Cinematografia Newton Thomas Sigel
Edição Steven Rosenblum
Kevin Sitt
John Wright
Companhia(s) produtora(s) 20th Century Fox
Marvel Studios
Bad Hat Harry Productions
The Donners' Company
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 14 de julho de 2000
Brasil 18 de agosto de 2000
Portugal 29 de setembro de 2000
Idioma inglês
Orçamento US$ 75 milhões[1]
Receita US$ 296.339.527[1]
Cronologia
X2
(2003)
Página no IMDb (em inglês)

X-Men (no Brasil, X-Men: O Filme) é um filme de ação, aventura e fantasia estadunidense de 2000, baseado no grupo homônimo da Marvel Comics, dirigido por Bryan Singer e escrito por David Hayter. É estrelado por Hugh Jackman, Anna Paquin, Famke Janssen, James Marsden, Halle Berry, Rebecca Romijn, Tyler Mane, Ray Park, Bruce Davison, Ian McKellen e Patrick Stewart.[2] O filme introduz Wolverine e Vampira em meio a um conflito entre Professor Xavier e a Irmandade de Mutantes, liderada por Magneto. Este pretende transformar líderes das Nações Unidas em mutantes com uma máquina que o próprio construiu, com o objectivo da aceitação dos mutantes no mundo, mas Xavier tenta impedir seus planos, já que a mutação forçada leva a óbito pessoas normais.

O desenvolvimento de X-Men começou em 1989 com James Cameron. Os direitos de filmagem foram atribuídos à 20th Century Fox, em 1994. Roteiros e o tratamento do filme foram encomendados para Andrew Kevin Walker, John Logan, Joss Whedon e Michael Chabon. Singer assinou para o dirigir, em 1996, com regravações de outros como Ed Solomon, Singer, Tom DeSanto, Christopher McQuarrie e David Hayter. As filmagens decorreram entre 22 de setembro de 1999 e 3 de março de 2000, principalmente em Toronto. X-Men foi bem recebido pela crítica especializada e pelo público, tornando-se um sucesso financeiro. Abriu o caminho para a extensa franquia X-Men no cinema, dando início ao ressurgimento de filmes de super-heróis.[3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Em um congresso nos Estados Unidos, o senador Robert Kelly tenta criar um "Ato de Registro de Mutantes", que forçaria todos os mutantes a revelar publicamente as suas identidades e capacidades especiais. Erik Lensherr, o Magneto, um mutante capaz de controlar o metal e velho amigo do professor Xavier, inicia seus planos para estabelecer um nível de igualdade entre mutantes e humanos. Enquanto isso, uma adolescente chamada Marie (Vampira) foge de casa no Mississippi depois de ter sugado a energia vital do namorado com um beijo, deixando-o em coma. Nas estradas do Canadá, ela conhece o também mutante Wolverine, que decide lhe dar uma carona. De repente, eles são atacados por Dentes-de-Sabre, um membro da irmandade mutante de Magneto e meio-irmão de Wolverine. Ciclope e Tempestade aparecem e salvam Wolverine e Vampira, levando-os para a Mansão X. O professor Charles Xavier lidera a instalação e um grupo de mutantes dispostos a encontrar a paz com a raça humana, educando os jovens mutantes para o uso responsável dos seus poderes e a parar os planos de Magneto de iniciar uma guerra contra a humanidade.

O senador Kelly é raptado por Mística e Groxo e levado até as instalações de Magneto em alto mar, onde é testado numa máquina que transforma humanos em mutantes, embora momentos depois, o senador consegue fugir com os seus poderes recém-adquiridos. Na Mansão, depois de um acidente causado por Vampira a Wolverine, envolvendo seus poderes, esta é convencida por Mística, disfarçada de Bobby Drake, o Homem de Gelo, que Xavier está zangado com ela e que ela deverá deixar a escola imediatamente. O professor usa o "Cérebro", uma máquina capaz de encontrar mutantes, para localizar Vampira, que está em uma estação de trem. Mística, ainda disfarçada, invade o Cérebro e coloca um vírus na máquina, para impedir Xavier de rastrear outros mutantes, em especial Magneto. Na estação, Wolverine revela para Vampira que Xavier não está zangado com ela e a convence a voltar para a Mansão, mas uma luta se inicia envolvendo também Ciclope e Tempestade quando Magneto, Groxo e Dentes-de-Sabre chegam e capturam Vampira. O senador Kelly chega à Mansão e revela os planos de Magneto para Xavier e os outros mutantes.

Xavier está prestes a localizar Vampira novamente, quando leva um choque e entra em coma devido ao vírus que Mística implantou no Cérebro. Jean concerta o Cérebro e resolve usá-lo para encontrar Magneto, que está na Estátua da Liberdade, com a intenção de ativar sua máquina e afetando primeiramente os líderes de uma conferência que acontecia ali perto. Com a chegada do grupo ao monumento, Groxo, Dentes-de-Sabre e Mística são derrotados, enquanto Magneto transfere seus poderes para Vampira, que é forçada a usá-los para iniciar a máquina.

Presos por Magneto, Wolverine consegue se soltar, e com a ajuda de Jean e Tempestade, é levado ao topo da estátua para parar Magneto, que usa seus poderes para controlar Wolverine, impedindo-o de estragar seus planos. Com seus poderes telecinéticos, Jean tira os óculos especiais de Ciclope, que com uma rajada de luz, acerta Magneto e ajuda Wolverine a destruir a máquina. Wolverine toca em Vampira para que ela absorva seus poderes de cura, com êxito. O professor Xavier recupera-se do seu coma e o grupo descobre no bloco noticiário que Mística segue na ativa e está disfarçada de senador Kelly. Xavier, numa tentativa de ajudar Wolverine a descobrir sobre o seu passado, envia-o para uma base nuclear no lago Alkali. Xavier visita Magneto em sua prisão de plástico. Magneto adverte ao amigo que a prisão não irá detê-lo para sempre, e que, assim que escapar, irá continuar a sua luta pela igualdade mutante, e Xavier por sua vez, promete estar junto com a sua equipe para o detê-lo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

X-Men tem aclamação por parte da crítica especializada. Com tomatometer de 82% em base de 154 críticas, o Rotten Tomatoes publicou um consenso: “Fiel aos quadrinhos e cheio de ação, X-Men traz uma lousa cheia de personagens clássicos da Marvel para a tela com um elenco talentoso e foco narrativo surpreendentemente acentuado”. Tem 83% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[4]

Versões caseiras[editar | editar código-fonte]

X-Men foi originalmente lançado em VHS e DVD em novembro de 2000, para tirar proveito do feriado de Ação de Graças nos Estados Unidos. Em seu fim de semana inicial, o filme arrecadou US$ 60 milhões em aluguéis e vendas diretas, faturando mais do que todos os filmes nos cinemas, fora o líder How the Grinch Stole Christmas.[5] X-Men terminou o ano 2000 como a sétimo maior bilheteria de home video do ano com $ 141.000.000, com 78% sendo obtido por meio de vendas.[6] Uma nova versão em dois discos de DVD foi lançada em 2003 em antecipação ao lançamento de X2 nos cinemas, intitulada X-Men 1.5. O DVD inclui a versão do cinema junto com a opção de cenas deletadas, e vários novos recursos adicionais.[7][8]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Linha do Tempo (Presente):

X-Men Origens: Wolverine (prelúdio ambientado em 1845, segundo prelúdio em 1979 e história principal em 1986)
X-Men:O Filme (ano de 2004)
X-Men 2: Unidos (ano de 2005)
X-Men: O Confronto Final (ano de 2006)
Wolverine Imortal (ano de 2011)

Linha do Tempo (Futuro):

X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (Futuro, Ano de 2023)
Logan (Ano de 2029)

Linha do Tempo (Passado):

X-Men: Primeira Classe (Ano de 1962)
X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido (Passado; Ano de 1973)
X-Men: Apocalipse (Ano de 1983)
X-Men: Fênix Negra (Ano de 1992)

OBS: X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido alterou ambas as linhas do tempo. A linha do tempo do passado e futuro se separaram e cada uma tomou um rumo diferente, deixando de depender uma da outra.

Referências

  1. a b «"X-Men (2000)"» (em inglês). Box Office Mojo. Consultado em 26 de fevereiro de 2010 
  2. «X-Men». InterFilmes. Consultado em 15 de janeiro de 2014 
  3. «"X-Men film series "». Freebase. Consultado em 26 de fevereiro de 2010 
  4. «X-Men» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 24 de abril de 2014 
  5. «DVDINSIDER: Sales And Rentals Of Twentieth Century Fox's "X-MEN" Xceeds Xpectations». Consultado em 6 de Junho de 2016. Arquivado do original em 5 de Maio de 2016 
  6. Year End 2000 Top video titles
  7. [Conrad, Jeremy (24 de janeiro de 2003). "X-Men 1.5". IGN.
  8. DVD: X-Men 1.5

Ligações externas[editar | editar código-fonte]