Chepseskaré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Chepseskaré foi um faraó da V dinastia egípcia no Império Antigo que reinou entre 2438 e 2431 a.C..[1] Foi provavelmente o sucessor de Neferirkaré, embora alguns egiptólogos defendam que reinou depois de Neferefré. Não se sabem quais as relações familiares deste rei com outros da V dinastia.

Pouco se sabe sobre o seu reinado, que se julga ter tido a duração de sete anos, informação oriunda do Papiro Real de Turim e do historiador ptolemaico Manetão. O seu nome não foi incluído na lista real de Abido, mas encontra-se na lista real de Sakara. Quanto à Pedra de Palermo, importante fonte para o conhecimento do Império Antigo, encontra-se igualmente ausente, já que esta termina com Neferirkaré.

Não se sabe se este rei mandou construir alguma pirâmide ou templo solar. Alguns autores atribuem-lhe uma pequena pirâmide incabada em Abusir, situada entre a pirâmide de Sahuré e o templo solar de Userkaf. Esta pirâmide foi descoberta por uma equipa arqueológica checa na década de oitenta do século XX. As investigações sugerem que deveria ser uma das maiores pirâmides de Abusir; porém, talvez devido à morte prematura do rei, não chegou a ser concluída, ou melhor, a única coisa que se fez foi cavar o espaço onde ficaria a câmara funerária.

Notas

  1. Proposta cronológica do egiptólogo Jürgen von Beckerath; outros datas propostas: 2425-2418 a.C. (Jaromir Malek), 2442-2435 (Aidan Dobson)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Neferirkaré
Faraó
V dinastia egípcia
Sucedido por
Neferefré
Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.