Mentuotepe II

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Mentuotepe II
Nascimento Século XXI a.C.
Morte 2013 a.C.
Sepultamento Deir el-Bahari
Cidadania Antigo Egito
Ocupação soberano
Título Faraó
Double crown.svg

Mentuotepe II (Mentuhotep) foi um faraó da XI dinastia egípcia, responsável pela reunificação do Egito, evento que representou o fim do Primeiro Período Intermediário. Era filho do rei Antefe III e de Iá. Teve como prenome Nebepetré.

Mentuotepe começou por governar a região de Tebas, antes do início de um período de conflito entre o seu reino e o de Heracleópolis, onde governava a X dinastia. Após a reunificação, conseguida com a derrota da dinastia heracleopolitana, a capital do Egito foi transferida para Tebas. O faraó restabeleceu o cargo de tjati e conduziu ainda campanhas militares contra os Líbios e os beduínos do Sinai.

Ao longo do seu reinado Mentuotepe ordenou um vasto programa de obras, a maior parte das quais não sobreviveu até aos dias de hoje. Encontra-se atestada a construção de novos templos e capelas em locais como Dendera, Gebeleim, Abidos, Tod, Ermante, Elcabe, Carnaque e Assuão.

O complexo funerário de Mentuotepe II situa-se em Deir Elbari e representa uma combinação entre uma mastaba e um túmulo escavado na rocha. No complexo encontraram-se os túmulos da seis esposas do rei. Seria em Deir Elbari que seis séculos depois, no Reino Novo, a rainha Hatexepsute ordenaria a construção do seu templo funerário.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SHAW, Ian (editor) - The Oxford History of Ancient Egypt. Oxford University Press, 2002. ISBN 0-19-280293-3
  • SHAW, Ian; NICHOLSON, Paul - The Dictionary of Ancient Egypt. Harry N. Abrams, Inc., 1995. ISBN 0-8109-9096-2