Ramessés IX

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ramessés IX
Nascimento Século XII a.C.
Morte janeiro de 1111 a.C.
Sepultamento Vale dos Reis
Cidadania Antigo Egito
Filho(s) Mentuherkhepeshef, Ramsés X
Ocupação soberano
Título Faraó
Double crown.svg

Ramessés IX[1] foi o oitavo faraó da XX dinastia egípcia, tendo governado cerca de dezoito anos, entre 1127 a.C. e 1109 a.C.. O seu prenome foi Neferkará-Setepenrá, o que significa "É belo o ka de , escolhido por Rá".

Ramessés IX era filho ou neto de Ramessés III. Do seu reinado ficaram muitos poucos monumentos e vestígios, a maior parte dos quais são oriundos de Carnaque, Mênfis e Heliópolis.

No período compreendido entre o oitavo e o décimo quinto anos do seu reinado há notícias de nómadas líbios a perturbar Tebas, tendo continuado as greves dos trabalhadores dos túmulos. Foi durante o seu reinado que se iniciou a primeira grande onda de assaltos a túmulos reais, como revelam os papiros que documentam o julgamento dos assaltantes.

Estela de Ramessés IX. Museu Metropolitano de Arte, Nova Iorque

No décimo ano do seu reinado, Ramessés IX transfere a gestão dos bens do tesouro real para o sumo sacerdote de Amom, Amenófis, que surge representado em dois relevos de Carnaque no mesmo tamanho que o faraó, algo revelador da crescente importância política dos sumo sacerdotes de Amom.

A nível da política externa, o Egito manteve a sua presença na Núbia, mas perdeu o controlo sobre a Síria e Palestina.

O túmulo de Ramessés IX encontra-se no Vale dos Reis (KV 6). A sua múmia foi dali retirada no tempo da XXI dinastia para receber nova sepultura no chamado "esconderijo" de Deir Elbari, uma prática seguida devido às pilhagens aos túmulos. A múmia foi encontrada em 1881, dentro do sarcófago da princesa Nesiconsu.

Titulatura[editar | editar código-fonte]

Nome de Sa-Rá
Hieroglifo
G39N5
Z1
<
C2 C12
N36
F31S29M23D28
D52
E1G17S40X1
O49
>
Transliteração Rˁ-ms-sw Kȝ-m-Wȝs.t Mr(y)-Jmn
Transliteração (ASCII) Ra-ms-sw Ka-m-wast merimn
Transcrição Ramessu (Ramessés) Kamwaset Meriamon
Tradução "Nascido de (Ramessés). Aquele que aparece em Tebas, amado de Amom."
Nome de Nesut-bity
Hieroglifo
M23
X1
L2
X1
<
C2F35
D28
N5U21
N35
>
Transliteração Nfr-kȝ-Rˁ Stp-n-Rˁ
Transliteração (ASCII) nfr-kA-ra stp.n-ra
Transcrição Neferka-rá Setepenrá
Tradução "O Ka de é perfeito. O eleito de ."
Nome de Hórus
Hieroglifo
G5
E1
D43
G17N28R19
Srxtail.jpg
Transliteração '
Transliteração (ASCII) kA-nxt xa-m-wAst
transcrição Kanekht Khaemuaset
Tradução "Touro poderoso que apareceu em Tebas."
Nome de Nebti
Hieroglifo
G16
F12S29D21
D43
F23
D43
G7S29N35
Aa1
N19N23 N23
Transliteração '
Transliteração (ASCII) wsr-xpS sanx-tAwi
Transcrição Waserkhepeshef Sanakhtawi
Tradução "Poderoso braço que defende as Duas Terras (o Alto e Baixo Egito)."

Referências

  1. Brancaglion 2001, p. 63-64; 165.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Brancaglion, Antônio. Tempo, matéria e permanência: o Egito na Coleção Eva Klabin Rapaport. Rio de Janeiro: Casa da Palavra 
  • SHAW, Ian (editor) - The Oxford History of Ancient Egypt. Oxford University Press, 2002. ISBN 0192802933
Precedido por
Ramessés VIII
Faraó
XX dinastia
Sucedido por
Ramessés X


Ícone de esboço Este artigo sobre um Faraó é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.