Sebecotepe I

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Sebecotepe.
Sebecotepe I
Cabeça da estátua de Sebecotepe I.
Faraó do Egito
Reinado 1 802 a.C. - 1 800 a.C. ou 1 724 a.C. - 1 718 a.C.
Antecessor(a) Neferusobeque (XII dinastia)
Sucessor(a) Sonbefe
 
Nome completo Sekhemré Kutawy Amenemhat Sobekhotep
Pai Amenemés IV (segundo Kim Ryholt)

Sequenré Cutaui Sobecotepe I ou Sebecotepe I (em egípcio: Sekhemre Kutawy Sobekhotep , lit. "Sobeque está contente") foi o primeiro faraó e o fundador da XIII dinastia egípcia durante o Segundo Período Intermediário, governando de 1 802 até 1 800 a.C. ou 1 724 até 1 718 a.C.. Segundo Kim Ryholt, ele era filho de Amenemés IV e irmão de Sonbefe.[1]

Reinado[editar | editar código-fonte]

Inscrição de Abidos de Sebecotepe I criada por volta de c. 1 750 a.C. no Rijksmuseum van Oudheden.
Titularidade de Sebecotepe em um relevo do templo mortuário de Mentuotepe II em Deir Elbari.

Antes da coroação de Sebecotepe I, o Egito havia se dividido com partes sob domínio de governantes com vida curta. O objetivo do faraó era fazer o país retornar à estabilidade política.[2]

Sebecotepe parece apenas uma vez em alguns monumentos em uma medição da altura do Nilo em Cumé no primeiro ano de seu reinado.[3]

Por não ter herdeiros para assumir o trono, Sebecotepe I foi sucedido por seu irmão Sonbefe.

Sarcófago de Sebecotepe I[editar | editar código-fonte]

Inscrição mostrando Sebecotepe I dando uma oferenda feita em Medamude. Atualmente está no Museu Egípcio em Cairo.

Em 7 de janeiro de 2014, foi encontrada o sarcófago pertencente a Sebecotepe I por arqueólogos americanos. Ele pesava mais de 600 toneladas e ficava em Soague. Os arqueólogos demoraram um ano para encontrá-lo, e identificaram o sarcófago por 1 semana com a inscrição representando o faraó assentado no trono.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ryholt 1997, p. 297.
  2. Kriéger 1985, p. 55.
  3. Williams 1907, p. 117.
  4. «Arqueólogos descobrem tumba de faraó Sobekhotep I». Exame. 7 de janeiro de 2014. Consultado em 9 de novembro de 2020 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Ryholt, K. S. B. (1997). The Political Situation in Egypt During the Second Intermediate Period, C. 1800–1550 B.C. Copenhague: Museum Tusculanum Press. ISBN 87-7289-421-0 
  • Kriéger, Paule Posener (1985). Mélanges Gamal Eddin Mokhtar. [S.l.]: Institut français d'archéologie orientale du Caire 
  • Williams, Henry Smith (1907). The Historians' History of the World: Prolegomena; Egypt, Mesopotamia. [S.l.]: Encyclopaedia Britannica