Cacaré Ibi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cacaré Ibi
Cartucho de Cacaré Ibi na lista real de Abido
Faraó do Egito
Reinado Dois anos, um mês, um dia
Antecessor(a) Nefercamim Anu
Sucessor(a) Nefercauré
 
Dinastia VIII dinastia
Religião Politeísmo egípcio
Titularia
Nome
G39N5<
iD58i
>
(jbj)
Lista Real de Abidos
<
N5A28D28
Z2
>
(Q3j-k3w-Rˁ)
Cânone de Turim
<
iD58E8
>G7
(jbj)
Trono
M23
t
L2
t
<
N5A28Z1D28
>
(Q3j-k3-Rˁ)

Cacaré Ibi (em egípcio: Qakare Ibi), cujo nome significa Forte é a Alma de ,[1] foi um faraó durante o começo do Primeiro Período Intermediário (r. 2160–2055 a.C.), o 14º da VIII dinastia.[2][3][4] Não deve ter governado sobre todo o Egito e sua base de poder era Mênfis.[5] É um dos faraós melhor atestados desta dinastia devido a descoberta de sua pequena pirâmide ao sul de Sacará.[6]

Atestação[editar | editar código-fonte]

Cacaré é atestado na 56ª entrada da lista real de Abido, uma lista real que foi redigida aproximados 900 anos após o Primeiro Período Intermediário durante o reinado de Seti I (r. 1294–1279 a.C.). Segundo a última reconstrução de Kim Ryholt do Cânone de Turim, outro lista real compilada no período raméssida, Cacaré é também atestado na coluna cinco, linha 10 (Gardiner 4.11, von Beckerath 4.10). O cânone ainda indica que reinou por "dois anos, um mês e um dia".[2][3]

Referências

  1. Clayton 1994, p. 70.
  2. a b Ryholt 2000, p. 99.
  3. a b Baker 2008, p. 302.
  4. Beckerath 1999, p. 68-69.
  5. Shaw 2000, p. 107.
  6. Verner 2001, p. 378.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Baker, Darrell D. (2008). The Encyclopedia of the Pharaohs: Volume I - Predynastic to the Twentieth Dynasty 3300–1069 BC. Londres: Stacey International. ISBN 978-1-905299-37-9 
  • Beckerath, Jürgen von (1999). Handbuch der ägyptischen Königsnamen, Münchner ägyptologische Studien. Mogúncia: Philip von Zabern. ISBN 3-8053-2591-6 
  • Clayton, Peter A. (1994). «Dynasty 8». Chronicle of the Pharaohs (em inglês). Londres: Thames and Hudson. ISBN 0-500-05074-0 
  • Ryholt, Kim (2000). «The Late Old Kingdom in the Turin King-list and the Identity of Nitocris». Zeitschrift für Ägyptische Sprache und Altertumskunde. 127 (1): 87–119. ISSN 2196-713X 
  • Shaw, Ian (2000). The Oxford History of Ancient Egypt. Oxônia: Oxford University Press. ISBN 978-0-19-280458-7 
  • Verner, Miroslav (2001). The Pyramids: The Mystery, Culture, and Science of Egypt's Great Monuments. Nova Iorque: Grove Press