Concha (faraó)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Concha
Estátua de Mim, um dos dois Colossos de Copto, no qual há um grafite com o nome Concha
Faraó no Alto Egito
Antecessor(a) Órix?
Sucessor(a) Peixe?
 
Dinastia 00
Religião Politeísmo egípcio

Concha era um faraó (rei) do Antigo Egito, que reinou em data incerta em algum ponto entre o fim de Nacada IIc e começo de Nacada IIIa (3500–3220/3200 a.C.).[1] Seu nome foi descoberto num grafite nos Colossos de Copto encontrados no templo do deus Mim em Copto e numa cerâmica do Túmulo U-j de Abidos de Escorpião I. Em sua reconstrução, Günter Dreyer estipulou que reinou após Órix e antes de Peixe. Concha, e todos os demais, são historiograficamente agrupados na dinastia 00. Outros estudiosos, como Francesco Raffaele, trabalham com a hipótese de que, na verdade, Concha pode ser o nome de um lugar ou outra coisa.[2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]