Economia de Taiwan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para economia da República Popular da China, veja Economia da República Popular da China.
Economia da República da China
Mercado noturno em Taipé.
Moeda novo dólar de Taiwan
Ano fiscal ano calendário
Blocos comerciais OMC, APEC
Estatísticas
PIB 901,9 mil milhões (2012) (20º lugar)
Variação do PIB 1,3% (2012)
PIB per capita 38 500 (2012)
PIB por setor agricultura 1,8%, indústria 29,6%, serviços 68,6% (2012)
Inflação (IPC) 2,3% (2012)
População
abaixo da linha de pobreza
1,16% (2010)
Coeficiente de Gini 0,326 (2000)
Força de trabalho total 11,3 milhões (2012)
Força de trabalho
por ocupação
agricultura 5,2%, indústria 35,9%, serviços 58,8% (2010)
Desemprego 4,3% (2012)
Principais indústrias eletrônica, comunicações e tecnologias de informação, refino de petróleo, armamentos, produtos químicos, têxteis, ferro e aço, maquinaria, cimento, processamento de alimentos, veículos, bens de consumo, produtos farmacêuticos
Exterior
Exportações 288,2 mil milhões (2012)
Produtos exportados eletrônicos, telas planas, máquinas, metais, têxteis, plásticos, produtos químicos, instrumentos ópticos, fotográficos, de medição e médico-cirúrgicos
Principais parceiros de exportação República Popular da China 28,1%, Hong Kong 13,8%, Estados Unidos 11,5%, Japão 6,6%, Singapura 4,4% (est.2010)
Importações 261,6 mil milhões (2012)
Produtos importados eletrônicos, máquinas, petróleo bruto, instrumentos de precisão, produtos químicos orgânicos, metais
Principais parceiros de importação Japão 20,7%, República Popular da China 14,2%, Estados Unidos 10%, Coreia do Sul 6,4%, Arábia Saudita 4,7% (est. 2010)
Dívida externa bruta 127,4 mil milhões (2012)
Finanças públicas
Receitas 78,97 mil milhões (2012)
Despesas 92,44 mil milhões (2012)
Fonte principal: The World Factbook[1]
Salvo indicação contrária, os valores estão em US$

A República da China, na ilha de Taiwan, tem uma economia capitalista dinâmica com uma orientação governamental do investimento e do comércio externo que vai decrescendo gradualmente. De acordo com esta tendência, alguns grandes bancos e indústrias públicas estão a ser privatizados. O crescimento real do PIB foi em média de cerca de 8% durante as últimas três décadas. As exportações ainda cresceram mais depressa e forneceram o principal ímpeto para a industrialização. A inflação e o desemprego são baixos, o excedente comercial é substancial e as reservas de divisas são as terceiras maiores do mundo. A agricultura é responsável por 3% do PIB, tendo descido de 35% em 1952. As indústrias tradicionais de mão-de-obra intensiva têm vindo a ser transferidas para outros países e a ser substituídas por indústrias mais dependentes do capital e da tecnologia. Taiwan tornou-se um investidor importante na China continental, na Tailândia, na Indonésia, nas Filipinas, na Malásia e no Vietname. A contração dos mercados de emprego levou a um influxo de trabalhadores estrangeiros, tanto legais como ilegais. Devido a uma abordagem financeira conservadora e à força das suas empresas, Taiwan sofreu pouco com a crise financeira asiática de 1998-2000, em comparação com muitos dos seus vizinhos. O crescimento em 2000 deve subir um pouco relativamente a 1999, ajudado pela expansão no consumo interno, nas exportações e no investimento privado.

O mercado de prostituição (masculina ou feminina) é um fator muito influente na economia paralela.

Taiwan faz parte do tratado internacional chamado APEC (Asia-Pacific Economic Cooperation), um bloco econômico que tem por objetivo transformar o Pacífico numa área de livre comércio e que engloba economias asiáticas, americanas e da Oceania.

O país é o 13º no ranking de competitividade do Fórum Econômico Mundial.[2]

Setor primário[editar | editar código-fonte]

O governo chinês concluiu uma reforma agrária em 1953 quatro anos depois da revolução chinesa. Com exceção a algumas regiões de minorias nacionais os latifundiários foram desapropriados e suas terras redistribuídas. Desde essa medida a agricultura desempenha um importante papel na economia chinesa cuja população ainda em grande parte é formado por camponeses. Apesar de apenas 11% do território chinês se dedicar a agricultura, o país é o maior produtor mundial, respondendo a 35% da produção mundial. Entre as principais atividades estão a cana-do-açúcar, a batata-doce, o arroz, o milho, o chá, produtos hortícolas e frutos como o ananás, banana e melancia. A pesca é uma atividade importante.

Setor secundário[editar | editar código-fonte]

Em termos industriais, há a referir a metalurgia, a química e a produção de vestuário.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Bandeira de Taiwan Taiwan
Bandeira • Brasão • Cinema • Cultura • Demografia • Economia • Forças Armadas • Geografia • História • Portal • Política • Subdivisões • Imagens
Ícone de esboço Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.