Plano Piloto de Brasília

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Pix.gif Plano Piloto de Brasília *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Brasília, Brasil.jpg
A planta de Brasília.
País  Brasil
Critérios i, iv
Referência 445
Região** Brasil
Coordenadas 15° 47′ 38″ S, 47° 52′ 58″ O
Histórico de inscrição
Inscrição 1987  (11.ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
** Região, segundo a classificação pela UNESCO.

O Plano Piloto de Brasília, no Distrito Federal, foi elaborado por Lúcio Costa, vencedor do concurso, em 1957, para o projeto urbanístico da Nova Capital. Teve sua forma inspirada pelo sinal da Cruz.[1] O formato da área é popularmente comparado ao de um avião. Lucio Costa, entretanto, defendeu a tese de que a capital federal pudesse ser comparada a uma borboleta, rejeitando a comparação anterior.[2][3]

O projeto consistiu basicamente no Eixo Rodoviário (ou "Eixão") no sentido norte-sul, e Eixo Monumental no sentido leste-oeste. A criação arquitetônica dos monumentos centrais foi designada a Oscar Niemeyer, e os cálculos estruturais ao engenheiro Joaquim Cardozo.[4] O Eixo Rodoviário é formado pelas asas Sul e Norte e pela parte central, onde as asas se encontram sob a Rodoviária do Plano Piloto. As asas são áreas compostas basicamente pelas superquadras residenciais, quadras comerciais e entrequadras de lazer e diversão (onde há também escolas e igrejas). O Eixo Monumental é composto pela Esplanada dos Ministérios e pela Praça dos Três Poderes, a leste; a rodoviária, os setores de autarquias, setores comerciais, setores de diversão e setores hoteleiros em posição cêntrica; a torre de televisão, o Setor Esportivo (hoje denominado Complexo Poliesportivo Ayrton Senna, onde estão o Ginásio Nilson Nelson, o Estádio Mané Garrincha e o Autódromo Nelson Piquet) e a Praça do Buriti, a oeste. A sede do governo do Distrito Federal, localizada na Praça do Buriti, deveria ter suas funções administrativas transferidas do Palácio do Buriti para a região administrativa de Taguatinga até 2010, o que não ocorreu.[5]

O nome Plano Piloto, originalmente atribuído ao projeto urbanístico da cidade, passou a designar toda a área construída em decorrência deste plano inicial. Não existe, contudo, um consenso sobre o que seria o "Plano Piloto" hoje, bem como sobre a definição de Brasília em si.[6] Plano Piloto já foi o nome da Região Administrativa I.[7] Hoje o Plano Piloto, junto ao Parque Nacional de Brasília, constitui a chamada Região Administrativa I, denominada atualmente de Brasília.[8]

Segundo o decreto 10 829/87,[9] os limites do Plano Piloto são definidos pelo lago Paranoá, a leste; pelo córrego Vicente Pires, ao sul; pela Estrada Parque Indústria e Abastecimento (EPIA), ao oeste; e pelo córrego Bananal, ao norte. Dessa forma, abrange áreas das regiões administrativas do Cruzeiro, do Sudoeste/Octogonal e da Candangolândia.

Referências

  1. Guia de Brasília - Histórico - Memorial do Plano Piloto de Brasília
  2. A História de BRASÍLIA: Um pouco sobre Lucio Costa
  3. Os primeiros passos da capital. SECOM - Secretaria de Comunicação da Universidade de Brasília (UnB)
  4. «A poesia concreta de Joaquim Cardozo» (PDF). VEJA. p. 58. Consultado em 17 de janeiro de 2016 
  5. Um novo Buriti: Audiência pública apresenta o projeto do Centro Administrativo do DF
  6. «A História de BRASÍLIA: Parte IV». Consultado em 23 de julho de 2008. Arquivado do original em 21 de janeiro de 2012 
  7. LEI Nº 49, DE 25 DE OUTUBRO DE 1989
  8. «O que é "Brasília" e o que é "Distrito Federal"?». Consultado em 23 de julho de 2008. Arquivado do original em 29 de julho de 2005 
  9. «Brasília e o Plano Piloto de Lúcio Costa». Consultado em 11 de agosto de 2009. Arquivado do original em 23 de junho de 2007 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre patrimônio histórico no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.