Temporada de Fórmula 1 de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde outubro de 2015). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: F1 2016 redireciona para este artigo. Para o jogo baseado na temporada de Fórmula 1 de 2016, veja F1 2016 (jogo eletrônico).
Fórmula 1 de 2016
Anterior: 2015 Posterior: 2017

A Temporada de Fórmula 1 de 2016 foi a 67ª temporada de Fórmula 1. A temporada teve 21 etapas com a volta do GP da Europa, desta vez no Circuito de Baku, no Azerbaijão, e ainda o da Alemanha, que havia sido cancelado para 2015; sendo assim a maior temporada da história. Iniciou-se no dia 20 de março de 2016 no Circuito de Albert Park (Austrália) e terminou no Circuito de Yas Marina (Emirados Árabes) no dia 27 de novembro, de acordo com o calendário divulgado pela FIA. A equipe Mercedes foi a campeã de equipe de construtores no Grande Prêmio do Japão. Nico Rosberg conquistou o seu primeiro título mundial no Grande Prêmio de Abu Dhabi e tornou-se o segundo piloto campeão como o pai, Keke Rosberg (1982), na própria categoria.

Equipes e Pilotos[editar | editar código-fonte]

Os três primeiros colocados da temporada 2016:

Campeão Vice-Campeão 3º Lugar
Nico Rosberg 2016 Malaysia 1.jpg Lewis Hamilton 2016 Malaysia 2.jpg Daniel Ricciardo 2016 Malaysia.jpg
Alemanha Nico Rosberg Reino Unido Lewis Hamilton Austrália Daniel Ricciardo
Alemanha Mercedes Alemanha Mercedes Áustria Red Bull


Abaixo segue a lista de equipes e pilotos da Temporada 2016 da F1:

Equipe Construtor Chassi(s) Motor Pneu Pilotos Rodada Nu. Pilotos de treinos livres
Itália Scuderia Ferrari Ferrari SF16-H Ferrari P 5 Alemanha Sebastian Vettel 1–21
7 Finlândia Kimi Räikkönen 1–21
Índia Sahara Force India F1 Team Force India-Mercedes VJM09 Mercedes P 27 Alemanha Nico Hülkenberg 1–21 34 México Alfonso Celis Jr.
11 México Sergio Pérez 1–21
Estados Unidos Haas F1 Team Haas-Ferrari VF-16 Ferrari P 8 França Romain Grosjean 1–21 50 Mónaco Charles Leclerc
21 México Esteban Gutiérrez 1–21
Reino Unido Manor Racing[1] MRT Mercedes[2] MRT05 Mercedes P 94 Alemanha Pascal Wehrlein 1–21 42 Reino Unido Jordan King
88 Indonésia Rio Haryanto 1–12
31 França Esteban Ocon 3 13–21
Reino Unido McLaren Honda F1 Team McLaren-Honda MP4-31 Honda P 14 Espanha Fernando Alonso 1, 3–21
47 Bélgica Stoffel Vandoorne1 2
22 Reino Unido Jenson Button 1–21
Alemanha Mercedes AMG Petronas F1 Team Mercedes F1 W07 Hybrid Mercedes P 44 Reino Unido Lewis Hamilton 1–21
6 Alemanha Nico Rosberg 1–21
Áustria Red Bull Racing F1 Team[3] Red Bull-TAG Heuer[4] RB12 TAG Heuer (Renault) P 3 Austrália Daniel Ricciardo 1–21
26 Rússia Daniil Kvyat 1–4
33 Países Baixos Max Verstappen 2 5–21
França Renault Sport F1 Team Renault[5] R.S.16 Renault P 20 Dinamarca Kevin Magnussen 1–21 45
46
França Esteban Ocon
Rússia Sergey Sirotkin
30 Reino Unido Jolyon Palmer 1–21
Suíça Sauber F1 Team Sauber-Ferrari C35 Ferrari P 9 Suécia Marcus Ericsson 1–21
12 Brasil Felipe Nasr 1–21
Itália Scuderia Toro Rosso Toro Rosso-Ferrari[6] STR11 Ferrari P 33 Países Baixos Max Verstappen 1–4
26 Rússia Daniil Kvyat 2 5–21
55 Espanha Carlos Sainz Jr. 1–21
Reino Unido Williams Martini Racing Williams-Mercedes FW38 Mercedes P 19 Brasil Felipe Massa 1–21
77 Finlândia Valtteri Bottas 1–21

Mudanças nas Equipes[editar | editar código-fonte]

  • A equipe Manor Racing mudará os motores Ferrari para Mercedes.
  • A Renault comprou a equipe Lotus F1 Team e volta à Fórmula 1 após cinco anos.
  • A equipe Red Bull Racing segue com os motores Renault, mas o motor é rebatizado com nome do novo patrocinador, a marca de relógios suíça TAG Heuer.
  • A equipe Toro Rosso voltará a usar os motores Ferrari no lugar dos propulsores Renault (a última vez que a equipe usou-os foi em 2013). Foi feito um acordo entre o time de Faenza e a Ferrari para que a Toro Rosso utilizasse os motores de 2015 no campeonato de 2016.

Mudanças dos Pilotos[editar | editar código-fonte]

Calendário[editar | editar código-fonte]

Foram programadas vinte e uma etapas para a Temporada de 2016 da Fórmula 1.[18][19][20][21]

Grande Prêmio Circuito e Cidade Data
1 Grande Prêmio da Austrália Austrália Circuito de Albert Park, Melbourne 20 de Março
2 Grande Prêmio do Bahrein Bahrein Circuito Internacional de Bahrein, Sakhir 3 de Abril
3 Grande Prêmio da China China Circuito Internacional de Xangai, Xangai 17 de Abril
4 Grande Prêmio da Rússia Rússia Autódromo de Sochi, Sóchi 1 de Maio
5 Grande Prêmio da Espanha Espanha Circuito da Catalunha, Barcelona 15 de Maio
6 Grande Prêmio de Mônaco Mónaco Circuito de Monte Carlo, Monte Carlo 29 de Maio
7 Grande Prêmio do Canadá Canadá Circuito Gilles Villeneuve, Montreal 12 de Junho
8 Grande Prêmio da Europa Azerbaijão Circuito Urbano de Baku, Baku 19 de Junho
9 Grande Prêmio da Áustria Áustria Red Bull Ring, Spielberg 3 de Julho
10 Grande Prêmio da Grã-Bretanha Reino Unido Circuito de Silverstone, Silverstone 10 de Julho
11 Grande Prêmio da Hungria Hungria Hungaroring, Budapeste 24 de Julho
12 Grande Prêmio da Alemanha Alemanha Hockenheimring, Hockenheim 31 de Julho
13 Grande Prêmio da Bélgica Bélgica Spa-Francorchamps, Spa 28 de Agosto
14 Grande Prêmio da Itália Itália Circuito de Monza, Monza 4 de Setembro
15 Grande Prêmio de Singapura Singapura Circuito Urbano de Marina Bay, Singapura 18 de Setembro
16 Grande Prêmio da Malásia Malásia Circuito Internacional de Sepang, Kuala Lumpur 2 de Outubro
17 Grande Prêmio do Japão Japão Circuito de Suzuka, Suzuka 9 de Outubro
18 Grande Prêmio dos Estados Unidos Estados Unidos Circuito das Américas, Austin 23 de Outubro
19 Grande Prêmio do México México Autódromo Hermanos Rodríguez, Cidade do México 30 de Outubro
20 Grande Prêmio do Brasil Brasil Autódromo de Interlagos, São Paulo 13 de Novembro
21 Grande Prêmio de Abu Dhabi =Emirados Árabes Unidos Circuito de Yas Marina, Abu Dhabi 27 de Novembro

Mudanças no Calendário[editar | editar código-fonte]

Mudanças no Regulamento[editar | editar código-fonte]

  • Qualquer piloto que fizer com que uma largada seja abortada, mesmo que consiga sair do grid, terá de largar dos boxes. O mesmo processo será aplicado em uma relargada após uma bandeira vermelha em que pilotos sejam direcionados aos boxes.
  • Os carros agora deverão contar com todos os equipamentos de segurança do cockpit exigidos também durante os testes, tais como os da cabeça do piloto, o 'padding' e a facilidade de remoção do piloto.
  • Todas as fornecedoras de motor (Ferrari, Honda, Mercedes e Renault) deverão entregar as especificações iguais, tanto para os times clientes, quanto para as equipes de fábrica. Somente unidades de potência que sejam idênticas às unidades de potência que foram homologadas pela FIA em concordância deste regulamento.
  • Cada equipe terá liberdade de escolher dois das três opções de pneus slicks (para pista seca) que serão disponibilizadas pela Pirelli. Parceiros de equipe poderão optar por compostos diferentes. A menos que pneus intermediário (verde) ou chuva (azul) sejam utilizados, o piloto deve usar pelo menos duas especificações diferentes de pneus slicks (para pista seca) - pelo menos um deles deve ser o escolhido pelo fornecedor de pneus.
  • O Safety Car Virtual (VSC) agora pode ser usado em sessões de treinos livres e treinos classificatórios, bem como nas corridas, a fim de reduzir interrupções nas sessões, enquanto que a abertura da asa móvel (DRS - Drag Reduction System) irá agora ser reativada imediatamente após um período de VSC.[22]
  • A FIA aprovou um novo formato de qualificação no estilo eliminação. Esse formato será o seguinte:[23]

Q1: Terá 22 carros em duração de 16 minutos, nos sete minutos de Q1, o piloto mais lento seria eliminado. A partir daí, a cada 90 segundos o piloto mais lento seria eliminado até o fim do Q1. Sete pilotos serão eliminados do Q1, 15 carros prosseguem para o Q2.

Q2: Terá 15 carros em duração de 15 minutos, nos seis minutos de Q2, o piloto mais lento seria eliminado. A partir daí, a cada 90 segundos o piloto mais lento seria eliminado até o fim do Q2. Sete pilotos serão eliminados do Q2, 8 carros prosseguem para o Q3.

Q3: Terá 8 carros em duração de 14 minutos, nos cinco minutos de Q3, o piloto mais lento seria eliminado. A partir daí, a cada 90 segundos o piloto mais lento seria eliminado até o fim do Q3. Nos últimos 90 segundos, dois pilotos disputam a pole position.

  • O novo sistema de classificação utilizado no Grande Prêmio da Austrália e do Bahrein não agradou a maioria dos pilotos e das equipes e principalmente os fãs que assistem a Fórmula 1. As equipes exigiram a volta do antigo formato de classificatório. pedido unânime da carta enviada pelas equipes, e que foi recebida pelo presidente da FIA, Jean Todt, e pelo detentor dos direitos comerciais da F1, Bernie Ecclestone, a comissão de Fórmula 1 do Grupo de Estratégia decidiu reverter o modo de classificação do ano passado.[24]
  • O sistema de classificação do ano passado será o seguinte:

Q1: Terá 22 carros em duração de 18 minutos. Seis pilotos serão eliminados do Q1, 16 carros prosseguem para o Q2.

Q2: Terá 16 carros em duração de 15 minutos. Seis pilotos serão eliminados do Q2, 10 carros prosseguem para o Q3.

Q3: Terá 10 carros em duração de 12 minutos na disputa pela pole-position.

Calendário de Lançamento dos Carros[editar | editar código-fonte]

Notas

↑1 A equipe Renault apresentou o chassi no dia 3 com uma pintura preta e detalhe amarela para os dois testes.
↑2 A equipe Red Bull Racing apresentou a pintura de 2016 com o carro de 2015.
↑3 Durante a primeira semana de testes, a equipe Sauber usou o C34 com a pintura de 2016.
↑4 A equipe Toro Rosso apresentou o chassi no dia 22 com uma pintura para os primeiros testes.

Galeria

Testes de Pré-Temporada[editar | editar código-fonte]

As sessões de teste foram confirmadas no Circuito da Catalunha, sendo realizadas entre os dias 22 e 25 de fevereiro (1ª sessão) e entre 1 e 4 de março (2ª sessão).[40][41]

(Em negrito, a volta mais rápida de cada sessão)

Sessão Data Local Circuito Piloto Mais Rápido Equipe Melhor Tempo Voltas Ref.
1 22 de Fevereiro Espanha Montmeló, Espanha Catalunya Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 1:24.939 69 [42][43]
23 de Fevereiro Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 1:22.810 126 [44][45]
24 de Fevereiro Alemanha Nico Hulkenberg Índia Force India 1:23.110 99 [46][47]
25 de Fevereiro Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari 1:23.477 78 [48][49]
2 1 de Março Espanha Montmeló, Espanha Catalunya Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes 1:23.022 82 [50][51]
2 de Março Finlândia Valtteri Bottas Reino Unido Williams 1:23.261 107 [52][53]
3 de Março Finlândia Kimi Räikkönen Itália Ferrari 1:22.785 134 [54][55]
4 de Março Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 1:22.852 142 [56][57]

Testes Coletivos[editar | editar código-fonte]

A Primeira Sessão de teste foram realizadas no Circuito da Catalunha, entre os dias 17 e 18 de Maio.

(Em negrito, a volta mais rápida de cada sessão)

Sessão Data Local Circuito Piloto Mais Rápido Equipe Melhor Tempo Voltas Ref.
1 17 de Maio Espanha Montmeló, Espanha Catalunya Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 1:23.220 103 [58]
18 de Maio Países Baixos Max Verstappen Áustria Red Bull 1:23.267 118 [59]

A Segunda Sessão de teste serão realizadas no Circuito de Silverstone, entre os dias 12 e 13 de Julho.

Sessão Data Local Circuito Piloto Mais Rápido Equipe Melhor Tempo Voltas Ref.
2 12 de Julho Reino Unido Silverstone, Reino Unido Silverstone Espanha Fernando Alonso Reino Unido McLaren 1:31.290 105 [60]
13 de Julho Finlândia Kimi Raikkonen Itália Ferrari 1:30.665 103 [61]

Pneus[editar | editar código-fonte]

Desde 2011, a Pirelli tem sido a fornecedora oficial de pneus do campeonato de F1.[62] A Pirelli confirmou a introdução de mais um tipo de compostos para a pista seca no ano de 2016: o ultramacio (banda roxa), que se juntará aos quatro pneus slicks já existentes: supermacio (vermelho), macio (amarelo), médio (branco), duro (laranja); e já os pneus de sulcos (para pista molhada) o intermediário (verde) e de chuva extrema (azul) seguem com as mesmas definições.[63]

Compostos de Pneus fornecidos pela Pirelli para a Temporada de 2016 da Fórmula 1
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de condução Dry Type Aderência Longevidade
Ultra Macio[64] Neumático F1 Ultra blando.png Slick
(P Zero™)
Seco Ultrasoft Mais Aderência Menos Durável
Super Macio Neumático F1 Súper blando.png Slick
(P Zero™)
Seco Supersoft Médio Médio
Macio Neumático F1 Blando.png Slick
(P Zero™)
Seco Soft Médio Médio
Médio Neumático F1 Medio.png Slick
(P Zero™)
Seco Medium Médio Médio
Duro Neumático F1 Duro.png Slick
(P Zero™)
Seco Hard Menos Aderência Mais Durável
Intermediário Neumático F1 Intermedios.png Sulcos
(Cinturato™)
Molhado Intermediate
(Água não estagnante)
Chuva Neumático F1 Lluvia.png Sulcos
(Cinturato™)
Molhado Wet
(Água estagnante)
Compostos AUS
Austrália
BHR
Bahrein
CHN
China
RUS
Rússia
ESP
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
EUR
União Europeia
AUT
Áustria
GBR
Reino Unido
HUN
Hungria
ALE
Alemanha
BEL
Bélgica
ITA
Itália
SIN
Singapura
MAL
Malásia
JAP
Japão
EUA
Estados Unidos
MEX
México
BRA
Brasil
UAE
=Emirados Árabes Unidos
Option SS SS SS SS S US US SS US S SS SS SS SS US S S SS SS S US
Medium S S S S M SS SS S SS M S S S S SS M M S S M SS
Prime M M M M H S S M S H M M M M S H H M M H S
Intermediate I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I
Wet W W W W W W W W W W W W W W W W W W W W W
Legenda:
     Pneu que foi utilizado para o Grande Prêmio.
     Pneu que não foi utilizado para o Grande Prêmio.

Teste de Pneus de Chuva[editar | editar código-fonte]

Foram realizados algums testes no Circuito Paul Ricard nos dias 25 e 26 de Janeiro. Foram testados apenas os pneus de chuva forte, de faixa azul com a participação apenas de três equipes : Ferrari, McLaren e Red Bull, com os carros utilizados em 2015 sem nenhum tipo de peça sendo testadas para os carros de 2016

(Em negrito, a volta mais rápida de cada sessão)

Sessão Data Local Circuito Piloto Mais Rápido Equipe Melhor Tempo Voltas Ref.
1 25 de Janeiro França Le Castellet, França Paul Ricard Austrália Daniel Ricciardo Áustria Red Bull 1:08.713 99 [65]
26 de Janeiro Alemanha Sebastian Vettel Itália Ferrari 1:06.750 134 [66]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Grande Prêmio Pole Position Tempo Volta Mais Rápida Tempo Piloto do Dia[67] Vencedor Equipe Descrição
1 Austrália Grande Prêmio da Austrália Reino Unido Lewis Hamilton 1:23.837 Austrália Daniel Ricciardo 1:28.997 França Romain Grosjean[68] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
2 Bahrein Grande Prêmio do Bahrein Reino Unido Lewis Hamilton 1:29.493 Alemanha Nico Rosberg 1:34.482 França Romain Grosjean[69] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
3 China Grande Prêmio da China Alemanha Nico Rosberg 1:35.402 Alemanha Nico Hülkenberg 1:39.824 Rússia Daniil Kvyat[70] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
4 Rússia Grande Prêmio da Rússia Alemanha Nico Rosberg 1:35.417 Alemanha Nico Rosberg 1:39.094 Dinamarca Kevin Magnussen[71] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
5 Espanha Grande Prêmio da Espanha Reino Unido Lewis Hamilton 1:22.000 Rússia Daniil Kvyat 1:26.948 Países Baixos Max Verstappen[72] Países Baixos Max Verstappen Áustria Red Bull Descrição
6 Mónaco Grande Prêmio de Mônaco Austrália Daniel Ricciardo 1:13.622 Reino Unido Lewis Hamilton 1:17.939 México Sergio Pérez[73] Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
7 Canadá Grande Prêmio do Canadá Reino Unido Lewis Hamilton 1:12.812 Alemanha Nico Rosberg 1:15.599 Países Baixos Max Verstappen[74] Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
8 União Europeia Grande Prêmio da Europa Alemanha Nico Rosberg 1:42.758 Alemanha Nico Rosberg 1:46.485 México Sergio Pérez[75] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
9 Áustria Grande Prêmio da Áustria Reino Unido Lewis Hamilton 1:07.922 Reino Unido Lewis Hamilton 1:08.411 Países Baixos Max Verstappen[76] Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
10 Reino Unido Grande Prêmio da Grã-Bretanha Reino Unido Lewis Hamilton 1:29.287 Alemanha Nico Rosberg 1:35.548 Países Baixos Max Verstappen[77] Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
11 Hungria Grande Prêmio da Hungria Alemanha Nico Rosberg 1:19.965 Finlândia Kimi Raikkonen 1:23.086 Finlândia Kimi Raikkonen[78] Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
12 Alemanha Grande Prêmio da Alemanha Alemanha Nico Rosberg 1:14.363 Austrália Daniel Ricciardo 1:18.442 Austrália Daniel Ricciardo[79] Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
13 Bélgica Grande Prêmio da Bélgica Alemanha Nico Rosberg 1:46.744 Reino Unido Lewis Hamilton 1:51.583 Reino Unido Lewis Hamilton[80] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
14 Itália Grande Prêmio da Itália Reino Unido Lewis Hamilton 1:21.135 Espanha Fernando Alonso 1:25.340 Alemanha Nico Rosberg[81] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
15 Singapura Grande Prêmio de Singapura Alemanha Nico Rosberg 1:42.584 Austrália Daniel Ricciardo 1:47.187 Alemanha Sebastian Vettel[82] Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
16 Malásia Grande Prêmio da Malásia Reino Unido Lewis Hamilton 1:32.850 Alemanha Nico Rosberg 1:36.424 Países Baixos Max Verstappen Austrália Daniel Ricciardo Áustria Red Bull Descrição
17 Japão Grande Prêmio do Japão Alemanha Nico Rosberg 1:30.647 Alemanha Sebastian Vettel 1:35.118 Países Baixos Max Verstappen Alemanha Nico Rosberg Alemanha Mercedes Descrição
18 Estados Unidos Grande Prêmio dos Estados Unidos Reino Unido Lewis Hamilton 1:34.999 Alemanha Sebastian Vettel 1:39.877 Países Baixos Max Verstappen Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
19 México Grande Prêmio do México Reino Unido Lewis Hamilton 1:18.704 Austrália Daniel Ricciardo 1:21.134 Alemanha Sebastian Vettel Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
20 Brasil Grande Prêmio do Brasil Reino Unido Lewis Hamilton 1:10.736 Países Baixos Max Verstappen 1:25.305 Países Baixos Max Verstappen Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição
21 =Emirados Árabes Unidos Grande Prêmio de Abu Dhabi Reino Unido Lewis Hamilton 1:38.755 Alemanha Sebastian Vettel 1:43:729 Alemanha Sebastian Vettel Reino Unido Lewis Hamilton Alemanha Mercedes Descrição

Classificação[editar | editar código-fonte]

Sistema de Pontuação[editar | editar código-fonte]

Os pontos são concedidos até o 10º colocado.

Posição                             10º 
Pontos 25 18 15 12 10 8 6 4 2 1

Pilotos[editar | editar código-fonte]

Pos Piloto Nu. Equipe (a) AUS
Austrália
BHR
Bahrein
CHN
China
RUS
Rússia
ESP
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
EUR
União Europeia
AUT
Áustria
GBR
Reino Unido
HUN
Hungria
ALE
Alemanha
BEL
Bélgica
ITA
Itália
SIN
Singapura
MAL
Malásia
JAP
Japão
EUA
Estados Unidos
MEX
México
BRA
Brasil
UAE
=Emirados Árabes Unidos
Pts
1 Alemanha Nico Rosberg 6 Mercedes 1 1 1 1 Ret 7 5 1 4 3 2 4 1 1 1 3 1 2 2 2 2 385
2 Reino Unido Lewis Hamilton 44 Mercedes 2 3 7 2 Ret 1 1 5 1 1 1 1 3 2 3 Ret 3 1 1 1 1 380
3 Austrália Daniel Ricciardo 3 Red Bull 4 4 4 11 4 2 7 7 5 4 3 2 2 5 2 1 6 3 3 8 5 256
4 Alemanha Sebastian Vettel 5 Ferrari 3 NL 2 Ret 3 4 2 2 Ret 9 4 5 6 3 5 Ret 4 4 5 5 3 212
5 Países Baixos Max Verstappen 33 Toro Rosso 10 6 8 Ret 204
Red Bull 1 Ret 4 8 2 2 5 3 11 7 6 2 2 Ret 4 3 4
6 Finlândia Kimi Räikkönen 7 Ferrari Ret 2 5 3 2 Ret 6 4 3 5 6 6 9 4 4 4 5 Ret 6 Ret 6 186
7 México Sergio Pérez 11 Force India 13 16 11 9 7 3 10 3 17† 6 11 10 5 8 8 6 7 8 10 4 8 101
8 Finlândia Valtteri Bottas 77 Williams 8 9 10 4 5 12 3 6 9 14 9 9 8 6 Ret 5 10 16 8 11 Ret 85
9 Alemanha Nico Hülkenberg 27 Force India 7 15 15 Ret Ret 6 8 9 19† 7 10 7 4 10 Ret 8 8 Ret 7 7 7 72
10 Espanha Fernando Alonso 14 McLaren Ret Les 12 6 Ret 5 11 Ret 18† 13 7 12 7 14 7 7 16 5 13 10 10 54
11 Brasil Felipe Massa 19 Williams 5 8 6 5 8 10 Ret 10 20† 11 18 Ret 10 9 12 13 9 7 9 Ret 9 53
12 Espanha Carlos Sainz Jr. 55 Toro Rosso 9 Ret 9 12 6 8 9 Ret 8 8 8 14 Ret 15 14 11 17 6 16 6 Ret 46
13 França Romain Grosjean 8 Haas 6 5 19 8 Ret 13 14 13 7 Ret 14 13 13 11 NL Ret 11 10 20 NL 11 29
14 Rússia Daniil Kvyat 26 Red Bull NL 7 3 15 25
Toro Rosso 10 Ret 12 Ret Ret 10 16 15 14 Ret 9 14 13 11 18 13 Ret
15 Reino Unido Jenson Button 22 McLaren 14 Ret 13 10 9 9 Ret 11 6 12 Ret 8 Ret 12 Ret 9 18 9 12 16 Ret 21
16 Dinamarca Kevin Magnussen 20 Renault 12 11 17 7 15 Ret 16 14 14 17† 15 16 Ret 17 10 Ret 14 12 17 14 Ret 7
17 Brasil Felipe Nasr 12 Sauber 15 14 20 16 14 Ret 18 12 13 15 17 Ret 17 Ret 13 Ret 19 15 15 9 16 2
18 Reino Unido Jolyon Palmer 30 Renault 11 NL 22 13 13 Ret Ret 15 12 Ret 12 19 15 Ret 15 10 12 13 14 Ret 17 1
19 Alemanha Pascal Wehrlein 94 Manor 16 13 18 18 16 14 17 Ret 10 Ret 19 17 Ret Ret 16 15 22 17 Ret 15 14 1
20 Bélgica Stoffel Vandoorne 47 McLaren NP 10 NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP 1
21 México Esteban Gutierrez 21 Haas Ret Ret 14 17 11 11 13 16 11 16 13 11 12 13 11 Ret 20 Ret 19 Ret 12 0
22 Suécia Marcus Ericsson 9 Sauber Ret 12 16 14 12 Ret 15 17 15 Ret 20 18 Ret 16 17 12 15 14 11 Ret 15 0
23 França Esteban Ocon 31 Manor NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP 16 18 18 16 21 18 21 12 13 0
24 Indonésia Rio Haryanto 88 Manor Ret 17 21 Ret 17 15 19 18 16 Ret 21 20 NP NP NP NP NP NP NP NP NP 0

Notas:

  • † — Pilotos que não terminaram o Grande Prêmio mas foram classificados pois completaram 90% da corrida.

Equipes de Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos Construtor Nu. AUS
Austrália
BHR
Bahrein
CHN
China
RUS
Rússia
ESP
Espanha
MON
Mónaco
CAN
Canadá
EUR
União Europeia
AUT
Áustria
GBR
Reino Unido
HUN
Hungria
ALE
Alemanha
BEL
Bélgica
ITA
Itália
SIN
Singapura
MAL
Malásia
JAP
Japão
EUA
Estados Unidos
MEX
México
BRA
Brasil
UAE
=Emirados Árabes Unidos
Pts
1 Alemanha Mercedes 44 2 3 7 2 Ret 1 1 5 1 1 1 1 3 2 3 Ret 3 1 1 1 1 765
6 1 1 1 1 Ret 7 5 1 4 3 2 4 1 1 1 3 1 2 2 2 2
2 Áustria Red Bull-TAG Heuer 3 4 4 4 11 4 2 7 7 5 4 3 2 2 5 2 1 6 3 3 8 5 468
26 NL 7 3 15
33 1 Ret 4 8 2 2 5 3 11 7 6 2 2 Ret 4 3 4
3 Itália Ferrari 5 3 NL 2 Ret 3 4 2 2 Ret 9 4 5 6 3 5 Ret 4 4 5 5 3 398
7 Ret 2 5 3 2 Ret 6 4 3 5 6 6 9 4 4 4 5 Ret 6 Ret 6
4 Índia Force India-Mercedes 27 7 15 15 Ret Ret 6 8 9 19† 7 10 7 4 10 Ret 8 8 Ret 7 7 7 173
11 13 16 11 9 7 3 10 3 17† 6 11 10 5 8 8 6 7 8 10 4 8
5 Reino Unido Williams-Mercedes 19 5 8 6 5 8 10 Ret 10 20† 11 18 Ret 10 9 12 13 9 7 9 Ret 9 138
77 8 9 10 4 5 12 3 6 9 14 9 9 8 6 Ret 5 10 16 8 11 Ret
6 Reino Unido McLaren-Honda 14 Ret Les 12 6 Ret 5 11 Ret 18† 13 7 12 7 14 7 7 16 5 13 10 10 76
22 14 Ret 13 10 9 9 Ret 11 6 12 Ret 8 Ret 12 Ret 9 18 9 12 16 Ret
47 NP 10 NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP
7 Itália Toro Rosso-Ferrari 33 10 6 8 Ret 63
26 10 Ret 12 Ret Ret 10 16 15 14 Ret 9 14 17 11 18 13 Ret
55 9 Ret 9 12 6 8 9 Ret 8 8 8 14 Ret 15 14 11 13 6 16 6 Ret
8 Estados Unidos Haas-Ferrari 8 6 5 19 8 Ret 13 14 13 7 Ret 14 13 13 11 NL Ret 11 10 20 NL 11 29
21 Ret Ret 14 17 11 11 13 16 11 16 13 11 12 13 11 Ret 20 Ret 19 Ret 12
9 França Renault 20 12 11 17 7 15 Ret 16 14 14 17† 15 14 Ret 17 10 Ret 14 12 17 14 Ret 8
30 11 NL 22 13 13 Ret Ret 15 12 Ret 12 19 15 Ret 15 10 12 13 14 Ret 17
10 Suíça Sauber-Ferrari 9 Ret 12 16 14 12 Ret 15 17 15 Ret 20 18 Ret 16 17 12 15 14 11 Ret 15 2
12 15 14 20 16 14 Ret 18 12 13 15 17 Ret 17 Ret 13 Ret 19 15 15 9 16
11 Reino Unido Manor-Mercedes 94 16 13 18 18 16 14 17 Ret 10 Ret 19 17 Ret Ret 16 15 22 17 Ret 15 14 1
88 Ret 17 21 Ret 17 15 19 18 16 Ret 21 20 NP NP NP NP NP NP NP NP NP
31 NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP NP 16 18 18 16 21 18 18 12 13

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

Dos 24 pilotos que correram nesta temporada, Daniel Ricciardo completou todas as 21 etapas da Fórmula 1.

Referências

  1. «Manor muda nome e logo, e promete novidades para o fim de fevereiro». Globoesporte.com. 19 de janeiro de 2016 
  2. «Aprovado no crash-test da FIA, novo chassi da Manor para temporada 2016 da F1 é rebatizado como MRT, diz site». Grande Prêmio. 20 de janeiro de 2016 
  3. «Red Bull apresenta novo logotipo para a temporada de 2016 de Fórmula 1». Race. 4 de Janeiro de 2016 
  4. «RBR segue na F-1 com motor Renault rebatizado com nome de patrocinador». Globoesporte.com. 4 de Dezembro de 2015 
  5. «Renault conclui acordo com a Lotus e anuncia volta à F-1 como time próprio». Globoesporte.com. 4 de Dezembro de 2015 
  6. «FIA confirma parceria da Toro Rosso-Ferrari para a temporada de 2016». Race. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
  7. «Haas announce Grosjean for 2016» (em inglês). Formula 1. Consultado em 29 de setembro de 2015 
  8. «Campeão da GP2, Palmer dá volta por cima e consegue inesperada vaga na Lotus para temporada 2016». Grande Prêmio. Consultado em 23 de outubro de 2015 
  9. «Gutierrez seals 2016 F1 return with Haas» (em inglês). Formula 1. Consultado em 30 de outubro de 2015 
  10. «Kevin Magnussen completes deal to replace Pastor Maldonado» (em inglês). Autosport.com. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 
  11. «Maldonado confirma rumores, anuncia saída da Renault e diz: "Não vou estar no grid da F1 em 2016"». Grande Prêmio. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 
  12. «Maldonado confirms Lotus departure» (em inglês). Formula 1. Consultado em 1 de fevereiro de 2016 
  13. «Manor oficializa contratação de Wehrlein como titular para 2016. Grid tem apenas uma vaga disponível para temporada». Grande Prêmio. 10 de fevereiro de 2016 
  14. «Manor anuncia Haryanto e completa grid da F1; veja». Motorsport. Consultado em 18 de fevereiro de 2016 
  15. «Fernando Alonso é reprovado pelos médicos e está fora do GP do Bahrein». GloboEsporte.com. 31 de março de 2016 
  16. «É oficial: RBR promove Verstappen e rebaixa Daniil Kvyat para a STR». GloboEsporte.com. 5 de maio de 2016 
  17. «Manor anuncia Esteban Ocon no lugar de Haryanto pelo resto da temporada». Globoesporte.com. 10 de Agosto de 2016. Consultado em 10 de Agosto de 2016 
  18. «FIA aprova calendário da F-1 com 21 corridas para a temporada 2016». Globoesporte.com. 10 de julho de 2015 
  19. «FIA announces revised 2016 calendar, clarifies rules to make cars louder» (em inglês). Formula 1. Consultado em 30 de setembro de 2015 
  20. «FIA confirms 2016 calendar» (em inglês). Formula 1. Consultado em 2 de dezembro de 2015 
  21. «FIA confirma nenhuma mudança no calendário da temporada de 2016, diz revista». Race. 31 de janeiro de 2016 
  22. «FIA aprova uso do 'Safety-Car Virtual' para treinos livres e de qualificação em 2016». Race. 3 de Dezembro de 2015 
  23. «FIA approves new elimination-style qualifying format» (em inglês). Formula 1. Consultado em 4 de março de 2016 
  24. «Qualifying set to use 2015 format from China» (em inglês). Formula 1. Consultado em 7 de abril de 2016 
  25. «Renault confirma Magnussen ao lado de Palmer e apresenta carro com pintura preta e detalhes amarelos para 2016». Grande Prêmio. 3 de fevereiro de 2016 
  26. «Renault lança pintura definitiva e confirma amarelo predominante em carro que marca retorno à F1 como equipe de fábrica». Grande Prêmio. 16 de março de 2016. Consultado em 16 de março de 2016 
  27. «Com visual repaginado, Red Bull elimina roxo e apresenta novo layout para 'temporada de reação' na F1». Grande Prêmio. 17 de fevereiro de 2016 
  28. «Red Bull apresenta RB12 e sonha em dar a volta por cima após temporada fora da curva na F1». Grande Prêmio. 22 de fevereiro de 2016 
  29. «Ferrari mostra nova SF16-H dotada de faixa branca e com esperança de finalmente quebrar supremacia da Mercedes na F1». Grande Prêmio. 19 de fevereiro de 2016 
  30. «Williams mantém base e apresenta novo FW38 sem mudanças aparentes para temporada 2016 da F1». Grande Prêmio. 19 de fevereiro de 2016 
  31. «Em busca da excelência, Mercedes parte para caça ao tri da F1 com W07 quase idêntico ao antecessor». Grande Prêmio. 21 de fevereiro de 2016 
  32. «Sem criar expectativas sobre volta ao topo, McLaren apresenta MP4-31 para apagar vexame de 2015». Grande Prêmio. 21 de fevereiro de 2016 
  33. «Haas apresenta VF16, primeiro modelo de sua história, e parte para estreia na F1 com objetivos ousados». Grande Prêmio. 21 de fevereiro de 2016 
  34. «Manor apresenta MRT05 para temporada 2016 da F1 e busca deixar fardo de equipe nanica no passado». Grande Prêmio. 22 de fevereiro de 2016 
  35. «Force India apresenta VJM09 e carro é baseado no bólido do ano passado». Race. 22 de fevereiro de 2016 
  36. «Sem grandes mudanças, Sauber mantém azul e amarelo em pintura para temporada 2016 da F1». Grande Prêmio. 21 de fevereiro de 2016 
  37. «Com atraso, Sauber mantém base e apresenta C35 para temporada 2016 do Mundial de F1». Grande Prêmio. 29 de fevereiro de 2016 
  38. «Foto: Toro Rosso aposta na continuidade e exibe STR11 'sem roupa' na abertura da pré-temporada em Barcelona». Grande Prêmio. 22 de fevereiro de 2016 
  39. «Sem mudanças, Toro Rosso mostra pintura do novo STR11 sonhando em finalmente chegar ao top-5 da F1 em 2016». Grande Prêmio. 1 de março de 2016. Consultado em 1 de março de 2016 
  40. «Com mais dois GPs, F-1 terá menos dias de testes na pré-temporada 2016». Globoesporte.com. 21 de julho de 2015 
  41. «Pré-temporada de 2016 começará em fevereiro». F1 Team. 1 de outubro de 2015 
  42. «Primeiro dia da F1 tem Vettel como mais rápido e Hamilton percorrendo mais de duas corridas em Barcelona». Grande Prêmio. 22 de fevereiro de 2016. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  43. «Vettel fastest as Hamilton clocks up mileage on day one» (em inglês). Formula 1. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  44. «Em dia de quilometragem alta, Vettel segura tempo da manhã para voltar a liderar testes da F1 em Barcelona». Grande Prêmio. 23 de fevereiro de 2016. Consultado em 23 de fevereiro de 2016 
  45. «Vettel and Ferrari stay in front in Barcelona» (em inglês). Formula 1. Consultado em 23 de fevereiro de 2016 
  46. «De supermacios, Hülkenberg põe quase 3s na Ferrari e confirma melhor tempo em Barcelona. McLaren quebra». Grande Prêmio. 24 de fevereiro de 2016. Consultado em 24 de fevereiro de 2016 
  47. «Hulkenberg and Grosjean lead the way on day three» (em inglês). Formula 1. Consultado em 24 de fevereiro de 2016 
  48. «Com Räikkönen de ultramacios, Ferrari encerra 1ª semana de testes na ponta em Barcelona. McLaren quebra e pouco anda». Grande Prêmio. 25 de fevereiro de 2016. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  49. «Raikkonen and Ferrari top final day in Spain» (em inglês). Formula 1. Consultado em 25 de fevereiro de 2016 
  50. «Com tempo assustador de Rosberg pela manhã, Mercedes comanda quinto dia de testes coletivos da F1 em Barcelona». Grande Prêmio. 1 de março de 2016. Consultado em 1 de março de 2016 
  51. «Rosberg quickest as Mercedes up their pace in Spain» (em inglês). Formula 1. Consultado em 1 de março de 2016 
  52. «De supermacios, Bottas supera Hamilton no fim e coloca Williams na frente no sexto dia de testes na Espanha». Grande Prêmio. 2 de março de 2016. Consultado em 2 de março de 2016 
  53. «Bottas fastest as Haas run into trouble on day two» (em inglês). Formula 1. Consultado em 2 de março de 2016 
  54. «Tempo da manhã garante liderança de Räikkönen no sétimo dia de testes da F1 em Barcelona. Massa ensaia reação». Grande Prêmio. 3 de março de 2016. Consultado em 3 de março de 2016 
  55. «Raikkonen fastest on the penultimate day of testing» (em inglês). Formula 1. Consultado em 3 de março de 2016 
  56. «Sem ser ameaçado, Vettel mantém liderança no último dia de testes de pré-temporada da F1 em Barcelona». Grande Prêmio. 4 de março de 2016. Consultado em 4 de março de 2016 
  57. «Ferrari fastest as pre-season testing concludes at Barcelona» (em inglês). Formula 1. Consultado em 4 de março de 2016 
  58. «Vettel fastest on opening day of testing in Barcelona» (em inglês). Formula 1. Consultado em 17 de maio de 2016 
  59. «Verstappen quickest on final day in Spain» (em inglês). Formula 1. Consultado em 18 de maio de 2016 
  60. «Alonso fastest on opening day of Silverstone test» (em inglês). Formula 1. Consultado em 12 de julho de 2016 
  61. «Raikkonen fastest as Silverstone test concludes» (em inglês). Formula 1. Consultado em 13 de julho de 2016 
  62. «Pirelli revela que chegou a acordo comercial para seguir como fornecedora de pneus da F1 até 2019». Grande Prêmio. 11 de outubro de 2015 
  63. «Pirelli confirma ultramacios e permite escolhas distintas entre companheiros (Globoesporte.com)». Globoesporte.com. 3 de Dezembro de 2015 
  64. «Pirelli define cor 'violeta' para designar pneu ultra macio na temporada de 2016». F1 Team. 25 de outubro de 2015 
  65. «Na volta das atividades da F1, Ricciardo lidera primeiro dia de teste com pneus de chuva em Paul Ricard». Grande Prêmio. 25 de janeiro de 2016 
  66. «Vettel coloca Ferrari na frente no segundo dia de testes com novos pneus de chuva em Paul Ricard». Grande Prêmio. 26 de janeiro de 2016 
  67. Auto Racing (24 de fevereiro de 2016). «F1 – FIA introduz prêmio para Piloto do Dia» 
  68. GloboEsporte.com (21 de março de 2016). «Após boa estreia com Haas, Grosjean é eleito "piloto do dia" por fãs da F1». Consultado em 21 de março de 2016 
  69. Auto Racing (4 de abril de 2016). «F1 – Grosjean ganha novamente o prêmio de "Piloto do Dia"» 
  70. Grande Prêmio - Uol (18 de abril de 2016). «F1 – Kvyat é eleito Piloto do Dia em GP da China marcado por polêmica na largada e discussão com Vettel» 
  71. Motorsport.com (2 de maio de 2016). «Magnussen é eleito o "Piloto do Dia" no GP da Rússia» 
  72. Grande Prêmio - UOL (16 de maio de 2016). «Após vitória histórica em Barcelona, Verstappen leva prêmio de 'Piloto do Dia' do GP da Espanha» 
  73. Grande Prêmio - UOL (30 de maio de 2016). «Após surpreender com pódio, Pérez é eleito pelos fãs da F1 como 'Piloto do Dia' do GP de Mônaco» 
  74. «Verstappen ganha destaque ao se defender de Rosberg no Canadá e volta a ser eleito 'Piloto do Dia'». Grande Prêmio. 13 de Junho de 2016. Consultado em 13 de Junho de 2016 
  75. Grande Prêmio - UOL (20 de junho de 2016). «Por atuação e pódio no Azerbaijão, Pérez é eleito pelos fãs da F1 como 'Piloto do Dia' do GP da Europa» 
  76. Grande Prêmio - UOL (3 de julho de 2016). «Fãs da F1 elegem Verstappen como 'Piloto do Dia' do GP da Áustria e ignoram feito de Wehrlein» 
  77. Grande Prêmio - UOL (11 de julho de 2016). «Verstappen volta a agradar fãs da F1 e é escolhido como 'Piloto do Dia' do GP da Inglaterra» 
  78. Grande Prêmio - UOL (25 de julho de 2016). «Após atuação marcante em duelo contra Verstappen, Räikkönen é eleito pelos fãs como 'Piloto do Dia' do GP da Hungria» 
  79. «Em 100ª corrida na F1, Ricciardo conquista fãs por atuação no GP da Alemanha e recebe prêmio de 'Piloto do Dia'». Consultado em 1 de agosto de 2016 
  80. «Após largar em 21º e terminar no pódio, Hamilton leva prêmio de 'Piloto do Dia' do GP da Bélgica». Consultado em 29 de agosto de 2016 
  81. «Vencedor com sobras em Monza, Rosberg é escolhido pelos fãs da F1 como 'Piloto do Dia' do GP da Itália». Consultado em 5 de setembro de 2016 
  82. «Ricciardo ameaça,mas Nico vence em Cingapura e tira Hamilton da liderança». Consultado em 18 de setembro de 2016