Ailton Ferraz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Ailton dos Santos Ferraz)
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde dezembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ailton Ferraz
Aílton Ferraz.JPG
Informações pessoais
Nome completo Ailton dos Santos Ferraz
Data de nasc. 19 de janeiro de 1966 (49 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Apelido Ailton
Informações profissionais
Clube atual Brasil Audax Rio
Posição Treinador
(ex-Meia)
Clubes de juventude
Brasil Olaria
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1985-1991
1992
1993-1994
1995-1996
1996
1997
1998
1999
2000
2000
2001
2001
2002
Brasil Flamengo
Brasil Guarani
Japão Kashiwa Reysol
Brasil Fluminense
Brasil Grêmio
Brasil Botafogo
Brasil Ponte Preta
Brasil Cabofriense
Brasil Madureira
Brasil Remo
Brasil União São João
Brasil Paraná
Brasil Uberlândia
Times/Equipas que treinou
2007
2008
2009
2010
2010
2010
2011
2012
2013
2014
2014
2015-
Brasil America
Brasil Cabofriense
Brasil Volta Redonda
Brasil Resende
Brasil Duque de Caxias
Brasil Goiás (assistente)
Brasil Figueirense (assistente)
Japão Kashima Antlers (assistente)
Brasil Flamengo (assistente)
Brasil Resende
Brasil America
Brasil Audax Rio

Ailton dos Santos Ferraz (Rio de Janeiro, 19 de janeiro de 1966) é um ex-futebolista brasileiro que atuava como meia. Atualmente, exerce as funções de treinador de futebol e auxiliar-técnico.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Oriundo das divisões de base do Olaria, Ailton começou sua carreira profissional no Flamengo, aonde jogou entre 1985 e 1991. Atuou no meio-de-campo e, juntamente com Zico, Andrade e Zinho, participou da vitoriosa campanha rubro-negra na Copa União de 1987(Módulo Verde). Mais tarde, ainda teve o privilégio de atuar ao lado de Júnior, outro craque da história do Flamengo, conquistando então a Copa do Brasil de 1990.

Cinco anos mais tarde, depois de despercebidas passagens pelo Guarani e Japão, passou a atuar no Fluminense.

Aí, na decisão do Campeonato Carioca de 1995, contra o Flamengo, por uma ironia do destino, foi o autor da jogada que, a três minutos do final da partida, resultou no famoso gol de barriga de Renato Gaúcho, garantindo o título ao Fluminense.

Deixando o Fluminense, foi jogar no Grêmio, aonde sua estrela voltou a brilhar, uma vez mais, em uma decisão de campeonato.

Ailton, que havia sido reserva do Grêmio durante a maior parte do Campeonato Brasileiro de 1996, entrou na grande final, contra a Portuguesa, e aos 40 minutos do segundo tempo, foi o autor do gol do título gremista.

Em 1997, tranferiu-se para o Botafogo e, sob o comando de Joel Santana, ganhou o Carioca daquele ano. Mas depois do Botafogo, perambulou por Ponte Preta, Cabofriense, Madureira. Jogou também no Clube do Remo em 1999 onde fez o gol do título do Campeonato Paraense daquele ano em cima do maior rival (Paysandu).

Finalmente, encerrando sua carreira, atuou pelo União São João e Paraná, até despedir-se dos gramados, em 2002, jogando pelo Uberlândia, na Terceira Divisão do Campeonato Brasileiro.

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Em 2006, começou sua carreira de treinador no América-RJ como auxiliar de Jorginho (atual auxiliar do Dunga na seleção) classificou o time nos dois turnos do campeonato carioca, conseguindo para o time uma vaga para a Copa do Brasil.

Em 2007, Ailton iniciou sua carreira de treinador de futebol, à frente do América-RJ. Fez um bom trabalho, deixando o América na sétima posição, o que credenciou o time a uma vaga na Série C.

Já na temporada seguinte, Ailton começou o ano dirigindo a Cabofriense, durante o Campeonato Carioca. Em outubro de 2008, o treinador assumiu o comando do Volta Redonda, para a disputa da temporada 2009. No ano de 2010, assume o comando do Resende para a disputa do Estadual do mesmo ano [1] [2] e em maio do mesmo assume o comando do Duque de Caxias para a disputa da Série B [3] , mas saiu devido aos maus resultados na competição. Em seguida, voltou a ser auxiliar-técnico de Jorginho, no Goiás, Figueirense, Kashima Antlers e Flamengo.

Em 2014, Ailton largou de ser assistente técnico de Jorginho pra voltar a ser treinador, onde retorna como comandante do Resende para a disputa do Estadual do mesmo ano[4] . ainda nesse ano, reasssumiu o comando do América-RJ[5] [6] .

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Flamengo
Fluminense
Grêmio
Botafogo
Remo

Referências

Precedido por
Álvaro Miranda
Técnico do Duque
2010
Sucedido por
Joelton Urtiga (Interino)