Daniel Aarão Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Daniel Aarão Reis Filho (Rio de Janeiro, 26 de janeiro de 1946) é um historiador brasileiro e professor titular de História Contemporânea na Universidade Federal Fluminense (UFF). [1]

Publicou diversos livros e artigos sobre a história da esquerda no Brasil e sobre a história da experiência socialista no século XX.[1]

No final da década de 1960, Daniel Aarão participou da luta armada contra a ditadura militar, tendo integrado a direção do grupo que decidiu o sequestro do embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Charles Burke Elbrick, em troca da libertação de 15 presos políticos.[2]

Bibliografia (parcial)[editar | editar código-fonte]

  • A revolução faltou ao encontro - Os comunistas no Brasil. CNPq/Editora Brasiliense, 1990
  • De Volta À Estação Finlândia - crônica de uma viagem ao socialismo perdido. Relume-Dumará, 1993
  • A Aventura Socialista no Século XX. Editora Atual, 1999.
  • História do século XX. Civilização Brasileira, 2000.
  • Ditadura Militar, Esquerdas e Sociedade. Jorge Zahar Editor, 2000.
  • As revoluções russas e o socialismo soviético. EDUNESP, 2003
  • Imagens da Revolução: documentos políticos das organizações clandestinas de esquerda dos anos 1961 a 1971 (com Jair Ferreira de Sá). Marco Zero, 1985.
  • Uma revolução perdida: a história do socialismo soviético. Fundação Perseu Abramo, 2007, 2ª edição.
  • Modernidades Alternativas (com Denis Rolland). FGV, 2008.
  • Ditadura e democracia no Brasil. Zahar, 2014.

Referências

  1. a b União Nacional dos Estudantes - UNE. "Entrevista realizada pelo projeto Memória do Movimento Estudantil em 03 de novembro de 2004"
  2. DA-RIN, Sílvio. Hércules 56: o seqüestro do embaixador americano em 1969. Rio de Janeiro, 2007 ISBN 9788537800386

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.