Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Facção Central"

142 bytes removidos ,  02h51min de 2 de outubro de 2015
Desfeita a edição 43266834 de Teles
m (Protegeu "Facção Central": Evasão de bloqueio persistente ([Editar=Permitir apenas utilizadores autoconfirmados] (expira a 20h36min de 31 de outubro de 2015 (UTC)) [Mover=Permitir apenas utilizadores autoconfirmados] (expira a 20h36min de 31 de...)
(Desfeita a edição 43266834 de Teles)
| fundo = grupo_ou_banda
| imagem = Facção Central.png
| imagem_legenda = Tipografia utilizada pelo grupo nos seus álbuns mais recentes.
| origem = [[São Paulo (cidade)|São Paulo]], [[São Paulo|SP]]
| país = {{BRA}}
| período = [[1989]] - Atualmente
| gênero = [[Rap]], [[Horrorcore]], [[gangsta rap|Polítical rap]], [[Hip hop]], [[gangsta rap]], [[Rap|Polítical Hip hop]]
| gravadora = [[Sky Blue|SKY Blue Music]]
| integrantes = [[Washington Roberto Santana|Dum-Dum]]<ref>{{citar web|URL=http://www.dicionariompb.com.br/faccao-central|título= ''Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira''|data=|acessadoem=19 de julho de 2005|autor='''Ricardo Cravo'''|publicado='''www.dicionariompb.com.brDicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira'''}}</ref><br /> Bhiel<br /> DJ Binho| ex-integrantes = [[Carlos Eduardo Taddeo|Eduardo]] <br /> DJ Marquinhos <br /> [[Erick 12]] <br /> Garga <br /> Jurandir <br /> J. Arias <br /> MC Nego (Mag)<br /> Moysés <br /> Smith<br /> Ghil| influências = [[Eazy-E]]<br>[[Tupac Shakur|Tupac]]<br> [[Bone Thugs-N-Harmony]]<br> [[The Notorious B.I.G.|The Notorious B.I.G.]]| afiliações = [[A286]]<br>, [[Detentos do Rap]]<br>, [[Realidade Cruel]]<br>, [[Trilha Sonora do Gueto]]<br>, [[Racionais MC's]], <ref>{{citar web[[Rap|URLConsciência =Humana]], http://www.zonasuburbana.com.br/eventos/racionais-mcs-faccao-central-zrm-no-espaco-victory/[[Rap|títuloRapa =da ''EspaçoGodoy]], Victory[[Mano apresentaBrown]], Racionais[[Sabotage MC’s(cantor)|Sabotage]], Facção[[Pavilhão Central9 e ZRM''(banda)|dataRo$$i]], =[[Edi |acessadoemRock]], =[[DJ Cia]], [[19Rap|Negredo]] -, [[07RZO]], -[[A286|Reinaldo]], [[2014A286|Ivan]], |autor[[Pavilhão =9 (banda)|publicadoPavilhão =9]], www.zonasuburbana.com.br[[Cascão }}(cantor)|Cascão]], [[KL Jay]]
</ref><ref>{{citar web|URL = http://www.obaoba.com.br/evento/shows/racionais-mcs-e-faccao-central-espaco-victory-10-05-2014|título = ''Comemoração dos 25 Anos dos Racionais MC's - Facção Central um dos Convidados''|data = |acessadoem = [[19]] - [[07]] - [[2014]]|autor = |publicado = Www.obaoba.com.br }}
</ref><ref>{{citar web|URL = http://rapnacional.virgula.uol.com.br/confira-como-foi-o-show-do-racionais-mcs-e-faccao-central-no-espaco-victory/|título = ''Racionais MC's & Facção Central comemoração dos 25 anos dos Racionais MC's (São Paulo)''|data = |acessadoem = [[07]] - [[09]] - [[2014]]|autor =|publicado = ''Rap Nacional.oul.com.br''}}
</ref><ref>{{citar web|URL =http://www.dicionariompb.com.br/faccao-central/bibliografia-critica|título = ''Biografia critica - Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira'' |data = |acessadoem = [[19]] - [[07]] - [[2003]] |autor = |publicado = '''www.dicionariompb.com.br'''}}</ref> <br> [[Pavilhão 9 (banda)|Pavilhão 9]]<br> [[Trilha Sonora do Gueto]]<br> [[Cascão (cantor)|Cascão]]
| site = <!-- Facção não tem site, não inclua fã clubes -->
}}
'''Facção Central'''<ref>{{citar web|URL = http://faccaocentral.gangstarap.com.br/2011/04/entrevistas-com-os-indicados-ao-hutuz.html|título = ''Entrevista com Facção Central - Hutúz (2006) - Premiaprêmios o grupo do ano "Facção Central"''|data = |acessadoem = [[19]] -de [[07]] -Julho [[2009]]de 2015|autor = |publicado =Zona ''www.zonasuburbana.com.br'' Suburbana}}
</ref><ref>{{cite web |url=http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u1598.shtml|title=''Justiça veta vídeo de rap do grupo Facção Central na MTV'' |publisher=''www1.folha[[Folha de S.uol.com.br''Paulo]]|accessdate=2014-01-07 de Julho de 2014}}</ref> é um grupo [[brasil]]eiro de [[rap]], formado na cidade de [[São Paulo (cidade)|São Paulo]] no ano de 1989. O grupo de rap alcançou enorme repercussão devido ao forte conteúdo de suas letras e até a prisão de seus integrantes após a veiculação do clipe "[[Isso aqui é uma Guerra]]".<ref>{{citar web|URL =http://www.dicionariompb.com.br/faccao-central/bibliografia-critica|título =Biografia critica - Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira |data=17 de Julho de 2015 |acessadoem =29 de Agosto de 2015|autor=Rebeca de Souza |publicado =Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira}}</ref> <ref name="p" />
 
== História ==
===Formação===
O grupo foi formado em 31 de maio de [[1989]]<ref>{{cite web |url=http://revistamovinup.com/artigosespeciais/entrevistas/2008/entrevista-mag|title=''MAG: Facção Central, carreira solo e críticas ao rap brasileiro'' |publisher=''revistamovinup.com''Revistamovinup|accessdate=2014-01- 07 de Julho de 2014}}</ref>, na região central de [[São Paulo (cidade)|São Paulo]] ([[Glicério (bairro de São Paulo)|Glicério]], [[Cambuci]] e [[Ipiranga (distrito de São Paulo)|Ipiranga]]), sendo inicialmente integrado por Nego. Jurandir e Nego deixaram o grupo, sendo substituídos por [[Washington Roberto Santana|Dum-Dum]] e [[Eduardo.De]] de [[1997]] para [[1998]] Dj garga deixou o grupo e Erick 12 o substituiu,mas o mesmo também abandonou o grupo.
 
Nascidos e criados em [[cortiço]]s, os componentes Eduardo (compositor/intérprete) e Dum-Dum (intérprete) conviveram desde a infância com [[violência]] social, [[tráfico de drogas]], vícios, [[violência policial]], delegacias e presídios. Um passado violento transformado em fonte de inspiração e traduzido em composições contundentes que relatam a realidade cotidiana das camadas mais baixas da sociedade, além de criticar duramente aqueles que, na visão do [[compositor]] Eduardo, seriam os causadores dos problemas discutidos nas letras das canções.<ref>{{citar web|URL =http://rapnacional.virgula.uol.com.br/confira-como-foi-o-show-do-racionais-mcs-e-faccao-central-no-espaco-victory/|título =Racionais MC's & Facção Central comemoração dos 25 anos dos Racionais MC's (São Paulo)|data = |acessadoem = |autor =|publicado = Rap-Nacional}}</ref>
 
===Postura===
Ameaças policiais por telefone, [[censura]]s de algumas [[Rádio (comunicação)|rádios]], prisões pelo conteúdo de algumas letras e até mesmo a proibição de veiculação na [[televisão]] brasileira do [[videoclipe]] "[[Isso aqui é uma Guerra]]", considerado pelas autoridades como apologia ao crime, são algumas das consequências decorrentes da postura do grupo. Outros exemplos da postura do grupo são o lírico das músicas.
 
O grupo tem um '''estilo musical próprio:''' agressivo, violento, as letras do grupo seguem um violento estilo, entretanto racional. O grupo utiliza a linguagem da periferia ([[gírias]]) e a linguagem formal. Também é comum o grupo utilizar partes de músicas clássicas para iniciarem sua músicas. A religião se faz presente como mediadora, uma metáfora para a violência da Terra, como em "Deus Anda de Blindado" (uma alusão à música de [[1996]] do grupo [[Pavilhão 9 (grupo)|Pavilhão 9]], "[[Se Deus Vier, queQue Venha Armado]]").
 
===Censura===
Em [[1999]], o grupo lançou o disco ''[[Versos Sangrentos]]'', com batidas fortes e letras de protesto, relacionadas aos temas [[violência]], [[corrupção]], [[fome]], violência policial e a ineficácia do [[governo]]. Ele foi alvo de [[censura]], tendo o disco ido à loja com 15 músicas gravadas e um videoclipe da música "[[Isso aqui é uma Guerra]]", que foi acusada e censurada por apologia ao crime.<ref name="p">{{Citar web|url=http://www.dicionariompb.com.br/detalhe.asp?nome=Fac%E7%E3o+Central&tabela=T_FORM_E&qdetalhe=his|título=''Dicionário Cravo Albin de Música Popular Brasileira''|publicado=www.dicionariompb.com.brDicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira|acessodata=2009-08-24 de Agosto de 2014|ultimo=Marcelos|primeiro=Freitas}}</ref><ref>{{citar web |url=http://www.brazil-brasil.com/pages/p09oct00.htm |titulo=''Brazil - BRAZZIL - The Censors Are Back - Brazilian Censorship - October 2000'' |publicado=www.brazilBrazil-brasil.comBrasil |acessodata=[[707 de Abril]] de [[2010]] }}</ref> O clipe foi ao ar durante seis meses e chegou a passar na [[MTV]], mas logo foi retirado pelo mesmo motivo.<ref>{{citar web |url=http://mtv.uol.com.br/noticias/independentes:-saiba-como-foram-feitos-os-clipes |titulo=''Independentes: saiba como foram feitosfeito oso clipes''clipe |(Isso ''MTVAqui Brasil''É Uma Guerra)|publicado=''mtv.uol.com.br''MTV Brasil|acessodata=[[707 de Abril]] de [[2010]] }}</ref> Os integrantes afirmaram que não tinha nenhuma apologia no clipe, pois no final um dos bandidos que assaltaram o banco foi morto; com a mensagem de que ''o crime não compensa''.
 
===Após a censura===
Após a censura do [[videoclipe]] do grupo no disco ''[[Versos Sangrentos]]'', o Facção lançou o álbum ''[[A Marcha Fúnebre Prossegue]]'', que inicia-se com uma introdução à notícia da [[censura]], dada em vários telejornais com os dizeres "Rap que faz apologia ao crime: Facção Central", divulgado no [[Jornal Nacional]] por [[Fátima Bernardes]]. Essa introdução é composta por vários "recortes" de noticiários da televisão brasileira. Após a faixa "Introdução", vem em seguida a faixa "Dia Comum", que conta a história do cotidiano das periferias brasileiras, e, em seguida, a faixa "A Guerra Não Vai Acabar", uma espécie de "carta-resposta" a censura do videoclipe, que inicia-se com uma pesada letra e críticas a promotoria, dizendo "Aí promotor, o pesadelo voltou, censurou o clipe mas a guerra não acabou; ainda tem defunto a cada 13 minutos das cidades entre as quinze mais violentas do mundo", e no refrão da mesma música eles dizem " Pode censurar, me prender, me matar, não é assim promotor que a guerra vai acabar"
 
. Outras críticas seguem no decorrer do álbum e nelas se destacam A Marcha Fúnebre Prossegue, Desculpa Mãe.<ref>{{cite web |url=http://observatoriodacensura.blogspot.com/2006/06/grupo-de-rap-brasileiro-foi-censurado.html |title=''Observatório da Censura''|publisher=''observatoriodacensura.blogspot.com''Observatorio da Censura |accessdate=2010-11-07 de Agosto de 2010}}</ref> Mais dois discos foram lançados depois de ''[[A Marcha Fúnebre Prossegue]]'': ''[[Direto do Campo de Extermínio]]'' e ''[[O Espetáculo do Circo dos Horrores]]''.
 
===Saída de Eduardo===
No dia [[18 de Março]] de [[2013]], [[Carlos Eduardo Taddeo|Eduardo]] postou um vídeo no YouTube informando que, devido a algumas desavenças, não fazia mais parte do grupo. Sendo assim, deixando claro para os fãs que não irá abandonar o RAP[[Rap]], e ainda vai ter uma longa caminhada nessa estrada, relatando os problemas podres de nossa nação.
 
No dia 18/03/2013, [[Carlos Eduardo Taddeo|Eduardo]] postou um vídeo no YouTube informando que, devido a algumas desavenças, não fazia mais parte do grupo.
 
Sendo assim, deixando claro para os fãs que não irá abandonar o RAP, e ainda vai ter uma longa caminhada nessa estrada, relatando os problemas podres de nossa nação.
 
=== Curto período com Moysés ===
O intérprete e compositor [[Moysés]] ingressou ao Facção Central logo após a saída de [[Carlos Eduardo Taddeo]], em [[2013]]. Durante seu período no grupo foram gravadas duas músicas e em pareceria com os [[Racionais MC's|Racionais Mc's]]<ref>{{citar web|URL = http://www.obaoba.com.br/evento/shows/racionais-mcs-e-faccao-central-espaco-victory-10-05-2014|título = Comemoração dos 25 Anos dos Racionais MC's - Facção Central um dos Convidados|data = |acessadoem =|autor = |publicado = Oba-Oba }}</ref><ref>{{citar web|URL = http://www.zonasuburbana.com.br/eventos/racionais-mcs-faccao-central-zrm-no-espaco-victory/|título =Espaço Victory apresenta Racionais MC’s, Facção Central e ZRM|data = |acessadoem = 19 de Julho de 2014 |autor = |publicado = Zona Suburbana}}</ref> que estavam comemorando 25 anos de carreira se apresentou com [[Dum-Dum]].<ref>{{cite web |url=http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2511200613.htm|title=Facção Central, prêmio - 2009 no Hútuz|publisher='''Folha de S. Paulo'''|accessdate=07 de Julho de 2014}}</ref> em um show na Zona Leste de [[São Paulo]]. E no dia [[4 de agosto]] de [[2014]], anunciou seu desligamento alegando: ''"Minha decisão por sair do grupo foi tomada após eu entender que a forma que eu enxergo a guerra é diferente da forma que o meu mano [[Dum-Dum]] a enxerga, cada um tem sua visão sobre a opressão"''.<ref>{{citar periódico|ultimo = |primeiro = |titulo =Moysés anunciou sua saída do Facção Central|jornal =Rap Nacional|doi = |url = http://rapnacional.virgula.uol.com.br/moyses-anuncia-sua-saida-do-grupo-faccao-central/|acessadoem = 04 de Agosto de 2014}}
O intérprete e compositor [[Moysés]] ingressou ao Facção Central logo após a saída de [[Carlos Eduardo Taddeo]], em 2013.
 
Durante seu período no grupo foram gravadas duas músicas e em pareceria com os [[Racionais MC's|Racionais Mc's]] que estavam comemorando 25 anos de carreira se apresentou com [[Dum-Dum]]<ref>{{cite web |url=http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2511200613.htm|title=''Facção Central vence, prêmio -2009 no Hútuz''|publisher=''www1.folha.uol.com.br''|accessdate=2014-01-07 }}</ref> em um show na Zona Leste de [[São Paulo]].
 
E no dia [[4 de agosto]] de [[2014]], anunciou seu desligamento alegando: "Minha decisão por sair do grupo foi tomada após eu entender que a forma que eu enxergo a guerra é diferente da forma que o meu mano [[Dum-Dum]] a enxerga, cada um tem sua visão sobre a opressão".<ref>{{citar periódico|ultimo = |primeiro = |titulo = ''Moysés anunciou sua saída do Facção Central''|jornal = ''Portal Rap Nacional''|doi = |url = http://rapnacional.virgula.uol.com.br/moyses-anuncia-sua-saida-do-grupo-faccao-central/|acessadoem = 04/08/2014}}
</ref> Hoje [[Dum-Dum]] carrega o nome do Facção como único rapper do grupo.
 
|''[[Prêmio Hutúz]]''
|''Música do Ano''
|<ref>{{citar web |url=http://www.rapnacional.com.br/noticias.asp?id=1553 |titulo= ''Premiados do Hútuz (Facção Central) um dos melhores grupo de Rap do ano'' |publicado=''www.rapnacional.com.br'Rap Nacional''' |acessodata=[[23 de Dezembro]] de [[2009]] }}</ref>
|-
|[[2003]]
|''[[Prêmio Hutúz]]''
|''Álbum do Ano''
|<ref>{{citar web |url=http://www.rapnacional.com.br/noticias.asp?id=1553 |titulo=''PremiadosPrêmios do Hútuz (Facção Central) um dos melhores grupo de Rap do ano'' |publicado='''www.rapnacional.com.br''Rap Nacional |acessodata=[[23 de Dezembro]] de [[2009]] }}</ref>
|-
|[[2006]]
|''[[Prêmio Hutúz]]''
|''Grupo ou Artista Solo''
|<ref>{{citar web |url=http://www.rapnacional.com.br/noticias.asp?id=1553 |titulo=''Rap Nacional''|publicado=''www.rapnacional.com.br''Rap Nacional|acessodata=[[23 de Dezembro]] de [[2009]] }}</ref>
|-
|[[2009]]
|''[[Prêmio Hutúz]]''
|''Melhores grupos ou artistas solo da década''
|<ref>{{citar web |url=http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:hTFanA29RXsJ:www.hutuz.com.br/10anos/in.php?id%3Dganhadores+hutuz+vencedores+10+anos&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&client=firefox-a |titulo=''Hútuz 10 Anos os Premiados & melhores grupos de rap'' |publicado=''Hutuz.com.brWEB-Cache'' |acessodata=[[23 de Dezembro]] de [[2009]] }}</ref><ref>{{citar web |url=http://faccaocentral.gangstarap.com.br/2011/04/entrevistas-com-os-indicados-ao-hutuz.html |titulo=''Entrevista com o Facção Central - Sobre o Prêmio Hútuz & a nova estraia do grupo'' |publicado=''faccaocentral.gangstarap.com.br'' Gangsta-Rap|acessodata=[[15 de Maio]] de [[2011]] }}</ref>
|}
== Curiosidades ==
84

edições