Fernando de Sousa Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Fernando Costa)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Fernando de Sousa Costa
Nascimento 10 de junho de 1886
São Paulo
Morte 21 de janeiro de 1946 (59 anos)
Jacareí
Nacionalidade  Brasileiro

Fernando de Sousa Costa (São Paulo, 10 de junho de 1886Jacareí, 21 de janeiro de 1946) foi um agrônomo e político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formado pela Escola Superior de Agricultura Luís de Queirós, de Piracicaba, foi vereador (1912), prefeito de Pirassununga, deputado estadual (1919) e secretário da Agricultura (1927 — 1930), no governo Júlio Prestes, tendo fundado o Instituto Biológico e o Parque da Água Branca, que leva seu nome, e realizou pesquisas de exploração de petróleo.

No governo de Getúlio Vargas foi ministro da agricultura, de 13 de novembro de 1937 a 3 de junho de 1941.[1] Criou o Centro Nacional de Ensino e Pesquisas Agronômicas e os Serviços de Informação Agrícola e Economia Rural. Impulsionou a cultura do trigo no país, e foi quem dirigiu a descoberta do petróleo no Brasil, em 21 de janeiro de 1939, em Lobato (Salvador).

Em 27 de março de 1939 assinou uma portaria autorizando a matança de urubus, em razão da suspeita, jamais comprovada, de que tais aves eram responsáveis pela transmissão de epizootias.[2]

Durante o Estado Novo foi interventor federal do estado de São Paulo, de 4 de junho de 1941 a 27 de outubro de 1945.

Logo após deixar o governo paulista, tenciona voltar, lançando-se candidato a governador pelo PSD. Morreu antes do pleito, em desastre automobilístico.

Referências

  1. Getúlio Vargas, 17º e 20º presidente da República Federativa do Brasil
  2. Santos, Eurico. "Da Ema ao Beija-Flor" F. Briguet & Cia, 1952


Precedido por
Odilon Duarte Braga
Ministro da Agricultura do Brasil
1937 — 1941
Sucedido por
Carlos de Sousa Duarte
Precedido por
Ademar de Barros
Interventor federal em São Paulo
1941 — 1945
Sucedido por
Sebastião Nogueira de Lima


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.