Lista de futebolistas campeões da Copa Libertadores da América e da Liga dos Campeões da UEFA

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O brasileiro Neymar (foto) foi o nono jogador a fazer parte desta lista.

Esta é uma lista de futebolistas que foram campeões da Copa Libertadores da América e da Liga dos Campeões da UEFA. A Libertadores é considerada a principal competição entre os clubes de futebol da América do Sul, sendo organizada pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL).[1] Criada em 1960 sob o nome "Copa dos Campeões da América", conta na sua edição atual com a presença de 47 participantes, os quais são definidos por meio dos campeonatos e copas nacionais da temporada anterior.[2] A Liga dos Campeões da UEFA abrange as equipes de todas as confederações da Europa, organizada pela União das Associações Europeias de Futebol (UEFA) e existente desde a temporada de 1955–56, quando ainda conhecida como "Taça dos Clubes Campeões Europeus".[3] Na presente edição, um total de 78 clubes adentraram nas competições, considerando desde a primeira fase pré-eliminatória.[4] Os campeões de ambas as competições recebem a vaga para a disputa da Copa do Mundo de Clubes da FIFA, com a chance de serem adversárias na final.[5]

Apenas doze futebolistas foram vencedores de ambas as competições, sendo todos nascidos na América do Sul: sete no Brasil e cinco na Argentina. O primeiro a lograr tal feito foi o argentino Juan Pablo Sorín, o qual é o único campeão das duas numa mesma temporada.[6] Os brasileiros Cafu, Dida e Danilo e o argentino Willy Caballero são os únicos jogadores a vencerem por duas oportunidades uma das competições, sendo que o primeiro e o último foram bicampeões da Libertadores da América e os outros dois bicampeões da Liga dos Campeões da UEFA.[7][8] Da lista, Cafu e Carlos Tévez venceram tanto a Copa Intercontinental quanto o Mundial FIFA. O argentino Willy Caballero é o jogador com maior tempo entre a primeira conquista de uma e a de outra competição: 20 anos (2001–2021). O com menor tempo, além de Sorín,[nota 1] é Roque Júnior: 4 anos (1999–2003). Neymar marcou nas respectivas finais da Libertadores e da Liga dos Campeões, tornando-se o segundo jogador a protagonizar tal façanha, juntamente ao argentino Hernán Crespo, sendo que este não venceu a competição europeia.[9] Apenas Ronaldinho Gaúcho e Rafinha venceram primeiro no Velho Continente tendo disputado ambos troféus até o fim.[nota 1] R10 também é o único dos listados a conquistar a Bola de Ouro, em 2005. Sorín, Neymar e Danilo são os que venceram ambos os torneios na primeira vez que disputaram-lhes.

O último a ter entrado para a lista foi o argentino Willy Caballero, campeão da Copa Libertadores em 2001 e 2003 pelo Boca Juniors e da Liga dos Campeões da UEFA de 2020-21 pelo Chelsea.

Futebolistas[editar | editar código-fonte]

Atleta

(em negrito, os atletas em atividade)

Copa Libertadores da América Liga dos Campeões da UEFA Outras conquistas internacionais de clubes Conquistas internacionais pela seleção nacional Ref
Ano Clube Temporada Clube Copa Intercontinental

/

Mundial FIFA

Recopa Sul-Americana Supercopa da UEFA Outras

(† = ainda disputada)

Copa do Mundo[11] Copa América Copa das Confederações

(extinta)

Olimpíadas (sub-23)
Argentina Juan Pablo Sorín[nota 1] 1996 Argentina River Plate 1995-96 Itália Juventus Supercopa Libertadores

(1997)

Copa Intertoto

(2007)

[6]
Argentina Santiago Solari[nota 2] 1996 Argentina River Plate 2001-02 Espanha Real Madrid 2002 2002 [6]
Brasil Dida 1997 Brasil Cruzeiro 2002-03
2006-07
Itália Milan 2000 (FIFA)

2007

2003

2007

Copa Ouro

(1995)

Copa Master da Supercopa

(1995)

2002 1999 1997

2005

Bronze: 1996 [7]
Brasil Roque Junior 1999 Brasil Palmeiras 2002-03 Itália Milan 2003 Copa Mercosul

(1998)

2002 2005 [6]
Brasil Cafu 1992
1993
Brasil São Paulo 2006-07 Itália Milan 1992

1993

2007

1993

1994

2003

2007

Supercopa Libertadores (1993)

Recopa Europeia (1995)

1994

2002

1997

1999

1997 [8]
Argentina Carlos Tévez 2003 Argentina Boca Juniors 2007-08 Inglaterra Manchester United 2003

2008

Copa Sul-Americana

(2004)

Ouro: 2004 [13]
Argentina Walter Samuel 2000 Argentina Boca Juniors 2009-10 Itália Internazionale [14]
Brasil Ronaldinho Gaúcho 2013 Brasil Atlético Mineiro 2005-06 Espanha Barcelona 2014 Copa Intertoto

(2001)

2002 1999 2005 Bronze: 2008 [15]
Brasil Neymar 2011 Brasil Santos 2014-15 Espanha Barcelona 2015 2012 2013 Prata: 2012

Ouro: 2016

[16]
Brasil Danilo 2011 Brasil Santos 2015-16

2016-17

Espanha Real Madrid 2016 2016 Prata: 2012 [17]
Brasil Rafinha 2019 Brasil Flamengo 2012-13 Alemanha Bayern München 2013 2020 2013 Bronze: 2008 [17]
Argentina Willy Caballero 2001
2003
Argentina Boca Juniors 2020–21 Inglaterra Chelsea 2003 Liga Europa da UEFA

(2018–19)

Ouro: 2004 [17]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas

  1. a b c Sorín disputou apenas uma partida da primeira fase da campanha da Juventus, em uma derrota por 2-1 para o Borussia Dortmund.[10] Antes da competição europeia terminar, transferiu-se para o River Plate, e tornou-se o primeiro jogador a conquistar ambas as competições.
  2. Apesar da conquista da Libertadores pelo River Plate, Solari não disputou nenhuma partida pela equipe na competição.[12]

Referências

  1. «Libertadores». Conmebol. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  2. «Definidos os 47 times que disputarão a Copa Libertadores 2017». ClicRBS. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  3. «UEFA Champions League». UEFA. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  4. «Liga dos Campeões 2016/17». O Gol. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  5. «Como funciona a Copa do Mundo de Clubes da FIFA». UOL. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  6. a b c d «Ganhar a Libertadores e a Champions, uma honraria para poucos». Trivela. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  7. a b «Dida». UOL. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  8. a b «Por que Cafu é o maior vencedor da era moderna?». Torcedores. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  9. «Neymar entra para a história da Champions; família do futebol sente falta de Blatter». UOL. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  10. «Juventus x Borussia Dortmund». Zero Zero. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  11. «Copa do Mundo, Champions League e Libertadores: apenas 4 jogadores ganharam as principais competições do futebol; saiba quem são». Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes. 21 de março de 2020. Consultado em 25 de janeiro de 2021 
  12. «Santiago Solari». O Gol. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  13. «Papa títulos: campeão com o Juventus, Tévez chega a 20ª taça em 14 anos». Extra. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  14. «Perfil de Walter Samuel». O Gol. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  15. «Com Libertadores, Ronaldinho atinge feito inédito no futebol». Fox Sports. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  16. «Neymar é o nono jogador a conquistar Champions e Libertadores. Veja a lista». Globo Esporte. Consultado em 23 de dezembro de 2016 
  17. a b c «Danilo é o 10º a faturar Champions e Libertadores: "Tenho uma estrelinha"». Globo Esporte. Consultado em 23 de dezembro de 2016