Piveti e Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Piveti e Branco
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Gangsta rap rap
Período em atividade 1994-Hiato
Gravadora(s) Paradoxx Music
Discovery G1
Afiliação(ões) Pavilhão 9
Integrantes Piveti
Branco

Piveti e Branco é uma dupla de rap brasileira formada na região do Grajaú, Zona Sul de São Paulo em 1994, ambos fundadores e ex-integrantes da banda Pavilhão 9, percussores do estilo Gangsta rap no Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após deixarem a banda Pavilhão 9 no ano de 1994, Piveti partiu primeiramente para uma carreira solo,[1] que tinha Branco como apoio, dessa forma foi lançado o álbum Ex-Detento no ano de 1994, pela extinta gravadora Paradoxx Music, o álbum foi produzido por Edu K e conta com diversas participações especiais, algumas até inusitadas para a época, como a da banda de punk rock, Garotos Podres.[2][3]

Curta: Onde São Paulo Acaba[editar | editar código-fonte]

Onde São Paulo acaba, estreou nos cinemas em 1995, o Curta-metragem traz a dupla Piveti e Branco como protagonistas principais, com direção e roteiro de Andréa Seligmann, trilha sonora de André Abujamra, o filme ganhou diversos prêmios e festivais no Brasil e em outros países espalhados pelo mundo.[4][5][6][7]

Prisão do rapper Piveti, “Elos da Vida” e “A última gota D’Água”[editar | editar código-fonte]

Em 1996 Piveti é preso, acusado de assalto,[8] retorna ao mercado novamente pela gravadora Paradoxx Music no final de 1998, lançando o álbum Elos da Vida, o primeiro de fato assinado pela dupla.[9][10] Em 2004, a gravadora Discovery G1 de Brasília, disponibilizou no mercado o segundo CD completo de Piveti e Branco, chamado A última gota D'Água.

Atualmente[editar | editar código-fonte]

A dupla nunca anunciou publicamente que estaria separada, porém, segue em hiato por tempo indeterminado, Branco vem lançando músicas e discos solos,[11] já Piveti, disponibilizou recentemente um trabalho inédito no youtube, chamado Fluxo Pensante.

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Ex-Detento (1994)
  • Elos da Vida (1998)
  • A última gota D’Água (2004)

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Folha de S.Paulo. «Festa na gang». Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de Janeiro de 2017 
  2. Folha de S.Paulo. «Primeiro disco solo de Piveti sai atrasado mas não perde o peso». Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de Janeiro de 2017 
  3. Folha de S.Paulo. «Rap paulista varia a batida». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de Janeiro de 2017 
  4. Cinemateca Brasileira. «Onde São Paulo Acaba». Cinemateca Brasileira. Consultado em 23 de Janeiro de 2017 
  5. Porta Curtas. «Onde São Paulo Acaba». Porta Curtas. Consultado em 23 de Janeiro de 2017 
  6. Prefeitura de São Paulo. «Cine Olido terá "Sessão de Cinema do Prefeito"». Prefeitura de São Paulo. Consultado em 23 de Janeiro de 2017 
  7. G1. «Confira a programação de filmes da Mostra Hip HoP"». G1. Consultado em 23 de Janeiro de 2017 
  8. Folha de S.Paulo. «Rapper Piveti está foragido». Folha de S.Paulo. Consultado em 22 de Janeiro de 2017 
  9. Folha de S.Paulo. «Piveti lança seu primeiro álbum pós-prisão». Folha de S.Paulo. Consultado em 23 de Janeiro de 2017 
  10. Folha de S.Paulo. «"Elos" traz som animado». Folha de S.Paulo. Consultado em 23 de Janeiro de 2017 
  11. Portal Rap Nacional. «Branco ex-Pavilhão 9, MRN e parceiro de Piveti está de volta e lança música nova». Portal Rap Nacional. Consultado em 24 de Janeiro de 2017 
Flag of Brazil.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.