Corona de lágrimas (2012)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
TV-icon-novela-current.svg
Este artigo é sobre uma telenovela em exibição.
As informações apresentadas podem mudar rapidamente com o desenvolvimento da trama.
Corona de lágrimas
Lágrimas de Amor (BR)
Logótipo oficial da novela
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 45 Min.
Criador(es) Manuel Canseco Noriega
Jesus Calzada
Janely E. Lee
País de origem  México
Idioma original (em espanhol)
Produção
Produtor(es) José Alberto Castro
Ernesto Hernandez
Fausto Sainz
Elenco Victoria Ruffo
Maribel Guardia
Mane de la Parra
José María Torre
Alejandro Nones
África Zavala
Adriana Louvier
Ernesto Laguardia
ver todos
Tema de abertura «Corona de lágrimas» (por Cristian Castro)
Tema de encerramento «Llorar» (por Jesse e Joy e Mario Domm)
Exibição
Emissora de televisão original Televisa
Formato de exibição 480i SDTV
1080i HDTV
Transmissão original 24 de setembro de 2012 - 24 de fevereiro de 2013
N.º de episódios 111
Cronologia
Programas relacionados Corona de lágrimas

Corona de lágrimas (no Brasil, Lágrimas de Amor) é uma telenovela mexicana produzida por José Alberto Castro para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 24 de setembro de 2012 e 24 de fevereiro de 2013, substituindo Un refugio para el amor e sendo substituída por Corazón indomable.[1] É um remake da telenovela homônima produzida em 1965.[2]

A trama é protagonizada por Victoria Ruffo, co-protagonizada por Maribel Guardia, África Zavala, Mane de la Parra, José María Torre e Arturo Carmona e antagonizada por Alejandro Nones, Adriana Louvier, Ernesto Laguardia e Martha Julia.

Está sendo exibida no Brasil pelo SBT desde 3 de outubro de 2016, substituindo Abismo de Paixão.[3][4] Após a telenovela registrar índices negativos de audiência, foi informado pela imprensa no início de dezembro de 2016 que a telenovela seria editada e substituída por Lo que la vida me robó.[5][6]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Quando Regina é expulsa de casa pelo seu marido e pai de dois dos seus três filhos, Patrício, Edmundo e Inácio, os mesmos vão morar na cidade do México, onde iniciam uma nova vida.

Dezoito anos depois, já se estabeleceram em um pequeno apartamento em uma zona popular. Ela tem um trabalho modesto, e ainda sofre de graves problemas de visão, não cuida de sua saúde por atender as necessidades de seus filhos. Patrício é um homem ambicioso que estuda Direito e sonha com um futuro cômodo e próspero. Edmundo estuda medicina e é um aluno brilhante, porém indisciplinado. Ignácio trabalha em uma oficina mecânica, pois ajuda sua mãe a pagar os gastos da casa e os estudos de seus irmãos.

Patrício se tornou namorado de Lucero, filha de Julieta, quem os hospedou quando chegaram a cidade, mas ao pouco tempo, a rejeita quando conhece Olga, uma garota volúvel cuja fortuna o deslumbra, o que o leva a sentir vergonha de sua família e a mentir sobre sua origem, chegando ao extremo de negar a sua própria mãe. Olga começa a duvidar das mentiras de Patrício, pelo que o espiona e descobre que vive muito modestamente. Exposto, ele mente de novo dizendo que Regina foi sua babá, e como sofre de uma doença mental, tem que cuidar dela. Ela o admira pela caridade. Logo, Edmundo começa a cortejar Lucero, lastimando sem querer a Ignácio, que a amava em segredo. Regina tenta em vão fazer que Patrício entenda que com Olga nunca será feliz.

Olga pede a seu pai, o jurista Rômulo Ancira, para empregar Patrício em seu escritório jurídico. Como o pai está farto dos caprichos da filha, aceita e logo anuncia seu noivado. A raiz do casamento, Patrício se distancia totalmente de sua mãe e seus irmãos. Quando Regina tenta aproximar-se de Olga para recuperar o carinho de seu filho, só recebe humilhações. Isto gerará conflitos com Edmundo e Ignácio. Logo, Patrício descobre que seu pai não é o mesmo dos outros, acusa sua mãe de infiel e exige que não volte a se aproximar.

Em consequência, Regina cai em uma depressão severa que a leva a perder seu emprego e agrava sua perda da visão. Nem Edmundo nem Ignácio parecem ser capazes de consolá-la, mas se propõem a seguir adiante, o primeiro buscando dinheiro fácil com um negócio ilegal, e o segundo, endividando-se. Edmundo não demora para ser preso e a situação se agrava quando Ignácio vai a Patrício para pedir que defenda diante da Lei e este se nega.

A vida conjugal de Patrício e Olga é um desastre, e ela chega a ter tanto ciúme de Patrício que, para tentar fazer uma chantagem, tenta cometer suicídio, com o que o mundo de luxo e comodidade de Patrício se desmorona.

Quando o homem que arruinou a vida de Regina e seus filhos retorna a suas vidas por casualidade, Patrício descobre a verdade de sua origem e os esforços de sua mãe apesar das adversidades. A dor de seus próprios fracassos, venceu a arrogância de Patrício, que roga a Regina o perdão e aceita defender seu irmão, após do qual se recupera a harmonia familiar.

Produção[editar | editar código-fonte]

  • Outra atriz que foi forte candidata para protagonizar a trama foi Verónica Castro.[9] Porém a atriz alegou ressentimentos com a emissora e recusou o papel. [10]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Victoria Ruffo Regina Chaveiros Hernández
Maribel Guardia Julieta Vázquez de Rochas
José María Torre Edmundo Chaveiros Hernández
Mane de la Parra Inácio Chaveiros Hernández
Alejandro Nones Patricio Chaveiros Hernández
Ernesto Laguardia Rômulo Ancira
África Zavala Lucero Vázquez Rochas
Adriana Louvier Olga Ancira Cervantes
Lola Merino Mercedes Cervantes de Ancira
Martha Julia Flor Escutia Barbola
Arturo Carmona Apolinário Pantocha
Juan Carlos Casasola Benjamin "Contador" Aguilar
Amairani Érika Cordeiro
Raquel Garza Marina Requena de Durán
Erika García Margarida "Margô" Rios
Ulises de la Torre Augusto Galindo
Mauricio García-Muela Raúl Cervantes
Felipe Nájera Marco Cervantes
Fabiola Guajardo Norma Vilar
Axel Ricco José Antônio "Apolo" Barragas "Tonho"
Elizabeth Guindi Aurora de Cervantes
Ilithya Manzanilla Sandra Cervantes
Cassandra Sánchez Navarro Consuelo Maria del Pilar Durán Requena
Mariluz Bermúdez Tânia
Carlos Girón César Durán Requena
Pedro Moreno Juiz Julián Corona
Mónica Blanchet Melissa
Emireth Rivera Dra. Délia Orozco
Mario Casillas Gastão Ulloa
José María Negri Dr. Gonzalo Ávalos
Tania Riquenes Daira Américas
Vanessa Cure Núbia
Demian Gabriel Pires
Ivonne Herrera Lola
Vicente Torre Silvestre
Perla Encinas Zaida Mendes
Zadkiel Molina Tino
Brenda Kellerman Rosana

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

Ator/atriz Personagem
Alejandro Ávila Valdomiro Hernández
Javier Ruán Isaías Requena
Juan Peláez Eliseu Marrufo

Audiência[editar | editar código-fonte]

No México[editar | editar código-fonte]

Estreou com uma média de 19.6 pontos.[11] Sua menor audiência é 11.2 pontos, alcançada em 31 de dezembro de 2012. Seu último capítulo bateu recorde de audiência, alcançando de 24.9 pontos. [12] Teve média geral aproximada de 17.4 pontos. [13]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Em sua estreia no SBT a trama alcançou média de 9 pontos no IBOPE da Grande São Paulo.[14] Até 27 de outubro de 2016, venceu 60% dos confrontos com o Cidade Alerta.[15] Em 30 de outubro de 2016, as médias registradas da audiência da telenovela superou a de Teresa, também produzida por José Alberto Castro.[16]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Premiação Categoria Nomeados Resultados
2013 Prêmio TVyNovelas[17] Melhor telenovela José Alberto Castro Indicado
Melhor atriz protagonista Victoria Ruffo Venceu
Melhor atriz coadjuvante África Zavala Indicado
Melhor revelação feminina Cassandra Sánchez Navarro Venceu
Melhor revelação masculina Axel Ricco Venceu
Melhor tema musical "Corona de Lágrimas",
por Cristian Castro
Indicado
Melhor direção de cena Juan Carlos Muñoz e Alejandro Gamboa Indicado
Prêmios Bravo[18] Melhor primeira atriz Victoria Ruffo Venceu
Melhor ator antagonista Ernesto Laguardia Venceu

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Estreno de Corona de Lágrimas 24 de septiembre». Zetaboards. 6 de setembro de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  2. «'El Güero' Castro prepara nueva versión de 'Corona de lágrimas'». TV Notas. 27 de março de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  3. «SBT anuncia estreia da novela "Lágrimas de Amor"; veja chamada». Na Telinha. 8 de setembro de 2016. Consultado em 20 de setembro de 2016. 
  4. «SBT define data de estreia de “Lágrimas de Amor”». Sobre Tv. 19 de setembro de 2016. Consultado em 20 de setembro de 2016. 
  5. «Resumo da novela “O Que A Vida Me Roubou”; próximos capítulos». O TV Foco. 1 de dezembro de 2016. Consultado em 3 de dezembro de 2016. 
  6. Diomax Martins (2 de dezembro de 2016). «Oficial: ‘O Que A Vida Me Roubou’ irá substituir ‘Lágrimas de Amor' no SBT». www.1news.com.br. Consultado em 5 de dezembro de 2016. 
  7. «Tres actrizes e una sóla 'Corona de lágrimas'». TV Boricuasa. 27 de março de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  8. «Victoria Ruffo será protagonista de "Corona de lágrimas"». Periodico ABC. 10 de julho de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  9. «Veronica Castro Podria Protagonizar ‘Corona De Lagrimas’». Novela Lounge. 5 de julho de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  10. «Verónica Castro recusa novela na Televisa». Televisa Brasil. 13 de julho de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  11. «Ibopes do México - 24/09/2012». Televisa Brasil. 25 de setembro de 2012. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  12. «"Corona de lágrimas" se despide con éxito de México». TV Boricuasa. 25 de fevereiro de 2013. Consultado em 10 de janeiro de 2014. 
  13. «Reporte de rating "Corona de lágrimas"». Zetaboards. 25 de fevereiro de 2013. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  14. «“A Lei do Amor” tem pior audiência de estreia da faixa das nove; confira os consolidados desta segunda-feira (03/10/16)». TV Foco. 4 de outubro de 2016. Consultado em 1 de novembro de 2016. 
  15. Endrigo Annyston (27 de outubro de 2016). «Lágrimas de Amor vence 60% dos confrontos com Cidade Alerta». observatoriodatelevisao.bol.uol.com.br. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  16. Hivton Ferreira (30 de outubro de 2016). «“Lágrimas de Amor” já supera audiência de “Teresa” no mesmo período». famaviponline.com.br. Consultado em 2 de novembro de 2016. 
  17. «Lista de ganadores de los Premios TVyNovelas 2013 en México». Starmedia. 28 de abril de 2013. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
  18. «Noche de gala en los premios Bravo». El Mexicano. 17 de outubro de 2013. Consultado em 10 de janeiro de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.