Era australiana dos Bee Gees

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Era australiana dos Bee Gees é uma época que vai de 1963 a 1966, onde a carreira dos Bee Gees era voltada só para a Austrália. Se nos atermos somente a ela, a entenderíamos facilmente. Entretanto, ao longo dos 50 anos de carreira da banda, as músicas dessa época foram lançadas e relançadas de maneiras diferentes, e este artigo se destina a desconfundir a cabeça das pessoas que não a entendem direito.

As músicas lançadas[editar | editar código-fonte]

Durante essa era, foram lançados treze singles e dois álbuns ("The Bee Gees Sing and Play 14 Barry Gibb Songs" e "Spicks and Specks"), totalizando trinta e cinco músicas, mas que somente foram lançadas para o mercado australiano. Ao fim da era, as nove músicas que saíram em singles, mas não em álbuns, foram compiladas no disco Turn Around, Look at Us, acrescidas de mais três sucessos da era.


Com a entrada dos Bee Gees para o mercado internacional, se pensou em lançar essas músicas para o mundo todo. Surgiu então a série Rare Precious and Beautiful, contendo três volumes:


Com o arrebatador sucesso da banda, em 1978, foram lançados, nos EUA, quatro discos, que relançavam a coleção Rare, Precious and Beautiful. Eram eles:


Uma curiosidade: I Was a Lover, a Leader of Men foi relançada duas vezes: uma no RP&B2 e outra no RP&B3. Quando a Editora Pickwick lançou aquela coleção, em 1978, cometeram a mesma gafe: colocaram essa música tanto no "Take Hold of That Star" quanto no "Peace of Mind".

E tem mais[editar | editar código-fonte]

Fora essas músicas lançadas e relançadas, os Bee Gees gravaram uma infinidade de outras músicas que, na época, não foram lançadas, mas que, em parte, têm sido lançadas, ao longo do tempo, em infinitas compilações.

Tudo começou com Inception/Nostalgia, em 1970, que continha 24 músicas das sessões da era australiana que acabaram não sendo lançadas.

Depois veio Birth of Brilliance, em 1978, com muitas destas músicas, só que com áudio original, em vez de serem "com canais eletronicamente modificados para simular estéreo" (versão do Inception/Nostalgia).

E, finalmente, Brilliant from Birth, de 1998, com todas as músicas do Inception/Nostalgia, mais as 35 músicas lançadas originalmente na era australiana, e ainda mais 4 músicas da época jamais lançadas anteriormente.

[editar | editar código-fonte]

Estes são os mais abrangentes e principais lançamentos oficiais destas músicas. Fora estes, houve muitos outros oficiais, restritos aos seus devidos países de origem, além, é claro, dos não-oficiais, que se proliferam por aí, como fogo.

Lista de músicas[editar | editar código-fonte]

Agora vem uma tabela, tentando demonstrar a distribuição espacial dessas músicas de maneira mais objetiva.

Canção Ano S&P S&S TALaU RPB1 RPB2 RPB3 MR THTS TALaM PoM I/N BoB BfB
The Battle of the Blue and the Grey 1963 x x x x x
The Three Kisses of Love 1963 x x x x x
Timber! 1963 x x x x x
Take Hold of That Star 1963 x x x x
Peace of Mind 1964 x x x x x x
Don't Say Goodbye 1964 x x x x
Claustrophobia 1964 x x x x x
Could It Be 1964 x x x x x
Turn Around, Look at Me 1964 x x x x x
Theme from "The Travels of Jaimie McPheeters" 1964 x x x x x
Can't You See that She's Mine 1964 x
From Me to You 1964 x
Yesterday's Gone 1964 x
Just One Look 1964 x
Every Day I Have to Cry 1965 x x x x x
You Wouldn't Know 1965 x x x x
Wine and Women 1965 x x x x x x
Follow the Wind 1965 x x x x
I Was a Lover, a Leader of Men 1965 x x x x x x x x
And the Children Laughing 1965 x x x x
I Don't Think It's Funny 1965 x x x x x
How Love Was True 1965 x x x x x
To Be or not to Be 1965 x x x x x
I Want Home 1966 x x x x x
Cherry Red 1966 x x x x x
Monday's Rain 1966 x x x x x
All of My Life 1966 x x x x
Playdown 1966 x x x x
Spicks and Specks 1966 x x x x x
I Am the World 1966 x x x x x
How Many Birds 1966 x x x x x
Second Hand People 1966 x x x x x
I Don't Know Why I Bother with Myself 1966 x x x x
Big Chance 1966 x x x x
Jingle Jangle 1966 x x x x
Tint of Blue 1966 x x x x
Where Are You? 1966 x x x x
Born a Man 1966 x x x x x
Glass House 1966 x x x x
Morning of My Life (v. 1966) 1966 x x x
Like Nobody Else 1966 x x x
Daydream 1966 x x
Lonely Winter 1966 x x x
You're the Reason I'm Living 1966 x x
Coalman 1966 x x x
Butterfly 1966 x x x
The Storm 1966 x x x
Lum-de-Loo 1966 x x
You're Nobody Till Somebody Loves You 1966 x x
You Won't See Me 1966 x x x
The End 1966 x x
I'll Know What to Do 1966 x x
All By Myself 1966 x x x
Ticket to Ride 1966 x x
I Love You Because 1966 x x
Paperback Writer 1966 x x
Somewhere 1966 x x
The Twelfth of Never 1966 x x
Forever 1966 x x
Top Hat 1966 x x
Hallelujah I Love Her So 1966 x x
Terrible Way to Treat Your Baby 1966 x x x
Exit, Stage Right 1966 x x x

Legenda:

Ver também[editar | editar código-fonte]