MAP Linhas Aéreas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
MAP Linhas Aéreas
IATA 7M
ICAO PAM
Indicativo de chamada MAP
Fundada em 18 de maio de 2011 (8 anos)
Principais centros
de operações
Frota 5 aeronaves
Destinos 14
Companhia
administradora
Map Transportes Aéreos Ltda
Sede Manaus, AM, Brasil
Pessoas importantes Marcos J. Pacheco
Sítio oficial www.voemap.com.br

A MAP Linhas Aéreas foi uma companhia aérea brasileira sediada em Manaus, fundada e homologada em 2011.[1] Atualmente, opera em 14 destinos nos estados do Amazonas e Pará.[2]

Com uma frota composta por duas aeronaves modelo ATR 42, com capacidade para transportar 40 passageiros, e três aviões ATR 72-500, para até 66 pessoas, a MAP conecta 14 municípios nos dois estados que atua.

A MAP Linhas Aéreas opera os voos em consonância com as normas da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). E segue os programas de treinamento nas áreas de manutenção, aeroportos e segurança, aprovados pela ANAC.

ATR 72

História[editar | editar código-fonte]

  • Em 18 de maio de 2011 surge a MAP Linhas Aéreas (Manaus Aerotáxi Participações) com o intuito de iníciar as operações regulares de passageiros na Região Norte usando aeronaves modelo ATR 42 e ATR 72, com capacidade de 46 e 70 passageiros respectivamente. Seu primeiro voo entrou em operação no dia 4 de março de 2013 para Parintins e em seguida para Lábrea.
  • Em 2014 a empresa iniciou operações em Carauari, Santarém, Itaituba, Altamira e Belém.
  • Em 2015 chega a Porto Velho, Manicoré, Humaitá, Barcelos, Coari, Eirunepé, São Gabriel da Cachoeira e Tefé.
  • Em 2016 foi iniciado o voo para Porto Trombetas e Tabatinga.
  • Em 2017 chega a Sorriso e Alta Floresta. Em meados de setembro a empresa anunciou um plano de expansão de destinos e frota que será colocado em prática a partir de 2018. A empresa estuda em voar para vários destinos no Nordeste além de voos internacionais na América do Sul, em países vizinhos da região Norte do Brasil. A empresa também investirá em novos aviões.
  • No dia 18 de dezembro de 2017 a empresa recebeu o IOSA (IATA Operational Safety Audity)[3], o mais importante certificado de segurança e qualidade da aviação.
  • Em 2019 a empresa recebe sua terceira aeronave ATR 72-500 o PR-MPW e anuncia seu plano de expansão aumentando a frequência de voos para os destinos atuais e apresentando a intenção de voo para o seu primeiro destino internacional, Puerto Maldonado no Peru
  • No dia 21 de agosto de 2019, a MAP Linhas Aéreas foi comprada pela Passaredo Linhas Aéreas.

Frota[editar | editar código-fonte]

Os modelos utilizados são da fabricante ATR, produzidos na França, avião que voa através de propulsão turboélice. Equipado para pousar e decolar de maneira eficiente em pistas de pouso regionais, o ATR possui modelos de 46 e 68 passageiros dentro de uma estrutura robusta e confiável.

Prefixo Aeronave Serial Ano de fabricação
PR-MPO ATR-42-320 91 1988
PT-MFE ATR-42-300 295 1993
PR-MPY ATR-72-202 519 1998
PR-MPZ ATR-72-212 523 1998
PR-MPW ATR-72-500 682 2003

Acidentes e incidentes[editar | editar código-fonte]

Em 15 de junho de 2019, uma aeronave modelo ATR 42, prefixo PR-MPN, operando o voo 5914, de Manaus para Carauari, fez um pouso de emergência pouco depois de decolar em Manaus. A aeronave conseguiu realizar a manobra em segurança, apenas com dois feridos sem gravidade.[4]

Veja também[editar | editar código-fonte]

Site oficial

Lançamento da MAP Linhas Aéreas

Referências

  1. «PORTARIA ANAC N° 978/SRE, DE 18 DE MAIO DE 2011» (PDF). Agência Nacional de Aviação Civil - ANAC. 18 de maio de 2011. Consultado em 6 de outubro de 2018 
  2. Fermen.to, Contém. «Destinos». voemap.com.br. Consultado em 6 de outubro de 2018 
  3. IATA. «IATA - Operator». www.iata.org (em inglês). Consultado em 19 de dezembro de 2017 
  4. «Avião faz pouso de barriga no aeroporto de Manaus e voos são suspensos». G1. 15 de junho de 2019. Consultado em 16 de junho de 2019