Fernando Magalhães

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura Fernão de Magalhães, por vezes também designado Fernando Magalhães, navegador português dos séculos XV e XVI, veja Fernão de Magalhães.
Fernando Magalhães Academia Brasileira de Letras
Magalhães discursa na ABL, 1936
Nascimento 18 de fevereiro de 1878
Rio de Janeiro, Bandeira Senado da Câmara do Rio de Janeiro 1831.png Município Neutro
Morte 10 de janeiro de 1944 (65 anos)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro1908.gif Distrito Federal
Nacionalidade  brasileiro
Ocupação Médico obstetra, professor e orador

Fernando Augusto Ribeiro de Magalhães GCSEGOIP (Rio de Janeiro, 18 de fevereiro de 1878 — Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 1944) foi um médico obstetra, professor da Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro e orador brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Antônio Joaquim Ribeiro de Magalhães e de Deolinda de Magalhães. Formou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade do Rio de Janeiro (1899). Nos dizeres do professor Jorge de Resende (1998), discípulo de Fernando Magalhães, "A Obstetrícia no Brasil será dividida, pelo historiador do futuro, em dois períodos: antes e depois de Fernando Magalhães".

É considerado por alguns como o criador da Escola Obstétrica Brasileira. Depois de sua morte, Fernando Magalhães deu nome a várias instituições, médicas ou não.

Deixou uma vasta obra médica, da qual se destacam os seis volumes de Clínica obstétrica, as Lições de clínica obstétrica, A obstetrícia no Brasil, Síntese obstétrica e Obstétrica forense, e mais de 200 trabalhos esparsos sobre assuntos médicos.

A 28 de Agosto de 1930 foi feito Grande-Oficial da Ordem da Instrução Pública e a 3 de Setembro de 1931 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada de Portugal.[1]

Lorbeerkranz.pngAcademia Brasileira de Letras[editar | editar código-fonte]

Foi eleito em 22 de julho de 1926 para a cadeira 33 da Academia Brasileira de Letras, na sucessão de Domício da Gama, sendo recebido em 8 de setembro de 1926 pelo acadêmico Medeiros e Albuquerque.

Referências

  1. «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Fernando de Magalhães". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2016-04-03. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Domício da Gama
Lorbeerkranz.png ABL - segundo acadêmico da cadeira 33
1926 — 1944
Sucedido por
Luís Edmundo
Precedido por
Augusto de Lima
Presidente da Academia Brasileira de Letras
1929
Sucedido por
Aluísio de Castro
Precedido por
Aluísio de Castro
Presidente da Academia Brasileira de Letras
1931 — 1932
Sucedido por
Gustavo Barroso
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.