Cleonice Berardinelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cleonice Berardinelli Academia Brasileira de Letras
Nome completo Cleonice Seroa da Mota Berardinelli
Nascimento 28 de agosto de 1916 (100 anos)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro1908.gif Distrito Federal
Nacionalidade  Brasileira
Ocupação Professora universitária
Prêmios Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional (2012)

Cleonice Seroa da Mota Berardinelli (em grafia antiga Cleonice Serôa da Motta Berardinelli) ComSEGCSEComIHGCIH (Rio de Janeiro, 28 de agosto de 1916) é uma professora universitária brasileira, especialista em literatura portuguesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Cleonice Berardinelli é graduada em Letras Neolatinas pela Universidade de São Paulo (1938) e livre docente pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1959) com uma dissertação intitulada Poesia e Poética de Fernando Pessoa.

Especialista em Camões e Fernando Pessoa, Cleonice Berardinelli é professora emérita da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, pesquisadora 1-C do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, consultora ad hoc da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) e consultora ad hoc da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro.

Em 21 de setembro de 1966 foi feita comendadora da Ordem do Infante D. Henrique, de Portugal, e em 8 de junho de 2016 foi elevada a Grã-Cruz da mesma Ordem.[1]

É acadêmica correspondente brasileira da Academia das Ciências de Lisboa, Classe de Letras, desde 27 de Novembro de 1975[2].

A 26 de Novembro de 1987 foi feita Comendadora da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada, de Portugal, e a 21 de Julho de 2006 foi elevada a Grã-Cruz da mesma Ordem.[1]

No dia 16 de dezembro de 2009 foi eleita para ocupar a cadeira de número 8 na Academia Brasileira de Letras.[3]

Obras selecionadas[editar | editar código-fonte]

  • Estudos camonianos. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, ed. revista e ampliada, 2000 (edição original: Rio de Janeiro, MEC - Departamento de Assuntos Culturais, 1973, com prefácio de Maximiano de Carvalho e Silva).
  • Obras em prosa: Fernando Pessoa. Organização, introdução e notas de Cleonice Berardinelli. Rio de Janeiro, Nova Aguilar, 1986.
  • A passagem das horas de Álvaro de Campos. Edição crítica de Cleonice Berardinelli. Nota prévia de Ivo Castro. Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1988.
  • Poemas de Álvaro de Campos. Edição crítica de Cleonice Berardinelli. Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 1990.
  • Fernando Pessoa: outra vez te revejo... Rio de Janeiro, Lacerda, 2004.
  • Fernando Pessoa: antologia poética, Editora Casa da Palavra, 2012

Referências

  1. a b «Cidadãos Estrangeiros Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Cleonice Serôa da Motta Berardinelli". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 15 de março de 2017 
  2. Académicos correspondentes brasileiros da Classe de Letras da Academia das Ciências de Lisboa
  3. Folha Online (16 de dezembro de 2009). «ABL elege professora Cleonice Berardinelli para a cadeira número 8». Folha Online. Consultado em 17 de dezembro de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedida por:
Antônio Olinto
Lorbeerkranz.png ABL - sexta acadêmica da cadeira 8
2009 — presente
Sucedida por:


{{c Controle de autoridade}}