Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de UNIRIO)
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
UNIRIO
Nomes anteriores Fundação Universidade do Rio de Janeiro
Uni-Rio
Fundação 20 de agosto de 1969 (Federação das Escolas Isoladas do Estado da Guanabara)
5 de junho de 1979 (Universidade)[1]
Tipo de instituição Pública, Federal
Mantenedora Ministério da Educação
Localização Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Funcionários técnico-administrativos 2.657[2](2015)
Reitor(a) Ricardo Silva Cardoso[3]
Vice-reitor(a) Benedito Fonseca e Souza Adeodato
Docentes 827 (2015)[2]
Total de estudantes 11.679 (2015)[2]
Graduação 11.017 (2015)[2]
Pós-graduação 662 (2015)[2]
Cores      Azul
     Branco
Afiliações CRUB e RENEX[4]
Orçamento anual R$ 467.340.527,02 (UNIRIO - 2015)[2]

R$ 70.996.809,00 (Hospital Universitário da UNIRIO - 2015)[5]

Página oficial unirio.br

A Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) é uma instituição brasileira de ensino superior de nível federal. A universidade foi avaliada com conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC) em 2017[6] e está entre as 35 melhores faculdades do Brasil, na lista das melhores universidades do mundo, a QS World University Rankings.[7] Também já apareceu no ranking Webometrics Ranking of World Universities, feita pelo CSIC, órgão público de pesquisa da Espanha, na lista das 100 melhores universidades da América Latina, em 2019, ficando em 68º lugar.[8] Em julho de 2022, ocupava o 255º lugar.[9]

Possui professores e pesquisadores destacados pela produção científica individual na World Scientist and University Rankings na pós-graduação das áreas de Nutrição, Ciências Biológicas e Enfermagem[10], além da participação do primeiro artigo a ser publicado com o tema de alteração atencional causado pelo COVID-19.[11]

Fora a parte científica, a UNIRIO se consagra por ter alunos notáveis que estudaram nos cursos de Ciência política (Duda Beat[12]), Arquivologia (Jaime Antunes da Silva[13]), Medicina (Ronaldo Caiado[14] e Alexandre Serfiotis[15]), Música (Nilze Carvalho[16] e Paulinho da Viola[17]), Pedagogia (Mestre Ferradura[18]) e Teatro e Artes Cênicas (Camila Pitanga[19], Dira Paes[20], Marco Nanini[21], Mateus Solano[22], Micaela Góes[23] e Tatá Werneck[24]).

Sua reitoria e prédio administrativo é sediada no bairro da Urca, na cidade do Rio de Janeiro[25], com a oferta de uma faculdade, três Institutos, cinco centros acadêmicos e dezoito escolas[26], além de ter cinco campus espalhados entre a Zona Central (Instituto Biomédico - Campus Frei Caneca)[27], Zona Norte (Escola de Medicina e Cirurgia - EMC, Hospital Universitário Gafrée e Guinle - HUGG - Campus Tijuca/Mariz e Barros)[28] e Zona Sul da cidade, onde fica os principais cursos (Campus Voluntários da Pátria, Botafogo, e Campus Pasteur, Urca). Para que haja uma ligação dos alunos, estagiários e funcionários que estudam e trabalham entre os campi, a universidade dispõe de ônibus intercampi com horários de funcionamento nos turnos da manhã, tarde e noite.[29]

História[editar | editar código-fonte]

Originou-se da Federação das Escolas Isoladas do Estado da Guanabara (FEFIEG), criada pelo Decreto-Lei nº 773 de 20 de agosto de 1969, que reuniu estabelecimentos isolados de ensino superior, anteriormente vinculados aos Ministérios do Trabalho, do Comércio e da Indústria; da Saúde; e da Educação e Cultura.[30]

A criação da FEFIEG propiciou a integração de instituições tradicionais, como a Escola Central de Nutrição[31], a Escola de Enfermagem Alfredo Pinto[32], o Conservatório Nacional de Teatro (atual Escola de Teatro)[33], o Instituto Villa-Lobos [34], a Fundação Escola de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro[35] e o Curso de Biblioteconomia da Biblioteca Nacional[36].

Com a fusão dos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, em 1975, a FEFIEG passou a denominar-se Federação das Escolas Federais Isoladas do Estado do Rio de Janeiro (FEFIERJ). Dois anos mais tarde, foram incorporados à FEFIERJ o Curso Permanente de Arquivo (do Arquivo Nacional) e o Curso de Museus (do Museu Histórico Nacional).[37]

Em 5 de junho de 1979, pela Lei nº 6.555, a FEFIERJ foi institucionalizada com o nome de Universidade do Rio de Janeiro (UNIRIO).[38] E, em 24 de outubro de 2003, a Lei nº 10.750 alterou o nome da Universidade para Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, mas a sigla foi mantida.[39]

O corpo social da universidade é constituído por discentes, técnicos-administrativos e docentes qualificados e titulados doutores, mestres e especialistas, nas mais variadas áreas de conhecimento. Possui sistema de bibliotecas com arquivos totalmente informatizados.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Centro de Ciências Humanas.
Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG).
Prédio da Reitoria.
Prédios que abrigam o CCET e o IBIO.
Cerimônia de colação de grau no Auditório do CCET.

Centros[editar | editar código-fonte]

A universidade é formada por cinco centros que são compostos por unidades acadêmicas (escolas e institutos):

  • Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) - Campus Urca
  • Centro de Ciências Exatas e Tecnologia (CCET) - Campus Urca
  • Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCH) - Campus Urca
  • Centro de Letras e Artes (CLA) - Campus Urca
  • Centro de Ciências Jurídicas e Políticas (CCJP) - Campus Botafogo

Órgãos suplementares[editar | editar código-fonte]

Bibliotecas[editar | editar código-fonte]

O Sistema de Bibliotecas da UNIRIO[40] possui um acervo de 200.000 itens, incluindo livros, folhetos, periódicos, teses, dissertações, trabalhos de conclusão de cursos, partituras, discos, textos de peças teatrais, programas de teatro, além de bases de dados, abrangendo as áreas Biomédicas, Exatas, Humanas e Artes. A Biblioteca Central conta ainda com uma coleção de obras raras e especiais.

O empréstimo de coleções didáticas é exclusivo para a comunidade acadêmica. Porém, é permitido o empréstimo de obras de Literatura e do acervo da Biblioteca Infanto-juvenil para a comunidade externa. As bibliotecas são utilizadas também pela comunidade ao redor, como alunos de escolas, como da Escola Municipal Minas Gerais, entre outras.

Ingresso[editar | editar código-fonte]

O ingresso à UNIRIO ocorre através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) do Ministério da Educação (MEC).[41] A instituição sempre se colocou favorável à utilização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) como método de avaliação de ingresso. Dessa forma, foi uma das primeiras a aderir ao SiSU em 2010. Outras formas de acesso aos cursos de graduação são possíveis por meio da transferência externa e por isenção de vestibular (reingresso). Anteriormente uma outra forma de ingresso era via Vestibular UNIRIO/ENCE, sendo o último, o de 2009, realizado nos anos de 2008/2009, portanto os último candidatos a ingressarem por esse meio foram os de 2009.2, naqueles cursos que permitem o ingresso nos dois semestres.

Transporte intercâmpi[editar | editar código-fonte]

A universidade disponibiliza gratuitamente, desde o início de 2009, transporte para alunos e funcionários. Ônibus percorrem os câmpi diariamente em horários pré-determinados, no período da manhã, no horário de almoço e no período da noite.[42]

Ensino[editar | editar código-fonte]

A UNIRIO oferece atualmente 48 cursos de graduação e 79 de pós-graduação.[6] Alguns cursos lecionados na UNIRIO são bastante tradicionais e prestigiados, sendo vários deles pioneiros em suas respectivas áreas e muitos datando do início do século XX, como:

Graduação[editar | editar código-fonte]

A UNIRIO oferece dezenas de cursos em graduação, extensão, educação a distância, e pós-graduação. São eles:

Ônibus no pátio da garagem.
Ciências Biomédicas

Ciências Exatas

Humanidades

Ensino a distância[editar | editar código-fonte]

Os cursos à distância da UNIRIO funcionam através do consórcio do Centro de Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro (CEDERJ), firmado entre a universidade e diversas outras instituições de ensino superior do estado. Atualmente são oferecidas as licenciaturas em Pedagogia, História, Turismo e Matemática.

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «UNIRIO, histórico». Consultado em 23 de outubro de 2020 
  2. a b c d e f UNIRIO em números 2015
  3. Reitoria Unirio
  4. «Instituições que compõe a Rede Nacional de Extensão - RENEX». Consultado em 10 de janeiro de 2012 
  5. «Orçamento 2015» (PDF) 
  6. a b «Dados institucionais da UNIRIO». Portal e-MEC. Consultado em 2 de novembro de 2019 
  7. Brasil tem 35 universidades entre as melhores do mundo
  8. «Ranking Web of Universities» (em inglês). Arquivado do original em 16 de julho de 2019 
  9. «Ranking Web of Universities» (em inglês). Arquivado do original em 13 de julho de 2022 
  10. «Ranking internacional destaca professores e pesquisadores da UNIRIO». UNIRIO. 2 de outubro de 2021. Consultado em 31 de julho de 2022. Cópia arquivada em 31 de julho de 2021 
  11. «Prof. Sergio Luiz é um dos autores de artigo que descreveu primeiro caso de alteração atencional causado pela COVID-19 é um dos destaques em ranking com mais de 21 mil revistas acadêmicas». Instituto Biomédico - UNIRIO. Cópia arquivada em 31 de julho de 2022 
  12. «De amor todo mundo sofre. Já Duda Beat, com seu talento e honestidade, transforma um dos maiores clichês do pop em boa música». Revista Trip. 12 de julho de 2019. Cópia arquivada em 16 de julho de 2022 
  13. Silva, Jaime Antunes da. «Jaime Antunes e Governança do Arquivo Nacional: 51 anos de vida em comum». Arquivo Público do Estado de São Paulo. Revista do Arquivo (7) 
  14. «Ronaldo Caiado 251». Eleições 2014. Consultado em 31 de julho de 2022. Arquivado do original em 23 de agosto de 2019 
  15. «Alexandre Serfiotis». Câmara dos Deputados. Cópia arquivada em 15 de junho de 2021 
  16. «Nilze Carvalho concorre ao Grammy Latino e celebra dos 15 anos do Sururu na Roda». O Globo. 12 de novembro de 2015 
  17. «Universidade em ruínas». VEJA RIO. Consultado em 31 de julho de 2022 
  18. Milani, Luciano (30 de outubro de 2019). «Mestre Ferradura – Capoeira – Rio». Capoeira - Rio. Consultado em 31 de julho de 2022 
  19. «Camila Pitanga: Veja 35 fatos e curiosidades sobre a atriz». Revista Quem. 14 de junho de 2012 
  20. «O público precisa ser mais dono do seu olhar - Dia-a-Dia Revista». Dia-a-Dia Revista. Consultado em 31 de julho de 2022 
  21. «Marco Nanini comemora 50 anos de carreira no palco | Teatro em Cena». 27 de março de 2017. Consultado em 31 de julho de 2022 
  22. Unirio, Cultura. «Fala aí! Por onde anda você? | Mateus Solano — Cultura». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  23. «Livro celebra a história e os anos de resistência do Teatro Rival». O Globo. 14 de agosto de 2018. Consultado em 31 de julho de 2022 
  24. «10 celebridades que formaram em cursos que você nem imagina - Brasil Escola». Vestibular Brasil Escola. Consultado em 31 de julho de 2022 
  25. «Localização dos Campi». UNIRIO 
  26. Universidade Federal do Rio de Janeiro – UNIRIO
  27. «Instituto Biomédico». Instituto Biomédico - UNIRIO 
  28. «Hospital Universitário Gaffrée e Guinle». Governo do Brasil 
  29. «Transporte Intercampi». Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da UNIRIO 
  30. «Decreto-Lei nº 773, de 20 de agosto de 1969». Planalto. Consultado em 31 de julho de 2022 
  31. «Escola de Nutrição — Escola de Nutrição». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  32. «Escola de Enfermagem Alfredo Pinto». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  33. «Histórico — Escola de Teatro - UNIRIO». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  34. «Instituto Villa-Lobos». Instituto Villa-Lobos - UNIRIO 
  35. «Nossa capa: Escola de Medicina e Cirurgia do Estado do Rio de Janeiro». Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial. Agosto de 2008. ISSN 1676-2444. doi:10.1590/S1676-24442008000400002. Consultado em 31 de julho de 2022 
  36. «História — Escola de Biblioteconomia». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  37. «Escola de Museologia — Museologia». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  38. «Lei 6.655, de 5 de junho de 1979». Planalto. Consultado em 31 de julho de 2022 
  39. «Lei 10.750, de 24 de outubro de 2003». www.planalto.gov.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  40. «Portal da Biblioteca da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro». Consultado em 2 de novembro de 2019 
  41. «Graduação — Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro». www.unirio.br. Consultado em 31 de julho de 2022 
  42. «Transporte Intercampi da UNIRIO». Consultado em 2 de novembro de 2019 
  43. «História da EEAP». Escola de Enfermagem da UNIRIO. Consultado em 2 de novembro de 2019 
  44. «A Biblioteconomia no Brasil». Conselho Federal de Biblioteconomia. Consultado em 2 de novembro de 2019 
  45. «Primeiro curso de biblioteconomia no Brasil completa 100 anos». Biblioteca Nacional. Consultado em 2 de novembro de 2019 
  46. «Página de Arquivologia da UNIRIO». Escola de Arquivologia da UNIRIO. Consultado em 2 de novembro de 2019 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.