Boomerang (América Latina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras acepções, veja Bumerangue (desambiguação).
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde Junho de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Boomerang
Atual logo do canal
Fundação 2 de julho de 2001
por Turner Broadcasting System Latin America
Pertence a Turner Broadcasting System
Proprietário Time Warner
Sede Atlanta, Geórgia
Slogan Novo Boomerang
(2014-Presente)
Formato de vídeo 480i (SDTV)
1080i (HDTV)
Audiência Brasil 0,21% 15º mais visto
Canais irmãos Cartoon Network
Tooncast
Cobertura América Latina
Nome(s) anteriore(s) Boomerang from Cartoon Network
(Boomerang do Cartoon Network)
(2001-2006)
Página oficial Site Brasileiro
Disponibilidade por satélite
Claro TV
Canal 108[1]
Vivo TV
Canal 322
Canal 27 (satélite Intelsat 34)
Oi TV
Canal 94
Canal 123 (satélite SES-6)
Algar TV
Canal 322
Nossa TV
Canal 42
Sky
Canal 93-1/293 (HD)
Disponibilidade por cabo
NET
Canal 108 [2]
Vivo TV
Canal 560
TV Alphaville
Canal 108 (HD)
Sim TV
Canal 29
TCM
Canal 49 (HD)

Boomerang é um canal de televisão por assinatura voltado para a família, pertencente a Turner Broadcasting System a mesma que programa o Cartoon Network. O canal entrou no ar em 2 de julho de 2001 na América Latina, e inicialmente era voltado para a exibição de clássicos, com uma programação dedicada para todas as idades. Com o passar dos anos, o Boomerang passou a exibir desenhos de 1990 a 2000, iniciando um processo de descaracterização do canal que resultou numa programação mais recente a partir de 3 de abril de 2006. Em 2014 o canal foi totalmente reformulado com séries e filmes para o público infantil, justamente para concorrer com o Discovery Kids Brasil, o Gloob, por isso, a Turner Broadcasting System anunciou que a marcar Boomerang será realinhada globalmente, e todos os treze sinais do canal espalhados pelo mundo serão focados em "programação-família", com uma grade composta por animações recentes e clássicas.[3]

A programação do Boomerang, em seus primeiros anos, foi marcada pelo excesso de reprises, exibiu praticamente apenas desenhos dos estúdios Hanna-Barbera, como Zé Colmeia, Pepe Legal, Os Flintstones, Os Jetsons, Corrida Maluca, Gatolândia, Laboratório Submarino, Devlin, o Motoqueiro, Tataruga Touché, Grande Polegar, Detetive Particular, entre tantos outros. A dublagem sempre foi 100% em português e geralmente, eram as originais brasileiras.

Em 2005, as reprises diminuíram, sensivelmente, na programação, e chegavam desenhos de outros estúdios, como MGM e Filmation, entre as produções japonesas estavam Speed Racer e Kimba, o Leão Branco.

Em 2 de janeiro de 2008, o Boomerang retirou definitivamente da grade de programação os desenhos clássicos e infantis. Com as alterações drásticas, passou a transmitir novelas, seriados e filmes "teens". Ganhou um novo slogan: "Boomerang, seu espaço" e passou a focar no público adolescentes entre 12 e 16 anos, principalmente feminino.

Em 4 de fevereiro de 2014, a Turner anunciou em um rebrand que o canal será reformulado a nível global, atingindo todos os treze sinais do Boomerang pelo mundo, a fim de que todos sejam focados em "programação-família", com uma programação apenas composta por desenhos animados clássicos e recentes.[3]

No Brasil

Para promover ainda mais o novo Boomerang, cujo rebrand aconteceu no mês de outubro, um novo bloco chegou a programação do Cartoon Network, trata-se do Clube Boomerang, que como o próprio nome já diz, vai trazer alguns dos programas do novo canal dentro do Cartoon Network. Vai ao ar todos os domingos, das 8h da Manhã até 9h da Manhã.

História do Boomerang[editar | editar código-fonte]

Primeiro logo do canal, utilizado entre 2001 e 2006.
Variação do logo original, utilizada em vinhetas promocionais.

Antes de 2001, a palavra Boomerang somente fazia referência a uma arma que tinha capacidade de voltar ao seu ponto de partida com o vento. Porém, com o nascimento deste canal a expressão se transformou em sinônimo de infância de muitos. Boomerang surgiu como um bloco de programação do Cartoon Network em 1992, até ser lançado como canal no novo milênio.

Tanto o Boomerang quanto o Cartoon Network são pertencentes à Turner Broadcasting System. Assim como todo o acervo da Hanna-Barbera é da propriedade da Turner. Ambos os canais tem direito a exibir os desenhos da "HB".

Há mais de uma década, Ted Turner (o proprietário da Turner) comprou uma empresa que já tinha adquirido os direitos autorais da Hanna-Barbera. Assim, passou a ter material suficiente para montar um canal somente de desenhos. Anteriormente, Turner possuía os desenhos da Era de Ouro da animação americana da MGM (Tom e Jerry, criados por William Hanna e Joseph Barbera, Droopy, criado por Tex Avery e etc), Paramount Pictures (Popeye, adaptação da tira de jornal criada por E. C. Segar para a King Features Syndicate por Fleischer Studios e Famous Studios) e Warner Bros. Cartoons (Looney Tunes e Merrie Melodies, pré-1948), além dos desenhos dos estúdios Ruby-Spears, entre outros.

Com todo o acervo, o Cartoon Network foi lançado na América Latina em 30 de abril de 1993. Em 1997 o Brasil ganhou o seu próprio canal. No início já começou fazendo sucesso com os clássicos. Estimulando o canal a produzir O Show do Space Ghost e os Desenhos Malucos (hoje Cartoon Cartoons), com a fusão da Turner com a Time Warner em 1996 o canal passa a também a contar com o restante do acervo da Warner Bros.

Com isso, desenhos como Os Impossíveis, Os Mussarelas, Josie e as Gatinhas, Dom Pixote, Manda-Chuva, Zé Colmeia, Pequeno Polegar, Fantasminha Legal, Os Tremendões, Gatolândia, Os Super-Globetrotters, Charlie Chan foram exibidos pelo canal, mas acabaram dando lugar às novas produções. Restaram apenas as produções mais populares, como Os Jetsons, Os Flintstones, Scooby-Doo e os Looney Tunes.

Todo esse enorme acervo parado, deu condições para a criação de um novo canal, que entrou no ar em 2 de julho de 2001: o Boomerang.

O canal foi assim batizado, pelos desenhos que compõem a programação terem sido produzidos na época do "baby boom" - isto é, nos anos 60 houve um alto índice de nascimentos. Essas crianças dos anos 60 e 70, em tese, eram o público-alvo do canal.

A sessão "Boomerang", nasceu já há mais de uma década, no início da TV por assinatura no Brasil.No início o canal TNT (também da Turner), exibia uma faixa diária de desenhos com o mesmo nome. O Cartoon Network, anos depois, também colocou no ar a sessão "Boomerang".

Logo utilizado entre 2006 e 2008.

O canal era especializado na exibição de desenhos clássicos e sua programação consistia em desenhos dos arquivos da Hanna-Barbera e Warner Bros.. Mas, no dia 3 de abril de 2006, a versão latino-americana do canal passou por uma reformulação, apresentando desenhos clássicos apenas nas madrugadas, como: A Formiga Atômica, Zé Colmeia, A Pantera Cor-de-Rosa e Os Flintstones, e ao dia participavam da programação, como O Mundo de Beakman e o desenho As Aventuras de Jackie Chan.

Logo utilizado entre 2008 e 2010.

No Brasil, o canal também exibiu séries inéditas em sua programação, tais como: Darcy's Wild Life, Scout's Safari, Galera do Surfe, What I Like About You, H2O: Just Add Water, entre outros. Boomerang também exibiu séries de maior sucesso nos Estados Unidos, como Pretty Little Liars, The Lying Game e The Carrie Diaries.

No começo do ano de 2014 surgiram boatos que o canal deixaria de ser transmitido na América Latina. Boato logo desmentido pelos executivos da Turner. A partir de fevereiro de 2014 o canal voltou a transmitir animações como: As Meninas Superpoderosas, Sítio do Picapau Amarelo e Três Espiãs Demais. No mesmo mês de fevereiro de 2014 a Turner Broadcasting System, surpreendeu a anunciar numa conferência que as 13 afiliações que o Boomerang ao redor do mundo deveriam ter a mesma proposta, inclusive a América Latina: animações clássicas misturadas com animações modernas.

Logo utilizado entre 1 de outubro de 2010 e 28 de setembro de 2014.

Desde abril o canal dedica a maior parte do dia a transmitir animações, deixando que os live-actions fossem exibidos durante o fim de noite e a madrugada.

Desde o dia 28 de setembro na América Latina foi realizado um rebrand com um novo slogan: "Novo Boomerang" deixando completamente de lado as séries para adolescentes e foco em animações e programação para toda a família, contando com desenhos animados, programação pré-escolar (como a que tinha entre 2006 e 2008) e clássicos como Tom & Jerry, Scooby-Doo e Looney Tunes. Além das séries Chaves e Chapolin.

Programação[editar | editar código-fonte]

Saídas do line-up da SKY[editar | editar código-fonte]

Em 13 de março de 2013, o canal saiu do ar para dar lugar ao TBS[4], mas voltou a Sky Brasil no dia 15 de novembro de 2014 substituindo o Glitz*.[5]

Em 29 de setembro de 2016, a Sky Brasil, mais uma vez retira o canal de seu line-up para substituí-lo pelo canal EI Maxx.[6] O fato causou indignação por parte dos assinantes da operadora.[6][7]

Em 28 de abril de 2017 o canal volta a SKY apenas em HD nos canais 93-1 e 293.[6]

Referências

  1. Grade de canais "Juntinho"
  2. Grade de canais "Juntinho"
  3. a b «PR: Turner Broadcasting Announces Strategic Changes/Expansions to Animation, Kids & Young Adult Networks» (em inglês). Toon Zone. 4 de fevereiro de 2014 
  4. ANMTV (3 de março de 2013). «SKY: Boomerang será substituído pelo canal TBS neste mês - ANMTV». ANMTV 
  5. FORATO, Thiago (12 de março de 2016). «Canal Glitz* deixará line-up das operadoras no Brasil». Na Telinha. Consultado em 23 de outubro de 2016 
  6. a b c Carlos, Henrique (12 de setembro de 2016). «SKY tira Boomerang do ar para abrigar canais Esporte Interativo | Observatório da Televisão». Observatório da Televisão  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome ":0" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  7. ANMTV (29 de agosto de 2016). «Boomerang: SKY anuncia novamente a retirada do canal - ANMTV». ANMTV 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Boomerang (América Latina)