Companhia Docas do Ceará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Companhia Docas do Ceará
Sociedade de economia mista
Atividade Transporte hidroviário
Gênero Administração portuária
Fundação 25 de março de 1965 (54 anos)
Sede Brasil Fortaleza, Ceará
Área(s) servida(s) Ceará
Presidente César Augusto Pinheiro
Acionistas Governo Federal do Brasil (99,9%)
+6
Ativos Aumento 364,6 milhões BRL (2015)[1]
Lucro Aumento -18,8 milhões BRL (2015)[1]
LAJIR Aumento -18,8 milhões BRL (2015)[1]
Faturamento Baixa 34,6 milhões BRL (2015)[1]
Website oficial www.docasdoceara.com.br/


A Companhia Docas do Ceará (CDC) é uma empresa brasileira que administra o Porto de Fortaleza, atuando como Autoridade Portuária. É uma das sete companhias Docas que administram portos públicos no país por delegação do Ministério dos Transportes.[2] Vinculada à Secretaria de Portos da Presidência da República, é constituída sob a forma de sociedade de economia mista, controlada pelo Governo Federal do Brasil e dirigida por um órgão colegiado, com quatro diretorias.[3]

Foi criada em 1965 pelo governador Virgílio Távora, com o objetivo de incentivar a industrialização no estado e permitir o escoamento de sua produção no contexto de seu Plano de Metas Governamentais (Plameg I), que foi inspirado no plano de metas do governo do ex-presidente Juscelino Kubitschek.[4]

Composição acionária[editar | editar código-fonte]

Em 2015, a participação dos acionistas na companhia era a seguinte:

Acionista Percentual de ações
Governo Federal do Brasil 99,933709748%
Governo do Estado do Ceará 0,066235127%
Prefeitura Municipal de Camocim 0,000011668%
Prefeitura Municipal de Fortaleza 0,000010864%
Prefeitura Municipal de Maranguape 0,000010864%
Prefeitura Municipal de Caucaia 0,000010864%
Prefeitura Municipal de Aracati 0,000010864%

Referências

  1. a b c d «Demonstrações Contábeis e Notas Explicativas referentes ao exercício de 2015» (PDF). Consultado em 3 de julho de 2016 
  2. Rojas 2014, p. 29.
  3. «Quem somos». Docas do Ceará. Consultado em 3 de julho de 2016. Arquivado do original em 19 de fevereiro de 2015 
  4. Farias 2016.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Farias, Airton. História do Ceará. 7 ed. Fortaleza: Armazém da Cultura, 2016. ISBN 9788584920174.
  • Rojas, Pablo. Introdução à Logística Portuária e Noções de Comércio Exterior. Porto Alegre: Bookman, 2014. 212 p. ISBN 9788582601945.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]