Bill Finger

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bill Finger
William Finger
Comic image missing-pt.png

Nascimento 8 de fevereiro de 1914 Nova Iorque
Morte 18 de janeiro de 1974 (59 anos) Manhattan
Nacionalidade Estadunidense
Área(s) de atuação Escritor
Trabalhos de destaque Batman
Detective Comics
Lanterna Verde

Bill Finger, (Nova Iorque, 8 de fevereiro de 1914 - Manhattan, 18 de janeiro de 1974), é o criador de Batman, juntamente com Bob Kane[1]. Kane fez o esboço do personagem, o qual Finger deu várias sugestões. Kane criou o conceito, o nome, e Finger sugeriu que Batman tivesse uma capa ao invés de asas, além de um capuz e luvas. Finger também sugeriu remover as partes coloridas do uniforme concebido por Kane e manter apenas o preto e o cinza. Além disso, Finger também escreveu a primeira história de Batman, enquanto Kane ilustrou-a. O desenhista foi o único a receber os créditos pela criação do personagem, pois apresentou sozinho a proposta para os editores da DC Comics[2].

Finger escreveria a maioria das histórias iniciais do Batman, criando o O Joker (português europeu) ou Coringa (português brasileiro) e vários outros vilões. Ele também é creditado pela invenção do "Batmóvel" e por ter dado nome à "Gotham City".

Devido às práticas editoriais da DC na época, todas as histórias do Batman foram publicadas como sendo de autoria de Bob Kane (o criador "oficial" do personagem), o que significava que Finger não recebia nenhum crédito por seu trabalho. Até a sua morte em 1974, ele não obteve o reconhecimento merecido, e tornou-se sinônimo ("fingered") na indústria de quadradinhos quando se quer dizer que o autor não recebeu nenhum crédito por sua história.


Bill Finger foi homenageado postumamente ao ganhar o Prémio Will Eisner e um lugar no "Jack Kirby Hall of Fame".

Em 2014, a editora passou a credita-lo como criador na edição comemorativa de Detective Comics 27, em 2015, a Warner Bros. e a DC Entertainment anunciaram que Finger seria creditado também nos filmes e séries de televisão.[3]

Nos dias 24 e 25 de março de 2016, com a estreia mundial do filme "Batman x Superman", Bill Finger recebeu, enfim, o primeiro crédito oficial em larga escala. Em entrevista concedida ao jornal "O Estado de S. Paulo", o historiador Marc Tyler Nobleman, autor de livro sobre Bill Finger, disse que com a internet e a democratização da informação, casos de falta de crédito na indústria cultural tendem a diminuir[4].

Bill Finger também foi o co-criador do personagem Lanterna Verde, junto com o artista Martin Nodell, em 1941[5]. Diferente de Batman, no entanto, Finger recebeu crédito pelo Lanterna Verde desde a primeira edição.

Referências

  1. «Biografia de Bill Finger, co-criador do Batman». Consultado em 27/11/12. 
  2. Gerard Jones (2006). Homens do Amanhã - geeks, gângsteres e o nascimento dos gibis Conrad Editora [S.l.] 85-7616-160-5. 
  3. Samir Naliato (18/09/2015). «Bill Finger será reconhecido no cinema como cocriador do Batman». Universo HQ. 
  4. «Coautor de Batman, Bill Finger enfim recebe crédito após 77 anos - Cultura - Estadão». Estadão. Consultado em 2016-03-24. 
  5. "Lanterna Verde" (em pt). Wikipédia, a enciclopédia livre.