Peter O'Toole

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Peter O'Toole
Peter O'Toole como Lawrence da Arábia.
Nome completo Peter Seamus O’Toole
Nascimento 2 de Agosto de 1932
Connemara,  Irlanda
Morte 14 de dezembro de 2013 (81 anos)
Londres,  Inglaterra
Ocupação Ator
Cônjuge Siân Phillips (1959-1979)
-- Kate O'Toole(1960-)
-- Patricia O'Toole(1963-)
----------
Karen Brown(?-?)
-- Lorcan Patrick O'Toole(1983-)
Oscares da Academia
Prémio Honorário do Oscar
2003 - Oscar Honorário
Emmy Awards
Melhor Ator Coadjuvante em Minissérie
1999 - Joan of Arc
Prêmios Globo de Ouro
Melhor Ator - Drama
1964 - Becket
1968 - The Lion in Winter
Melhor Ator - Comédia ou Musical
1969 - Goodbye, Mr. Chips
Melhor Ator Estreante
1963 - Lawrence da Arabia
BAFTA
Melhor Ator Principal
1963 - Lawrence da Arabia
IMDb: (inglês)

Peter Seamus O’Toole (Connemara, 2 de agosto de 1932Londres, 14 de dezembro de 2013[1] [2] ) foi um ator irlandês. Era pai da atriz Kate O'Toole e do ator Lorcan O'Toole. Na sua carreira teve nomeações para oito Oscars, e deteve o recorde de mais indicações sem nenhuma vitória. Ganhou quatro Globos de Ouro, um BAFTA e um Emmy, e foi distinguido com um Oscar honorário em 2003, pela globalidade do seu trabalho.

Vida[editar | editar código-fonte]

Peter Seamus O'Toole Lorcan nasceu em 1932. Filho de Jane Constance, uma enfermeira escocesa, e Patrick Joseph O'Toole, um irlandês. Foi criado na religião cristã católica e no início da Segunda Guerra Mundial estudou numa escola católica.

Cquote1.svg Eu costumava ter medo das freiras: toda sua negação a feminilidade - os vestidos pretos e raspar todo cabelo - foi tão horrível, era terrível. Cquote2.svg
Peter O'Toole sobre a escola de freiras

Ao sair da escola O'Toole obteve emprego de estagiário como jornalista e fotógrafo, até que ele foi chamado para o serviço nacional. Em 1952 O'Toole conseguiu uma bolsa de estudos na Royal Academy of Dramatic Art (RADA). Na RADA, ele estudava na mesma classe de Albert Finney, Alan Bates e Brian Bedford.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Peter O'Toole em Lawrence da Arábia.

O'Toole começou a trabalhar no teatro, antes de fazer sua estreia na televisão em 1954. Ele apareceu pela primeira vez no cinema em 1959 em um pequeno papel. Ele veio a ganhar seu maior reconhecimento ao interpretar T. E. Lawrence no filme de David Lean Lawrence da Arábia de 1962, depois que Marlon Brando e Albert Finney recusaram o papel. O papel lhe apresentou para o público dos Estados Unidos e lhe rendeu a primeira das suas oito indicações para o Oscar de melhor ator.

O'Toole ainda interpretou grandes papeis como o Rei Henrique II da Inglaterra em Becket de 1964 e em The Lion in Winter de 1968. O'Toole interpretou também Hamlet sob direção de Laurence Olivier. Ele também apareceu na produção de Seán O'Casey Juno e cumpriu uma ambição de sua vida quando subiu no palco da capital irlandesa no Abbey Theatre em 1970, ao interpretar Samuel Beckett ao lado Donal McCann. Em 1980, ele recebeu a aclamação da crítica ao interpretar o diretor no filme por trás das cenas de O Fugitivo. O'Toole foi indicado ao Oscar em 1982 pela comédia My Favorite Year, que fala sobre a luz por trás dos bastidores em um show de variedades da TV na década de 1950.

Em 1972, ele interpretou Miguel de Cervantes em sua criação ficcional de Don Quixote em Man of La Mancha, em uma adaptação cinematográfica do musical da Broadway de 1965, ao lado de Sophia Loren. O filme foi amplamente criticado pela critica especializada e pelo público na época, o filme se tornou um dos maiores sucessos em videocassete e DVD.

O'Toole ganhou um prêmio Emmy por seu papel na mini-série de 1999 Joan of Arc. Ele foi mais uma vez nomeado para Oscar de melhor ator em 2006 por sua interpretação como Maurice em Venus, dirigido por Roger Michell, como sua oitava nomeação. Mais recentemente, O'Toole co-estrelou o filme da Pixar Ratatouille, um filme animado sobre um rato com um sonho de se tornar o maior cozinheiro de Paris, onde ele interpretou Anton Ego, um crítico gastronômico.

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Em 1959, casou-se com a atriz galesa Siân Phillips, com quem teve duas filhas: Kate(1960-) Patricia(1963-). Peter e Sian se divorciaram em 1979. Phillips revelou mais tarde em duas autobiografias que O'Toole a havia submetido à crueldade mental em grande parte alimentada por beber em demasia. E estava sujeito a crises de ciúme extremo, quando ela finalmente o deixou por um amante mais jovem. De um relacionamento com a modelo Karen Brown[3] , nasceu seu terceiro filho, Lorcan(1983-).

Uma doença grave quase terminou sua vida no final de 1970. Devido à sua bebedeira e um defeito digestivo, desde o nascimento, ele passou por uma cirurgia em 1976 para ter seu pâncreas e grande parte do estômago removido. Em consequência da cirurgia, ficou dependente da insulina. Em 1978 ele quase morreu de uma doença no sangue. O'Toole, eventualmente, se recuperou e voltou a trabalhar, embora ele achou mais difícil de conseguir papéis em filmes, resultando em mais trabalho para a televisão e os papéis no palco ocasionalmente. No entanto, ele apareceu em 1987 no filme O Último Imperador, onde interpretou o tutor escocês Sir Reginald Fleming Johnston.

Peter O'Toole residia em Clifden, no condado de Galway, na Irlanda desde 1963 e no auge de sua carreira manteve casas em Dublin, Londres e Paris, mas agora mantém apenas sua casa em Londres. Enquanto estudava na RADA no início dos anos 1950 ele era ativo nos protestos contra os britânicos no envolvimento na Guerra da Coreia. Mais tarde, na década de 1960, ele foi um adversário ativo da Guerra do Vietnã.

Apesar de ter perdido a na religião organizada quando adolescente, O'Toole manifestou sentimentos positivos em relação à vida de Jesus Cristo. Em uma entrevista para The New York Times, ele disse[4] :

Cquote1.svg Ninguém pode levar Jesus para longe de mim ... não há nenhuma dúvida de que houve uma figura histórica de grande importância, com noções enorme. Como a paz Cquote2.svg
Peter O'Toole em entrevista ao The New York Times

Peter O'Toole faleceu aos 81 anos em Londres, em um domingo, 15 de dezembro de 2013.[1]

Nomeações ao Oscar[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Vencedor Nomeados
1962 Lawrence da Arabia Gregory PeckTo Kill a Mockingbird Burt Lancaster - Birdman of Alcatraz
Jack Lemmon - Days of Wine and Roses
Marcello Mastroianni - Divorzio all'Italiana'
1964 Becket Rex HarrisonMy Fair Lady Richard BurtonBecket
Anthony Quinn - Zorba the Greek
Peter Sellers - Dr. Strangelove
1968 The Lion in Winter Cliff RobertsonCharly Alan ArkinThe Heart Is a Lonely Hunter
Alan BatesThe Fixer
Ron MoodyOliver!
1969 Goodbye, Mr. Chips John WayneTrue Grit Richard BurtonAnne of the Thousand Days
Dustin HoffmanMidnight Cowboy
Jon VoightMidnight Cowboy
1972 The Ruling Class Marlon BrandoThe Godfather Michael CaineSleuth
Laurence OlivierSleuth
Paul WinfieldSounder
1980 The Stunt Man Robert De NiroRaging Bull Robert DuvallThe Great Santini
John HurtO Homem Elefante
Jack LemmonTribute
1982 My Favorite Year Ben KingsleyGandhi Dustin HoffmanTootsie
Jack LemmonMissing
Paul NewmanThe Verdict
2006 Venus Forest WhitakerThe Last King of Scotland Leonardo DiCaprioBlood Diamond
Ryan GoslingHalf Nelson
Will SmithThe Pursuit of Happyness

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Papel Notas
1960 Kidnapped Robin MacGregor
1960 The Day They Robbed the Bank of England Captain Fitch
1960 The Savage Innocents First Trooper
1962 Lawrence da Arabia T. E. Lawrence
1964 Becket Rei Henrique II da Inglaterra
1965 Lord Jim Lord Jim
1965 What's New Pussycat? Michael James
1965 The Sandpiper (voice)
1966 How to Steal a Million Simon Dermott
1966 The Bible: In the Beginning... The Three Angels
1967 The Night of the Generals General Tanz
1967 Casino Royale Piper
1968 The Lion in Winter Rei Henrique II da Inglaterra
1968 Great Catherine Capt. Charles Edstaston
1969 Goodbye, Mr. Chips Arthur Chipping
1970 Country Dance Sir Charles Ferguson
1971 Murphy's War Murphy
1972 Under Milk Wood Captain Tom Cat
1972 The Ruling Class Jack Gurney, 14th Earl of Gurney
1972 Man of La Mancha Don Quixote de La Mancha/Miguel de Cervantes/Alonso Quijana
1975 Rosebud Larry Martin
1975 Man Friday Robinson Crusoe
1976 Foxtrot Liviu
1976 Rogue Male Sir Robert Thorndyke
1978 Power Play Colonel Zeller
1979 Zulu Dawn Lord Chelmsford
1979 Calígula Tiberius Julius Caesar Augustus
1980 The Stunt Man Eli Cross
1981 Masada General Cornelius Flavius Silva
1982 My Favorite Year Alan Swann
1983 Sherlock Holmes and the Valley of Fear Sherlock Holmes
1983 Sherlock Holmes and a Study in Scarlet Sherlock Holmes
1983 Sherlock Holmes and the Sign of Four Sherlock Holmes
1984 Supergirl Zaltar
1985 Creator Harry
1986 Club Paradise Governor Anthony Cloyden Hayes
1987 The Last Emperor Sir Reginald Johnston
1988 High Spirits Peter Plunkett
1989 As Long as It's Love Prof. Yan McShoul
1990 The Rainbow Thief Prince Meleagre
1990 Wings of Fame Cesar Valentin
1990 The Nutcracker Prince Pantaloon
1991 King Ralph Sir Cedric Charles Willingham
1992 Rebecca's Daughters Lord Sarn
1992 Isabelle Eberhardt Maj. Lyautey
1993 The Seventh Coin Emil Saber
1997 FairyTale: A True Story Arthur Conan Doyle
1998 Phantoms Dr. Timothy Flyte
1998 Coming Home Colonel Edgar Carey-Lewis
1999 The Manor Mr. Ravenscroft
1999 Molokai: The Story of Father Damien William Williamson
1999 Joan of Arc Bishop Cauchon
2002 Global Heresy Lord Charles Foxley
2002 The Final Curtain J. J. Curtis
2003 Bright Young Things Colonel Blount
2003 "Augustus: O Primeiro Imperador" Augusto
2004 Troy Priam
2005 Lassie The Duke
2005 Casanova Giacomo Casanova velho
2006 Venus Maurice
2006 One Night with the King Samuel
2007 Ratatouille Anton Ego
2007 Stardust King of Stormhold
2008 Dean Spanley Fisk Senior
2008 Thomas Kinkade's Home for Christmas Glen Wesman
2009 Love and Virtue Atlantes
2009 God's Spy
2010 Mary Mother of Christ Symeon
2011 Katherine of Alexandria Gallus
2011 Cristiada
2011 Eldorado Narrador

Referências

  1. a b "Peter O'Toole, Lawrence of Arabia star, dies aged 81". Acesso em 15-12-2013.
  2. publico.pt (15-12-2013). Peter O'Toole (1932-2013): a segunda morte de Lawrence da Arábia 15-12-2013. Página visitada em 15-12-2013.
  3. Karen Brown- Peter O’Toole’s Longtime Girlfriend (em Inglês) Daily Entertainment News (15 de Dezembro de 2013). Página visitada em 16 de Dezembro de 2013.
  4. http://www.nytimes.com/2007/07/26/arts/television/26tudo.html?_r=0

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Peter O'Toole