Microrregião de Macaíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Microrregião de Macaíba
Divisão regional do Brasil
Localização da Microrregião de Macaíba
Características geográficas
Unidade federativa Rio Grande do Norte
Mesorregião Leste Potiguar
Regiões limítrofes Agreste Potiguar, Litoral Sul, Litoral Nordeste, Natal
Área 2 103,409 km²
População 288,671 hab. censo 2010
Densidade 134,8 hab./km²
Indicadores
PIB R$ 1 082 239 647,00 IBGE/2003
PIB per capita R$ 4 127,15 IBGE/2003
IDH 0,670 PNUD/2000

A microrregião de Macaíba é uma das dezenove microrregiões do estado brasileiro do Rio Grande do Norte pertencente à mesorregião Leste Potiguar.[1] Sua área é de 2 103,409 km², sendo equivalente a quase 4% da área do estado[2] e um pouco maior que a área de Maurícia e um pouco menor que Comores, ambos localizados na África.[3] Sua população foi estimada em 2006 pelo IBGE em 283.561 habitantes.

Está dividida em cinco municípios, sendo São Gonçalo do Amarante o mais populoso e com o maior PIB da microrregião.[4][5] Suas microrregiões limítrofes são a Microrregião do Litoral Nordeste a norte, a Microrregião do Litoral Sul a sul, Microrregião de Natal a leste e a Microrregião do Agreste Potiguar a oeste.[1]

Assim como no estado, todos os municípios desta microrregião apresentam médio IDH, sendo também São Gonçalo do Amarante o município com maior Índice de Desenvolvimento Humano (0,695), que também é o 17° maior do estado, segundo dados divulgados em 2000 pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.[6] Sua população segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 2010 é de 288 671 habitantes.[4] Todos os seus municípios apresentam uma população abaixo de vinte mil habitantes.[4]

Municípios[editar | editar código-fonte]

Municípios da Microrregião de Macaíba
Município Área[7] População
(2010)[4]
Densidade
demográfica
[7][4]
PIB
(2008)[5]
PIB per capita
(2005)[8]
IDH
(2000)[6]
Coeficiente de Gini
(2003)[9]
Ceará-Mirim 739,686[10] 67 844 91,72 290 640,459 4 311,15 0,646
médio
0,42
Macaíba 512,487[11] 69 538 135,69 608 621,296 9 311,69 0,665
médio
0,41
Nísia Floresta 306,510[12] 23 818 77,82 106 919,018 4 519,93 0,666
médio
0,42
São Gonçalo do Amarante 251,308[13] 87 700 348,97 660 111,278 8 274,56 0,695
médio
0,40
São José de Mipibu 293,877[14] 39 771 135,33 196 777,049 5 163,53 0,671
médio
0,41

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  3. «CIA - The World Factbook». CIA. Consultado em 15 de abril de 2011. 
  4. a b c d e «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 3 de abril de 2011. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dezembro de 2010. 
  6. a b «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  7. a b IBGE Cidades
  8. «Produto Interno Bruto dos Municípios 2002-2005» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 19 de dezembro de 2007. Consultado em 30 de maio de 2008. 
  9. «IBGE:: Cidades@ - Comparativo». www.ibge.gov.br. Consultado em 16 de maio de 2010. 
  10. «IBGE:: Cidades@:: Ceará-Mirim - RN». www.ibge.gov.br. Consultado em 15 de abril de 2011. 
  11. «IBGE:: Cidades@:: Macaíba - RN». www.ibge.gov.br. Consultado em 15 de abril de 2011. 
  12. «IBGE:: Cidades@:: Nísia Floresta - RN». www.ibge.gov.br. Consultado em 15 de abril de 2011. 
  13. «IBGE:: Cidades@:: São Gonçalo do Amarante - RN». www.ibge.gov.br. Consultado em 15 de abril de 2011. 
  14. «IBGE:: Cidades@:: São José de Mipibu - RN». www.ibge.gov.br. Consultado em 15 de abril de 2011.