How Great Thou Art (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
How Great Thou Art
Álbum de estúdio de Elvis Presley
Lançamento Fevereiro de 1967
Gravação 25 - 28 de maio de 1966, RCA Estúdio B, Nashville, Tennessee; Crying In The Chapel gravada em 30 de outubro de 1960, RCA Estúdio B, Nashville, Tennessee;
Gênero(s) gospel
Duração 34:38
Gravadora(s) RCA
Produção Felton Jarvis e Elvis Presley
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Elvis Presley
Último
Último
Spinout
(1966)
Easy Come, Easy Go
(1967)
Próximo
Próximo

How Great Thou Art será sempre avaliado como um álbum histórico na carreira de Elvis Presley, sendo considerado um dos "divisores de águas" na carreira do rei do rock. Foi o terceiro álbum gospel de Elvis sendo o segundo em formato de LP, e é constantemente considerado como o seu melhor trabalho em se tratando da temática gospel. Com este trabalho, Elvis foi laureado com o Grammy Award de "Melhor Perfomance Religiosa"; diante dos fatos, podemos dizer que este álbum se tornou em um sucesso de crítica e público, alcançando ótimas posições nos charts americanos e britânicos, afinal, tratava-se de um trabalho no gênero gospel, e devido a isso, as boas posições que o trabalho atingiu eram consideradas de difícil êxito, no entanto, foram possíveis por causa da qualidade da obra.

Segundo analistas, críticos e fãs, este álbum é decorrente de radical mudança em sua produção musical. O álbum de certa forma surpreendeu o mundo da música, e gradativamente transformou-se em um grande sucesso de crítica e público. De alguma forma, o fonograma – considerado de grande qualidade – e seus resultados aguçaram e excitaram musicistas, produtores, fãs e o grande público. Bem produzido e com peças esmeradas, Elvis Presley dera indícios de sua vitalidade e criatividade, ainda em franca ascensão e plena maturidade musical. Fundou-se, portanto, um tempo de bons arranjos e melhor seleção musical. Ocorreram profundas mudanças em seus tons, na própria tessitura vocal e, consequentemente, em seus registros. Gradativamente, a própria extensão seria privilegiada.

Outras informações[editar | editar código-fonte]

  • A canção "Where no One Stands Alone" fez parte da trilha sonora do polêmico filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo.
  • "How Great Thou Art" é o nome em inglês de um hino clássico sueco cujo nome original é "O Store Gud", em português "Quão Grande és Tu", cuja letra foi escrita em 1886 por Carl Gustav Boberg. Já no ano de 1907 o reverendo "Stuart K. Hine" criou a primeira versão em inglês; entretanto, esta versão foi baseada na versão em alemão, que foi denominada "Wie Gross Bist Du".
  • A primeira gravação de "How Great Thou Art" ocorreu no ano de 1955 com "George Beverly Shea", logo em seguida, no ano de 1957, houve a versão dos "Blackwood Brothers".
  • "In The Garden" fez parte da trilha sonora do filme "Wild River", ou, "Rio Selvagem" de 1960. Grandes nomes da música fizeram suas versões, entre eles podemos destacar, Mahalia Jackson e Jim Reeves.
  • "Stand By Me" foi segundo relatos, uma das canções preferidas de Elvis na época de sua permanência na Alemanha quando servia ao exército.
  • "Where Could I Go But To The Lord" é uma das canções gospel mais conhecidas nos EUA, composta em 1890. Contudo, a versão de Elvis se baseou na versão de "James B. Coats" de 1940, sendo considerada um tanto quanto diferente em relação à original. Elvis também a usou em um "medley gospel" em 1968 no especial da NBC.
  • "Crying In The Chapel", que foi gravada em 1960 e lançada somente cinco anos mais tarde, se tornou um grande sucesso. As vendas do single com "I Believe in the Man in the Sky" no "lado b" atingiu a primeira posição na Inglaterra e a terceira e a primeira posição em diferentes charts da billboard dos EUA, além das primeiras posições em diversos países. Talvez por isso, essa canção tenha sido incluída neste trabalho.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "How Great Thou Art" - 3:04
  2. "In The Garden" - 3:13
  3. "Somebody Bigger Than You And I" - 2:30
  4. "Farther Along" - 4:07
  5. "Stand By Me" - 2:29
  6. "Without Him" - 2:32
  7. "Where Could I Go But To The Lord" - 3:39
  8. "By And By" - 1:53
  9. "If The Lord Wasn't Walking By My Side" - 1:40
  10. "Run On" - 2:24
  11. "Where No One Stands Alone" - 2:44
  12. "So High" - 1:59

Bônus

  1. "Crying In The Chapel" - 2:24

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Músicos[editar | editar código-fonte]

  • Elvis Presley: Voz, Violão e Piano
  • Scotty Moore: Guitarra
  • Chip Young: Guitarra
  • Harold Bradley: Guitarra
  • Bob Moore: Baixo
  • D.J. Fontana: Bateria
  • Buddy Harman: Bateria
  • Floyd Cramer: Piano
  • Henry Slaugter: Piano e Órgão
  • David Briggs: Órgão
  • Charlie McCoy: Guitarra, Baixo e Harmônica
  • Pete Drake: Steel Guitar
  • Boots Randolph: Saxofone
  • Rufus Long: Saxofone
  • Ray Stevens: Trompete
  • The Jordanaires, The Imperials, Millie Kirkham: Vocais

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Elvis Presley é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.