Pansexualidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Pansexual)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A letra P com uma seta abaixo e um risco no meio fazendo alusão ao símbolo da androginia ⚨
Símbolo da pandade
Cores rosa-amarelo-azul
Bandeira da Visibilidade Pansexual

A pansexualidade, onissexualidade ou omnissexualidade, é caracterizada pela atração sexual ou amorosa entre pessoas, independentemente do sexo ou identidade de gênero, ou por todos os gêneros.

A palavra pansexual deriva do prefixo grego pan-, que significa "tudo" ou "todos". Este "todos" inclui gêneros binários e não-binários. Em sua forma mais simples, pansexualidade denota o potencial de atração sexual por todos os sexos ou gêneros. Pessoas pansexuais podem sentir atração sexual por indivíduos que se identificam como homem ou mulher, assim como por pessoas que podem ser identificadas por outras identidades sexuais.

Algumas pessoas trans e intersexuais se descrevem como "pansexuais", tendo uma percepção íntima que existem muitas gradações entre o masculino e o feminino. Contudo isto não deve ser visto como generalização, já que as pessoas trans podem se identificar como heterossexuais, bissexuais ou homossexuais com base em sua identidade de gênero, e pessoas cisgênero podem também ser atraídas por indivíduos de qualquer faixa do espectro sexual.

O prefixo pan- refere-se apenas aos gêneros e não a práticas sexuais. Portanto, pansexualidade não implica aceitação de todos os comportamentos sexuais, como as parafilias, por exemplo. A pansexualidade refere-se ao papel do gênero na atração sexual e não aos atos e comportamentos sexuais.

O dia internacional em que se celebra a pansexualidade é o dia 8 de Dezembro.

Pansexualidade versus Bissexualidade (versus Polissexualidade)[editar | editar código-fonte]

Bissexualidade é frequentemente utilizado como termo guarda-chuva que denota atração por pelo menos dois gêneros(os gêneros similares e os diferentes), dessa forma inclui todos os casos que não são de uma mono-sexualidade, outra uso comum é para referir a quem sente atração por apenas homens e mulheres, ambas os usos estão corretos. Tendo em vista o segundo uso a polissexualidade é utilizada como forma de escapar das definições binárias de gênero, sendo então a pansexualidade a atração por pessoas independente do gênero.

Convenção[editar | editar código-fonte]

Atualmente convencionou-se que a diferença entre bissexualidade e pansexualidade é que, enquanto uma pessoa que se auto-domina bissexual reconhece os diferentes gêneros e os encara de forma diferente (podendo a percepção de diferenças levar a uma atração de diferentes graus conforme o gênero), uma pessoa pansexual sente atração por todos os gêneros sem fazer distinção, por isso é definida como atração independentemente do gênero.[1] Há ainda pessoas que se consideram polisexuais e que, apesar de não sentirem atração por todos os gêneros (não se considerando pansexuais), não partilham da percepção da bissexualidade.

Invisibilidade da pansexualidade[editar | editar código-fonte]

Por ainda haver um grande desconhecimento relativamente a gêneros fora da concepção binária há muitos pansexuais que se auto-denominam bissexuais, os possíveis motivos disso são os seguintes:

  • Praticidade: para facilitar a compreensão por parte daqueles que não tem conhecimento sobre o tema ou até mesmo preconceituosas, de forma a evitar perguntas e constrangimentos.
  • Desconhecimento: pelo desconhecimento das diferenças entre os termos.


Referências