The Eternal Idol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Eternal Idol
Álbum de estúdio de Black Sabbath
Lançamento 1 de Novembro de 1987
Gravação "Air Studios" e "Montserrat & Battery Studios", Londres, Inglaterra
Gênero(s) Heavy metal, Power metal
Duração 42:42
Gravadora(s) Vertigo Reino Unido
Warner Bros. Records Estados Unidos
Castle
Sanctuary
Produção Jeff Glixman
Vic Coppersmith-Heaven
Chris Tsangerides
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Black Sabbath
Último
Último
Seventh Star
(1986)
Headless Cross
(1989)
Próximo
Próximo


The Eternal Idol é o décimo terceiro álbum de estúdio da banda britânica de heavy metal Black Sabbath. É o primeiro álbum gravado pelo vocalista Tony Martin no Black Sabbath.

Gravação[editar | editar código-fonte]

Ao término da turnê do álbum Seventh Star, o Black Sabbath começou a gravar o álbum The Eternal Idol juntamente com o vocalista Ray Gillen, substituto de Glenn Hughes, o qual havia abandonado o grupo na última turnê devido aos seus problemas com as drogas. Nessa época, Dave Spitz e Eric Singer deixam a banda. E então o Black Sabbath ficava sem baixista e baterista durante algum tempo. Com esse desfalque, Ray Gillen afirma que a banda não iria mais progredir, e assim decide sair da banda. Como a banda precisava de um vocalista, o escolhido foi Tony Martin. O baterista Bev Bevan também foi convidado para voltar a banda, porém quem realmente gravou o álbum foi Bob Daisley e Eric Singer.

A banda deveria apresentar-se na Grécia e na África do Sul em um festival em Sun City, com isso Spitz volta ao grupo. Com a banda já em direção à Áfríca do Sul, Bevan se recusa a tocar, e assim foi substituído. Logo após ao final do show na África, as gravações de The Eternal Idol foram concluídas. Porém o Black Sabbath ficava novamente sem baterista e baixista para uma turnê posterior. Para a turnê foram escolhidos Jo Burt e Terry Chimes (ex-The Clash).

Curiosidade: antes de se chamar Black Moon, esta faixa antes se chamava Gypsy Warning e seria uma faixa instrumental. Geoff Nicholls, o tecladista do Black Sabbath, tocou baixo nesta faixa.[1]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "The Shining"   5:38
2. "Ancient Warrior"   5:34
3. "Hard Life to Love"   5:00
4. "Glory Ride"   4:48
5. "Born to Lose"   3:43
6. "Nightmare"   5:17
7. "Scarlet Pimpernel"   2:07
8. "Lost Forever"   4:00
9. "Eternal Idol"   6:35
  • No dia 25 de outubro de 2010, a gravadora Sanctuary/Universal relançou The Eternal Idol em uma edição de luxo contendo 2 CDs. O primeiro CD contém as nove canções originais do álbum e mais "Some Kind of Woman" e "Black Moon", ambas lançadas apenas em single. O CD bônus possui o álbum inteiro com o vocalista Ray Gillen nos vocais. Esse álbum demo já circulava pela internet há alguns anos e agora está disponível oficialmente, com uma qualidade superior à dos bootlegs.

Lista de faixas versão estendida[editar | editar código-fonte]

Disco 1 - The Eternal Idol + 2 faixas bônus[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "The Shining"   5:39
2. "Ancient Warrior"   5:34
3. "Hard Life to Love"   4:59
4. "Glory Ride"   4:49
5. "Born to Lose"   3:43
6. "Nightmare"   5:21
7. "Scarlet Pimpernel"   2:07
8. "Lost Forever"   4:05
9. "Eternal Idol"   6:36
10. "Black Moon (Bonus Track, single b-side)"   6:36
11. "Some Kind of Woman (Bonus Track, single b-side)"   6:36

Disco 2 - The Ray Gillen Sessions[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Glory Ride"   5:21
2. "Born to Lose"   3:41
3. "Lost Forever"   4:17
4. "Eternal Idol"   6:48
5. "The Shining"   6:30
6. "Hard Life To Love"   5:20
7. "Nightmare"   4:49
8. "Ancient Warrior"   4:54

Créditos[editar | editar código-fonte]

Catálogos[editar | editar código-fonte]

  • LP Warner Bros 25548-1 (USA 1987)
  • MC Vertigo 832 708-4 (1987)
  • CD Warner Bros 25548-2 (USA 1987)
  • CD Essential/Castle ESMCD336 (UK - Apr 1996) - Remastered
  • CD Sanctuary SMRCD077 (UK 2004)

Desempenho nas paradas[editar | editar código-fonte]

Ano Posições
UK
[2]
US
[3]
1987 66 168

Referências

  1. http://edtradernet.weebly.com/tony-martin-bio.html
  2. UK Music charts. EveryHit.com. Página visitada em 2008-02-14.
  3. Billboard charts. Billboard. Página visitada em 2008-02-14.
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Black Sabbath é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.