Centro Universitário Belas Artes de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Belas Artes
Centro Universitário Belas Artes de São Paulo
Lema Ensino com Personalidade
Fundação 23 de setembro de 1925 (88 anos)
Graduação http://www.belasartes.br/vestibular
Pós-graduação http://www.belasartes.br/pos
Reitor(a) Prof. Dr. Paulo Antônio Gomes Cardim
Instituições de ensino superior do Brasil Brasil

O Centro Universitário Belas Artes de São Paulo é uma instituição brasileira de ensino superior que oferece cursos de graduação, pós-graduação, cursos livres e de educação a distância nas áreas de Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais, Comunicação, Design e Relações Internacionais.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A instituição foi fundada em 23 de setembro de 1925 com o nome de Academia de Belas Artes de São Paulo por Pedro Augusto Gomes Cardim.

A Escola de Belas Artes assumiu o acervo da Pinacoteca: a partir de 1944, as duas instituições dividiram o prédio na Praça da Luz.

Pedro Augusto era filho do artista português João Pedro Gomes Cardim e participou ativamente da vida artístico-cultural de São Paulo antes de fundar a Academia de Belas Artes. Envolveu-se ativamente na criação do Teatro Municipal, do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, da Academia Paulista de Letras e da Companhia Dramática de São Paulo. Fundar uma instituição para o ensino das artes era um movimento natural e, assim, surgiu um espaço de diálogo, troca de conhecimentos e desenvolvimento da criatividade e expressão pessoal.

Na década de 30, poucos anos depois de sua fundação, a Escola criou um forte laço com a Pinacoteca do Estado de S. Paulo, ficando responsável por seu acervo durante sete anos. As duas instituições, inclusive, dividiram o mesmo prédio durante anos, até que a então Faculdade de Belas Artes mudou-se na década de 80 para a Vila Mariana onde permanece até hoje.

Ao longo dos anos, importantes figuras conviveram com a instituição Belas Artes. Amigos de Pedro Augusto Gomes Cardim, Mário de Andrade e Menotti Del Picchia, estiveram presentes na fundação. Do primeiro Salão Paulista, em 1934, participaram Anitta Malfati, Tarsila do Amaral e Alfredo Volpi, por exemplo.

Responsável pelo projeto da Basílica Nacional de Nossa Senhora Aparecida, Benedito Calixto Neto foi formado pela Academia de Belas Artes no curso de Arquitetura, o primeiro da cidade[1] .

Foi assim que a instituição Belas Artes construiu uma sólida base para desenvolver sua história - proporcionando um espaço de troca e diálogo onde a criatividade de cada um é respeitada e incentivada. Criar é um aspecto essencial de expressar-se. É nisto que acreditamos até hoje: na criatividade, persistência e iniciativa de cada um para continuarmos esta história que já passa dos 85 anos e está cada vez mais jovem.

Cursos[editar | editar código-fonte]

Graduação[editar | editar código-fonte]

  • Arquitetura e Urbanismo
  • Artes Visuais
  • Desenho de Animação
  • Design de Interiores
  • Design de Moda
  • Design de Produto
  • Design Gráfico
  • Fotografia
  • Jornalismo
  • Música
  • Publicidade e Propaganda
  • Rádio e TV
  • Relações Internacionais
  • Relações Públicas

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

  • Arquitetura, Cidade e Sustentabilidade
  • Artes do Fogo: Cerâmica Avançada
  • Cenografia e Figurinos
  • Cinema, Vídeo e Fotografia: Análise e Produção em Multimeios
  • Comunicação e Cultura de Moda
  • Comunicação, Redes Sociais e Opinião Pública
  • Comunicação Organizacional e Negócios
  • Consultoria de Imagem e Estilo
  • Design Digital e Novas Mídias
  • Direção de Arte em Comunicação
  • Gestão do Design
  • História da Arte: Teoria e Crítica
  • Inteligência de mercado
  • Lighting Design – Iluminação, Tecnologia e Design
  • Museologia, Colecionismo e Curadoria
  • Paisagismo: espaços públicos e privados
  • Pintura Contemporânea: Reflexão e Prática

Cursos livres[editar | editar código-fonte]

Os cursos livres da Belas Artes estão agrupados em duas grandes áreas: "Arquitetura, Arte e Design" e "Comunicação e Cultura". Dentro de cada uma delas, estão cursos que permitem ao aluno aprimorar seu conhecimento, conhecer novos segmentos e áreas e também conviver com outros profissionais e angariar novos conhecimentos.

Biblioteca[editar | editar código-fonte]

O CGI – Centro Gestor da Informação é um órgão vinculado à Reitoria, e gerencia o sistema de bibliotecas do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo.

Com uma centralização administrativa técnica, coordena todas as atividades relacionadas aos seus processos e desta forma, prioriza seus recursos humanos, informacionais, infraestrutura e, seus serviços para a excelência no atendimento dos usuários. A Biblioteca Belas Artes obteve em 2012, pelo oitavo ano seguido, a certificação ISO 9001. A certificação reconhece, entre outros quesitos, a excelência no atendimento prestado aos usuários do sistema, e foi conferida por técnicos da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) que visitaram a instituição em novembro do ano passado.

Atlética[editar | editar código-fonte]

A Associação Atlética Acadêmica Belas Artes é uma entidade sem fins lucrativos sediada na Rua Major Maragliano, 338 na Vila Mariana, criada e dirigida por alunos, que atua desde 1993 e é até hoje a principal representante social e esportiva do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo. ​ Acima de tudo, para ser colaborador ou atleticano é imprescindível amar a Belas Artes e estar disposto a vestir a camisa. É um trabalho duro de constante superação, uma experiência única. Você aprende muito, pode fazer grandes amigos, gerar mudanças e fazer a diferença.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]