Universidade Presbiteriana Mackenzie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Presbiteriana Mackenzie
Mackenzie M.png
UPM
Lema "Tradição e pioneirismo na educação.";"Com respeito e participação seremos verdadeiros Mackenzistas!"
Tipo de instituição Privada, filantrópica e confessional
Mantenedora Instituto Presbiteriano Mackenzie
Localização São Paulo, São Paulo, Brasil
Docentes 1.361[1]
Chanceler Reverendo Dr. Davi Charles Gomes
Reitor(a) Dr. Benedito Guimarães Aguiar
Vice-reitor(a) Dr. Marcel Mendes.
Decano Dra. Esmeralda Rizzo (Decano Acadêmico)
Dr. Cleverson Pereira (Decano de Extensão)
Dr. Moises Ari Zilber (Decano de Pesquisa e Pós-Graduação)
Total de Estudantes 40 mil[2]
Campus Campus Higienópolis (São Paulo)
Campus Alphaville (Barueri)
Campus São Paulo (São Paulo)
Mackenzie Rio (Rio de Janeiro)
Cores da Escola Vermelho , Azul marinho e Branco[3]
Afiliações Igreja Presbiteriana do Brasil, Instituto Presbiteriano Mackenzie, CRUB
Página oficial www.mackenzie.br

A Universidade Presbiteriana Mackenzie é uma instituição de ensino superior particular no Brasil. Possui campi de graduação e pós-graduação em São Paulo, (Campus Higienópolis), Campinas, Barueri (Campus Alphaville), Brasília, Recife e Rio de Janeiro, como Mackenzie Rio.

A universidade é mantida pelo Instituto Presbiteriano Mackenzie, uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos, de finalidade educacional e filantrópica.[4] O associado vitalício exclusivo do Mackenzie é a Igreja Presbiteriana do Brasil.[5]

O chanceler, que representa o Instituto Presbiteriano Mackenzie em assuntos acadêmicos e confessionais, é o Reverendo Dr. Davi Charles Gomes[6] . O atual reitor é o Dr. Benedito Guimarães Aguiar Neto[7] e o vice-reitor é o Dr. Marcel Mendes, docente da Escola de Engenharia e servidor emérito da instituição[8] .

História[editar | editar código-fonte]

O Instituto Presbiteriano Mackenzie iniciou suas atividades em 1870. Em 1869, a cidade de São Paulo vivia um clima de efervescência, em que o café era a principal fonte econômica do país. Nessa época, a campanha abolicionista ganhava adeptos, abalando os alicerces políticos do Império e fomentando, numa pequena parcela da população, o desejo de que o Brasil se tornasse uma República.

Biblioteca George Alexander.

Em meio a esses acontecimentos, chega e se instala na cidade de São Paulo o casal de missionários presbiterianos George e Mary Ann Annesley Chamberlain‎. Em 1870, enquanto o reverendo Chamberlain empreendia viagens missionárias pelo interior do Estado, sua esposa, Mary, dedicava-se à área pedagógica na residência do casal. Três crianças, sendo dois meninos e uma menina, foram os primeiros alunos de um sistema educacional em turmas mistas, sem os castigos físicos adotados na época. Nascia, assim, uma escola socialmente responsável e integrada à sociedade.

Em 1871, a escola da senhora Chamberlain mudou-se para um novo endereço, rua Nova São José, atual Líbero Badaró.

Campus Consolação - São Paulo/SP.

A partir de 1872, as aulas passaram a ser pagas – 12 mil réis por trimestre – concedendo-se bolsas parciais e integrais para os alunos carentes. Aceitando a proposta do jornalista José Carlos Rodrigues, adotou-se o nome de Escola Americana.

Estudaram na escola nessa época tanto filhos de escravos como de famílias tradicionais.

Em 1876, uma nova mudança, agora para a esquina das ruas Ipiranga e São João, com a implantação de dois novos cursos: Escola Normal e o Curso de Filosofia (nível superior). Em 3 de setembro do mesmo ano, era inaugurado um edifício de tijolinhos, cuja parte superior fora reservada para o internato feminino, e o térreo para dois escritórios e três espaçosas salas de aula.

Em 1879, Dona Maria Antônia da Silva Ramos, baronesa de Antonina, vendeu ao Reverendo Chamberlain, por 800 mil réis, área de sua chácara em Higienópolis, onde pastavam os cavalos que puxavam suas carruagens e escravos plantavam frutas e hortaliças.[9]

Finalmente, em 1880, adquiriu-se uma área de 27,7 mil metros quadrados no bairro de Higienópolis. Era o início de uma nova fase.

A fama da Escola Americana não se restringia ao Brasil, chegando aos ouvidos do advogado americano John Theron Mackenzie que, sem nunca ter vindo ao Brasil, fez constar em seu testamento, em 1890, uma doação à Igreja Presbiteriana americana para que se construísse no Brasil uma escola de Engenharia. Desta forma, tem início o nome utilizado até hoje: Mackenzie.

Em fevereiro de 1896, já em Higienópolis, teve início o primeiro ano letivo da Escola de Engenharia Mackenzie, sendo os diplomas ainda expedidos pela Universidade de Nova Iorque.

Na década de 1940, o Mackenzie começou introduzir novas unidades e cursos, como a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras em 1946; Faculdade de Arquitetura, em 1947 e a Faculdade de Ciências Econômicas, em 1950.

Em 1952, com quatro escolas superiores, o Mackenzie é reconhecido por meio de decreto assinado pelo então presidente Getúlio Vargas como uma universidade. Neste mesmo ano, Dr. Henrique Pegado assume a primeira reitoria da universidade.

Em 1955 se iniciam as aulas da primeira turma da então criada Faculdade de Direito, que desde sua fundação destaca-se como uma das escolas mais tradicionais de São Paulo, ao lado da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e Faculdade de Direito da USP, no Largo de São Francisco.

Em 1965, o Mackenzie nomeia Esther de Figueiredo Ferraz para o cargo de reitora. Ela foi a primeira mulher a assumir um cargo de reitora em universidades brasileiras. Ainda durante o mandato de Esther de Figueiredo Ferraz, alunos da Presbiteriana Mackenzie e da Universidade de São Paulo entraram em um conflito conhecido como a Batalha da Maria Antônia. Na época a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (que depois mudou o nome para FFLCH) era na rua Maria Antônia.

Houve um grande conflito violento e sangrento entre os alunos pró-ditura e contra-ditadura, evento que ficou conhecido como a Batalha da Maria Antônia. Os estudantes de esquerda, opositores ao regime miliatar, se concentraram no prédio da USP, em contra partida, os alunos direitistas locaram-se no prédio Mackenzista, grupo denominado de CCC - Comando de Caça aos Comunistas.[10]

Pelas diferenças ideológicas contrastantes, o conflito foi inevitável e só acabou com a repressão da Tropa de Choque solicitada pela então reitora Esther de Figueiredo Ferraz.

Em 1970 o Mackenzie abre a Faculdade de Tecnologia para suprir os vários setores tecnológicos do mercado de trabalho de profissionais qualificados em cursos superiores. A Faculdade de Tecnologia se tornaria, em 1999, Faculdade de Computação e Informática.

Prédio 3 – Faculdade de Direito.

O campus São Paulo possui hoje com mais de 50 prédios e está localizado no bairro de Higienópolis. Cerca de 35 mil alunos frequentam mais de 40 cursos nos diversos campi do Mackenzie. As unidades de São Paulo e Tamboré oferecem desde a educação infantil à pós-graduação. A unidade de Brasília atende ao colégio e à pós-graduação que também está presente em Campinas, Rio de Janeiro e Recife.

A Universidade Presbiteriana Mackenzie é de caráter confessional. Como instituição presbiteriana, é regida pela fé-cristã evangélica reformada e pela ética calvinista de vocação. Assim, o compromisso do Mackenzie é de estimular o conhecimento das "ciências humanas e divinas". Entretanto, o caráter confessional foi questionado em 2013, quando a universidade abriu as portas para um debate sobre diversidade sexual.[11]

A Universidade Presbiteriana Mackenzie criou em 2009, uma área especializada para atendimentos em mídias sociais. Em 2014, suas redes sociais impactam milhões de pessoas em alcance e cerca de 10 países com fluxo constante de interatividade pelo programas de intercâmbios que a universidade oferece. Atualmente(2014), os canais oficiais da instituição operam no Facebook, Instagram e Twitter.

Unidades[editar | editar código-fonte]

Universidades Conveniadas[editar | editar código-fonte]

A Coordenadoria Internacional, criada em julho de 2003, originalmente com o nome de ACOI (Assessoria de Cooperação Interinstitucional e Internacional), representa e apoia a Reitoria da Universidade Presbiteriana Mackenzie, no desenvolvimento e implantação de atividades e projetos interinstitucionais e internacionais, visando à promoção da troca de experiências entre estudantes, docentes e pesquisadores de outras instituições em estudo, pesquisa e extensão. Entre nossas funções e objetivos estão:

  • Assessorar os diversos setores da UPM, com vistas à concretização de acordos de cooperação com outras instituições;
  • Prospecção de novos projetos de colaboração com instituições já conveniadas e acompanhamento do relacionamento com os organismos que mantêm atividades correlatas;
  • Desenvolvimento de uma central de informações virtual para acesso dos alunos do Mackenzie, com informações acerca de oportunidades de aperfeiçoamento no exterior;
  • Intermediação de acordos com instituições universitárias do Brasil e do exterior para elaboração de propostas de intercâmbio;
  • Apoiar estudantes e professores visitantes, do Brasil e do exterior, participantes de programas de intercâmbio;
  • Manutenção de banco de dados atualizado com informações sobre as instituições conveniadas e órgãos de fomento nacionais e internacionais.

As universidades e instituições conveniadas são:

Pós-graduação[editar | editar código-fonte]

Lato Sensu[editar | editar código-fonte]

Arquitetura e Design[editar | editar código-fonte]

  • Comunicação Visual e Imagem da Moda

Objetivo do curso: capacitar profissionais para áreas criativas do mercado de moda relacionadas a imagem e comunicação visual de moda. Dar ao aluno subsídios para desenvolver ferramentas expressivas e repertório visual a ser aplicado no mercado de moda em âmbitos de comunicação: imagem e sua produção, vitrines e visual merchandising, design gráfico, ilustração de moda e suas aplicações. Proporcionar a compreensão e vivência de processos criativos em moda e design, bem como valor de marca e suas atribuições no mercado de moda.

Público-alvo:designers, artistas, arquitetos, estilistas, jornalistas, profissionais de marketing, publicitários, historiadores.

  • Concepção e Gestão de Projetos de Arquiteturas Metropolitanas

Objetivo do curso: Atender às demandas de atualização e complementação curricular visando suprir lacunas relativas ao desenvolvimento das atividades acadêmicas frente algumas práticas profissionais correntes no sentido de complementar estas últimas aos aspectos teóricos e também caracteriza-las de acordo com as demandas atuais da arquitetura contemporânea, incluindo abordagens conceituais espaciais, abordagens relativas à construção de empreendimentos que antecedem um projeto de arquitetura e aspectos gerenciais de um escritório de projetos de Arquitetura.

Público-alvo: arquitetos, urbanistas, paisagistas, profissionais que estejam envolvidos nas áreas de incorporação, projeto e gerenciamento de empreendimentos urbanos com dimensões coletivas significativas, geridos pela esfera pública, privada, ou em sistemas de parcerias público-privadas.

  • Gerenciamento e Empreendimento na Construção Civil

Objetivo do curso: o curso tem como tema principal o empreendedorismo, objetivando a formação de profissionais com capacitação para o gerenciamento de empreendimentos de base imobiliária.Destinado àqueles que estejam envolvidos com os processos da construção civil e que desejam atuar como agentes imobiliários, gerentes em empresas incorporadoras, consultores em mercados de produtos imobiliários, ou mesmo, como coordenadores técnicos em obras afins.

Público-alvo:arquitetos, engenheiros civis e tecnólogos.

  • Gestão de Planos e Projetos Urbanos

Objetivo do curso: atender à crescente demanda de atualização e de especialização no campo das práticas do urbanismo contemporâneo, com ênfase na formulação e na gestão de planos e projetos urbanos.

Público-alvo: o curso é voltado a arquitetos, urbanistas, paisagistas e demais profissionais que atuem ou desejem atuar na área de gestão e implementação de planos e projetos urbanos, nos setores público, privado e terceiro setor (organizações não-governamentais).

  • Sustentabilidade das Edificações

Objetivo do curso: Estabelecer, atualizar, aprofundar e aperfeiçoar os conhecimentos e conceitos, técnicas e tecnologias. Proporcionar uma visão integrada das metodologias, particularidades e ferramentas úteis ao desenvolvimento de projetos e edificações sustentáveis, energeticamente eficientes e adequadas ao meio-ambiente, de forma a desenvolver as habilidades profissionais de um especialista na área de arquitetura sustentável.

Público-alvo: arquitetos, engenheiros, tecnólogos e outros profissionais graduados em áreas correlatas como meio-ambiente, energia e sustentabilidade na construção civil.

Ciências da Saúde[editar | editar código-fonte]

  • Avaliação Psicológica Clínica

Objetivo do curso: propiciar aos psicólogos o desenvolvimento de capacidades relativas à avaliação psicológica, com vistas ao aprimoramento de suas competências profissionais.

Público-alvo: profissionais formados em psicologia.

  • Farmácia Clínica

Objetivo do curso: formar especialistas em farmácia clínica e atenção farmacêutica, proporcionando conhecimentos científicos e práticos relacionados à farmacologia com os mecanismos fisiopatológicos das doenças, mecanismos dos medicamentos, bem como os possíveis riscos causados pelos medicamentos no se uso inadequado, fazendo com que a assistência farmacêutica seja a ferramenta técnica e humanística numa perspectiva bem definida com critérios adequadamente estabelecidos para atender as necessidade e demandas de atenção farmacêutica no âmbito dos serviços de saúde.

Público-alvo:profissionais farmacêuticos, envolvidos com assistência e atenção farmacêutica no serviço público e privados.

  • Neurociência e Psicologia Aplicada

Objetivo do curso: formar especialistas capazes de integrar conhecimento avançado em Neurociências com aplicações práticas em ciências do comportamento abrangendo aspectos básicos do comportamento humano até fenômenos sociais complexos.

Público-alvo: profissionais graduados que apresentam interesse nas áreas de gestão de pessoas; administração; saúde do trabalhador; processos grupais e áreas afins.

  • Psicologia Organizacional e do Trabalho

Objetivo do curso: estudar os fenômenos e processos organizacionais e do trabalho, a partir de seus aspectos históricos, sociais e psicológicos, na perspectiva dos indivíduos, dos grupos e das organizações, segundo enfoques conceituais, técnicos e metodológicos da Psicologia Social crítica, possibilitando a criação de novos conhecimentos e formas de intervenção.

Público-alvo: profissionais graduados que apresentam interesse nas áreas de gestão de pessoas; administração; saúde do trabalhador; processos grupais e áreas afins.

  • Psicopedagogia

Objetivo do curso: formar profissionais que disponham de uma visão global do campo da Psicopedagogia e das características da ação preventiva e remediativa, para sua atuação em contexto educacional e clínico.

Público-alvo:Profissionais das áreas de educação e saúde: pedagogos, psicólogos, fonoaudiólogos, assistentes sociais, professores de diferentes campos do conhecimento.

  • Psicoterapia, Orientação e Mediação Familiar

Objetivo do curso:preparar e capacitar os profissionais para desenvolver metodologias de trabalho com famílias com base na teoria sistêmica, adequadas à especificidade de suas atuações profissionais e aos contextos em que atuam.

Público-alvo: a proposta do curso contempla dois núcleos: um de Psicoterapia Familiar e outro de Orientação e Mediação Familiar.

Ciências Humanas[editar | editar código-fonte]

  • Docência na Educação Superior

Objetivo do curso: Oferecer aos profissionais interessados, espaço de desenvolvimento profissional relativo à docência universitária, contemplando as especificidades do ensino superior, fundamentadas em princípios éticos e científicos.

Público-alvo: profissionais de diferentes áreas do conhecimento, interessados em atualização, análise e problematização quanto aos elementos constitutivos da docência na educação superior, próprios da aprendizagem do adulto, ou interessados em ingressar na docência do ensino superior.

  • Educação Empreendedora na Infância

Objetivo do curso: oferecer aos interessados oportunidade de diálogo crítico com a realidade vivenciada, culminando com a prática do aprender a pensar e empreender em propostas de ações interdisciplinares concretas, para a educação empreendedora da criança que frequenta espaços escolares e não escolares.

Público-alvo: o curso destina-se aos profissionais da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental, bem como de outras áreas do conhecimento que buscam aprimorar suas ações para a educação empreendedora na infância em espaços escolares e não escolares.

  • Ensino de Libras (Língua Brasileira de Sinais)

Objetivo do curso: formar professores com Licenciatura Plena para ensinarem LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), como segunda língua para ouvintes, na educação básica (infantil, fundamental e médio) e superior; em espaços não escolares e ministrar a disciplina LIBRAS em escolas para surdos, como primeira língua.

Público-alvo: professores com Licenciatura Plena, de diferentes áreas do conhecimento, interessados em  atuar como docentes de LIBRAS em diferentes espaços.

  • Estéticas Contemporâneas

Objetivo do curso: desenvolver uma reflexão sistemática sobre as estéticas no cenário da cultura contemporânea em suas diversas dimensões e numa perspectiva interdisciplinar, permitindo relacionar o fundamento filosófico da análise estética com as manifestações culturais e artísticas de nossa época.

Público-alvo: formados em Filosofia, Ciências Humanas, Artes, Arquitetura, Design, Letras, Comunicação, Jornalismo e outras áreas afins, interessados em compreender e refletir sobre as estéticas na contemporaneidade.

  • Fundamentos Cristãos na Educação

Objetivo do curso: formação de profissionais para atuarem em instituições educacionais confessionais e comunitárias, religiosas e organizações não governamentais; formação de professores de Ensino Religioso, Educação Cristã e Cultura Religiosa.

Público-alvo: educadores, professores, gestores educacionais, capelães e profissionais que atuam nas áreas de Educação, Ciências, História e Teologia, exercendo funções e atividades como formação de professores, ensino das ciências, pesquisa de novas tecnologias, história da cultura, políticas culturais, filosofia, teologia.

Comunicação e Letras[editar | editar código-fonte]

  • Comunicação e Práticas de Produção de Imagens: Fotografia e Audiovisual

Objetivo do curso: propiciar a prática reflexiva sobre a produção de imagens nos contextos fotográficos e audiovisuais, oferecendo ao aluno, a possibilidade de produção de imagens fotográficas e audiovisuais ligadas ao mercado da comunicação atual, que é caracterizado por uma variedade de atividades, tais como: moda, videoclipes, fotojornalismo, fotografia publicitária, documentário, televisão, dentre outras

Público-alvo: pessoas de qualquer área que pretendam iniciar a prática de produção de imagens fotográficas e audiovisuais, assim como profissionais graduados em áreas do conhecimento ligados à produção de imagens; Publicidade e Propaganda, Jornalismo, Letras – Edição, Cinema, Desenho Industrial, Arquitetura, Teatro, Dança, entre outras.

  • Jornalismo Contemporâneo

Objetivo do curso:proporcionar um panorama das principais tendências e ferramentas do jornalismo contemporâneo a partir de novos paradigmas tecnológicos, éticos, políticos e mercadológicos. Propiciar capacitação para o desenvolvimento de competências técnicas e conceituais para a atuação no mercado jornalístico em transformação.

Público-alvo:Profissionais graduados em diversas áreas do conhecimento: Jornalismo, Relações Públicas, profissionais de Comunicação em geral, de Letras e Ciências Humanas entre outros, que pretendem adquirir e aprofundar seus conhecimentos diante das demandas do novo cenário tecnológico e econômico da sociedade informacional.

  • Língua Portuguesa e Literatura

Objetivo do curso:atualizar conhecimentos sobre: a) a estrutura e o funcionamento da língua portuguesa; b) os aspectos relativos à norma culta; c) a prática de leitura e escrita. 2. Estudar teorias atuais sobre linguagem, leitura, escrita, gêneros do discurso e linguagem como interação verbal. 3. Compreender a construção das gramáticas portuguesas e o ensino de língua portuguesa em perspectivas historiográficas. 4. Apresentar propostas de ensino-aprendizagem da língua portuguesa e da literatura (em suas diferentes manifestações e relações culturais). 5. Rever os percursos do tratamento da matéria literária e refletir sobre suas possibilidades de ensino-aprendizagem.

Público-alvo: professores de língua portuguesa e literatura que busquem aperfeiçoamento no uso da língua, na compreensão de teorias linguísticas e no tratamento da matéria literária, e que visem a uma continuidade de estudos nos níveis de pós-graduação.

  • Marketing e Comunicação Integrada

Objetivo do curso:propiciar a capacitação integrada entre os saberes do Marketing e da Comunicação objetivando desenvolver habilidades e competências necessárias ao profissional contemporâneo para que este possa elaborar pesquisas, diagnósticos, estratégias mercadológicas e criação de ferramentas de comunicação para compreender e atuar no mercado da comunicação caracterizado por constantes transformações.

Público-alvo:profissionais graduados em diversas áreas do conhecimento, publicidade e propaganda, jornalismo, relações públicas, desenho industrial, entre outras, que pretendam aprofundar seus conhecimentos nas ferramentas e estratégias em Comunicação Integrada e Marketing.

Direito[editar | editar código-fonte]

  • Direito Civil
  • Direito Digital e das Telecomunicações
  • Direito e Processo do Trabalho
  • Direto e Processo Penal
  • Direito Empresarial
  • Direito Processual Civil
  • Direito Societário

Engenharia e Tecnologia[editar | editar código-fonte]

  • Administração para Engenheiros

Objetivo do curso: Habilitar profissionais às áreas de exatas, em especial a Engenharia, a interagir com as atividades e demandas de uma empresa moderna.

Público-alvo: profissionais graduados em engenharia e outras áreas técnicas.

  • Construções Civis - Excelência Construtiva e Anomalias

Objetivo do curso: lançar questões sobre a longevidade das construções civis, abordando aspectos relativos aos sistemas e técnicas de construção e sua excelência construtiva, assim como as anomalias de execução. Especializar profissionais para o projeto e construção de edifícios.

Público-alvo:Engenheiros Civis, Arquitetos e Tecnólogos em Construções Civis modalidade Edifícios.

  • Engenharia de Operações Industriais

Objetivo do curso: atender a profissionais e Executivos das áreas, fornecendo a oportunidade de adquirir conhecimento avançado aliado à resolução e problemas encontrados em ambientes organizacionais voltados à área de Produção, Inovação e Tecnologia, buscando oferecer um forte embasamento no planejamento, na logística e no controle da produção, englobando tanto os aspectos da manufatura como de serviços. Este curso oferece, também, ferramentas tecnológicas para que o profissional desenvolva seus conhecimentos adquiridos em softwares específicos para a gestão da produção.

Público-alvo: graduados ligados à área de Produção que atuam com processos produtivos em grandes empresas

  • Engenharia de Segurança do Trabalho

Objetivo do curso: oferecer aos participantes, um programa de capacitação profissional relativa ao exercício da atividade em Engenharia de Segurança do Trabalho, atualmente com grande demanda no mercado, além de ampliar sua visão e, também, aprimorar seus conhecimentos teóricos e práticos com o intuito de atuar na prevenção de acidentes de trabalho.

Público-alvo: bacharel em Engenharia ou Arquitetura obrigatoriamente.

  • Engenharia de Telecomunicações

Objetivo do curso: proporcionar aos engenheiros eletrônicos, eletricistas, de telecomunicações de computação e tecnólogos de áreas afins, conhecimentos sólidos da engenharia de telecomunicações e suas aplicações nas áreas de telefonia fixa, telefonia celular, redes sem fio, comunicação via satélite e sistemas ópticos.

Público-alvo: profissionais de nível superior em engenharia que buscam complementar ou atualizar seus conhecimentos em telecomunicações.

  • Gestão de Projetos

Objetivo do curso: capacitar profissionais  nas técnicas de Gestão de Projetos, enfatizando a formação, desenvolvimento e sistematização mediante o uso de práticas do PMI e técnicas reconhecidas no mercado baseadas no Guia PMBoK.

Público-alvo: profissionais graduados em tecnologia da informação (Processamento de Dados, Sistemas de Informação e Ciências da Computação), Engenharia, Administração, Ciências Econômicas e Contábeis, que atuem em empresas que conduzem suas operações por meio de projetos.

  • Química da Perícia Científica

Objetivo do curso: proporcionar uma formação aprofundada na área da Química da Perícia Científica, especificamente capacitar para solucionar ou elucidar as dúvidas de um crime ou de um acidente por meio da Química, reduzindo o tempo na investigação e na solução de processos.

Público-alvo:Químicos, Farmacêuticos, Engenheiros Químicos, Bioquímicos e áreas afins.

Finanças e Controladoria[editar | editar código-fonte]

  • Banking

Objetivo do curso: o participante a atuar com visão estratégica integrada nas áreas de produtos, serviços, administração de risco, gestão de Tesouraria e Derivativos e Internacionalização Bancária. Objetiva, ainda, desenvolver capacitação para lidar com os importantes desafios do setor bancário e financeiro, incrementando sua capacidade gerencial, baseada no conhecimento e pensamento integrado.

Público-alvo:Executivos de Bancos, Companhias de Seguros, Fundos de Pensão, Empresas de Tecnologia de Informação, Consultoria e outras empresas ligadas à Indústria de Serviços Financeiros.

  • Controladoria

Objetivo do curso: proporcionar aos participantes os conhecimentos necessários para avaliar o desempenho empresarial e dar suporte à tomada de decisão que gere valor para a organização, aliando conhecimentos teóricos e práticos

Público-alvo: profissionais bacharéis ou titulados em curso superior, que tenham experiência profissional em Controladoria, áreas afins, ou ainda, que tenham no exercício de sua profissão, um relacionamento próximo com a Controladoria.

  • Economia Aplicada a Gestão

Objetivo do curso: o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Economia Aplicada à Gestão tem como objetivo propiciar uma formação técnica voltada ao desenvolvimento de diversas habilidades relacionadas ao processo de tomadas de decisões, bem como a avaliação econômico-financeira de projetos. Para tanto serão utilizados métodos e técnicas oriundas da teoria econômica.

Público-alvo: graduados em Economia, Administração, Contabilidade, Engenharia, além dos profissionais que buscam desenvolver competências para as áreas de planejamento estratégico, análise de investimentos, fusões e aquisições, ou que atuam em atividades correlatas.

  • Finanças de Empresas

Objetivo do curso: oferecer aos participantes os conhecimentos necessários para atuar na área financeira em geral e de maneira especial na tesouraria das empresas e capacitá-los a tomar decisões que gerem valor para a organização, aliando conhecimentos teóricos e práticos.

Público-alvo: profissionais bacharéis ou titulados em curso superior, que atuam na área financeira de empresas ou que tenham relações com a área financeira, além dos profissionais que buscam desenvolver competências para atuar na área financeira de empresas, ou em atividades correlatas.

  • Mercados Financeiros

Objetivo do curso: proporcionar conhecimentos teóricos e técnicas e propiciar formação voltada ao desenvolvimento de diversas habilidades e mudança de atitudes para facilitar a atuação do participante no mercado financeiro.

Público-alvo: profissionais bacharéis ou titulados em curso superior, que atuam no mercado financeiro ou que tenham relações com instituições financeiras, além dos profissionais que buscam desenvolver competências para atuar no mercado financeiro, em instituições financeiras, ou em atividades correlatas.

Negócios, Estratégia e Gestão[editar | editar código-fonte]

  • Administração de Marketing

Objetivo do curso: capacitar profissionais para a administração de marketing, habilitando-os a gerir e a desenvolver programas de marketing e lançar produtos e serviços de acordo com a análise e compreensão do ambiente competitivo e dos novos desafios impostos pelo mercado.

Público-alvo: graduados com titulação em diversas áreas do conhecimento que desejem atualizar seus conhecimentos e profissionais oriundos de outras áreas que desejem dar uma nova abordagem para sua carreira, direcionando-a ao Marketing.

  • Administração de Negócios

Objetivo do curso: formar e desenvolver habilidades de gestão e empreendedorismo, a partir de uma visão estratégica integrada dos diversos aspectos da administração de negócios.

Público-alvo: profissionais graduados de diversas áreas do conhecimento, que ocupam ou pretendam assumir posições de gestão em organizações empresariais.

  • Gestão de Negócios em Serviços

Objetivo do curso: capacitar o aluno a empreender e administrar uma empresa de serviços de forma eficaz, entendendo o complexo ambiente organizacional das empresas de serviços e de suas relações com fornecedores, parceiros e clientes.

Público-alvo: graduados com titulação em diversas áreas do conhecimento, que atuam ou desejem atuar na área de serviços e que estejam empenhados em desenvolver uma visão estratégica e empreendedora da gestão desse tipo de atividade.

  • Gestão Estratégica da Sustentabilidade Empresarial e da Governança Corporativa

Objetivo do curso: oferecer elementos conceituais e instrumentos modernos, eficientes e eficazes para a adoção, desenvolvimento e controle de políticas e práticas socialmente responsáveis por empresas - privadas ou do Terceiro Setor - integrando estas práticas às estratégias do negócio e explorando oportunidades relativas às decisões de investimento sociais.

Público-alvo: profissionais graduados, gestores de empresas públicas ou privadas, fundações e organizações não governamentais interessados nas áreas de relações com os investidores, governança corporativa e responsabilidade sócio-ambiental

  • Gestão Estratégica de Pessoas

Objetivo do curso: capacitar jovens profissionais graduados a atuarem na administração dos recursos humanos das organizações, de forma a contribuir efetivamente para a competitividade das empresas.

Público-alvo: profissionais que pretendam atuar ou que já estejam em início de carreira na área de Recursos Humanos, com pretensões de ocupar cargos gerenciais em gestão de RH.

  • Gestão Estratégica de Vendas

Objetivo do curso:capacitar profissionais na gestão de vendas, para enfrentar os desafios do novo ambiente de negócios

Público-alvo: profissionais que já atuam ou desejam atuar na gerência de vendas, e buscam complementação teórica e discussão com outros participantes também atuantes na área, graduados em qualquer área do conhecimento.

  • Logística Empresarial

Objetivo do curso: capacitar profissionais a promoverem a eficácia no gerenciamento da cadeia logística.

Público-alvo: profissionais graduados que já atuam nas diversas áreas da Logística Empresarial e que pretendam adquirir uma visão mais ampla, integrada e aplicada.

  • Marketing Contemporâneo

Objetivo do curso: promover a compreensão entre as atividades de marketing e os contextos organizacionais e ambientes atuais objetivando desenvolver competências de aplicação de marketing alinhadas às novas posturas organizacionais que convivem em um ambiente com alto grau de incerteza.

Público-alvo: profissionais graduados em diversas áreas do conhecimento; administração, economia, comunicação social, etc., com dois ou mais anos de experiência profissional e que pretendam ampliar os seus conhecimentos de marketing nos contextos digital, de serviços, de varejo, turístico, verde, de mercados de baixa renda, esportivo e político.

  • Marketing Estratégico

Objetivo do curso: capacitar profissionais para a administração de marketing estratégico, habilitando-os a gerir e a desenvolver e planejar atividades de marketing alinhadas com as estratégias orientadas para o mercado de acordo com a análise e compreensão do macro e do micro ambientes de marketing bem como da atuação dos concorrentes e do comportamento dos consumidores e compradores organizacionais

Público-alvo: profissionais graduados em diversas áreas do conhecimento (administração, economia, comunicação social, etc.), com dois ou mais anos de experiência na área de marketing e que pretendam aprimorar seus conhecimentos de marketing sob a ótica de uma orientação empresarial voltada para o mercado.

  • Negócios internacionais

Objetivo do curso: capacitar o participante para prospecção e desenvolvimento de Negócios Internacionais.

Público-alvo: profissionais graduados, em início de carreira, que desejem atuar na elaboração de projetos para viabilização de negócios internacionais.

Tecnologia da Informação[editar | editar código-fonte]

  • Computação Forense

Objetivo do curso: aprender a implementar mecanismos de segurança (pré-incidente) e a conduzir a investigação (pós-incidente) dos atos ilícitos praticados nos meios eletrônicos, com ênfase na identificação, preservação, análise e apresentação das provas.

Público-alvo: Auditores, consultores, gestores, juristas, peritos, técnicos e demais profissionais com prévia formação em curso de Tecnologia da Informação, os quais tenham interesse na prevenção e investigação dos atos ilícitos praticados nos meios eletrônicos.

  • Governança de TI

Objetivo do curso: capacitar interessados em Tecnologia da Informação, tornando-os aptos na gestão, planejamento e implementação, além de agregar conhecimentos de gerência de projetos e liderança de equipes.

Público-alvo: profissionais das áreas de Tecnologia da Informação, bem como auditores, gestores públicos ou privados, e consultores interessados na gestão de negócios com foco em TI.

  • Projeto e Desenvolvimento de Sistemas

Objetivo do curso: capacitar profissionais de áreas tecnológicas para atuarem no projeto e desenvolvimento de sistemas baseados no paradigma da orientação a objetos.

Público-alvo: graduados com formação em tecnologia e áreas afins, que queiram obter formação sólida em projeto e desenvolvimento de sistemas orientados a objetos.

  • Segurança em Tecnologia da Informação

Objetivo do curso: capacitar e propiciar o aperfeiçoamento dos alunos nos aspectos técnicos e no gerenciamento da segurança da informação.

Público-alvo: Profissionais da área de TI, Arquitetos de Sistemas, Engenheiros, Administradores, Cientistas da Computação, Analistas de Sistemas, Gerente de Sistemas, Diretores de TI e profissionais que desejam se capacitar na área.

Stricto Sensu[editar | editar código-fonte]

Mestrado e Doutorado[editar | editar código-fonte]

Administração de Empresas[editar | editar código-fonte]

Linhas de pesquisa:

  • Finanças Estratégicas:

Tem como objetivo estudar como as empresas e os indivíduos (gestores, acionistas e outros stakeholders) tomam decisões sobre captação e aplicação de recursos (financeiros e/ou não financeiros) tendo como parâmetro o conceito de criação de valor. 

  • Gestão Humana e Social nas Organizações:

Tem foco em questões sociais e humanas, a fim de contribuir para a geração de processos de gestão inovadores nas organizações, baseados em relações de respeito e confiança com os stakeholders. Os principais temas são: aprendizagem, desenvolvimento de competência, cultura organizacional, cultura brasileira, diversidade, educação para sustentabilidade, mudança organizacional, valores e dignidade organizacional.

  • Recursos e Desenvolvimento Empresarial:

Foca suas atividades em temas como dinâmica interorganizacional, estrutura da indústria, fontes de vantagens competitivas, visão baseada em recursos, custos de transação, teoria evolucionária, redes colaborativas, estratégias de operação e logística, modelos de negócios e estratégias de inovação para o desenvolvimento de mercados, objetivando o desenvolvimento empresarial.

Arquitetura e Urbanismo[editar | editar código-fonte]

Área de concentração:

O PPGAU-UPM tem como Área de Concentração Projeto de Arquitetura e Urbanismo. Privilegia a pesquisa acadêmica em Arquitetura e Urbanismo e suas relações com a prática, em especial, com o projeto em suas diversas escalas- do edifício à cidade, com ênfase na representação e/ou intervenção, contribuindo para a construção de quadros de referência teórico-conceituais necessários à abordagem crítica do pesquisador, docente e/ou profissional da área.

Linhas de pesquisa:

  • Arquitetura Moderna e Contemporânea:

Representação e Intervenção: Visa o conhecimento de referenciais específicos do projeto de arquitetura, sua evolução histórica e interpretações moderna e contemporânea. Valoriza a reflexão e investigação do ato de projetar, com ênfase nas formas de representação e intervenção, e a transformação dos processos de criação e ensino do projeto. Realiza o estudo crítico de diferentes metodologias e estratégias projetuais contemporâneas, diante das transformações socioculturais, técnicas e tecnológicas, e em pesquisas para compreensão e análise crítica da produção arquitetônica moderna e contemporânea.

  • Urbanismo Moderno e Contemporâneo:

Análise crítica das transformações da cidade contemporânea, processo de produção do espaço urbano; urbanização e urbanismo moderno e contemporâneo; intervenções urbanísticas com ênfase nos problemas emergentes e soluções atuais, em perspectiva transformadora. Espaço construído e público, agentes, instrumentos urbanísticos, política urbana, projeto urbano e plano urbanístico, intervenção e sustentabilidade; patrimônio cultural e intervenção em centros históricos e áreas degradadas, ambiente e sustentabilidade; historiografia do urbanismo moderno e contemporâneo brasileiro.

Ciências Contábeis[editar | editar código-fonte]

Área de concentração:

A Área de Concentração do Curso é a Controladoria. Entende-se a Controladoria como a área, ou função, da organização que tem como finalidade identificar, mensurar, avaliar e comunicar as informações necessárias para o planejamento, execução e controle das ações das áreas operacionais e estratégicas, com o objetivo de criar valor para a empresa.  Em síntese, a Controladoria é entendida como responsável pela agregação e disponibilização das informações necessárias ao processo decisório dos stakeholders e pelo estabelecimento das bases para a concepção, construção e manutenção dos Sistemas de Informações Contábeis (SIC) nas empresas.

Linhas de pesquisa:

  • Informações para Usuários Externos

Essa linha de pesquisa compreende a identificação e mensuração das informações contábeis e financeiras destinadas aos usuários externos da informação contábil. Está fundamentada na Contabilidade Financeira e contempla assuntos relativos à Regulamentação, Qualidade da Informação Contábil e Valuation.

  • Informações para Usuários Internos  

Essa linha de pesquisa procura identificar e mensurar as informações contábeis buscando potencializar o uso de informações que possam otimizar recursos e agregar valor para as organizações. Está fundamentada na Contabilidade Gerencial e contempla assuntos relativos à Medição da Performance Gerencial, Contabilidade Comportamental e Controladoria no Ambiente Institucional.

Ciências da Religião[editar | editar código-fonte]

Área de concentração:

  • Ciências Sociais, Religião e Sociedade:

A área foca na pesquisa do fenômeno religioso a partir das ciências sociais e humanas a fim de lançar luz sobre a dimensão social da religião. Busca também analisar a memória, a história e as contribuições filosóficas, políticas, econômicas, educacionais e sociais do protestantismo, em seus diversos matizes, para o campo social.

Linhas de pesquisa:

  • Estudos Interdisciplinares do campo religioso:

Esta linha investiga a religião, o sagrado, as crenças, a memória, a experiência e a linguagem religiosa, assim como os grupos, as organizações e instituições, os ritos e cultos. Pesquisa também as relações da religião com a sociedade em geral. A sociedade é aqui considerada como produto e produtora da religião.

  • Protestantismo, cultura e sociedade:

Esta linha busca avaliar o ethos protestante, as condições de implantação do protestantismo no Brasil e as contribuições do pensamento teológico, filosófico, político, educacional e econômico protestante para a cultura e a sociedade brasileira. Busca também analisar o fenômeno pentecostal e neopentecostal em suas relações com a sociedade.

Ciências e Aplicações Geoespaciais[editar | editar código-fonte]

Área de concentração:

Estudo da atmosfera terrestre inferior e superior(incluindo ionosfera, plasmasfera e magnetosfera terrestre) e do geoespaço (meio interplanetário próximo e profundo e atividade solar e suas influências), geodésia espacial (com sistemas de georeferenciamento e suas aplicações em orbitografia de satélites, disseminação de tempo e navegação de precisão), impacto de fenômenos cósmicos no sistema solar e no planeta, rádio-ciências aplicadas ao diagnóstico de fenômenos geoespaciais, sua interpretação com sólida referência a processos físicos e astrofísicos relacionados.

Desenvolvimento de materiais operando em regimes de radiação espacial, dispositivos espaciais, materiais e sistemas de sensores de radiação no infravermelho e aplicações; tecnologia terahertz; sistemas de informações geográficas (GIS); rádio-ciências, rádio-astronomia, rádio propagação e telecomunicações; bem como áreas pertinentes de astronomia, astrofísica e física.

Linhas de pesquisa:

Investigação do Sol

ie seus regimes de atividade, estrutura da atmosfera solar, formação de manchas e dos plasmas confinados nas regiões ativas. Caracterização de manchas e perfil de rotação de estrelas. Mecanismos de aceleração de partículas a altas energias, instabilidade em feixes de elétrons ultra relativísticos em aceleradores de laboratório e nas explosões solares. Meio interplanetário e sua perturbação por atividade solar, ejeção de massa coronal. Estudo da alta atmosfera terrestre, ionosfera e plasmasfera. Efeitos oriundos do espaço exterior e anomalias devido a fenômenos sísmicos na propagação VLF. Conteúdo de elétrons livres na ionosfera e sua variação com a atividade solar na detecção de sinais GPS e ondas métricas. Mecanismos de aceleração do vento solar e partículas de poeira carregadas. Estudo das interações nucleares e hadrônicas visando entender a natureza da força nuclear e as propriedades da matéria nuclear . Pesquisas de galáxias ativas e quasares e sua variabilidade através de ondas de rádio, inclusive VLBI.

APLICAÇÕES GEOESPACIAIS

Direito Político e Econômico[editar | editar código-fonte]
Educação, Arte e História da Cultura[editar | editar código-fonte]
Engenharia de Materiais[editar | editar código-fonte]
Engenharia Elétrica[editar | editar código-fonte]
Letras[editar | editar código-fonte]

Editora Mackenzie[editar | editar código-fonte]

A Editora Mackenzie iniciou suas atividades em 1999, com o intuito de atender à necessidade de divulgação da produção acadêmica de uma instituição de mais de 140 anos de existência. Sua criação coloca a Universidade Presbiteriana Mackenzie ao lado daquelas que têm incentivado e contribuído para a difusão do conhecimento e da cultura, estreitando assim a relação universidade-sociedade.

O objetivo da Editora Mackenzie é a publicação e divulgação da produção acadêmica e intelectual dos profissionais - professores e alunos - ligados à Universidade Presbiteriana Mackenzie e ao Instituto Presbiteriano Mackenzie, bem como de autores de outras instituições. Entre suas principais publicações estão livros paradidáticos, de interesse geral e de caráter mais acadêmico - teses de doutorado e dissertações de mestrado, já convertidas para o formato final de livro - e revistas técnico-científicas das Unidades da Universidade.

MackGrafe[editar | editar código-fonte]

O Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologia (MackGrafe) tem por objetivo dominar as técnicas de obtenção do grafeno, tido como a matéria-prima do século XXI. O grafeno, catalogado como o material mais resistente do mundo, é um cristal bidimensional de átomos de carbono, organizados em uma rede de padrão hexagonal. Em comparação com uma substância de uso cotidiano, uma folha grande do material é muito mais fina que a espessura do filme plástico.

Centro Presbiteriano Andrew Jumper[editar | editar código-fonte]

Os primórdios do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper remontam ao final da década de 1970. Por muito tempo, os seminários da Igreja Presbiteriana do Brasil haviam contado com a colaboração de professores enviados pelas igrejas-mães norte-americanas. Mais tarde, a IPB passou a enviar alguns de seus elementos mais promissores para fazerem estudos pós-graduados nos Estados Unidos, o que demonstrou não ser uma solução satisfatória. Surgiu então a necessidade de se proporcionar no próprio Brasil um sólido treinamento teológico reformado aos professores dos seminários e outros líderes da igreja. Pensou-se na criação de uma escola de pós-graduação em teologia, dirigida pela IPB e ligada ao Mackenzie, em que professores de outros países, cuidadosamente escolhidos pela igreja, seriam convidados para organizar os programas e ministrar as aulas.

A partir de 1978, dois professores do Seminário Presbiteriano do Norte (Recife) - Rev. Francisco Leonardo Schalkwijk e Dr. Oton Guanaes Dourado - iniciaram contatos com o Reformed Theological Seminary, em Jackson, Mississippi, e especialmente com o Dr. Gerard Van Groningen, o coordenador do Departamento de Antigo Testamento da referida instituição. Tais contatos intensificaram-se quando o Rev. Elias dos Santos Medeiros matriculou-se nesse seminário no outono de 1979. Em setembro do mesmo ano, o Dr. Van Groningen escreveu ao Rev. Schalkwijk dispondo-se a ajudar a Igreja Presbiteriana brasileira a criar o seu curso de pós-graduação em teologia.

A partir dessa época, os contatos com o Dr. Van Groningen passaram a ser feitos pelo Rev. Boanerges Ribeiro, vice-presidente do Supremo Concílio da IPB e presidente da Comissão Especial de Seminários e do Instituto Mackenzie. Em outubro de 1980, o Rev. Boanerges Ribeiro e outros líderes presbiterianos brasileiros visitaram o Dr. Van Groningen na instituição da qual este agora era presidente, o Trinity Christian College, em Palos Heights, Illinois. Na ocasião, tratou-se da criação de um curso de mestrado em teologia e do recrutamento de professores para ensinarem no Brasil. Pouco depois, o Dr. Van Groningen contactou o Dr. Fred Klooster, do Calvin Theological Seminary, que se dispôs a lecionar Teologia Contemporânea, e o Dr. Paul Bremer, professor de Novo Testamento no Reformed Bible College, que posteriormente viu-se impedido de colaborar.

Regressando ao Brasil, o Rev. Boanerges reuniu-se com a Comissão Especial de Seminários, que aprovou os contatos feitos e solicitou que o Dr. Van Groningen e seus colegas preparassem uma proposta contendo disciplinas, horários e bibliografia. Essa proposta foi encaminhada em março de 1981 à  Comissão Especial de Seminários, que a aprovou dois meses depois com pequenas alterações, informando-o aos professores norte-americanos. Devido ao impedimento do Dr. Bremer, o Dr. Van Groningen manteve contato com o Dr. Simon Kistemaker, professor de Novo Testamento no Reformed Theological Seminary, que se prontificou a participar do projeto.

Em outubro de 1981, o Rev. Boanerges foi novamente aos Estados Unidos, acompanhado do Dr. Paulo Breda Filho (presidente do Supremo Concílio), Dr. Fuad Miguel e Sr. José Arantes Costa. Esse grupo reuniu-se com os Drs. Klooster e Van Groningen no Calvin Theological Seminary, em Grand Rapids, Michigan, ocasião em que as partes aprovaram um memorando de cooperação.

Em fevereiro de 1982, o casal Van Groningen veio a São Paulo. O Dr. Van Groningen lecionou Antigo Testamento durante um mês (três dias por semana, seis horas por dia) a cerca de 25 estudantes. Em julho, veio o Dr. Klooster, e em janeiro de 1983, o Dr. Kistemaker. A intérprete dos professores foi Sylvia Evangelista de Oliveira, que também serviu como secretária do curso de mestrado por vários anos. Além dos departamentos iniciais (Antigo Testamento, Novo Testamento e Teologia Contemporânea), foi criado ainda outro em 1982, o de Teologia Histórica. Além da área principal de concentração, os estudantes também podiam escolher uma área secundária. O Rev. Boanerges Ribeiro ficou responsável pela disciplina "Estudos Brasileiros" e por matérias na área de Teologia Histórica. Nesse mesmo ano foi criada a Junta de Educação Teológica (JET/IPB).

Em julho de 1983, os Drs. Van Groningen, Klooster e Kistemaker vieram juntos, cada qual lecionando aos estudantes que eram candidatos em suas respectivas áreas. Um ano depois, em julho de 1984, os três professores chegaram a São Paulo para aplicar os exames orais aos alunos que haviam concluído as suas disciplinas. No mesmo ano, o programa de mestrado foi revisto e aperfeiçoado. Após cuidadosa avaliação, a Comissão de Assuntos Acadêmicos do Covenant Theological Seminary declarou que o programa era equivalente ao curso de Th.M. (Mestrado em Teologia) oferecido por esse seminário. Durante o período de 1985 a 1991, os seguintes estudantes escreveram a sua dissertação e receberam o grau de Mestre em Teologia: João Alves dos Santos (NT), Heber Carlos de Campos (TC), Oadi Salum (TC), Ismael Andrade Leandro (AT) e Cleômines Anacleto Figueiredo (NT).

No final dos anos 80, o programa foi interrompido. Em junho de 1990, o Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, ao aprovar um novo Regimento Interno para a Junta de Educação Teológica, deu-lhe a atribuição de "criar e fazer funcionar cursos de extensão, mestrado e doutorado teológicos e integrá-los a um dos seminários da IPB, quando julgar conveniente, sempre com a supervisão da JET".

Logo a seguir, em agosto do mesmo ano, a JET nomeou uma comissão para elaborar um projeto de programa de pós-graduação na área de teologia, constituída pelo Presb. Adonias Costa da Silveira (relator) e os Revs. Wilson de Souza Lopes, Osvaldo Henrique Hack e Ismael Andrade Leandro. Em sua reunião do dia 2 de março de 1991, a JET aprovou o "Regulamento para os Cursos de Pós-Graduação da IPB". Na mesma reunião, recebeu do Seminário Presbiteriano do Sul e do Seminário Presbiteriano Rev. José Manoel da Conceição propostas para a instalação do Curso de Pós-Graduação idealizado pela JET naqueles seminários.

A Junta de Educação Teológica decidiu, então, instalar o Curso de Pós-Graduação em Teologia, a nível de mestrado, no Seminário Presbiteriano Rev. José Manoel da Conceição. Em 24 de agosto de 1991, a JET aprovou a instalação do Curso de Pós-Graduação em Educação Cristã, em nível de mestrado, no Seminário Presbiteriano do Sul. Assim, a Junta passou a supervisionar dois programas de pós-graduação, um em São Paulo (Teologia) e outro em Campinas (Educação Cristã).

O programa foi adotado como um "projeto missionário" pela Evangelical Presbyterian Church, dos Estados Unidos, e o curso recebeu o nome de Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper, em homenagem ao Rev. Dr. Andrew Albert Jumper, que muito contribuiu para o reinício do programa e a obtenção de apoio financeiro para o mesmo. A cerimônia de inauguração deu-se no dia 6 de março de 1992, no Seminário Presbiteriano Rev. José Manoel da Conceição, sendo o primeiro coordenador do Centro o Rev. João Alves dos Santos.

Entre os estudantes dessa nova fase estavam os Revs. Edilson Botelho Nogueira, Edival José Vieira, Fôlton Nogueira da Silva, Sebastião Machado Arruda e Tarcízio José de Freitas Carvalho, que fazem parte da primeira turma de formandos do Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper. O Dr. Gerard Van Groningen voltou a São Paulo em setembro de 1992 para ensinar disciplinas da sua área.

Em fevereiro de 1993, assumiu a coordenação do Centro de Pós-Graduação o Dr. Heber Carlos de Campos, após concluir o seu curso de doutorado (Th.D.) em Teologia Sistemática no Concordia Theological Seminary, em Saint Louis, Missouri. No mesmo ano, vieram dar cursos no Centro de Pós-Graduação os professores Dr. Moisés Silva (Novo Testamento) e Fred Klooster (Teologia Contemporânea). Outros professores que ministraram disciplinas foram os Drs. Darryl Hart (do Westminster Theological Seminary), na área de história da igreja, e Laird Harris (do Covenant Theological Seminary), em Antigo Testamento.

Nos anos subsequentes, graças ao convênio firmado com a Evangelical Presbyterian Church, outros pastores brasileiros fizeram seus estudos de doutorado no exterior e passaram a compor o corpo docente do Centro de Pós-Graduação, ao lado do Dr. Heber Campos. Foram eles o Dr. Augustus Nicodemus Gomes Lopes (Novo Testamento), Dr. Mauro Fernando Meister (Antigo Testamento) e Dr. Alderi Souza de Matos (História da Igreja). Entre outras atividades, esses professores passaram a editar a partir de 1996 a revista teológica Fides Reformata, que obteve grande aceitação junto a pastores e leigos presbiterianos e de outras denominações evangélicas.

A Junta de Educação Teológica, em sua reunião de 30 de novembro de 1995, considerando uma série de dificuldades relativas ao status institucional dos cursos de pós-graduação em funcionamento sob a sua supervisão, resolveu solicitar à  Comissão Executiva do Supremo Concílio uma definição sobre a matéria.

A Comissão Executiva, na sua reunião de março de 1996, nomeou uma Comissão Especial, constituída pelos Revs. Guilhermino Cunha, Osvaldo Henrique Hack e Silas de Campos, e os Presbs. Adonias Costa da Silveira e Eduardo Lane, com poderes para institucionalizar e dar as providências cabíveis ao Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper. Esta Comissão, após demorado estudo, resolveu encaminhar à  Comissão Executiva a seguinte proposta: a) que a IPB tenha apenas um centro de pós-graduação, o qual funcionará por módulos; b) que o nome do centro seja Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper; c) que a administração do centro seja de competência exclusiva da Junta de Educação Teológica, na forma do seu Regimento Interno, bem como do Regimento do próprio Centro; d) que os títulos de Mestre e Doutor sejam conferidos pelo Diretor do Centro de Pós-Graduação, mediante aprovação da competente câmara de pós-graduação.

Na sua reunião de março de 1997, a Comissão Executiva do Supremo Concílio resolveu desvincular o Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper do Seminário Rev. José Manoel da Conceição e solicitar ao Instituto Presbiteriano Mackenzie que assumisse as funções de mantenedor. Também determinou à  Junta de Educação Teológica estudar e implementar as adaptações administrativas necessárias para a sua nova fase de funcionamento. Ainda decidiu determinar que os cursos de pós-graduação aprovados pela JET (São Paulo e Campinas) fossem encampados pelo Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper e que nenhum curso em nível de pós-graduação fosse aprovado e ministrado fora de sua coordenação.

Em 23 de maio de 1997, numa reunião conjunta da Mesa da Comissão Executiva do Supremo Concílio, da Mesa do Conselho Deliberativo do Instituto Presbiteriano Mackenzie e da Diretoria da Junta de Educação Teológica, resolveu-se solicitar ao Mackenzie que, além de assumir a manutenção do Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper, o instalasse em dependências do Edifício João Calvino, localizado no seu campus em São Paulo, à  Rua da Consolação.A Junta de Educação Teológica, em 9 de setembro de 1997, aprovou o Regimento Interno do Centro de Pós-Graduação Andrew Jumper e o Regulamento dos Cursos de Pós-Graduação, e nomeou o Diretor e os Coordenadores de áreas da instituição. Logo a seguir, em 16 de setembro, foram empossados o Diretor, Rev. Heber Carlos de Campos, e os Coordenadores de áreas, e instalado o Centro de Pós-Graduação nas dependências do Edifício João Calvino, do Instituto Presbiteriano Mackenzie.

A Comissão Executiva do Supremo Concílio, em março de 1998, aprovou uma minuta de convênio que veio a ser celebrado com o Instituto Presbiteriano Mackenzie, pelo qual o Centro passou a constituir-se em um órgão autônomo do Instituto Presbiteriano Mackenzie e a chamar-se Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper (CPPGAJ). Além dos professores mencionados anteriormente, também foi professor titular do Centro de Pós-Graduação, de outubro de 1997 a junho de 1998, o Dr. Charles Timothy Carriker, atuando na área de missiologia.

No dia 3 de julho de 1998, com a participação de autoridades da Evangelical Presbyterian Church e da Igreja Presbiteriana do Brasil, bem como de familiares do Rev. Andrew Jumper (falecido em maio de 1992), ocorreu a primeira solenidade de formatura do Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper. Doze pessoas eceberam o seu diploma de mestrado e outras quinze o certificado de especialização em Educação Cristã. No dia seguinte, houve a inauguraçãooficial das instalações do CPPGAJ, no 5º andar do Edifício João Calvino, e da Biblioteca Edward Davis, no subsolo do Edifício Rev. Amantino Adorno Vassão.

Desde 1998, outros doutores passaram a integrar o quadro de professores do Centro: de Pós-Graduação: Ricardo Quadros Gouvêa, Antônio José do Nascimento Filho e Davi Charles Gomes. Também passaram a atuar como professores auxiliares a Dra. Gabriele Greggersen e os Mestres João Alves dos Santos e Tarcízio José de Freitas Carvalho. Em 1998-1999, o Centro passou a oferecer os seus módulos básicos em outras instituições teológicas da IPB: os Seminários do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife, e o Instituto Bíblico de Rondônia, em Ji-Paraná. Em 1999, foi criado o curso pioneiro de Especialização em Bíblia via Internet, que desde o início despertou grande interesse. O CPPGAJ oferecia o curso de Mestrado em Teologia em oito áreas: Antigo Testamento, Novo Testamento, Teologia Sistemática, História da Igreja, Educação Cristã, Missiologia, Aconselhamento Cristão e Teologia Filosófica. Em novembro de 1999, o Dr. Augustus Nicodemus Lopes tornou-se o novo diretor do Centro de Pós-Graduação.

No dia 25 de novembro de 2000, realizou-se a segunda solenidade de formatura do CPPGAJ. Incluindo formandos presentes e in absentia,receberam seus diplomas de mestrado treze alunos e o certificado de especialização outros 58. A partir de 2001 os módulos básicos também passaram a ser oferecidos no Seminário de Goiânia e no Instituto Bíblico Augusto Araújo, em Cuiabá. Teve início em outubro daquele ano o programa de Doutorado em Ministério (D.Min.), nas áreas de Pregação e Missiologia, com dois professores visitantes iniciais, os Drs. Rudi Zimmer e Timothy Carriker. Em fevereiro de 2002 ministraram aulas os Drs. Russell Shedd e Joseph Tong, e em julho os Drs. Luder Whitlock e Erni Seibert. O curso teve como primeiro coordenador o Dr. Antônio José do Nascimento Filho. A terceira formatura do Centro de Pós-Graduação verificou-se em novembro de 2001. Concluíram o curso de mestrado em suas diversas áreas 25 alunos, sendo que oito deles não compareceram à solenidade, formando-se in absentia.

Em maio e junho de 2001 deixaram de trabalhar no Centro de Pós-Graduação os Drs. Augustus Nicodemus Lopes, Alderi Souza de Matos, Davi Charles Gomes, Heber Carlos de Campos, Valdeci da Silva Santos e o Ms. Tarcízio José de Freitas Carvalho. Em seu lugar, foram contratados os Drs. Ronaldo de Paula Cavalcante (Teologia Sistemática), Carlos Caldas Filho (História da Igreja) e o Ms. Paulo José Benício (Novo Testamento). Tornou-se diretor interino da instituição o Dr. Antônio Máspoli de Araújo Gomes. Também foi contratado o Ms. João Cesário Leonel Ferreira (Antigo Testamento). No segundo semestre de 2002, solicitaram o seu desligamento os Profs. Antônio Máspoli, Ricardo Gouvêa, Ronaldo Cavalcante e Carlos Caldas, que continuaram trabalhando na Escola Superior de Teologia e no Mestrado em Ciências da Religião da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Em novembro, foram recontratados em seu lugar os Profs. Heber Campos, Alderi Matos, Valdeci Santos e Tarcízio José. O novo diretor do CPPGAJ passou a ser o Dr. Luiz Roberto França de Mattos, que fazia parte do corpo docente desde junho de 2001. Devido a uma grave enfermidade, ele precisou afastar-se no final de 2003, vindo a falecer em 5 de dezembro de 2004.

Em abril de 2004, o Dr. Davi Charles Gomes retornou ao CPAJ na condição de diretor nomeado pela JET. No mês seguinte, o Dr. Mauro Meister, voltou a lecionar no CPAJ em tempo parcial. Em julho, o Prof. Tarcízio José de Freitas Carvalho seguiu para os Estados Unidos, a fim de dar continuidade aos seus estudos de pós-graduação no Calvin Theological Seminary, em Grand Rapids. Dois ex-alunos do CPAJ também foram estudar naquela instituição, os Revs. Heber Carlos de Campos Júnior e Wilson de Angelo Cunha.

Em setembro houve o lançamento conjunto de livros de três professores da casa: A Pessoa de Cristo: As Duas Naturezas do Redentor (Heber Campos), Os Pioneiros Presbiterianos do Brasil (Alderi Matos) e Aconselhamento Redentivo (Wadislau Gomes). No mesmo mês, os Drs. Heber Campos e Davi Gomes seguiram para os Estados Unidos a fim de adquirir novos livros para a biblioteca do CPAJ. Em novembro, mediante convite do Dr. Manassés Claudino Fonteles (reitor da UPM) e autorização da JET, o Dr. Heber Campos tornou-se diretor da Escola Superior de Teologia. Em dezembro houve nova cerimônia de graduação, formando-se 16 mestres e quatro especialistas.

Em agosto de 2005, dois membros da American Theological Society (ATS), John Randall Nichols e Louis Charles Willard, visitaram o CPAJ para avaliar o curso de Doutorado em Ministério (D.Min.). O cursofoi aprovado plenamente, sem quaisquer recomendações (apenas sugestões), fato raro nesses casos. Em 2006, entrou em vigor a reestruturação do CPAJ, mediante a qual foram criados dois cursos de mestrado: Mestrado em Divindade (M.Div.), para detentores de diploma de bacharel em teologia, e Mestrado em Teologia Sagrada (S.T.M.), para graduados em outros cursos superiores. O Dr. Davi Charles Gomes foi reconduzido pela Junta de Educação Teológica ao cargo de diretor do CPAJ, sendo empossado no dia 19 de maio de 2006.

Entre os projetos recentes do Andrew Jumper estão a participação em um convênio da Agência Presbiteriana de Missões Transculturais (APMT) com a Igreja Presbiteriana de Angola com vistas à  criação de um seminário teológico. Em 2011, sob a coordenação do Prof. Jedeías Duarte, começou a ser oferecida uma nova área de estudos:Revitalização e Multiplicação de Igrejas (RMI). Foi celebrado um acordo com o Jonathan Edwards Center, da Universidade de Yale, mediante o qual se criou em março de 2012 uma sucursal brasileira sob a direção do Dr. Heber Carlos de Campos. Vários professores do CPAJ têm gravado séries de programas para a TV Mackenzie Digital: "Escritura em Foco" (Mauro Meister), "Isso é Grego" (João Paulo) e "Flashes da História" (Alderi Matos). Nestes últimos anos, vários novos professores foram incorporados ao corpo docente do CPAJ: Daniel Santos Júnior (2007), Fabiano de Almeida Oliveira (2007), Jedeías de Almeida Duarte (2009), João Paulo Thomaz de Aquino (2010), Heber Carlos de Campos Junior (2012) e Leandro Antônio de Lima (2012). Em agosto de 2013 a Junta de Educação Teológica nomeou como Diretor o Dr. Mauro Fernando Meister.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre instituição de ensino superior é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.