Paróquia Nossa Senhora da Consolação (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Paróquia Nossa Senhora da Consolação
e São João Batista
Vista frontal e lateral da igreja
Estilo dominante neorromânico
Arquiteto Maximilian Emil Hehl
Construção originalmente em 1801
atual edifício começado em 1909
Diocese Arquidiocese de São Paulo
Padre José Roberto Pereira
Bispo Odilo Pedro Scherer
Local Rua da Consolação, 585
São Paulo, SP

A Paróquia Nossa Senhora da Consolação e São João Batista, ou simplesmente Igreja da Consolação, é uma igreja católica localizada na Rua da Consolação, no centro da cidade brasileira de São Paulo, no estado de São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

A igreja foi fundada em 1798, inaugurada em 1801, reformada em 1840 e paróquia em 1870.[1] [2] No início do século XX decidiu-se pela sua reedificação, no contexto da modernização das igrejas coloniais vigente na São Paulo da época. Numa carta de agosto de 1909, o arcebispo D. Duarte Leopoldo e Silva concedia ao vigário da paróquia da Consolação "faculdade para mandar demolir a actual igreja matriz da parochia afim de que no mesmo lugar se possa erigir uma nova matriz que possa corresponder aos belos edifícios que ora existem nesta capital".[1]

O terreno para a nova matriz, localizado ao lado da antiga igreja, pertencia a Dona Veridiana Prado e foi comprado por 40 contos de réis. Tinha 35 metros de frente por 32 metros de fundos, e os lados mediam 42 e 50 metros.[1] O projeto da nova igreja é de autoria do arquiteto alemão Maximilian Emil Hehl, professor da Escola Politécnica de São Paulo.[3] A primeira pedra foi lançada em novembro de 1909, e as obras demoraram alguns anos.[1]

Arte[editar | editar código-fonte]

A igreja foi construída em estilo revivalista neo-românico. A fachada principal apresenta um portal com arquivoltas, rosácea toda trabalhada em ferro forjado batido, confeccionada pela empresa Abreu & Cia., em 1930, e uma alta torre com relógio. O interior está decorado com pinturas murais. O altar mór confeccionado em carvalho, mármore branco e bronze, pela empresa francesa Maison Forest, há várias telas de Oscar Pereira da Silva, ostentando em seu pontop mais alto a imagem de Nossa Senhora da Consolação.[1] A imagem da padroeira original do século XVIII, Nossa Senhora da Consolação, está hoje no Museu de Arte Sacra de São Paulo.[1]

Os vitrais são da antiga Casa Conrado. O lustre central da nave confeccionado em ferro batido, trabalho artístico realizado pelo Liceu de Artes e Ofícios. O púlpito é todo entalhado em madeira.

Ao longo dos anos o interior da igreja e suas pinturas foram muito deteriorados por infiltrações.[4] Na Capela do Santíssimo Sacramento há seis telas de Benedito Calixto.[4] Há também quadros de Oscar Pereira da Silva, alguns deles danificados num restauro mal-feito realizado em 1984.[4] Outro ponto de interesse no interior é o órgão de tubos, trazido de Nápoles na Itália em 1931.[4]

Em 2011 foi anunciada uma reforma integral do interior, para reparar as pinturas, detalhes decorativos e o órgão.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Paróquia Nossa Senhora da Consolação (São Paulo)