Jardim Botânico de São Paulo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jardim Botânico de São Paulo
Estufas do Jardim Botânico
Localização Água Funda
Inauguração 1938
Coordenadas 23° 38' 30.7" S 46° 37' 14.2" O

A origem do Jardim Botânico foi fruto da paixão do naturalista Frederico Carlos Hoehne, em 1928, quando iniciou o Orquidário do Estado, na Água Funda. Hoje, são 143 hectares abrigando várias espécies vegetais. Em seu interior foram construídas duas estufas - que se tornaram a marca do Jardim Botânico -, uma abriga plantas típicas da mata atlântica, enquanto a outra é destinada a exposições temporárias. O Instituto de Botânica dispõe de uma biblioteca com cerca de 6.400 livros, inúmeras obras do século passado e um acervo botânico sem igual no Estado de São Paulo. No Museu Botânico encontram-se inúmeras amostras de plantas da flora brasileira, uma coleção de produtos extraídos de plantas, fibras, óleos, madeiras, sementes e também quadros e fotos representativos dos diversos ecossistemas do Estado. No conjunto arquitetônico-cultural do Jardim Botânico destacam-se, além do Museu, o Jardim de Lineu, inspirado no Jardim Botânico de Uppsala, na Suécia, as estufas históricas, o portão histórico de 1894, e o marco das nascentes do riacho Ipiranga.

Instalações[editar | editar código-fonte]

NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jardim Botânico de São Paulo
Bambus asiáticos Bambusa vulgaris no Jardim Botânico de São Paulo.

O Jardim Botânico de São Paulo possui as seguintes instalações:

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]