Saltar para o conteúdo

Wikipédia:Esplanada/Arquivo/2013/Janeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Arquivos da Esplanada



2004 2005 2006 2007 2008
2009 2010 2011 2012 2013
2014 2015 2016 2017 2018
2019 2020 2021 2022 2023
2024 2025 2026 2027 2028

Comissão de ombudsman (uma espécia de ouvidoria) dos projetos Wikimedia

[editar código-fonte]

Pessoal, vi agora na lista wikimedia-l que vai até dia 10 de janeiro o envio de candidaturas para essa comissão para investigar violações sobre a política de privacidade dos projetos Wikimedia. Mais informações em Ombudsman commission. --ezalvarenga (discussão) 17h24min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Be a Wikimedia fundraising "User Experience" volunteer!

[editar código-fonte]

Thank you to everyone who volunteered last year on the Wikimedia fundraising 'User Experience' project. We have talked to many different people in different countries and their feedback has helped us immensely in restructuring our pages. If you haven't heard of it yet, the 'User Experience' project has the goal of understanding the donation experience in different countries (outside the USA) and enhancing the localization of our donation pages.

I am (still) searching for volunteers to spend some time on a Skype chat with me, reviewing their own country's donation pages. It will be done on a 'usability' format (I will ask you to read the text and go through the donation flow) and will be asking your feedback in the meanwhile.

The only pre-requisite is for the volunteer to actually live in the country and to have access to at least one donation method that we offer for that country (mainly credit/debit card, but also real time banking like IDEAL, E-wallets, etc...) so we can do a live test and see if the donation goes through. **All volunteers will be reimbursed of the donations that eventually succeed (and they will be very low amounts, like 1-2 dollars)**

By helping us you are actually helping thousands of people to support our mission of free knowledge across the world. If you are interested (or know of anyone who could be) please email ppena@wikimedia.org. All countries needed (excepting USA)!!

Thanks!

Pats Pena
Global Fundraising Operations Manager, Wikimedia Foundation

Sent using Global message delivery, 21h13min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)
Pessoal, só para avisar, a Patrícia fala português, então quem quiser contatá-la, pode escrever na língua natal dela (falei para ela que deixaria esse recado aqui). E Pats, seria legal a mensagem em português aqui, não? ;) --ezalvarenga (discussão) 21h57min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Wikiencontro em Portugal (interrogação)

[editar código-fonte]

Comentem aqui sobre a possibilidade de um encontro em Portugal entre 20 e 30 de janeiro. José Luiz disc 22h41min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Conversa na Wikimedia-l sobre retenção de editores

[editar código-fonte]

Uma interessante conversa tem se dado na Wikimedia-l há alguns dias sobre atração e retenção de editores, incluindo questões como desafios para isso, estratégias, combate ao vandalismo, CAPTCHA - vale dar uma olhada quem tiver interesse http://www.mail-archive.com/wikimedia-l@lists.wikimedia.org/msg03630.html - --Oona (WMF) (discussão) 15h21min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Essa conversa possui algumas contribuições boas, de fato. --ezalvarenga (discussão) 15h51min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Estive a ler durante cerca de 2 horas e tem ideias interessante e também muitas perspectivas negras ... mas deixemos isso de lado. Acerca de bloqueios (esta uma questão dessas a decorrer algo complicada) retive uma ideia: «... a far simpler blocking policy (I for one strongly support abolishing any form of time-expiring block which are punitive almost by definition. You are blocked indefinitely, and you are unblocked if you ask for it, and give a good reason why the problematic behaviour won't be recurring. There is never a reason to unblock because three days have passed)» - passo a traduzir: «...uma política de bloqueio muito mais simples (sou fortemente contra qualquer forma de bloqueio com prazo, que é punitivo quase por definição. O editor será sempre bloqueado indefinidamente e desbloqueado se o pedir, e der uma razão que indique que o seu comportamento problemático não será recorrente. Não há nunca uma razão para desbloquear pelo facto de terem decorrido três dias.)» — talvez um adm. queira pegar nesta ideia e coloca-la no local devido. --JotaCartas (discussão) 17h48min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Admito que a ideia é deveras interessante (embora não consiga perceber nenhuma relação directa com a retenção ou não de editores). Polyethylen (discussão) 18h00min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Esta do bloqueio é interessante.... Gustavo fala!!-fiz 18h05min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Já ouvi uma variação dessa por aqui. Apesar de ainda ter prazos, se o usuário mostrar que entendeu o erro e não voltará a fazê-lo ele é imediatamente desbloqueado, mesmo q ainda falte dias / semanas / meses para acabar o tempo previsto.
Mts pensam desse modo, e até se poderia aplicar assim dependendo da interpretação da política -> espírito da PB, até mesmo o quinto pilar, ignora a PB e desbloqueia pq vc achou q ele já entendeu o problema e não há mais prejuízo em continuar a editar.
Alguns até veem q se um adm achar q o usuário entendeu e merece o desbloqueio, ele sozinho está apto a fazer isso, sem precisar de DB e sem precisar de consenso entre adms, e sem q os outros adms o impeçam (se acharem q teve abuso é caso de desnomeação).
Mas, claro, não fazemos nada disso, por ficarmos mt presos ao tempo do bloqueio da PB e ao tempo inicial, raramente diminuimos o tempo do bloqueio inicial, só qnd esse tempo foi exagerado.
Ao menos isso seria um meio termo entre a PB atual com prazos, e essa ideia de sempre ter bloqueio por tempo indefinido podendo desbloquear a qualquer hora.
Rjclaudio msg 18h35min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O que entendo da proposta do anglófono é que ela é praticamente o contrário disso que fala aí, RJ, ou seja, o que ele propõe é que a priori todos os bloqueios são por tempo indeterminado e que é o bloqueado que tem que explicar porque é que deve ser desbloqueado. Aliás, eu não li muito da discussão, mas é impressão minha ou nós, os mais malvados defensores do fim da Wikipédia aberta, aqueles que somos constantemente acusados de não sabermos ou não querermos interpretar corretamente os pilares e os violarmos sistematicamente, pareceríamos muito moderados em alguns pontos daquela discussão? Alguém se "atreveria" a falar abertamente de muitas daquelas coisas daquela forma aqui? --Stegop (discussão) 18h49min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
A proposta de PB deles teria esses três pontos: 1. desrespeitou as regras (após aviso?), bloqueio. 2. Desbloqueia qnd mostrar q aprendeu com o erro. 3. Continua bloqueado enquanto não aprender. Fim. (nossa, tão simples / curta, se comparada com a nossa). O ponto 1 já está na nossa PB, o q fiz foi puxar o ponto 2 pra nossa situação atual. Se nem o ponto 2 fazemos, dificilmente o ponto 3 seria aprovado. Ao menos seria um bom teste para ver se não daria problema na hora de analisar o aprendizado / arrependimento, q imagino q sempre terá alguém reclamando q o adm x é bondoso demais com os usuários e desbloqueia todo mundo.
Rjclaudio msg 19h34min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Várias vezes desbloqueie contas quando achei que já tinham aprendido a lição e fui algumas vezes desautorizado por outros admins, outras vezes fui desiludido pelas contas desbloqueadas. De qualquer forma, a mim parece-me bastante mais simples e eficaz, mas terá que se averiguar se o canal de desbloqueio funciona bem, certificar que o pedido de desbloqueio seja visível por outros admins e que não haja guerras administrativas por causa de bloqueio/rebloqueio. GoEThe (discussão) 21h26min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Stegop, não sei precisamente de que medidas estás a falar, mas aquela lista é bastante tolerante e aberta a todos, muitos editores banidos na Wikipédia comentam por lá (pelo menos há uns tempos era assim), assim como muitos críticos da Wikipédia e reflecte obviamente os diferentes pontos de vista dos voluntários da Wikimeda, não só a WMF. GoEThe (discussão) 21h32min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Parece-me uma ideia interessante e que me parece poder ser experimentada por aqui. Faço só uma resalva: O pouco(íssimo) que conheço do funcionamento da wiki en não me dá para fazer comparações com a nossa e por isso talvez alguém me possa esclarecer. Não falando nos vândalos declarados porque isso é um caso à parte, noto que por aqui, muitos editores recebem avisos e nem percebem o motivo porque os receberam e portanto voltam a insistir no mesmo erro, acabando por ser bloqueados. Será que na wiki en também acontece o mesmo, ou será que por lá os avisos indicam mais explicitamente que erro se cometeu e não se bloqueia um editor por dá cá aquela palha ? --João Carvalho deixar mensagem 22h22min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Metrics Meeting

[editar código-fonte]

O encontro mensal da WMF está sendo transmitido pelo youtube. Está acontecendo agora mas fica para registro também. Informações e links aqui--Oona (WMF) (discussão) 19h29min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Eliminador - Fernandobrasilien

[editar código-fonte]

O usuário Fernandobrasilien D​ C​ E​ F​ B abriu um pedido de aprovação para Eliminador aqui. Biólogo 32 What? 19h11min de 12 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Só para anunciar, cf regras para votações gerais, que já se iniciou a votação Wikipédia:Votações/Eliminação por consenso/2. Obg. Lijealso (discussão) 03h32min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Professora de design encoraja estudantes a melhorar a Wikipédia em português

[editar código-fonte]

Vejam aqui. --ezalvarenga (discussão) 17h57min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

WikiSampa 15

[editar código-fonte]

Proposta de novo projeto

[editar código-fonte]

Fiz uma proposta de novo projeto wiki para códigos de software livre, aqui. Solicito, ooooops, convido a todos a opinar na página da proposta. E. Feld fala 20h51min de 17 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Eleição para steward

[editar código-fonte]

Estão abertas as inscrições para a eleição para steward de fevereiro. As inscrições vão de 15 de janeiro até 28 de janeiro. Os requisitos estão expostos aqui. Érico Wouters msg 23h24min de 17 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Se tiver algum lusófono se candidatando avisem aqui pra gente ver. Nem todos vão acompanhar, mas se tiver lusófono vão ter mais interesse. Rjclaudio msg 00h20min de 18 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Tem a renomeação do Teles e do Luckas Blade. E. Feld fala 00h37min de 18 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Commons:Picture of the Year

[editar código-fonte]

O concurso de fotos começou, votem lá, abraços Jml3msg 09h18min de 19 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Wikimedia sites to move to primary data center in Ashburn, Virginia. Read-only mode expected.

[editar código-fonte]

(Apologies if this message isn't in your language.) Next week, the Wikimedia Foundation will transition its main technical operations to a new data center in Ashburn, Virginia, USA. This is intended to improve the technical performance and reliability of all Wikimedia sites, including this wiki. There will be some times when the site will be in read-only mode, and there may be full outages; the current target windows for the migration are January 22nd, 23rd and 24th, 2013, from 17:00 to 01:00 UTC (see other timezones on timeanddate.com). More information is available in the full announcement.

If you would like to stay informed of future technical upgrades, consider becoming a Tech ambassador and joining the ambassadors mailing list. You will be able to help your fellow Wikimedians have a voice in technical discussions and be notified of important decisions.

Thank you for your help and your understanding.

Guillaume Paumier, via the Global message delivery system (wrong page? You can fix it.). 15h37min de 19 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Helder e Alchimista, não querem a função de embaixadores técnicos? José Luiz disc 19h54min de 21 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Excelente ideia! --ezalvarenga (discussão) 20h07min de 21 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Anuncio que abri este tópico na discussão.--Mister Sanderson (discussão) 19h37min de 21 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

1,000,000 articles on it:wiki!

[editar código-fonte]

Please translate in your language
Buongiorno a tutti! Oggi l'edizione in lingua italiana di Wikipedia ha raggiunto il milione di voci, siete tutti invitati a festeggiare con noi e a lasciare un messaggio qui, ciao!
Good morning to all! Italian Wikipedia reaches one million articles today, come party with us, and leave here a message to support our community! Have a nice day!
Wikipédia en italien atteint le million d'articles! Appel à tous les bénévoles et les internautes, Wikipédiens ou pas: la version italienne de Wikipédia atteint le million d'articles ce matin, on fait la fête! Vous pouvez nous rejondre au bistro italien pour nous laisser un message. Bonne journée à tout le monde!
Bom dia a todos! Hoje a Wikipédia em língua italiana alcançou a marca de um milhão de artigos, estão todos convidados a festejar conosco e a deixar uma mensagem aqui, tchau!. --94.38.225.85 (discussão) 08h07min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Pedido de bolsas para a Wikimania 2013 em Hong Kong aberto

[editar código-fonte]

Caros, todo ano, como devem saber, existe o encontro anual de voluntários dos projetos Wikimedia. Esse ano ocorrerá em Hong Kong e o pedido de bolsas foi aberto. O evento é muito interessante para conhecer voluntários de outros países, inclusive de outros países lusófonos. Vejam mais informações como pedir bolsas em

As bolsas integrais cobrem a passagem e hospedagem. É também possível pedir bolsa parcial. Como exemplo, vejam alguns relatos da participação brasileiro no evento desde 2008 em Wikimania. Abraços, --ezalvarenga (discussão) 10h31min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Servidor voltou ao normal

[editar código-fonte]

Servidor voltou ao normal. Jml3msg 18h31min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Disponibilizada online a maior coleção mundial de sons da natureza

[editar código-fonte]

Olá pessoal, passei por cá só para informar algo que acho muito importante para melhorar a Wiki.

A Universidade de Cornell, EUA, digitalizou os seus arquivos de sons da natureza e publicou-os online, no site da biblioteca Macaulay.

A coleção reúne mais de 150 mil gravações de áudios que começaram a ser reunidos em 1929.

São sons de mais de 9 mil espécies e os arquivos somam mais de 10 terabytes de informação e é a maior e a mais antiga coleção de áudio do mundo.

Por outras palavras, é possível a partir de agora, colocar em practicamente todos os artigos sobre animais, o áudio dos mesmos. Seria interessante que se fizesse uma predefinição que fosse buscar a informação automaticamente ao site.

Pelo Poder do Z Alaf Ogimoc 20h53min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Bem interessante, comunique/envie também para o Wikispecies. Jml3msg 21h04min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Os sons iriam para o commons ou pro nosso URC? Rjclaudio msg 00h13min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não tinha visto q já havia discussão na /geral e já responderam por lá: Wikipédia:Esplanada/geral/Disponibilizada online a maior coleção mundial de sons da natureza (22jan2013). Rjclaudio msg 00h20min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Pedido de mediação

[editar código-fonte]

Abri um pedido de mediação em Wikipédia Discussão:Fusão/Central de fusões/Academia Arcana; Arton. Madalena (discussão) 23h24min de 22 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Snuggle: ferramenta para monitorar e dar suporte a novos editores

[editar código-fonte]

Caros, conheciam essa ferramenta Snuggle? Ela em ação:

Foi apresentado recentemente no escritório da WMF em San Francisco no Metrics and activities meetings youtube.com/watch?v=vqAsiCctZjU Opiniões sobre a ferramenta bem-vindas e se seria interessante termos na Wikipédia lusófona também. --ezalvarenga (discussão) 13h55min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

isto é muito bom mas... só contas novas até aos 40 dias... será que dá para vigiar os mais antigos? os vândalos habituais? seria bom não haver limite de idade de conta. Nini Como? 19h01min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Seria realmente muito bom se houvesse a possibilidade de entradas feitas pelo utilizador. Por exemplo cada um de nós teria um grupo de contas duvidosas a vigiar. Qual o interesse de termos todos os mesmos indivíduos? Ou percebi mal? Seria bom ter um alerta de que estão online ou não. Nini Como? 19h14min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Wikipédia:Vandal Fighter, configurando isto, se ainda estiver funcionando, vc vê em tempo real ação de qualquer editor na Wiki. dédi's msg quinta-feira, 07h51min de 24 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
você diz bem Dédi's "configurando" mas o que eu digo é ter a possibilidade de cada um de nós inserir lá as contas que desejamos vigiar e não todas criadas nequele espaço de tempo. Os vândalos que pude seguir na minha pequena experiência entram em atividade periodicamente e algumas contas são antigas. Quanto aos IPs não podem ser vigiados, estão sempre a mudar. Como está configurado tem uma utilidade restrita mas se for melhorado para nos dar a possibilidade de escolha então será uma arma magnífica contra o vandalismo. Mas os IPs ficam livres como sempre. Nini Como? 09h03min de 24 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Este vc escolhe quem monitorar, ja usei, é por cores....é só ligar e deixar rodar. dédi's msg sábado, 00h28min de 26 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Feed RSS dos tópicos das esplanadas e mutirão de ideias

[editar código-fonte]

Caros, já perguntei sobre como criar um feed RSS no café dos programadores, pois gostaria de usar sistemas de crowdsourcing em cima das ideias propostas aqui na Wikipédia, assim como facilitar minha vida na hora de acompanhar os tópicos. Criei um tópico nas listas wikimedia-l e wiki-tech para ver se alguém da comunidade global wikimedia possui soluções e ideas sobre como fazer isso. A partir do Feed RSS, outras coisas legais poderiam ser feitas, como analisar com mais facilidade quais tópicos estão sendo discutidos (se alguém os categorizasse manualmente, enquanto a inteligência articial não faz isso :P), quantas pessoas estão discutindo um tópico num determinado período, como a comunidade avalia a qualidade dos tópicos criados (a la Web 2.0) etc.. Abraço, --ezalvarenga (discussão) 17h50min de 24 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sempre quis um RSS para as coisas da Wiki, igual o do Commons para imagens...[1]. dédi's msg sábado, 00h40min de 26 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Meu irmão fez um notebook usando o IPython Notebook. O repositório dele. --everton137 (discussão) 03h00min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Melhoria na página Portal:Índice

[editar código-fonte]

Abri um tópico na discussão da página Portal:Índice sobre melhorias na página. Jml3msg 11h26min de 25 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Encontro hoje para discutir Wikimedia Portugal e Projeto Wikipédia na Universidade

[editar código-fonte]

Caros, propus na lista de e-mails da Wikimedia Portugal um maior envolvimento da organização e seus voluntários no Projeto Wikipédia na Universidade. A Wikimedia Portugal marcou um encontro hoje em seu canal IRC no servidor freenode.net #wikimedia-pt às 18h (GMT) ou 16h (GMT-2 - meu horário). Participarei. --ezalvarenga (discussão) 14h39min de 26 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Novo pedido de aprovação para eliminador meu aqui. Paulo Eduardo - Disc 19h25min de 26 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Votação encerrada, proposta aprovada. Quem souber, fazer as alterações necessárias para a implementação, incluindo as mudanças na documentação interna. Rjclaudio msg 20h04min de 26 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Correlatos na barra lateral

[editar código-fonte]

Notei que foi adicionado um menu de Wikipédia:Projectos_Correlatos na barra lateral(sidebar). Por exemplo veja a barra lateral esquerda do artigo Mahatma Gandhi.

Isso agora é oficial? Aparece automático ali na barra lateral? Vamos remover os correlatos dentro dos artigos ? O que fazer ? Jml3msg 16h46min de 27 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Estes links estão definidos na seção de ligações externas por meio da Predefinição:Correlatos. A não ser que desative a opção
  • Correlatos (padrão): move para a barra lateral os links para os conteúdos correlatos nos projetos irmãos [comentários]
na lista de gadgets, é executado um script que cria a seção na barra lateral e move os links (e eventualmente algum vandalismo) para lá. Helder 18h13min de 27 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Processo arquivado

[editar código-fonte]

O inquérito aberto devido à notícia-crime de Gilmar Mendes contra mim foi arquivado. [2]

Chico Venancio (discussão) 02h44min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não é possível consultar diretamente devido o captcha, creio que se deve entrar aqui, escolher Distrito Federal/JFDF e colocar o número 611611120124013400. dédi's msg segunda-feira, 06h32min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Finalmente um caso arquivado direito, já que no Brasil quem deveria ser condenado não é. É bom saber... e paro por aqui, porque a Wikipédia não é um fórum. Gabriel Yuji (discussão) 06h39min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Acho que link agora funciona [3]. Chico Venancio (discussão) 00h35min de 29 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Funciona, mas em "Partes" (que imagino deveria ser você e o Gilmar Mendes) está "Esclarecemos que, para processos criminais, a lista de partes será exibida conforme determinado no Expediente Administrativo de nº 2005/0633 - DF. Nos demais tipos de processos (Cíveis, p.ex.), a listagem será exibida sem restrições." Gabriel Yuji (discussão) 00h42min de 29 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Regulamentação do "consenso"

[editar código-fonte]

Como o "consenso" foi aprovado sem que ninguém saiba o que isto quer dizer, estou propondo que o "consenso" seja regulado. Obviamente, sabemos que tentar chegar a um consenso sobre o consenso é impossível (já foi tentado antes, e o que se viu foram discussões acaloradas que não levaram a nada), então estou propondo uma votação sobre vários ítens. Propus a votação para daqui a 15 dias, durando outros 15 dias, mas obviamente estes prazos podem ser adiados, e outros ítens podem ser inseridos na votação: Wikipédia:Votações/Eliminação por consenso/3. Albmont (discussão) 15h43min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Precisa-se de embaixadores online ou wikipedistas experientes

[editar código-fonte]

Caros, vejam aqui Precisa-se de embaixadores online. Se wikipedistas experientes puderem auxiliar os estudantes dando boas-vindas e pequenas dicas de edição, seria muito legal. Uma das coisas que tentamos enfatizar é que dirijam suas dúvidas principalmente para o café dos novatos. Obrigado, --ezalvarenga (discussão) 16h17min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Grants individuais

[editar código-fonte]

Salve pessoal! Ajudando a divulgar a chamada de grants nas comunidades lusófonas. Vão abaixo as chamadas em português e inglês. Aí segue. Em resumo, a chamada é para a) envio de propostas; b) participação no comitê de seleção; c) colaboração na construção das propostas.

O pessoal de outros países lusófonos poderia encaminhar às suas respectivas listas e contatos também? Só mandei para a do Brasil. Obrigada!

A Wikimedia Foundation está procurando novas ideias e propostas para Individual Engagement Grants (Bolsas de Participação Individuais). Estamos também buscando voluntários para participar de um comitê que ajudará a selecionar a primera rodada de bolsistas. Esses subsídios vão financiar indivíduos ou pequenos grupos para desenvolver projetos que ajudem a melhorar a comunidade, então gostaríamos de ver o maior número possível de pessoas envolvidas.

  • Você tem alguma ideia de projeto para melhorar a comunidade ou o site?
  • Você achar que poderia desenvolver sua ideia se tivesse alguma forma de financiamento?
  • Você quer ajudar outras pessoas a tornarem suas ideias em planejamentos de projetos ou proposta de subsídio?
  • Você quer ajudar a Wikimedia Foundation a selecionar a primeira rodada de bolsistas?


Propostas podem ser enviadas até 15 de fevereiro de 2013, veja mais em: https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IEG

Membros do comitê serão selecionados em 8 de fevereiro de 2013. Inscreva-se em: https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IEG#ieg-committee

Ou visite nosso novo IdeaLab, uma incubadora de ideias de projetos e propostas de grants em que qualquer pessoa poderá compartilhar e melhorar ideias para novos projetos: https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IdeaLab

Esperamos vê-los lá!

The Wikimedia Foundation is seeking new ideas and proposals for Individual Engagement Grants. We're also looking for volunteers to serve on a committee to help select the first round of grantees. These grants will fund individuals or small groups to complete projects that help improve this community, so we would like to have as many people involved as possible.

  • Do you have an idea for a project that will improve this community or website?
  • Do you think you could complete your idea if only you had some funding?
  • Do you want to help other people turn their ideas into project plans or grant proposals?
  • Do you want to help the Wikimedia Foundation select the first round of grantees?

Proposals are due 15 February 2013, learn more at: https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IEG Committee members will be selected 8 February 2013, join at: https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IEG#ieg-committee

Or, come visit our new IdeaLab, an incubator for project ideas and grant proposals where anyone can share and improve ideas for new projects: https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IdeaLab

Hope to see you there!

--Oona (WMF) (discussão) 00h33min de 30 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Acredito que o espaço para pedido de grants poderia ter versões em outras línguas. Será que estão agilizando traduções? --ezalvarenga (discussão) 02h58min de 30 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Help turn ideas into grants in the new IdeaLab

[editar código-fonte]

I apologize if this message is not in your language. Please help translate it.

  • Do you have an idea for a project to improve this community or website?
  • Do you think you could complete your idea if only you had some funding?
  • Do you want to help other people turn their ideas into project plans or grant proposals?

Please join us in the IdeaLab, an incubator for project ideas and Individual Engagement Grant proposals.

The Wikimedia Foundation is seeking new ideas and proposals for Individual Engagement Grants. These grants fund individuals or small groups to complete projects that help improve this community. If interested, please submit a completed proposal by February 15, 2013. Please visit https://meta.wikimedia.org/wiki/Grants:IEG for more information.

Thanks! --Siko Bouterse, Head of Individual Engagement Grants, Wikimedia Foundation 20h47min de 30 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Distributed via Global message delivery. (Wrong page? Correct it here.)

Simplificar o topo das esplanadas

[editar código-fonte]

O tópico foi reaberto e estão sendo discutidas formas de simplificar o topo das esplanadas e já surgiram novas ideias. Favor checar o tópico que se encontra em propostas. JAMALmsg 00h10min de 31 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Eliminação por autobiografia

WP:Autobiografia diz q isso é desencorajado pela comunidade. A lista de motivos para eliminação tb inclui Autobiografia como motivo (ao lado de BSRE). Se fala em PEs (e ESR / ER?) q o artigo é uma autobiografia como se isso fosse motivo suficiente para eliminação.

Mas questiono se autobiografia é mesmo um motivo válido. O problema de um artigo não é ser uma autobiografia. O problema sempre é o artigo ser uma biografia sem fontes, ou sem verificabilidade, ou sem imparcialidade, esses são os motivos para eliminação, autobiografia não é motivo para se eliminar. Rjclaudio msg 23h21min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo--Raimundo57br (discussão) 23h24min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Qual a idéia, aceitar que qualquer "Zé ninguém" crie uma autobiografia e que elimine após passar por ERS, PE e avaliação do Papa para depois apagar. Discordo BSRE e auto são sim razão para eliminação, chega de incentivar o uso da Wikipédia como serviço de hospedagem para pessoas que ninguém sabe quem são. Fabiano msg 23h28min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Onde eu disse que se deve aceitar toda autobiografia? Eu disse que autobiografia não é motivo válido para eliminação, BSRE sim. Se é um Zé ninguém, o artigo deve ser eliminado por ser BSRE e não por ser Autobiografia. Ou só se consegue eliminar Zé ninguéns se falar q o motivo é autobiografia? Rjclaudio msg 23h40min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não escrevei que afirmou, perguntei: Qual a idéia, aceitar que qualquer "Zé ninguém" crie uma autobiografia e que elimine após passar por ERS, PE e avaliação do Papa? Fabiano msg 23h42min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
E qual a ideia atual? Impedir que os "Zé ninguém" criem autobiografias e que elimine após passar por ESR, PE e avaliação do Papa? Eu não estou é entendendo a sua pergunta. Se atualmente não se impede a criação desses artigos, e esses artigos criados são eliminados por ESR, PE e etc, a proposta vai manter isso, não vai impedir a criação dos artigos, e os artigos criados são eliminados por ESR, PE, etc. Não estou querendo mudar nada sobre isso. Apenas estou mudando o motivo.
Todas as autobiografias que são eliminadas são eliminadas após serem consideradas BSRE, não há um caso de biografia relevante que tenha sido eliminada por ser uma auto. Então vamos deixar claro o motivo da eliminação, eliminados por ser sem relevância e não por ser auto. Rjclaudio msg 23h53min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Concordo Lijealso (discussão) 23h41min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Penso que o software preveja essa justificação em função das centenas de autobiografias que aparecem por aí em cada mês que são apagadas por ER, do género: "Orlando Couves é um contabilista de Couvais de Cima. Nasceu em 1952, cursou Contabilidade na Escola de Contabilidade", etc etc. Obviamente, o software é escrito tendo em vista sobretudo a política da en.wiki. E na en.wiki tudo o que não tenha demonstrado logo na primeira linha um factor de relevância é sumariamente eliminado, de forma pragmática. Só vai para PE quando esse factor de notoriedade existe, mas é posto em causa como insuficiente, questionável ou parcial e é sujeito a debate. Concluindo: a justificação existe para uma autobiografia que em simultâneo não tenha associado nenhum factor de notoriedade (bsre + escrita pelo próprio). Qual a razão para estar separado? Não sei. Provavelmente a mesma para separar spam, já que no fundo tudo isso podia ser fundido em "uso da wikipédia para divulgação sem interesse enciclopédico".
O propósito da recomendação também não é tanto proibir as autobiografias, mas recomendar que não o façam. Não porque seja contra as regras, mas para alertar quem o fizer que se vai deparar com imensa resistência e inúmeros problemas derivados da parcialidade e pode infringir uma série de outras regras, mesmo que se tente manter imparcial. Alerta sobretudo para o facto de ser muito difícil encontrar consenso para a inclusão dessa forma. No entanto, a recomendação assenta no paradigma da en.wiki, em que é a inclusão de material que está sujeita a consenso e fica de fora o que não é consensual ou questionável. Aqui o paradigma é o oposto de qualquer construção colaborativa: quando não há consenso é que o material fica. Polyethylen (discussão) 23h52min de 1 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Pq a justificativa é "bsre + escrita pelo próprio"? Não basta "bsre"? O que o "escrita pelo próprio" complementa para a justificativa da eliminação?
Uma biografia do tipo "Orlando Couves é um contabilista de Couvais de Cima. Nasceu em 1952, cursou Contabilidade na Escola de Contabilidade" deve ser eliminada por BSRE e não por autobiografia.
Quem vê no registro de eliminação AUTO / BSRE vai ver essa / como um 'ou', e que AUTO é motivo suficiente para eliminar, quando não é. Não é mais fácil simplesmente colocar apenas BSRE como motivo, já q esse é o único motivo? Se os motivos da eliminação são para indicar ... o motivo da eliminação, pq AUTO está ali se AUTO não é motivo para eliminar, está apenas dizendo que vai precisar se empenhar mais para mostrar que o artigo cumpre as políticas?
Se um artigo é marcado para ESR com a justificativa de ser AUTO, e aí? O artigo já foi escrito, é uma autobiografia, não há como mudar o passado (exceto apagar e deixar outro criar), como q vou mudar isso? Não há como mudar o fato de uma página ser AUTO então se isso for motivo para eliminar que se elimine sempre por ER todas as AUTOs. Mas o motivo para eliminar não é ser AUTO é ser BSRE, e isso sim pode ser mudado (ou melhor, demonstrado se é ou não BSRE).
Eu só vejo desvantagem nesse costume de usar AUTO como justificativa para eliminação. Qual a vantagem de usar isso ao invés de falar q é BSRE? Rjclaudio msg 00h14min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Cláudio, em AUTO se pressupõe WP:CONFLITO, um motivo válido para que não se assuma boa-fé. Citação: Não é recomendado escrever um artigo sobre si mesmo. Se você é notável, outra pessoa vai reconhecê-lo e escrever o artigo. Em alguns casos, os usuários da Wikipédia escrevem artigos sobre si próprios, quando, a ação mais adequada seria a criação de uma página de usuário. Nestes casos, o artigo é normalmente movido para a página do usuário em vez de ser excluído. Se você acha que pode ser bastante notável, mostre o seu caso em páginas de discussão apropriadas e procure o consenso em primeiro lugar, ambos com notabilidade e qualquer autobiografia proposta. escreveu: «WP:COI». Se não é motivo para apagar, é motivo para desconfiar. José Luiz disc 01h11min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
PS: lembrando que COI é política oficial da casa.
Sim, mas tanto AUTO como COI apenas são motivos para desconfiar, nada mais que isso. O motivo da eliminação é BSRE. Já viu alguma ESR ou PE com a justificativa AUTO / COI? Eu nunca vi, e se visse iria anular por ser inválida, seria preciso ser BSRE para indicar pra eliminação. Rjclaudio msg 01h21min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Mais, já viu alguma AUTO ser eliminada pq não seguiu o procedimento descrito em COI de propor e buscar antes o consenso / permissão para criar essa página? Eu nunca vi eliminarem por isso, nem nunca vi usarem esse procedimento (pelo q para mim a regra está desatualizada, já q só existe na regra e ninguém nunca seguiu nem falou disso, mas isso é a parte). Rjclaudio msg 01h23min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Eu entenderia AUTO como sendo BSRE+COI. Provavelmente muito parcial, como disse o Teles abaixo, e raramente "desinteressada". Isso é um aviso para o eliminador/sysop para prestar atenção redobrada no caso. Já BSRE pra mim deveria seguir a regra de WP:BPV obrigatoriamente tem que ter fonte comprovando notoriedade. E para as demais, se a notoriedade estiver implícita, deve pelo menos levar a tag {{carece de fontes}} e, no máximo, ser alvo de ESR/PE (se contestada), mas nunca de ER. José Luiz disc 01h34min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O software não "prevê" eliminação por ser autobiografia nem por ser biografia sem relevância enciclopédica. Os únicos motivos existentes por padrão são os três que aparecem na translatewiki:MediaWiki:Deletereason-dropdown/pt. Qualquer coisa diferente disso é inventado pelas wikis em que o MediaWiki é utilizado. Helder 16h25min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

── Concordo. Tanto faz se é autobiografia ou biografia que a mãe do cara ou outra pessoa criou, o ponto principal é se tem relevância enciclopédica. Se tem, deve ficar, se não tem o artigo deve ser eliminado. Jml3msg 00h03min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo autobiografia não é motivo suficiente de eliminação, é apenas, e deve continuar a ser, fortemente desencorajada. WP:Verificabilidade é a lei. A propósito, há um erro de digitação na MediaWiki:Deletereason-dropdown, está escrito utobiografia, alguém com permissão por favor arrume. Cainamarques 00h30min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Feito E. Feld fala 13h10min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Ver também MediaWiki Discussão:Deletereason-dropdown#Acessibilidade para quê? e esta correção. Helder 15h26min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Mesmo aquilo que tiver relevância pode ser apagado se estiver parcial - WP:NPOV. O ideal é que seja reescrito, mas pode ser apagado se não for. Daí o sentido de dizer que é autobiografia, pois, na maior parte dos casos, autobiografia é extremamente parcial, o que foge do interesse da Wikipédia.—Teles«fale comigo» 01h29min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

se a auto cumprir os critérios gerais de construção de artigos não vejo motivo para eliminar ou impedir a criação. Tetraktys (discussão) 03h45min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Nem eu. Helder 16h25min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo Para eliminar um artigo sob justificativa de Autobiografia é necessário basicamente provar que a conta pertence ao biografado e não temos ferramentas para fazer isto. O tratamento dado por conflito de interesse é independente do nome da conta. OTAVIO1981 (discussão) 17h53min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo Interessa-me defender a informação existente na wikipédia, independentemente de quem a colocou, até por ser impossível ter a certeza de de quem a colocou. O importante é defender e desenvolver o projecto e não quem é que edita. Se é relevante fica, se não é apaga-se e o problema fica resolvido. --João Carvalho deixar mensagem 22h22min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Se for manter a Autobiografia, eu preferia essa versão do Helder:

Isso deixa claro q autobiografia não é recomendado, embora seja possível. Separa AUTO de BSRE. E tb separa de Curriculo, em que o problema principal é o formato (se for um curriculo de uma BSRE, elimina por BSRE, se for um curriculo de uma biografia com relevância, elimina por curriculo). Rjclaudio msg 15h41min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Como provamos que um texto é autobiografia?OTAVIO1981 (discussão) 16h00min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Do mesmo jeito q se prova q um texto acusado de ser VDA não é VDA. Mas brincadeiras a parte (já q nunca se usa isso), é por isso q sou contra colocar isso como motivo de eliminação, mas para ter um consenso eu cedo e deixo isso como motivo se ficar claro q é apenas 'não recomendado' e tiver uma opção de deixar mais claro o motivo real (BSRE como um motivo separado de AUTO). Rjclaudio msg 16h15min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Acho que não provamos (a não ser que, por exemplo, o autor utilize algo como en:Template:User committed identity. Mas duvido que alguém faria isso se a consequência seria a eliminação daquilo que escreveu no wiki). Helder 16h25min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Se insistem em deixar este autobiografia nos motivos de eliminação, que seja pelo menos o último (1º BSRE, 2º CV) pois na prática não conta como motivo real para eliminar nada.OTAVIO1981 (discussão) 20h14min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo, tendo em mente também o que já disse em Wikipédia Discussão:Eliminação rápida#Justificativas confusas para as eliminações. Helder 16h25min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

@José Luiz: Citação: Se não é motivo para apagar, é motivo para desconfiar - e por acaso apagamos uma página por desconfiança? Apagamos pq desconfiamos q a página não cumpre CDN? Se ser AUTO significa a possibilidade (ou mesmo potencial) de não cumprir CDN / V / NPOV, vamos apagar pela possibilidade de não cumprir uma regra? Achava q só se elimina qnd se demonstra q não cumpre uma regra, e não por ser possível não cumprir. Por isso em uma PE por consenso ou em uma ESR, AUTO não pode ser argumento válido para apagar por significar apenas uma possibilidade e não um desrespeito. Rjclaudio msg 16h15min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Para mim deveria se tudo transformado em regras formais (após discussão). Não me parece lá muito bem estar a ser eliminado conteúdo com base em artigos informativos. Lijealso (discussão) 20h57min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Fim da hipocrisia em relação ao critério WP:CDN/SHOPPING

Já faz mais de 1 ano, que alguns usuários daqui, claramente anti-shopping (vá se saber porquê) colocaram na cabeça que precisam deletar todos os artigos de shopping, sem discutir o critério CND:SHOPPING com a comunidade, critério esse que é extremamente malfeito e mal redigido. Nenhum shopping tem condição de cumprir o CDN:SHOPPING porque é um critério subjetivo que não tem como ser medido - e nenhum administrador da Wikipédia se digna a explicar como um artigo de shopping pode atingir tal critério, apenas vão apagando tudo sem parar. Seria menos hipócrita que as figurinhas marcadas dessas "votações de apagamento de shoppings" tentassem primeiro ajeitar o critério CDN: SHOPPING, acho muito provável que a comunidade resolvesse apagar os artigos de shopping todos de uma vez, já que é quase impossível criar um artigo de shopping que não pareça uma propaganda de si mesmo. Mas ao invés de agirem como adultos, ficam covardemente lançando algumas votações por semana e vão lentamente e disfarçadamente apagando "o que não interessa pra eles", por motivos claramente pessoais.

Acabem com essa hipocrisia. Expliquem como se aplica esse critério bizarro de que "o shopping tem que ter importância nacional" ou proíbam logo artigos de shopping na Wikipédia. Mas não continuem com essa palhaçada de permitir e não permitir ao mesmo tempo alguma coisa por aqui. 177.210.247.122 (discussão) 22h16min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Ventilou? Que tal então: (i) você mesmo propor alguma coisa ao invés de reclamar; (ii) se registrar antes de chamar os outros de covardes e hipócritas; (iii) aprender que administrador não tem prerrogativa nenhuma pra explicar nada do ponto de vista editorial. Tenha dó... José Luiz disc 22h21min de 2 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Eu duvido que uma discussão aberta com tom ofensivo como esse gere qualquer solução. Se queria mesmo alguma mudança, começou mal. Somos voluntários... não sacos de pancada. Eu ignoraria e continuaria fazendo o mesmo de sempre, a não ser que haja algum respeito na discussão.—Teles«fale comigo» 02h28min de 3 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Shopping não tem que ser medido por "importância nacional" porque esse não é um critério que possa ser medido. Não existe ninguém que publique um ranking de "importância nacional de shoppings" pra gente usar como base - esse é um critério pra lá de estapafúrdio, incrível que uma frase subjetiva e genérica seja usada como base racional pra alguma coisa. Inventem outro critério mais factível. Ou liberem a criação de artigos de shoppings sem critério algum. Ou proíbam todos os artigos de shopping. Só existem estes 3 caminhos a serem tomados. Agora vocês, que são administradores daqui, sejam sensatos e tomem um desses caminhos. Ignorar e não fazer nada, não vai ajudar a eliminar esse absurdo da Wikipédia. 189.106.123.124 (discussão) 11h59min de 3 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Guias para o Projeto Wikipédia na Universidade

Pessoal, a estamos traduzindo para o português esse Instructor Basics: how to use Wikipedia as a teaching tool e The syllabus: a 12-week to write a Wikipedia article, cujas traduções estão nos respectivos arquivos PDF provisórios [4] e [5] (códigos-fonte dos arquivos do InDesign estarão disponíveis em breve - infelizmente em formato proprietário, mas vamos tentar fazer para o Scribus depois).

As instruções, que serão impressas, estão vinculadas a algumas instruções e páginas online, a saber

  1. http://education.wikimedia.org/casestudies -> outreach:Education/Case Studies
  2. en:WP:EDUCATOR
  3. http://education.wikimedia.org/welcometowikipedia -> http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Welcome_to_Wikipedia_brochure_EN.pdf
  4. en:WP:STUDENT
  5. http://education.wikimedia.org/welcometowikipedia
  6. outreach:Education Portal/Tips and Resources

A idea é que esses guias, URLs e páginas online sejam todas adaptadas para a língua portuguesa, portanto, gostaria das contribuições da comundiade:

1. Uma primeira correção, num primeiro momento, dos arquivos [1] e [2]. Se alguém puder e quiser ajudar, acho que colocar aqui nesse tópico os erros que achou é uma boa. Vou depois enviar para a LiAnna Davis os comentários, como fiz aqui certa época, corrigindo, com a ajuda de outras pessoas, esses Estudos de Caso. (Vou começar a colocar na página de discussão desse tópico aqui.)

2. Após essas primeiras correções de erros mais grosseiros, começaremos a adaptar todos esses guias e textos para o contexto da nossa comunidade lusófona. Não necessariamante usaremos, no médio prazo, esses guias no formato wiki dos links acima, principalmente porque eles são dificilmente adaptáveis para outras línguas devido ao complicado template. Estou pensando em usar algo mais na linha desses cursos aqui da P2P University

mas, é claro, vamos decidir juntos qual o melhor formato.

A ideia aqui é construirmos ao longo do semestre os melhores guias online e impressos possíveis (no estilo wiki, ou seja, que poderão ser melhorados com o tempo), juntos com vídeos, para que professores, estudantes e embaixadores possam aderir ao projeto da forma mais independente possível.

O programa catalisador do Brasil contratará alguns profissionais ao longo desse primeiro semestre de 2013, por exemplo, para alguns vídeos, mas esses precisarão, em diversos momentos, que trabalhar juntos com a comunidade (por exemplo, palpitando nos roteiros). Também tentaremos trabalhar com alguns profissionais de nossa rede de contatos criada até o momento que se dispuseram a ajudar, como profissionais de design (estudantes e voluntários da Wikimedia Brasil).

Portanto, já antecipando 2. aqui nesse tópico, agora vou focar em 1. e toda ajuda é bem-vinda. A partir de sugestões da comunidade e professores que participaram da primeira fase do piloto de educação, criei esses guias

que, obviamente, precisam de melhorias e adaptações a partir do tanto de coisas que aprendemos na segunda fase do piloto. Esperamos convergir os guias para alguns unificados de modo a aumentar a participação de professores e estudantes no projeto. --ezalvarenga (discussão) 03h51min de 3 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

P. S. esqueci de mencionar que uma página como essa aqui outreach:Education Portal/Tips and Resources toda em português também será boa para o projeto. --ezalvarenga (discussão) 05h15min de 3 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Atualizando, traduções feitas, que precisam de correções: Wikipédia na Universidade: tradução de guias e tutorias online quase prontos. --ezalvarenga (discussão) 22h18min de 18 de março de 2013 (UTC)[responder]

Construindo a versão lusófona

[editar código-fonte]

Caros, estamos em contato com uma colega voluntária do movimento Wikimedia, a Karen, que já fez diversos trabalhos para nós. Vamos consultá-la, com cópia a alguns professores, para ver a melhor forma de adaptar o material para o português. Como é necessário um trabalho de design, possivelmente contrataremos alguém para ter esse material o quanto antes. Dúvidas ou sugestões, escrevam aqui. Atualizações sobre o progresso também serão feitas nesse tópico. --ezalvarenga (discussão) 17h13min de 4 de abril de 2013 (UTC)[responder]


Guias para o Projeto Wikipédia na Universidade

Pessoal, a estamos traduzindo para o português esse Instructor Basics: how to use Wikipedia as a teaching tool e The syllabus: a 12-week to write a Wikipedia article, cujas traduções estão nos respectivos arquivos PDF provisórios [6] e [7] (códigos-fonte dos arquivos do InDesign estarão disponíveis em breve - infelizmente em formato proprietário, mas vamos tentar fazer para o Scribus depois).

As instruções, que serão impressas, estão vinculadas a algumas instruções e páginas online, a saber

  1. http://education.wikimedia.org/casestudies -> outreach:Education/Case Studies
  2. en:WP:EDUCATOR
  3. http://education.wikimedia.org/welcometowikipedia -> http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Welcome_to_Wikipedia_brochure_EN.pdf
  4. en:WP:STUDENT
  5. http://education.wikimedia.org/welcometowikipedia
  6. outreach:Education Portal/Tips and Resources

A idea é que esses guias, URLs e páginas online sejam todas adaptadas para a língua portuguesa, portanto, gostaria das contribuições da comundiade:

1. Uma primeira correção, num primeiro momento, dos arquivos [1] e [2]. Se alguém puder e quiser ajudar, acho que colocar aqui nesse tópico os erros que achou é uma boa. Vou depois enviar para a LiAnna Davis os comentários, como fiz aqui certa época, corrigindo, com a ajuda de outras pessoas, esses Estudos de Caso. (Vou começar a colocar na página de discussão desse tópico aqui.)

2. Após essas primeiras correções de erros mais grosseiros, começaremos a adaptar todos esses guias e textos para o contexto da nossa comunidade lusófona. Não necessariamante usaremos, no médio prazo, esses guias no formato wiki dos links acima, principalmente porque eles são dificilmente adaptáveis para outras línguas devido ao complicado template. Estou pensando em usar algo mais na linha desses cursos aqui da P2P University

mas, é claro, vamos decidir juntos qual o melhor formato.

A ideia aqui é construirmos ao longo do semestre os melhores guias online e impressos possíveis (no estilo wiki, ou seja, que poderão ser melhorados com o tempo), juntos com vídeos, para que professores, estudantes e embaixadores possam aderir ao projeto da forma mais independente possível.

O programa catalisador do Brasil contratará alguns profissionais ao longo desse primeiro semestre de 2013, por exemplo, para alguns vídeos, mas esses precisarão, em diversos momentos, que trabalhar juntos com a comunidade (por exemplo, palpitando nos roteiros). Também tentaremos trabalhar com alguns profissionais de nossa rede de contatos criada até o momento que se dispuseram a ajudar, como profissionais de design (estudantes e voluntários da Wikimedia Brasil).

Portanto, já antecipando 2. aqui nesse tópico, agora vou focar em 1. e toda ajuda é bem-vinda. A partir de sugestões da comunidade e professores que participaram da primeira fase do piloto de educação, criei esses guias

que, obviamente, precisam de melhorias e adaptações a partir do tanto de coisas que aprendemos na segunda fase do piloto. Esperamos convergir os guias para alguns unificados de modo a aumentar a participação de professores e estudantes no projeto. --ezalvarenga (discussão) 03h51min de 3 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

P. S. esqueci de mencionar que uma página como essa aqui outreach:Education Portal/Tips and Resources toda em português também será boa para o projeto. --ezalvarenga (discussão) 05h15min de 3 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Atualizando, traduções feitas, que precisam de correções: Wikipédia na Universidade: tradução de guias e tutorias online quase prontos. --ezalvarenga (discussão) 22h18min de 18 de março de 2013 (UTC)[responder]

Construindo a versão lusófona

[editar código-fonte]

Caros, estamos em contato com uma colega voluntária do movimento Wikimedia, a Karen, que já fez diversos trabalhos para nós. Vamos consultá-la, com cópia a alguns professores, para ver a melhor forma de adaptar o material para o português. Como é necessário um trabalho de design, possivelmente contrataremos alguém para ter esse material o quanto antes. Dúvidas ou sugestões, escrevam aqui. Atualizações sobre o progresso também serão feitas nesse tópico. --ezalvarenga (discussão) 17h13min de 4 de abril de 2013 (UTC)[responder]


Guerra de edição em artigos do UFC

Gostaria de pedir a intervenção dos demais editores a respeito de uma guerra de edição que vem acontecendo em alguns artigos relacionados ao UFC. Mais especificamente UFC 156, UFC 157 e UFC 158, na minha tentativa de padronizá-los.

O usuário DezinhoPimenta, ignorando minhas mensagens, insiste em reverter todas as correções referentes a remoção de redundâncias obvias, traduções do inglês para o português, a remoção de negritos desnecessários e ajustes da frequente maiusculite nos subtítulos.

Saudações, CidCN (discussão) 00h16min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Wikipedia está afastando novos editores

Caros, gostaria de chamar atenção para um recente estudo, de Aaron Halfaker, com informações interessantes sobre a drástica diminuição de editores na Wikipédia anglófona, The Rise and Decline of an Open Collaboration Community: How Wikipedia's reaction to sudden popularity is causing its decline, resumido nesse notícia, Wikipedia is driving away newcomers, report says.

Numas das conclusões, o autor diz "Wikipedia has changed from the encyclopedia that anyone can edit to the encyclopedia that anyone who understands the norms, socializes himself or herself, dodges the impersonal wall of semi-automated rejection, and still wants to voluntarily contribute his or her time and energy can edit," (tradução agora "A Wikipédia mudou da enciclopédia onde qualquer um pode editar para a enciclopédia onde qualquer um que entende as normas, socializa, se esquiva do muro impessoal da rejeição semi-automática, e ainda assim quer voluntariamente contribuir com seu tempo e energia, pode editar")

Acho que vale a pena uma reflexão sobre o assunto envolvendo essa outra comunidade de editores, por isso estou criando o tópico. --everton137 (discussão) 15h59min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Ah, uma discussão boa sobre o assunto na lista wikimedia-l: http://www.mail-archive.com/wikimedia-l@lists.wikimedia.org/msg03630.html --everton137 (discussão) 16h03min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo com o novo slogan. Helder 16h29min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
A questão não se coloca só na wikipédia e é transversal a qualquer local, físico ou virtual, onde o número de participantes vai aumentando gradualmente. Por um lado, quanto maior a visibilidade do site, maior o número de editores sem real capacidade para editar, que são atraídos em função exclusivamente da visibilidade. Quando a wikipédia era pequena e tinha pouca visibilidade, o projeto só atraía interessados com um certo nível cultural que estavam motivados a contribuir unicamente pelo prazer da divulgação de conhecimento. À medida que cresce, a proporção dos que estão genuinamente interessados e capazes diminui em favor dos que chegam aqui unicamente em função da visibilidade que o site obteve à custa dos primeiros. E aqui inclui-se os que pouco ou nada contribuem em termos de qualidade, os que encaram isto como uma rede social, os spammers, os pov-pushers, as agências de comunicação, os deturpadores profissionais e, no geral, qualquer um que tenha um índice cultural baixíssimo mas sente uma enorme necessidade de escrever em locais públicos para fazer "parte da sociedade".
Por outro lado, há também um nítido aumento de qualidade nos artigos que dá mais visibilidade a contribuições erradas. No início da wikipédia, praticamente qualquer coisa era válida. Podiam-se criar artigos sem fontes e cheios de erros que raramente alguém reparava ou chamava à atenção. Basta ver os esboços iniciais de maior parte dos artigos de 2001 até 2005 e a diferença de qualidade para os de hoje em dia é abismal. Não estou a dizer que os de hoje sejam perfeitos, mas que os de há alguns anos eram incomparavelmente piores. Ora, hoje em dia obviamente que não há esta liberdade de cada um escrever o que lhe apetece sem ser contestado. Se alguém chega a um artigo bom e começa a inserir informações sem fontes, certamente que vai ser revertido, ao contrário dos tempos iniciais em que raramente alguém questionava o que quer que fosse e "valia tudo".
Depois há um terceiro problema derivado da conjugação dos dois primeiros: quanto maior a proporção de gente sem preparação cultural a vigiar os artigos, mais probabilidade há de reverter edições válidas e de fazer desistir potenciais editores de qualidade. Ao mesmo tempo, diminui a capacidade do editor médio em perceber edições inválidas, parciais, sem nexo, que forçam um ponto de vista ou com erros óbvios. Abusos que não são contestados apenas porque têm uma tag <ref> com um lixo qualquer a fazer de conta que é uma fonte credível e a enganar os revisores, contribuindo assim para que cada vez mais se encoraje a mediocridade a permanecer activa e a continuar a editar, fazendo também com que haja uma sobrecarga enorme de stress nos que se preocupam com a qualidade, que eventualmente desistem em função dos inúmeros conflitos culturais. Polyethylen (discussão) 16h35min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não vi nenhuma conclusão nova. Isso tudo já se sabe a anos. E pode ver qualquer análise da wikipédia escrita por quem é 'contra a WP' que verá esse mesmo slogan. E possivelmente mts q são 'a favor da WP' tb vão falar a mesma coisa. Rjclaudio msg 16h38min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não sei o que se passa na en, mas por aqui sei que, muitos editores são tratados como escumalha mesmo fazendo edições válidas e a maioria dos novatos são recebidos com duas pedras na mão. São poucos os que têm paciência para aturar este ambiente. --João Carvalho deixar mensagem 16h57min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
É complexo e há responsabilidades de ambos os lados. Muitos novatos, mesmo que façam contribuições válidas, fervem em muito pouca água e não acatam nenhum conselho. Não basta conhecer o assunto, há uma série de outras coisas que é preciso dominar, muitas delas absolutamente triviais para quem edita, desde questões de nomenclatura até normas de redacção, passando por locais apropriados para discutir assuntos, como funciona o consenso, o que são argumentos válidos em consenso, etc. etc. Por mais que se domine um tópico do conhecimento, são questões que nunca se pode dominar quando se é novato. O problema é que por vezes, quando se tenta dar um conselho sobre determinado aspecto ou orientar sobre a forma como a comunidade se regula, há quem reaja muito mal e ache que está a ser "perseguido" e "recriminado", chegando aos casos extremos de fomentar guerras de edição constantes e começar a abrir pedidos de bloqueio disparatados contra todos os que se atravessem no caminho, em vez de ouvir os mais experientes. Claro que este tipo de mentalidade pouco tempo fica. Não tem nada a ver com mau feitio, tem a ver com falta de humildade e incapacidade de reconhecer que quando se entra num grupo social, não se pode descartar a experiência dos que já lá estão integrados. Mau feitio tenho eu e isso nunca me impediu de acatar conselhos valiosos durante os primeiros tempos de edição.
No entanto, é assinalável que existe, de facto, uma confusão muito grande entre um novato genuíno e todo o tipo de abusadores. A sensação com que fico é que se trata contribuições de qualidade a pontapé e como se fossem lixo, ao mesmo tempo que se acarinha e protege de forma patológica todo o tipo de abusadores do projeto que só o usam como plataforma de visibilidade para divulgar produtos, ideologias e pontos de vista, e que não estão minimamente interessados em contribuir para o conhecimento humano. Por vezes vejo novatos completos a fazerem muito bons artigos com textos de qualidade que só precisam de uma ajuda na formatação, mas nunca, nunca vejo ninguém a incentivar o seu trabalho ou a apoiá-los. A única coisa que vejo incentivar são os abusadores, sobretudo aqueles que lançam a discórdia em espaços públicos, manipulando-os como arma de arremesso contra questões pessoais mal resolvidas. Polyethylen (discussão) 17h32min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Isto já era de esperar e inevitável dada a política existente. Para se estar bem dentro da WP como editor quase que é necessário ter um curso de direito para não violar as regras. As discussões por "dá cá aquela palha" são infindáveis com uma superioridade de indivíduos que não entendem ou entendem pouco do assunto em causa, contra 2 ou 3 especialistas na matéria. Não se faz nada sem discussão "na página apropriada" e em vez de editar passamos o tempo a discutir criando azedume entre os editores, atritos e por vezes represálias, palavras inconvenientes, etc. depois ameaça-se, os que conhecem as regras intimidam os mais novos e estes, quem têm outros "obis" vão embora. Quem é que, no seu perfeito juízo, vai passar os seus momentos de lazer a discutir? Nini Como? 17h26min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Falta servir um chopinho, pois é papo de boteco. Essas análises "estatísticas" são de lascar...Achismo todo mundo tem o seu, mas dados de fato sobre o ambiente lusófono, ninguém tem. Eu, por exemplo, estou aqui há quase 3 anos e a mudança para melhor no ambiente de quando eu cheguei é também abismal. Mas tem gente que acha que está ruim e piorando. E de achismo em achismo, novos desabafos. Pessoal, o que é preciso é trabalhar ou, se não quer trabalhar, parar de reclamar. Projetos como o da Universidade ou a contratação de um analista estatística "de fato" (que a Oona está selecionando) são ações reais. O resto, pra mim, são conclusões de outro mundo (o anglófono) e mumunha. Eu, quando viajo pro interior e vejo inúmeros alunos e escolas usando a Wiki (quando antes não tinham nada ou uma biblioteca vagabunda) só posso me alegrar. Ficamos aqui brigando pra defender o IP que só vem aqui fazer artigo de shopping quando a maior parte de nossos leitores precisa (e usa; e muito!) mesmo é do básico. Daqui vinte anos, quando estivermos no estágio da enwiki hoje, aí a discussão se cada rua do mundo precisa de artigo será importante... Enfim, é o que eu..."acho". José Luiz disc 17h55min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Zé, o ambiente aqui não é mau e trabalhamos muito, falo por mim, mas estamos a evoluir para o que se está a passar na en. Cada vez há mais discussões por uma só palavra!Nini Como? 18h04min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Estou a evitar de colocar aqui, exemplos de como alguns editores são tratados na wikipédia lusófona. Já nem falo sequer dos IPs. Mas se acham que isto são "achismos" digam que eu boto a boca no trombone (parece-me que em pt/br é assim que se diz). --João Carvalho deixar mensagem 21h42min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
João, talvez de fato seja melhor mesmo uma grande catarse coletiva pra ver se a gente exorciza esse negócio. Anos atrás, o problema era a "panelinha do chat": pois bem, deu aquele quiprocó público gigantesco, quem se aborreceu foi embora e das cinzas renasceram muitos bons editores. O mesmo com o caso do Quintinense, que a comunidade ficou dourando a pílula um tempão até bani-lo. Pra não falar do fair use, cuja primeira discussão está entre os primeiros artigos na Esplanada de 2004 e precisou um cabra macho pra resolver de vez. Novamente, muitos abandonaram o projeto, enquanto outros reafirmaram seu compromisso. Enfim: numa sociedade política (no sentido de uma agremiação humana), não vai dar pra agradar todo mundo e cabem duas soluções aos descontentes: abnegação (e tem muitos aqui ainda, que um dia foram "wikipolíticos" e agora editam silenciosamente) ou a porta da rua (que foi utilizada por outros tantos, alguns agora voltando)... Agora um fato: ficar ventilando sem fazer nada jamais vai resolver problema nenhum. Enfim, se você acha que existe um problema, ponha sim a boca no trombone (é assim mesmo que se fala por aqui): o pior que pode acontecer é você ser voto vencido e perceber que não foi a Wikipédia que mudou e sim você que não mudou para acompanhá-la. Na melhor das hipóteses, você vai resolver a questão que te incomoda. José Luiz disc 00h19min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Creio que todos conhecemos esses exemplos e eu vivi-os muito recentemente porém creio que aqui não é nem o local nem o momento apropriado para "lavar roupa suja". A propósito não sei o que é "botar a boca no trombone" Haha. Mas como todos nos conhecemos a nós próprios é realmente o local e o momento para que façamos um exame de consciência. Sobretudo os que têm estatutos mais elevados e que deveriam dar o exemplo, são esses que têm comportamentos agressivos e muitas vezes inadaptados. O fato de estarem na WP há vários anos faz com que dominem todas as regras e assumem um ego desproporcionado àquilo que realmente são: simples seres humanos que editam numa WP. Devemos olhar com preocupação para essas estatísticas, pois os mais antigos são quase sempre os primeiros a cair. E devem ser perfeitas.... os americanos estão SEMPRE a fazer estatísticas, é o assunto que melhor dominam. Nini Como? 22h35min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Caro Zé. Concordo com: Citação: aqui não é nem o local nem o momento apropriado para "lavar roupa suja" escreveu: «Nini». Deixo-te só um pequeníssimo e pouco grave tópico: Na tua PDU (02h46min de 17 de outubro de 2012 (UTC)) há um aviso (não procurei o motivo) que não devia existir. As pessoas têm de ser tratadas com cordialidade e não de uma forma automatizada, ainda mais tratando-se de pessoas que se conhecem (na wikipédia). Se os pares se tratam assim, é fácil imaginar como são tratados os pobres iniciados que não fazem ideia do que podem ou não podem fazer. --João Carvalho deixar mensagem 15h31min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Caríssimo João, a edição que citou (esta, pros navegantes) é uma edição de um usuário que eu respeito demais, pelo trabalho que faz e pela minuciosa investigação que já fiz sobre suas edições. Como deves saber, quando não estou editando, trabalhando ou na vida real, estou lendo o passado da wiki para preservá-lo (um exemplo). A minha conclusão, quase três anos depois, é de que os que chamarei de "super-editores" (>100 000 edições) (Yanguas, Nice, Fabiano, Rafa, você, o Bisbis) têm vários defeitos, mas uma qualidade em comum: vocês são apaixonados por este lugar. Cada um da sua forma, defendem, da sua forma, o que entendem ser o melhor pro futuro da Wikipédia. Assim, quando leio a edição que destacou, não levo a mal, entendo que é um usuário que está aqui o dia inteiro, na "portaria" (o que é muito difícil), e vigia mais de 50 000 páginas (sei lá onde eu li isso). Um usuário que tem pouco tempo livre (dado o trabalho que se voluntariou a fazer e as edições automatizadas são, pra ele, uma benção divina... Agora eu concordo contigo que os novatos não precisam sofrer com isso e te proponho um desafio: por que não propõe que o uso de edições automatizadas (exceto "boas vindas") deva se restringir a editores autoconfirmados ou usuários com direito a voto ou a IPs com mais de x edições? O "Fast buttons" poderia, inclusive, validar essa restrição. Eu não me oporia a isso e, pelo que conheço do grupo, acho que seria aprovado. Essa impessoalidade que te incomoda (e me incomoda) acabaria, não por que fulano ou beltrano é fã, mas por que o nosso processo é assim. É claro que, como diriam os americanos, democracy is a bitch, e o resultado pode ser o inverso do desejado. Mas aí o problema seria outro, né? Um abraço cordial. José Luiz disc 23h52min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Caro Zé. Não me parece que "o uso de edições automatizadas só para editores autoconfirmados ou usuários com direito a voto ou a IPs com mais de x edições" resolvesse o problema por dois motivos: Alguns autoconfirmados não merecem avisos com a palavra "vândalo" e há novos editores que merecem a apelidação de "vândalos". A solução na minha opinião é, a não transformação de um editor em autómato até porque ninguém exige a ninguém que controle tudo. Cada um faz o que pode, mas deve fazê-lo o melhor que souber e sem desrespeitar os outros. Grande abraço --João Carvalho deixar mensagem 23h18min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Quando eu entrei na wikipédia em 2009 havia um grande problema de tirania, os editores queriam melhorar a qualidade dos artigos e muitos editores novos não conseguiam entender o que estava acontecendo, na verdade é difícil manter a qualidade dos artigos sem assustar um pouco os novos editores. Ainda mais quando eu li "lixo" aqui nesse tópico, uma demonstração de raiva, até eu fiquei com medo, pensei que seria apenas uma enciclopédia onde se desenvolvesse um trabalho sério para beneficiar a sociedade.Thex Waxer (discussão) 15h39min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Pode interpretar como quiser. Mas quando começar a editar com frequência e a ter uma lista com dezenas de milhar de artigos vigiados, tendo que monitorizar mudanças recentes, vai poder observar a quantidade de vandalismo, spam e abusos que diariamente assolam os artigos e, talvez, abandonar a ideia romântica e utópica que só existem edições de gente séria e culta que está apenas interessada em melhorar conteúdo em prol da humanidade. Depois então pode opinar se é "raiva" (sic) ou uma simples constatação da realidade quotidiana de quem edita com frequência. Polyethylen (discussão) 15h48min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Conheço bem o vandalismo na wiki, eu não atuo muito nessa área desde 2009, mas conheço bem os problemas de vandalismo e foi por isso que eu disse "é difícil manter a qualidade dos artigos sem assustar um pouco os novos editores" pensei que seria mais simples no começo, mas depois eu percebi que haviam muitas dificuldades dentro da wiki, e eu sei que existe diferença entre "Maus" editores e editores inesperientes, essa é a questão, muitos editores inesperientes as vezes são tratados como "maus" editores, não dizendo que tenho a solução pra esse problema. Tive sorte de ter tido ajuda de editores compromissados como o Rjclaudio no começo, e acredito também que todos podem notar as incoerências em relação ao que eu disse e sua resposta.Thex Waxer (discussão) 16h04min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O problema não são os novatos que perdemos: o grande problema são os especialistas que afugentamos. Se a cada conta que se forma houver uma pequena investigação daquilo que o usuário é ou pode partilhar com a sua colaboração, a regra dos "poucos mas bons" vai prevalecer e a WP aumentará progressivamente o seu nível. Suspeito que deve ser esta é a política da Britannica ao impor 79.95 €/ano para a inscrição. Qual o vândalo que vai pagar para destruir? Alguns loucos mas poucos. Temos que conhecer quem são os novos inscritos (questionário obrigatório no processo de criação de conta por exemplo) e ajudar os potenciais bons editores. Nini Como? 17h49min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Nini, a ideia é boa! Por que não elabora um pouco mais numa subpágina sua e convida o pessoal a te ajudar? Lembro que já tentamos tornar pelo menos o uso do "Babel" obrigatório e não foi possível (@Cláudio, lembra disso?). Mas acho que pode evoluir pra uma boa ideia. José Luiz disc 23h52min de 5 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Zé eu posso ter ideias mas não tenho experiência nesse campo e sairia decerto uma treta. Porém acho que ezalvarenga terá competência ou Teles,ou muitos de vós pois eu não conheço as vossas capacidades. Quanto a mim sei que não sei fazer isso corretamente e além disso também creio que é uma medida a tomar a nível das wikimédias ou estarei errada? Nini Como? 00h37min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Stegop me ensinando. Yanguas me ensinando. Fabiano me ensinando. Nini, WP:AUDAZ:crie uma subpágina sua com o que quer que ache que é importante e convide quem quiser pra opinar. Tente e vamos juntos! José Luiz disc 00h57min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
As ideias vêm mas têm que ser postas no papel por competentes no assunto: questionário e confirmação necessária por email para ativação da conta uns 3 dias depois; entretanto havia tempo para verificar o IP, a localização desse IP e certos parâmetros do inquérito que levariam a uma identificação semi-secreta do proponente. Um vândalo normalmente cria a conta rapidamente, vandaliza e rapidamente desaparece para vir no dia seguinte criar outra conta nem que seja no café da esquina da rua. Não fica à espera 3 dias que a conta seja confirmada para vir vandalizar, salvo aqueles que permanecem e nós já conhecemos e são bloqueados. Nini Como? 01h05min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

OK essa do WP:AUDAZ foi boa. Você venceu. Amanhã com a cabeça fresca vou tentar... não estranhem se sair uma treta Haha Nini Como? 01h11min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Estamos JUNTOS, Nini. Esse é o espírito. Menos lamúria e mais propostas. Prefiro errar com quem tenta do que concordar com quem lamenta (dizia mamãe).... José Luiz disc 01h14min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Amanhã envio o link da página de testes. Vou dormir. Se não desligo o PC esqueço-me de dormir... e só noto quando já estou a fazer asneira...Boa noite Nini Como? 01h28min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Para quem quiser meter mesmo mãos à obra no sentido de captar e reter contribuintes de qualidade ou especialistas, não faltam opções:

  • O programa wikipédia na universidade precisa de gente para trabalhar. Desde embaixadores de campus a embaixadores online, passando por revisores de conteúdo. Há dezenas de alunos a aprender a editar e professores que precisam de auxílio sobre como lidar com a wikipédia. Há dezenas de artigos com enorme potencial que têm que ser adequados a uma redacção enciclopédica. Os alunos precisam de motivação e de ter alguém sempre pronto a tirar dúvidas. Os professores precisam de incentivo para colaborar e rever artigos para além do programa. O programa precisa de uma extensão para Portugal e para os restantes países lusófonos. Ajudem, comecem a mandar e-mails para os departamentos das universidades, para associações, investiguem, inventem.
  • Os wikiprojetos foram reformados no intuito de reter mais especialistas, mas continuam sem gente. Foram criados apenas oito para simplificar o recrutamento. Falem com pessoas, incitem-nos a contribuir, melhorem as páginas de projetos acrescentando recursos online de referência, comecem a pensar em criar manuais de estilo por tema para facilitar a vida a quem precisa de orientação. Divulguem, enviem e-mails.
  • Apoiem novatos de qualidade, incentivem-nos a ficar, se fizerem um texto de qualidade digam-lhes que fizeram um texto de qualidade, deixem de perder tempo a defender spammers e abusadores.

Bolas, há centenas de tarefas para fazer e nos últimos meses tem-se reformado partes da wiki para facilitar o outreaching e fixação de especialistas, e há uma enormidade de tarefas para acabar, mas nunca vejo quase ninguém avançar para além do "é preciso fazer coisas". Polyethylen (discussão) 01h51min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Eu já estou começando. Entrei em contato com um colega que é professor da UFRN de direito e tudo indica que iniciaremos o trabalho juntamente com o ano letivo. E. Feld fala 02h00min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • eu também vou começar mas primeiro temos que ver a ordem de "coisas a fazer" pois não somos muitos a trabalhar.(creio que este assunto merece uma página de discussão separada)
  1. não podemos descuidar a vigilância sobre artigos novos e alterações recentes. Alguns editores são peritos neste assunto.
  2. é necessário não perder muito tempo a discutir sobre nomes corretos ou não. Usar o bom senso, a opinião dos especialistas dentro de cada projeto e fechar a discussão. Senão é um nunca mais acabar de discussões e perdemos tempo. todos os dias se discute durante horas e no dia seguinte a decisão ainda não foi tomada! dois dias depois ainda continua... uma semana depois ainda está tudo na mesma... Isto não pode acontecer: perdemos tempo, irritamo-nos e a motivação vai-se. Por exemplo um termo de arquitetura. Temos arquitetos aqui? temos. Que dizem eles? quando os que dominam a matéria estiverem de acordo entre si cumpre-se imediatamente o que dizem os especialistas e a discussão acaba.
  3. eu vou dar início ao projeto de "ficha de inscrição" na WP para podermos ter uma ideia de quem é quem. O tempo do anonimato está a passar e temos que saber com quem lidamos
  4. ...outros pontos importantes muitos de vós podem enumerá-los aqui, por ordem de importância e/ou urgência pois eu ainda não tenho experiência para os enumerar e muitos até desconheço que existem

Nini Como? 10h40min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo com a Nini, muito boas idéias, a parte difícil vai ser enviar essa proposta pra Wikimédia e aceitarem essas idéias, pois não sei se é possível restringir essas mudanças a Wiki Lusófona sendo as contas unificadas.Thex Waxer (discussão) 12h12min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

E aí é que esse negocinho de "democracia" atrapalha... A Wikipédia não é do jeito que ninguém quer, é do jeito que a maioria quer. Como na política, não há ninguém completamente satisfeito, mas todos ficam satisfeitos "na média". Só que, também como na política, há pessoas que não abrem mão de um ou outro princípio (como o fair use, por exemplo) e abandonam o processo por sentirem que o "mundo mudou". Eu, por exemplo, sou contra o aborto, mas e daí? Um argumento que eu poderia usar é que durante milênios não podia e que "o mundo mudou para pior", ficar amuado e "abandonar esse país de m..." (já ouviram isso?). Enfim, é necessário compreender que o projeto sempre caminhará na direção desta média e nem o Jimbo, que já tentou fazer dele uma monarquia (essa edição por exemplo, deu o que falar, ou quando ele despirocou no Commons), conseguiu impedir. E quem não for capaz de ceder achando que o projeto sempre será como "era no passado", vai se frustrar e, pior, despejar a culpa "no projeto", "na panela", "no clima" ou whatever.... Mas vejo que tem gente a fim de trabalhar, o que já me deixa contente. José Luiz disc 13h24min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Depois dessa acho que devemos ver com urgência a possibilidade de separarmos a wiki.pt em pt.pt e pt.br Seria ótimo observar como seria a pt.pt: só especialistas e não fãs (proposta do Poly), sem IPs apenas editores com nomes completos (da Nini), não a artigos mínimos (do Stegop), editores "eunucos" que só poderão editar artigos e não comentar ou votar (da Belanídia), banimento de quem falasse mal da wikipedia (do Nelson Teixeira). É claro que alguns brasileiros aprovam essas coisas mas era só migrarem para lá e tudo ficaria bem. Aqueles que defendem que a wiki deve ser um lugar que todos podem editar e apenas respeitar regras efetivamente básicas (pilares) e não pseudo-regras (consenso com anulação de opiniões, da Madalena) podem ficar por aqui mesmo.--Arthemius x (discussão) 12h50min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Obviamente que não percebeu nada do que escrevi. Polyethylen (discussão) 12h53min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não entendo o que quer dizer Arthemius, a questão é que só os usuários que efetuassem registro na Wikipédia Lusófona, ou usuários confirmados de outras wikis poderiam editar na wiki lusófona, desta forma as mudanças não afetam as outras wikis, tudo isso deve estar em um relatório junto com a nova formatação da MediaWiki para ser envidado a Wikimedia. Mas antes de tudo, temos que saber se eles vão aceitar essas alterações.Thex Waxer (discussão) 13h10min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Só o registro não garante que poderão editar na lusófona com tantas propostas restritivas e violações consentidas de regras básicas pelos "seniors" que acontecem diariamente. E chamei a atenção com fatos do quão curioso é essas propostas causarem sempre simpatia e apoio de determinado grupo de editores que se ajudam mutuamente: a dos editores portugueses.--Arthemius x (discussão) 13h21min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Jura? Eu me lembro bem de um grupo de editores brasileiros que "se ajudam" no Face e fora daqui, todos ligados a um cara de Quintino... José Luiz disc 13h24min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Outra curiosidade: o cara de Quintino edita sobre carnaval, assunto ignorado ou odiado pelos portugueses.--Arthemius x (discussão) 13h29min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Edita sobre bairros, biografias, critérios de notoriedade e mais um monte de coisas também. José Luiz disc 13h32min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Esta é uma acusação séria, e não é sobre isso que se trata essa discussão, editores se ajudando tentando controlar as decisões tomadas dentro da wiki? Além do mais, que benefício isso traria ao suposto "grupo" português de editores? E quem são?Thex Waxer (discussão) 13h34min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Na verdadade, nem tanto. Discutir não é proibido e se algumas ideias vão ganhando peso, a média pode começar a mudar. Se a maioria concordar, é o processo funcionando e não vejo como "separatismo" vai nos levar a algum lugar (que, na vida real, é outra solução típica dos que não conseguem ceder à maioria). Proibir que se discutam as ideias, por "absurdas" que sejam, é ainda pior. José Luiz disc 13h40min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Ué, dei os nomes e os fatos. E basta ver como votam ou opinam: se não apoiam explicitamente, também não fazem nada mais do que um "não concordo". Recentemente um editor (Raimundo) foi banido basicamente depois que o senhor Poly decretou que "toda a gente estava farta de suas repetições". Que gente, os portugueses? Eu estou farto das repetitivas propostas e votos contra artigos mínimos do senhor Stegop mas o senhor Poly nunca se fartou disso pelo que me parece. E estou farto das propostas reeptitivas em favor de "especialistas" e "seniors" do Senhor Poly que não tem nada a ver com as regras básicas do projeto. Mas não pedi bloqueio pois isso não é motivo para tal. Ou será que é?.--Arthemius x (discussão) 13h43min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
E eu sei por que Arthemius: por que você teme que a maioria concorde com o Poly ou com o Stegop e, nesta hora, você acabará percebendo que o projeto mudou e quem não se adaptou foi você. Ou, alternativamente, a maioria concordará com você e seu problema estará resolvido. Enfim, lamentar não ajuda... É o mesmo que disse pro João sobre a "falta de cordialidade" de um paulistano que o incomoda. José Luiz disc 14h08min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
PS: note que eu não estou te estimulando a propor algo contra pessoas e sim contra comportamentos que te incomondam e que, se aprovadas, farão do nosso convívio algo menos "pessoal" e mais "processual".
Parafraseando-o quando acusa seus interlocutores de lerem apenas livros de dez páginas, se conhecesse um pouco de dinâmica saberia que as coisas mudam - menos as premissas iniciais, pois se isso acontecer se instaurará a imprevisibilidade (caos) e o sistema ou projeto como foi concebido acaba. A wikipedia é dinâmica mas suas premissas básicas são os pilares. Algumas pessoas querem convencer que mudou, como vc, por exemplo. E acho que mudou em algumas coisas realmente: vc foi eleito administrador com uma proposta totalmente parcial (delecionista) e segregacionista (não respondo a suspeito de socks). Se fosse quando eu entrei e os burocratas ainda mantivessem seu poder discricionário e não se tornassem robôs como hoje, isso jamais teria acontecido. E também mudou as páginas de discussão, quando diariamente editores e administradores atacam regras básicas e nada acontece, sem falar no festival de psicopatas, criminosos e censuradores que abundam por lá mas desde que não falem mal da wikipedia ou que xinguem algum "senior", tudo bem. Mas o projeto não mudou: os pilares continuam os mesmos. É claro que uma wiki.pt.pt teria que obedecer aos mesmos pilares mas como lá todos concordarão que os mesmos "são passado" não haverá problema em serem totalmente ignorados, a não ser para o Meta. Mais aí é problema deles e não nosso.--Arthemius x (discussão) 14h23min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Desisto. Continue então reclamando.... Se tudo isso acontece, eu fui eleito e ninguém liga, talvez seja por que ninguém se incomoda, exceto você. Enfim, se não se anima a mudar, resta a abnegação ou outro projeto.... José Luiz disc 15h23min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

O que eu quero dizer é que se isso realmente acontece, precisamos de provas concretas e relatórios para punir os grupos e alterar as políticas para que fique mais difícil a atuação e criação destes grupos. Deveríamos então discutir essa situação no local onde ocorre.Thex Waxer (discussão) 13h48min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Wiki pt.pt eis um sonho que sonhei e que fez com que enviasse os meus 15 euros para me inscrever na Wikimedia portugal. Continuo à espera da password mas creio que já fui aceite. Se isto for feito (segundo informação já existiu a Wiki pt.pt mas não havia editores suficientes) eu comprometo-me a trabalhar noite e dia para sempre! Criaram a Wiki em Mirandês que está deserta desde Março 2012!!! Ridículo criar uma Wiki para um pequeno grupo de pssoas!Nini Como? 13h59min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Separar é realmente o único meio?Thex Waxer (discussão) 14h04min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não Tex, não é. O uso de termos comuns às diferentes variações da língua portuguesa, a verificação da gramática portuguesa que é a mesma seja no Brasil como em Portugal mas tão pouco respeitada por muitos editores, a abdicação da propriedade dos artigos (este é português brasileiro/ este é português europeu) com as notas na discussão do artigo que são separadoras como se de um muro de Berlim se tratasse... tudo isto levaria a um consenso, a uma harmonia para bem da WP lusófona. Porém essa harmonia é difícil e está mais do que provado pelas inúmeras discussões linguísticas. Defende-se o termo brasileiro a ferro e fogo... faz-se o mesmo para o termo europeu... os angolanos já começam a manifestar-se ver Herero disucssão. Nini Como? 15h03min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Só faltava mesmo o argumento xenófobo!!! Pode tardar, mas o veniz sempre acaba por estalar e até os amais calculistas na "argumentação" acabam por revelar quão ridículos são afinal. Curiosamente, eu, um dos anti-brazucas mais empedernidos, colaboro diretamente muito mais com brasileiros do que com portugueses. E deve ter sido por causa do anti-brazuquismo que cometi o sacrilégio de acabar de "brazucar" a História da Arménia e, indo contra as regras, propus que se mudasse o título para essa aberração de quem não sabe escrever a língua de Camões que é História da Armênia.
Pessoalmente ainda não tive nenhum conflito editorial relacionado com variantes linguísticas que não fosse facilmente sanado e muitos desses casos serviram para descobrir alguém a quem posso recorrer para esclarecer dúvidas e pedir ajuda nas minhas edições. Por muito largo que ele seja, o que nos separa não é o Atlântico, mas sim o que entendemos ser o objetivo do projeto — uns acham que ele pode e deve ser um almanaque rasca de tudo e mais alguma coisa, com esboços mal redigidos, outros acham que ele deve ser muito mais que isso. Mas esta última opinião está longe de ser só de portugueses, como também há muitos portugueses, talvez menos ativos nas discussões, que contribuem para o primeiro modelo. Os conflitos editoriais que envolvam conteúdos que ninguém contesta que cumprem as regras do projeto, nomeadamente imparcialidade, relevância e uma série de itens de WP:WNE (entradas de dicionário, WP:GUIA, sinopses, etc.) são, não só raros, por comparação com os conflitos em discussões, como geralmente são resolvidos sem grandes problemas e, principalmente, sem que os ânimos sejam exaltados durante muito tempo. É que o entendimento é muito mais fácil entre quem está aqui essencialmente para editar artigos do que quem passa tanto ou (muito) mais tempo a dar palpites como é que deve ser feito (pelos outros...) do que a editar artigos. Stegop (discussão) 23h51min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
quando eu leio isto tudo até fico com náusea! tanto ódio entre vocês. Um acusa o outro de ter sido eleito cito Arthemius x:com uma proposta totalmente parcial (delecionista) e segregacionista (não respondo a suspeito de socks). O despeito é tanto que o que se diz é logo mal interpretado! argumento xenófobo... tudo é interpretado de modo pejorativo! E pretendem construir algo com estas discussões! lavagem de roupa suja como eu disse antes... não é nem o local nem o momento apropriados. Lamento ter começado a escrever aqui. Nini Como? 00h07min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Ao meu ver a Nini apenas apresentou fatos que demonstram a tendência de se discutir sem se chegar a um consenso em harmonia, mas se o que o Stegop disse for verdade, podemos resolver os conflitos apenas, talvez, realizando algumas alterações nas políticas que nos ensinem a lidar com esse tipo de situação e com relação aos supostos "grupos", então futuramente, se for constatado que os grupos continuam e que os desentendimentos são fatais, eu apoiarei a decisão de dividir a Wiki. Sem exageros.Thex Waxer (discussão) 02h04min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

É verdade Thex eu só apresentei fatos que são presenciados, não são opiniões pessoais. Aliás há poucos dias eu propunha que se mudasse o título do artigo Constipação para "Resfriado comum", o nome brasileiro mais adequado do que o termo popular exclusivamente usado em Portugal. Se Stego tem o exemplo de Armênia eu também tenho exemplos. Eu luto por nomes que não sejam exclusivos de um país lusófono mas sim comuns à maioria, isto é a antítese da xenofobia é o esforço para unir, para levar a um entendimento comum. Mais um pouco só faltava você falar de racismo Stego! Aliás há pouca diferença entre essas duas palavras. Nini Como? 03h06min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Considero sempre interessante ler sobre o assunto, bem como procurar ler com atenção as diversas reflexões, análises e os comentários de editores experientes e novos por aqui. Novidade ou não, a polêmica decorrida do post do ezalvarenga revela que o assunto "dá o que falar" e pode ser amplamente explorado. Com relação à problemática de quanto as impressões pessoais contribuem ou são apenas desabafo, a meu ver, elas nem são em si pouco importantes. Difícil e necessário, no entanto, seria conseguirmos sistematizá-las, organizá-las de modo a aproveitá-las como ponto de partida para conferirmos como elas se manifestam concretamente no cotidiano da comunidade. Vou colocar em nosso planejamento isso. Uma das coisas que esse tipo de debate tem me feito pensar é se o momento da Wikipédia não está exigindo uma curva de aprendizado muito curta (digo, veloz). Em outras palavras, se fizéssemos um gráfico de curva de aprendizado por tempo para se atingir a retenção, essa curva teria qual inclinação? Editores são diferentes e alguns mais persistentes que outros, uns lidam melhor com a frustração e o erro que outros, então evidentemente não há fórmula. Mas possivelmente há uma média. Claro que a Wikipédia se tornou uma plataforma de "divulgação" e boa parte do trabalho de controle daqui é para evitar que se torne um recurso de publicidade. Ou mesmo de edições mal intencionadas mesmo. Mas há também o equívoco, a compreensão equivocada dos objetivos, ou ainda os erros de edição mesmo - e todos são parte do aprendizado. Por outro lado, um erro ou desvio de objetivo numa enciclopédia com a visibilidade da Wikipédia tem impacto grande. A Wikipédia sempre se caracterizou pelo "ao vivo", "aqui e agora": você aprende nela, discute nela, erra nela, treina nela. Treinar fora dela, em geral, tem resultado bom para o domínio da formatação, mas pouco resultado para o resto (critérios de relevância e notoriedade, adequação da linguagem, ponto de vista neutro etc.). Acho que isso vale até mesmo para as páginas de teste. Será que um ambiente de simulação em que se aplicassem as regras de eliminação, bloqueio etc., teria efeito positivo? Outro dia alguém (acho que foi o Vini175) mencionou a ideia de criarmos um jogo - neste momento me parece inviável (grau de esforço, investimento e energia necessários). Mas explorando ideias para um futuro mais ou menos distante, o que acham? Faria sentido ou, por princípio, não é o espírito?--Oona (WMF) (discussão) 06h17min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Oona essa"plataforma de divulgação" de que fala já é um "recurso de publicidade". O artigo que propus para destaque, Hipertensão arterial encontrei-o ontem integralmente copiado em 3 blogs! qualquer erro, qualquer palavra que utilizemos aqui vai ser reproduzida na web como se de um eco infinito se tratasse! Por isso, numa discussão eu dizia: mais vale ter um sinónimo a menos num texto do que uma palavra controversa! O diz-se assim, ou assim, ou assim... se um destes "assim" não estiver correto nós vamos eternizá-lo na web. Os jornalistas, mesmo os dicionários, recolhem informação da web para os seu jornais, a web recolhe a informação dos jornalistas e dos dicionários. Círculo vicioso terrível que se arrisca a destruir o conhecimento por confusão, não se sabendo mais o que é verdade ou mentira! Um novo modelo da bíblica Torre de Babel. E nós, simples editores, sonhadores do conhecimento, julgando ajudar para esse conhecimento, estamos na realidade a confundi-lo, a desorganizá-lo. Todos os cuidados são poucos! A maioria dos vândalos não são meninos traquinas que destroem por brincadeira. São espertalhões que tentam usar-nos para fazer publicidade dos suas empresas. Há tempos encontrei publicidade numa página da Categoria:Imagiologia médicaVer a "Revisão das 14h29min de 29 de agosto de 2009" (desculpem ainda não sei como pôr o link desta treta aqui). Durante 3 anos o IP vândalo teve publicidade gratuita. E sempre que se fazia uma pesquisa no Google essa categoria aparecia em primeiro lugar, eu fiz a experiência! Tudo isto é só para corroborar o que Oona escreveu, para que os que julgam que discutir por um nome é "xenofobia". É normal que o Brasil tenha muito mais neologismos que Portugal: é um país "novo", enorme, com uma quantidade imensa de etnias e de regiões onde se fala de modo diferente. Nós somos um País velho, pequenino, e mesmo assim temos o Mirandês como segunda língua e com uma WP. Por exemplo Biquipédia também se diz em Portugal... mas não vamos escrever aqui como sinónimo... Nini Como? 10h01min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Mais um exemplo: Tivemos há cerca de um mês uma discussão "terrível" entre dois termos: Amlodipina e Anlodipino (a tradução Brasileira, publicada pela ANVISA). Surpresa: foi recentemente adicionado à página o termo "Anlodipina". De onde vem este termo? da web: e apresentam-se "fontes" se necessário! (eu encontrei-as em blogs). Se eu apagar este termo da página vou ter de novo problemas com Dédi's (foi ele que o pôs) lá e se insistir vou ser acusada de "guerra de edições" Isto dá vontade de quê??!! por mim tenho muitas vezes vontade de desaparecer da WP, outros terão novo assunto de discussão como se de um entretenimento se tratasse. Nini Como? 10h36min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sem querer "lavar roupa suja" e mesmo não tendo o costume de responder a pessoas do nível do senhor Stegop, apenas um esclarecimento: se xenofobia virou qualificação para "contra quem é contra regras básicas da wikipedia" então sim, o argumento foi xenófobo. No mais, não sei como alguém de boa-fé poderia qualificar como xenófobo na verdadeira acepção do termo quando foram dados os nomes e listadas algumas propostas recentes que ao meu ver mais afastam editores daqui, que é o tema dessa discussão. E que curiosamente essas propostas estão ligadas a ação de editores que tem algo em comum: são portugueses. Fiz questão de frisar que muitos brasileiros apoiam essas iniciativas mas evidentemente, não posso negar o fator comum dos editores mais identificados com as propostas lesa-wikipedia serem daquela nacionalidade e isso para mim é indício de que há questão cultural contrária a proposta básica do projeto e que isso transcende o debate entre simples wikipedistas.--Arthemius x (discussão) 10h50min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

o Everton colocou toda a situação desde o início: A Wikipédia mudou da enciclopédia onde qualquer um pode editar para a enciclopédia onde qualquer um que entende as normas, socializa, se esquiva do muro impessoal da rejeição semi-automática, e ainda assim quer voluntariamente contribuir com seu tempo e energia, pode editar. realmente a wikipédia mudou, e o declínio é só um reflexo claro dessa mudança e das contradições que dela advêm. à medida que a comunidade vai se movendo nitidamente em direção à "profissionalização" das edições, o slogan dizendo que "todos" podem editar vai se tornando cada vez mais pura retórica. não vejo como se pode resolver o problema sem atacar sua fonte, que são as políticas oficiais. como estas são inatacáveis, o problema vai persistir.
parece que ainda não ficou suficientemente claro que uma enciclopédia é - ou deveria ser - uma produção erudita, uma obra de referência, e neste contexto a edição amadora e descontrolada se torna uma incongruência fundamental. se se deseja uma enciclopédia mais qualificada, como as evidências mostram inequivocamente, as restrições vão ser cada vez mais inevitáveis, e somente os persistentes, os realmente interessados no projeto, vão ser capazes de prosseguir. será que isso chega a constituir um problema? e eu creio que a WF deveria ouvir o que se passa na comunidade e as mudanças que ela vem introduzindo a fim de redefinir seus objetivos. não se pode mais pretender oferecer um conteúdo qualificado sem arcar com o custo disso em termos de redução de pessoal e regulamentação mais estrita. acho que a política de querer ficar agradando tanto amadores como profissionais, além de não ter a menor lógica na construção de uma enciclopédia de respeito nem para os fins educativos a que ela se destina, não tem futuro nenhum pela contradição que apresenta, a não ser que o objetivo seja o puro proselitismo, desejando apenas manter a wiki entre os sites mais populares do mundo, um site onde todos podem vir brincar despreocupada e inconsequentemente, sem regra nenhuma.Tetraktys (discussão) 14h42min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Isso já foi discutido exaustivamente pela Wikimedia e curiosamente, chegou-se à conclusão contrária, que o caminho é da maior inclusão. Ver: Plano Estratégico até 2015. GoEThe (discussão) 15h19min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
é óbvio que a conclusão oficial só podia ser esta, curioso seria o contrário. ou vc acha que a WMF iria reconhecer que existe uma contradição essencial e insolúvel em suas políticas? que nada! quanto mais gente melhor, que venham todos!.... só que depois vêm todos, de todos os tipos, e logo os maus editores são expelidos, e mesmo os bons já estão saindo também. ou seja, atraímos bandos de gente só para nas primeiras edições eles perceberem o quão enganosa é a nossa publicidade. agitamos a bandeira do "todos podem editar" quando a realidade prática e cotidiana é beeeeeem outra. na minha terra isso se chama mentira, mas para a WMF é perfeitamente cool. e fica a bagunça para a gente limpar, enquanto os figurões da WMF aparecem na mídia dizendo absurdos. todas as iniciativas de atração de editores vão cair no mesmo ciclo vicioso, pois nos esquivamos da fonte dos problemas e tratamos apenas os seus efeitos. qual a lógica disso? Tetraktys (discussão) 01h10min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Interessante comentário. Seria muito bom se esse ponto de vista fosse levado para uma discussão atualmente entre a comunidade de editores da anglófona. Vi recentemente uma discussão na esplanda deles questionando se mais editores eram realmente necessários, mas não prestei muito atenção. Vou ver se acho. --everton137 (discussão) 01h29min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não vejo onde esteja a contradição. Querem mais editores + querem mais qualidade = querem mais editores de qualidade. Como os estudos mostram que o perfil de editor é na sua esmagadora maioria do hemisfério norte ocidental e com uma idade média bastante jovem, a prioridade é captar editores de qualidade nos segmentos por explorar: não apenas em outras latitudes e longitudes (daí darem importância a economias emergentes como os BRICS), mas também em segmentos menos jovens da população (daí darem muita importância a tornar a edição mais intuitiva e menos dependente de tentativa-e-erro e conhecimento de formatação wiki). Basta pensar no potencial de edição e tempo livre de professores universitários reformados (br:aposentados), por exemplo. Polyethylen (discussão) 01h58min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Eu sei que há projetos com universidades e etc, mas a contradição está clara no moto oficial da Wikipédia: todos podem editar. já se sabe que não são bem "todos" quem se pretende atrair e tampouco são "todos" os que pretendemos manter entre nós. por que, então, não deixar isso sacramentado, em vez de enganarmos os incautos com promessas que não vamos cumprir? ora, não vivemos praguejando contra a infestação de incompetentes e vândalos que nos atormentam, e agora vamos por um passe de mágica acreditar no discurso politicamente correto da WMF? para mim nossas políticas são uma farsa proselitista e demagógica muito bem orquestrada, tanto que até hoje ainda se proclama aos quatro ventos que todos podem editar, a despeito de isso já ter se revelado uma mera frase de efeito, um mito miseravelmente desacreditado pela experiência. Tetraktys (discussão) 04h14min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O slogan fazia mais sentido em 2001 antes da explosão da en:web 2.0. Há também uma questão muito subtil no slogan original em inglês que se perde na tradução: o slogan é the encyclopedia anyone can edit, e não the encyclopedia everyone can edit. Isto foi traduzido em português para "a enciclopédia que todos podem editar". Mesmo que tivesse sido traduzido correctamente para "a enciclopédia que qualquer um pode editar", continua a haver uma diferença subtil para o "anyone" inglês, muito mais associado a uma selecção de indivíduos entre um conjunto, ao contrário do nosso "qualquer um" que até tem uma carga pejorativa ("isso é tão facil que qualquer um faz").

───────────────── Estas questões podem parecer de pouca ou nenhuma importância mas vão cimentando formas de agir. Tal como a questão do "free", que em inglês é ambígua entre a liberdade e o gratuito, enquanto o equivalente em português "livre" apenas se associa à questão da liberdade. Isto faz com que a maioria interprete o site não como sendo uma enciclopédia gratuita que pode ser usada sem restrições, mas antes como uma rede social libertina tipo webhost gratuito onde podem fazer o que lhes apetece. Polyethylen (discussão) 05h13min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Poly, se o lema foi mais coerente no início, pode ser, mas é preciso reconhecer a nova realidade: a wikipédia mudou, e muito. as palavras podem ter suas nuances, mas o fato é que hoje nem "qualquer um", nem "todos", podem editar na wikipédia. não podem porque 1 - não são todos os que têm capacidade, e 2 - já não queremos os que não têm capacidade. logo, não caberia mais falar em todos ou qualquer um, pois o nosso alvo prioritário passou a ser a elite intelectual. a prova do que eu digo é do conhecimento de todos: mil políticas de edição, projetos em universidades, etc. cá para nós, uma enciclopédia que se pretende uma obra de referência, não pode ter crianças a editar. para mim, o próprio empenho com que a wikipédia tenta se equiparar a publicações eruditas e buscar a aprovação e engajamento das academias é um sintoma ululante de um grande complexo de inferioridade latente, ao que reagimos com ufanismo fútil, vazio de significado. ou somos realmente crianças grandes ou tem coelho nessa moita: grana, poder, mercados, etc. no entanto, a despeito de tantos ventos, são poucas as descargas substanciais. milhares e milhares de artigos não têm, reconhecidamente, a menor credibilidade. os destacados são ínfima minoria. e como oficialmente aceitamos tudo, somos uma enciclopédia por definição amadora! patético.... o que eu temo é que a WMF esteja atualmente mais preocupada em manter a wikipédia no topo das paradas de sucesso a qualquer custo. se o interesse principal fosse a boa educação e boa informação do público, as estratégias deveriam priorizar a contribuição erudita, e não a amadora, como nossa publicidade grita. não há um contrasenso aqui? Tetraktys (discussão) 06h42min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Tetra, não foi a WFM que impôs as políticas, nem o Jimmy, nem sei lá o que. Se vc ver o que diz na página dos pilares ou dos princípios fundadores, foi que a comunidade escolheu trabalhar assim. O que alguns editores delirantes e fantasiosos querem agora é pegar tudo o que foi feito e transformar em algo que eles pensam que é e com isso trair todos os demais que carregaram o piano até agora e a fizeram chegar ao tamanho e importância que está agora. O que é impossivel pois a comunidade atual não vai trabalhar como uma universidade, nem com tutoria e cadastro obrigatório, nem outros blá-blá-blás (a não ser os portugueses que parecem que tem essa cultura). O que os fantasistas e portugueses propõem na verdade é acabar com projeto e começar outro com as supostas bençãos das universidades e acadêmicos, etc, justamente a negação do que foi feito até agora que foi um projeto aberto a todos.--Arthemius x (discussão) 10h57min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Citação: se o interesse principal fosse a boa educação e boa informação do público, as estratégias deveriam priorizar a contribuição erudita, e não a amadora, como nossa publicidade grita. escreveu: «Tetra» Tetra, dependendo de mim, o projeto que coordeno tentando atrair estudantes e professores está alinhado com esse ponto de vista. Ao mesmo tempo, há o choque explicado abaixo pelo José Luiz. Como resolver? As soluções que tenho pensado estão nesse planejamento (em inglês no momento, desculpem) e já em execução como parte desses esforços atuais estão nesses guias e na tentativa de atrair especialistas na área de saúde. --ezalvarenga (discussão) 12h48min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
É bem claro que a wikipédia não é mais aberta a todos, mas as propostas não são fantasiosas, são para justamente reter os bom editores, especialistas em diversas áreas que geralmente abandonam a wikipédia por serem inexperientes, tenho certeza que podemos aproveitar a ajuda de universitários e especialistas e diminuir a quantidade de vandalismos na wiki através destes projetos (Projetos daqui). Acredito que devemos sempre tentar trazer novos editores ao invés de deixar como está, já que queremos melhorar a qualidade dos artigos. E não quero imaginar que você tenha algo contra os portugueses.Thex Waxer (discussão) 11h54min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
As regras básicas não mudaram. Se não mudou, como assim agora não é mais aberta a todos? E todos, incluem também os especialistas, acadêmicos, etc. Só que alguém tem que avisá-los quais são as regras básicas do projeto. Vejo só espalharem a fantasia de sempre: vão pra lá porque a wikipedia mudou. Expulsamos todos os amadores, fãs, trolls e socks, etc. Só espero que não seja eu a ter que avisar que Papai Noel não existe. E quanto aos portugueses, tenho contra aqueles que citei ou mais especificamente, suas propostas absurdas. Mas como acho que não adianta mais argumentar com bases nas regras conclui que é um problema cultural e que por isso devíamos nos separar e como os que não citei não reclamaram, nada mais natural que passe a generalizar e incluir todos. Mas se te incomoda, defina apenas como uma linha de raciocínio de um troll da wikipedia (segundo a cultura deles).--Arthemius x (discussão) 13h15min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

PS:Vi agora que o João Carvalho, reclamou, eheh mas como não argumentou nada, continuo na mesma linha.--Arthemius x (discussão) 13h18min de 8 de janeiro de 2013 (UTC).[responder]

Mudou e não mudou? É aberta (as regras não mudaram) mas nem todos podem editar? Todos são maus e todos são bons? Troll, fantasia, portugueses, grupos, fãs, juntar e separar. Isso da no que? Separar é a solução? Para o que exatamente? Por que você esta nesse tópico? Nos ofereça sua magnifica solução (dizendo com as devidas palavras) Arthemius.Thex Waxer (discussão) 13h50min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Como eu já disse, a magnifica solução já foi dada por pessoas antes de mim e resumida nos pilares. E estou nessa página justamente porque cheguei a conclusão que não adianta repetir isso pois certos editores na minha avaliação possuem um problema cultural que os impede de respeitar o que é básico e não pode mudar.E uma solução para diminuir isso é a separação.--Arthemius x (discussão) 14h55min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
João, Arthemius, eu bem tenho consciência de que políticas como a do todos podem editar não vão ser alteradas, pois são preciosas para a publicidade da wikipédia. mas vcs hão de convir que os pilares há muito foram ultrapassados pelas regulamentações que a comunidade criou posteriormente, que são tão ou mais efetivas que os pilares e têm força de lei aqui dentro, violando o próprio preceito fundamental que diz que não há regras superiores aos pilares. ou seja, a wikipédia evoluiu sim de sua proposta inicial para o que temos hoje. aliás, a wikipédia nunca se valeu realmente do "todos". o próprio Jimmy em uma entrevista reconheceu que quem carrega mesmo o nosso piano é um pequeno grupo de editores muito ativos. o resto do "todos" só faz edições minúsculas, quando não se entrega ao vandalismo e ao nonsense. desta forma, não encontro em parte alguma uma jutificativa sólida para continuarmos dizendo que a wiki é de todos. não é, nunca foi, e provavelmente nunca será.Tetraktys (discussão) 18h07min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

───────────────── Tetra, com todo o respeito isso que vc fala não faz sentido. Está escrito que os pilares são as únicas regras fixas e eles estão repetidos em todas as wikipedias.Não tem atualização nenhuma a não ser que a WFM reconheça. E deve ser em todas as wikipedias. Além disso, todo novo editor é remetido para aquela página. Todas as demais regras são variáveis, isso quer dizer que cada wikipedia pode ter as suas mas os pilares são sempre os mesmos. A única coisa acima é a legislação e por isso que o pilar do conteúdo livre na wiki.en foi mudado, por causa do fair use. No nosso continua dizendo que o conteudo é livre mas já foi visto que a lei permite o fair use (URC) no Brasil e em Portugal e só por isso ele foi mudado embora os incompetentes da wiki.pt ainda não mudaram a redação. E eu já expliquei que num sistema dînâmico a coisa funciona assim mesmo: é preciso dizer quais são as regras fixas que nunca poderão mudar. Senão é o caos. Outra analogia para vc entender é com a Constituição: não se pode mudar toda ela (emendar) porque aí é golpe, se transformará em outra constituição com uma representatividade inadequada. Por isso que os juristas falam em "cláusulas pétreas". Acredito que isso deveria ser a coisa mais clara de todas para os especialistas e seniores que tanto aparecem por aqui ultimamente. Mas como vc é a prova, são eles os primeiros a difundir a confusão e apoir verdadeiramente o golpe no projeto, o que obviamente não será possivel do ponto de vista da regra a não ser que a WFM concorde ou se a lei do país obrigue.--Arthemius x (discussão) 18h25min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Aparentemente os pilares da Wikipédia em alemão são um pouquinho diferentes (não sei alemão, usei o google translate e ouvi comentários a respeito). --everton137 (discussão) 18h32min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Por isso mesmo que propus aos portugueses criarem a wiki deles pois obviamente os pilares deles não são os mesmos que os nossos. Se a WFM concordar não há problema. E se a WFM concorda com o Tetra diz, mande bala nas atualizações na wiki.pt.br também. A WFM, porque nenhuma votação ou consenso poderá mudar um pilar. Ai sim vamos ver que nova wikipedia é essa. Creio que não vai fugir muito daquelas formadas pelas proposta que disse na minha primeira intervenção.--Arthemius x (discussão) 18h40min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
vc mesmo diz que na wiki-en um dos pilares foi modificado! assim, o que eles têm verdadeiramente de pétreo? nada, e se a comunidade (incluindo a WMF) desejar eles serão sim modificados como já vêm sendo, como evidencia o próprio exemplo que vc deu. o exemplo das constituições também não vale, pois me diga qual constituição nunca mudou? aqui no Brasil já estamos em nossa sétima constituição, e mesmo esta última já recebeu dezenas e dezenas de emendas, todas realizadas em prol de uma melhor representatividade de cada momento histórico por que se atravessa. até mesmo os dogmas religiosos mudam com os tempos! nada do que foi feito pelo homem é imutável, tudo pode ser mudado, e isso não quer dizer que estejamos empenhados em dar um golpe na wikipédia. o que eu defendo é uma atualização verossímil dos preceitos fundamentais do projeto.Tetraktys (discussão) 19h09min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
A wiki.en prevê o pilar do conteudo com uso restrito e o livre mas não poderia definir um pilar igual para todos porque não sabe da lei dos outros paises. Nos outros então é conteudo livre (a wiki precisa de uma lei para o fair use) até que a comunidade avaliar a lei e definir se pode mudar para restrito. Se não entendeu, paciência. E pode ter 5000 Constituições pois o o que eu fiz foi analogia de Constituição e Emenda com regra fixa e variável da wiki. Para a Constituição mudar é preciso uma revolução, golpe etc ou uma Assembleia Constituinte. Uma emenda basta uma votação. A wiki é a mesma coisa. Além disso expliquei mais uma vez o princípio científico de um sistema dinâmico que acho que não é a sua especialidade nem, aliás, de quem escreveu os primeiros pilares então não vou insistir nisso. No mais, como eu falei a alguns dias a outro editor, faça o serviço completo: se está tão convicto assim que os pilares estão desatualizados e que já foram mudados, vá lá e dê a sua redação. Peça ajuda ao Poly ou Stegop pra obra ficar bem bonita. E vamos lembrar quais seriam essas atualizações: obrigar só artigos enciclopédicos (científicos, nada de almanaques e artigos de fãs) e com notas de rodapé e com fontes fiáveis, senão é ESR e PE. Que só editores com artigos destacados possam opinar sobre conteudo (o resto é troll). Que consenso só vale com argumentos recomendados nas regras. Definam que qualquer regra inclusive recomendações são fixas e inegociáveis até que sejam novamente votadas, que as decisões dos administradores e da comunidade são as mesma coisa. Acabem com o quinto pilar. Se a redação perdurar mais do que uma semana sem nenhuma intervenção do Meta ou WFM, parabéns, vcs estavam certos e eu errado.--Arthemius x (discussão) 19h44min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Até pra encerrar essa thread, que já não sei mais onde vai chegar, entendo que o ponto é esse mesmo. Na época que proibiram a criação de artigos por IP na enwiki, também acharam que seria o fim da Wikipédia. Pois bem, passou bem mais de uma semana e ninguém morreu. Como estamos especulando sobre o que a WMF "faria" ou "não faria", eu testaria sim os limites do modelo. Sabemos que a Wiki não é "sobre tudo" (primeiro pilar), mas onde é que está o limite? Sabemos que a informação "tem que ter fontes", mas o que isso significa (aliás, WP:V foi votada por aqui - antes nem política era)? Cada comunidade pode e deve sim adequar essas fronteiras às suas realidades. O conteúdo tem que ser "livre" (terceiro pilar), mas já tem um furo aí com o fair use. Já o quarto pilar fala de "tente o consenso", mas é óbvio ululante que isso é coisa de anglófono. E o quinto pilar, que acho que fala justamente disso: os limites dos pilares podem e devem ser discutidos. É disso que falamos. José Luiz disc 20h06min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Sim, dizem que os editores são afastados pela burocracia das regras. Na wiki.pt, a primeira regra que é a página dos pilares que o infeliz do novato é apresentado, um dos editores especialistas do projeto acaba de dizer que está errada (desatualizada - opinião dele, não minha. Pra mim é a regra básica de todas as wikis e se tiver que ser atualizada, são todas as wikis que dirão e não apenas uma) ou seja, nem os especialistas.pt sabem dizer qual é a regra básica (concluindo-se pelo que ele falou) muito menos da burocracia. E quanto ao quinto pilar, já cansei de dizer a minha interpretação do que significa e me nego a comentá-lo novamente.--Arthemius x (discussão) 21h05min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Arthemius, você é sempre abrasivo assim? Mas vamos lá: eu não disse que está "desatualizada". Um "princípio" é, por definição, algo vago e que precisa ser lapidado por regras ordinárias e por usos & costumes. Essas regras e e esses usos & costumes variam localmente e são tema dos debates nas comunidades. Assim, o texto dos pilares na enwiki também não entra em detalhes - e lembre-se que lá é a homewiki da fundação, onde existe WP:OFFICE e ações da fundação diretamente na comunidade. Isso é assim em qualquer sistema legal (Direito Constitucional 101). O que você está defendendo - em vão, a meu ver - é que está cravado na pedra que "fonte não precisa de nota de rodapé" ou que "IP precisa editar" ou que "não é obrigatório se registrar"! Newsflash: não está! Quando WP:V foi votada aqui, nada impediria que o critério fosse ainda mais estrito do que o que está no pilar. Um caso clássico são os CDNs, que estreitam (definem a fronteira) o entendimento do primeiro pilar. O que não poderia é ser mais amplo, como votar que "tudo é permitido na wikipédia" ou "fontes são desnecessárias" ou "qualquer conteúdo é permitido". Isso se chama Narrow tailoring no direito consuetudinário e é natural na cabeça dos americanos/ingleses pensar assim. Pode restringir, mas não pode ampliar. Enfim, a "constituição" tem o básico e todo o resto se define nos níveis mais baixos. inclusive, lá, o ArbCom, que tem amplíssimos poderes executivos e é a "Suprema Corte" que define o que é ou não o pilar em caso de briga (e daí já produz uma jurisprudência). Interessante ver que lá já existem "wikiadvogados" que ajudam nos "casos" levados "à corte". Tudo com o apoio amplo do Jimbo e da WMF. É claro que este processo jurídico nos é estranho, mas como estamos "importando" um projeto sem tentar entender o que estava na cabeça dos "founding fathers", a trapalhada é essa em que estamos: tentamos interpretar uma "constituição" feita pelos americanos com uma cabeça de lusófono. José Luiz disc 21h30min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O "desatualizado" e todo o resto me referi ao que o Tetra disse, desculpe se não fui claro. Sobre a sua edição fiz menção apenas ao que disse sobre o quinto pilar que me pareceu absurdo mas vale também para a menção aos demais pilares pois já faz uns três anos que venho comentando esse e outros aspectos das regras e não adianta nada. A discussão sempre volta a estaca zero e no dia seguinte tem sempre uma proposta, um editor bloqueado ou artigo apagado por alguém em franca afronta regras básicas. Parece provocação. O WP:V já comentei um zilhão de vezes:primeiro tinha um editor que dizia que o "inegociável" do texto transformava a política em regra fixa. A política foi votada ou seja, regra variável; segundo o quinto pilar diz que regra fixa só pilar. Podem escrever até inegociável elevado ao milésimo na proposta que não mudará o que diz o pilar. Recentemente, o Tetra quis mudar a política dizendo que o texto estava ambíguo e desistiu depois de uma discussão enorme. Os Pilares não são princípios, são regras fixas, isso está expresso no quinto pilar. Podem ser muito gerais mas são regras. O primeiro pilar fala em "enciclopédia com elementos de almanaque". Então quem bloqueia editores, apaga artigos e faz outro monte de barbaridades dizendo que a wikipedia é uma enciclopédia, do ponto de vista do primeiro pilar não passa de um vândalo. Mesmo porque quem escreve enciclopédia são doutores então a falta de lógica na afirmação de um projeto que qualquer um edita afronta de cara qualquer bom senso. A enciclopédia tomará forma pela sabedoria coletiva, assim se espera. Cada um contribui com um pouco do que sabe e no final o conhecimento será maior do que a soma de todos. Mas quando querem expulsar quem sabe pouco, tudo isso vai pro brejo. Vc diz que o detalhamento pode ser mais restritivo... Se for para bloquear editores e apagar artigos automaticamente, não pode. O Pilar diz o que é impróprio: pesquisa inédita, por exemplo, ou seja, não tem verificabilidade por terceiros. Nesse caso é ER e na insistência o editor pode ser penalizado. Agora, se o editor não colocou uma nota de rodapé num artigo verificável, ele não pode ser penalizado. A política teria que ser restritiva ao extremo dizendo "é obrigado colocar notas de rodapé" mesmo assim nunca passaria numa votação tal contrassenso e nem preciso dizer porque. Outras regras apontadas frequentemente como regras básicas tais como critérios de notoriedade são totalmente subjetivas e nunca poderiam ser regras fixas no sentido de regras básicas. E se não são básicas, não podem fundamentar bloqueio automático de editores ou ER ou ESR nem qualquer outra medida sem uma discussão prévia ou votação da comunidade.E essa é a violação favorita de muitos atualmente. --Arthemius x (discussão) 01h08min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Arthemius, todo o seu argumento está baseado na suposta imutabilidade dos pilares, uma imutabilidade que já se provou fictícia, uma vez que já temos precedentes de mudança. e a própria experiência cotidiana demonstrou que os pilares sozinhos são insuficientes para a administração da wikipédia. se fossem suficientes, todas as outras políticas de edição seriam aberrações injustificadas. no entanto, a comunidade percebeu e decidiu que elas são necessárias e úteis, pois promovem a qualificação do conteúdo. mas parece que vc prefere um conteúdo caótico e irrelevante, com "todo mundo" sendo "audaz" e "livre", ignorando todas as regras, como rezam os pilares. vc deve entender que preceitos nascem em resposta a um contexto determinado. durante algum tempo, naturalmente, os preceitos permanecem em contato com a realidade e se justificam. mas à medida que o contexto vai mudando - e pergunto qual contexto nunca muda? - os preceitos pétreos vão perdendo a capacidade de refletir o contexto, que está em fluxo incessante, e vão assumindo mais e mais o caráter de fóssil, relíquia de um tempo passado, língua que já ninguém fala. não podemos ser saudosistas demais. precisaríamos reavaliar periodicamente nossos fundamentos, se quisermos ser honestos e responsáveis em nossa função educativa de grande impacto social. parece que não foi ainda percebido em profundidade o que significa publicar um texto mal feito, enganoso, parcial, ridículo, em um veículo que tem um público tão gigantesco e por isso é capaz de formar opinião em larga escala. mas aceitamos que se formem, por nossa própria culpa, opiniões enganosas, porque nossas políticas assim o prescrevem e autorizam. mas que raio de políticas são essas, afinal? a quem advoga essas liberdades na edição - que permitem que se perpetue e mesmo aprofunde o caos que já domina grande parte do nosso conteúdo - só posso considerar, desculpe a crueza, ou leviano ou desinformado, mesmo que esteja imbuído de boa fé e ardor colaborativo. mesmo artigos feitos conforme o melhor figurino muitas vezes têm erros de sobra! que dirá os produzidos por qualquer jeca que pode chegar aqui e limpar suas botas como quando e onde quiser. só porque está dito nos pilares? onde fica a responsabilidade editorial e a responsabilidade da wikipédia como um agente social ao sustentar-se sobre isso? onde fica o produto qualificado que deveríamos oferecer para nossa imensa e tantas vezes incauta freguesia? o mundo lá fora está em crise aguda por causa da irresponsabilidade do homem, que excessivas vezes continua a se apegar a mitos e dogmas quando já foi demonstrado que eles são falsos, ultrapassados, contraditórios ou insubstanciais. não somos uma religião, que precisa ter as tábuas da lei de pedra verdadeira e dogmas que se autodefinem como imunes à análise crítica ad aeternum. se temos nossa espinha dorsal engessada não poderemos correr muito longe. Tetraktys (discussão) 03h06min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Caro Tetra, fico admirado com vc que provou que os pilares são mutáveis mal ouviu o argumento enquanto eu estou a anos aplicando a minha interpretação em fatos concretos e não vejo problema nenhum com ela. Na verdade a coisa chega a ser rídicula pois editores interpretam geralmente o contrário do que foi estruturado: citam políticas tais como WP: V como regras fixas e imutáveis (inegociáveis) e os pilares como mutáveis e sujeito a toda sorte de alteração, isso quando lembram que eles existem. Desculpe mas é risível. Continuando com a minha franqueza digo que vc me parece se inserir naquele grupo fantasioso formado nas EADs que acha que as coisas são como imaginam e não como são, ou seja, cansa de discutir edição com base em uma única política que mal de olhar já bate de frente com dois pilares: o da imparcialidade e o do não as regras fixas. Vc acha certo o autor ser o juiz do destaque definindo quais as correções que concorda e quais as que não concorda? Já vi gente dizendo em um debate que o correto seria reescrever tudo mas como não é viável deixam o proponente definir o que é. E aceitar votação só de justificativas com base na política ou só de quem domina a política e não somente o assunto? Essa política também é tão fixa que não pode aceitar votos contra ela, ou seja, os artigos não destacáveis serão tido como destacáveis até que haja votação ou consenso para corrigir os erros que todo dia apontam nela? Faz favor...--Arthemius x (discussão) 16h53min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
vc que disse que já houve mudança. e mesmo que não houvesse, isso não invalida o meu argumento. eu penso que nada impede que haja. afinal, os pilares foram criados do nada, não foi deus quem os ditou, e podem muito bem voltar para onde vieram. vc fala "... contrário do que foi estruturado". exatamente. foi estruturado e pode ser desestruturado pelas mesmas pessoas que os estruturaram. e vc está fazendo confusão sobre as políticas secundárias. elas são fixas até que sejam mudadas. e já o foram várias vezes. e por quê? porque se revelaram insatisfatórias. nada mais do que isso. Tetraktys (discussão) 01h22min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Nunca disse que não podem mudar, a questão é o procedimento: a lei é maior que o pilar, por isso houve a mudança do pilar do conteudo livre. A política, qualquer votação interna da comunidade muda, é variável. Um pilar, só as acordadas em todas as wikipedias.--Arthemius x (discussão) 01h31min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
bem, nesse caso estamos chegando a um consenso. mesmo que o motivo tenha sido a lei, nada impede que sejam mudados de maneira espontânea, logicamente envolvendo todas as wikis.Tetraktys (discussão) 01h36min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Sim, mas o problema de mudar uma regra básica e por isso na prática ela deve ser vista como imutável, mesmo que acordada por todas as wikis, é a imprevisibilidade. Vc pode mudar uma coisa grande nos pilares e nada acontecer ao mesmo tempo que pode mudar uma vírgula e acabar com o projeto. Isso é que se chama caos num sistema dinâmico (estudado na matemática do caos). Já uma regra variável (todas as demais que não pilares) pode ser mudada a toda hora mesmo sem ser reescrita que não gerará matematicamente o caos e é uma forma de vc impedir que uma regra mal feita ou mal escrita (quase todas que há por aqui) cause danos por longo tempo ao projeto ou ao desenvolvimento de um determinado assunto ou artigo, antes de ser novamente votada. Se fala que advogo a baderna, não, estou descrevendo como funciona o sistema. Cabe aos administradores manter o cumprimento de todas as regras para evitar a suposta baderna, mas a decisão deles não será equiparada a da comunidade. Uma votação em PE pode ir contra a política (mas a nomeação da PE não). Uma decisão de discussão de bloqueio onde só administradores contam (no mínimo três) não pode ir contra a política, apenas a comunidade pode mudar o que ela votou, ou seja, a política. Se querem consenso decidido de acordo com as regras absurdas do teste que foi feito a pouco, deixa de ser uma decisão da comunidade, pois estão excluindo aqueles que não sabem a regra ou que não concordam com ela (e que são protegidos pelo quinto pilar que, portanto, foi contrariado). Veja bem, participei de uma discussão sobre um anexo de ativismo da pedofilia e minha opinião não foi considerada porque não cumpri as regras da discussão (?) A decisão foi a manutenção do anexo por consenso (sic). Ou seja, a eliminadora cumpriu a regra (?) mas não obsevou que a mesma não cumpria o pilar (alertado por mim na primeira versão desse teste) e determinou que houve consenso (sic) então se o que aleguei lá for verdade, ou seja, a que falar em ativismo de pedofilia é apologia ao crime pelas leis do país que estão acima dos pilares, esse consenso (sic) implica (mera opinião pois não sou criminologista ou advogado) que todos editores da wikipedia podem ser investigados por crime de apologia a pedofilia, pois o anexo foi mantido por consenso (sic). E vamos ter que contratar advogado para explicar que fomos impedidos de influir nesse consenso ou então defender o direito dos pedófilos de editarem na wikipedia (sic)?--Arthemius x (discussão) 11h08min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Eu dei uma olhada na WP:ENGVAR, Wikipedia:Manual of Style#National varieties of English na En wiki, lá esses problemas parecem ser resolvidos por meios mais simples, talvez vocês devessem dar uma olhada lá, podemos alterar as políticas para ajudar os editores daqui a resolver problemas e autuar os supostos grupos que vem incomodando os editores.Thex Waxer (discussão) 17h42min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

  • Alguns gráficos novos: vejam também que cresce o número de imagens, interwikis, ligações internas e redirects, sinais de que a "usabilidade" cresce e o hiperconteúdo (pra usar uma palavra velha) também. Essa talvez seja a contribuição mais importante de anônimos e editores eventuais: correções ortográficas, ligações internas e pequenos ajustes. Grandes edições são e serão o terreno de editores mais comprometidos (como disse o Tetra). comentário não assinado de Jbribeiro1 (discussão • contrib)
Dados de jan/2007 a dez/2012
O número de editores com mais de 100 edits não está caindo (estatisticamente falando). O que está caindo é o número de editores com 5>#edits>100...
..., mas o número de edições continua firme: edições maiores? Vejamos:
Já o número de artigos novos diminuiu...
...enquanto que a derivada (variação ponto-a-ponto) do tamanho médio dos artigos (em bytes) não mudou. Cria-se menos artigos novos, mas continuamos colocando conteúdo, o que é de se esperar, uma vez que o que era "fácil de azular" se foi. E também foi-se a era dos "robôs" criadores de artigos (vide Timeline).
Uma como consequência é que o número de artigos com mais de 2kb cresce na mesma velocidade desde sempre (1% a cada três meses, give or take). Uma conclusão que estes dados não descartam é a de que realmente estamos "amadurecendo" (edições maiores, mais profissionais e, portanto somos mais refratários aos diletantes), como disse o Tetra. Uma boa estatística que não temos seria a da qualidade média dos artigos, mesmo que automatizada... Entendo que cresce também a olhos vistos.

comentário não assinado de Jbribeiro1 (discussão • contrib)

Por causa de notícias sobre essa diminuição ter repercutido na mídia brasileira, fui convidado a dar uma entrevista para a Rádio CBN de São Paulo.

Primeiro expliquei que são dados da en.wiki. Questionei se essa diminuição é, de fato, algo ruim. Comentários sobre as coisas que falei, sugestões e correções são bem-vindos. --ezalvarenga (discussão) 18h22min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Ruim não é. (Eu já tinha refletido no assunto). Até talvez seja bom sinal. Se não vejamos: muitos reparam e falam no número de editores, poucos pensam em qualidade de editores. Observem os gráficos dos bites/artigo! Pura e simplesmente a queda do número de editores deve-se a uma "limpeza". Pura e simplesmente quem verificou que não tinha competência, abandonou. Considero um absurdo abrir um enciclopédia, que se deseja idónea a toda a gente. No princípio foi necessário e foi a propaganda de chamada de editores. Agora é diferente. Os nossos artigos destacados valem mais do que uma tese de professor catedrático (neste momento, em Portugal, são uma catástrofe) Nini Como? 02h01min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Nini, acredito que está simplificando um pouco. Como exemplo, você é uma editora altamente qualificada, mas já pensou em abandonar. Minha opinião é que um editor com um grande potencial de edição sobre determinados assuntos é mais importante para a melhoria da qualidade de verbetes mais técnicos. Isso não significa que alguns editores que fazem um trabalho mais administrativo ou de combate ao vandalismo não seja importante. É, e muito. E no modelo atual da Wikipédia, pessoas para combater o vandalismo e ajudar nas tarefas administrativas são muito necessárias. Da mesma forma como é importante pessoas que expliquem para além da Wikipédia (o site) como ela funciona e qual sua importância - é onde vejo a importância da formação da Wikimedia X, onde X é um país, com voluntários que também fazendo atividades offline promovendo os projetos Wikimedia. Encaro até como uma responsabilidade que alguns especialistas contribuam, de alguma forma, com a Wikipédia de sua língua, nem que seja publicar textos seus com uma licença compatível com a da Wikipédia para podermos remixar e melhorar a enciclopédia. Principalmente aqueles que são financiados por dinheiro público em universidades com a educação como um dos tripés. Responsabilidade na linha do que Chosmky se refere a algumas responsabilidades dos intelectuais. Num país como o meu, onde formamos nas escolas analfabetos funcionais aos montes (muitos deles estão nas universidades), a responsabilidade só aumenta. É uma pena que a maioria não passa de técnicos com uma visão bastante estreita do mundo e do papel que as universidades poderiam desempenhar. --ezalvarenga (discussão) 02h37min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O que eu escrevi é um resumo do que analisei. Por acaso leu isto Usuário(a):Nini00/projeto xxx? trata-se de uma proposta que me encorajaram a escrever. Está nesta página um pouco mais acima. Eu falo de tutoria obrigatória de compromisso em aceitá-la de projecto Universidade-like aberto a todos durante cerca de 2 meses... muitos pronunciaram-se sobre o fato de se exigir a identificação do candidato a registo, ninguém se pronunciou sobre o ponto mais importante a tutoria. Um abraço. vou dormir até amanhã Nini Como? 02h49min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Ezalvarenga, você tocou num ponto muito importante (Citação: Como exemplo, você é uma editora altamente qualificada, mas já pensou em abandonar.) e que já era um problema quando o Larry Sanger "roeu a corda": especialistas e diletantes não trabalham bem juntos. Esse atrito é inerente ao senso de auto-justificação das pessoas e não há quantidade de boa vontade que fará isso mudar. Mas não pense que eu acredito no Citizendium, pois, como você, vejo a importância do trabalho "não editorial" (combate ao vandalismo, vigar MR e PNs, robôs/AWB etc.), o "semi-editorial" (fazer ligações, correções ortográficas, categorização, interwikis etc.) e o administrativo (mediação, administração, interação com os programadores, páginas protegidas etc.) e não vejo especialistas muito interessados nisto. O combate feroz ocorre quando especialistas e diletantes se trombam na edição de um artigo que é do tema do especialista e nossas regras não permitem distinção entre um e outro (muito bem exemplificado em WP:QUEIJO, onde o diletante se amarra nas regras pra espezinhar o especialista). Invariavelmente sai o especialista, não só por que em sua auto-justificação ele "não precisa passar por isso" como também por que eles tendem a perder a paciência com as besteiras (bem intencionadas) dos diletantes ou não conhecem os meandros jurídicos e políticos daqui, não raro mandando tudo às favas (pra citar alguns casos: Lecen, Dalton (que voltou), Hinkel/NH...). Já o diletante às vezes sai também, mas não raro ele se justifica no famigerado "Quem esse cara pensa que é?" Não sei bem como resolver isso sem mudar estruturalmente o projeto, como disse o Tetra. Até lá, vamos tentando é tourear o problema sem de fato resolvê-lo. José Luiz disc 11h00min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Tem razão muuuitos especialistas estão focados na sua área de conhecimentos e ficam dentro desse invólucro que por vezes se torna uma barreira. Porém os que gostam de administrar, vigiar, categorizar, programar, corrigir ortografia não serão também especialistas???? Mesmo não tendo os cursos respetivos não serão especialistas nos seus óbis? Porém o "diletante" seja qual for a sua especialidade, seja qual for o seu estatuto, esse é nefasto na WP e valendo-se das regras tenta fazer um boicote à evolução da WP. O grande problema é que esse tipo de editor passou meses a estudar as regras, sabe de tudo, põe rapidamente os links que provam os argumentos, por saberem tudo isso sobem rapidamente de estatuto e têm o poder de "lixar" todos os outros editores. O especialista como você diz "manda tudo às favas" ou escreve como eu escrevi "não dá para continuar". Um exemplo imaginem que temos aqui alguém especialista e membro de uma Academia de letras, portuguesa ou brasileira (seria delicioso ter alguém com esse nível aqui). Acha que esse especialista iria discutir durante tempo indefinido os acordos+as regras da WP??? como o que se está a passar neste momento em Discussão:Aníbal Cavaco Silva?? Não é esse o espírito do especialista: ele iria pôr o texto ortograficamente correto e harmonioso de modo a que fosse de agradável leitura. Muitos especialistas estão-se "borrifando" para determinadas regras que só complicam e nada trazem de proveitoso. Por exemplo em Wikipédia:Escolha do artigo em destaque/Hipertensão arterial W.SE acha ilógico eu escrever a respeito do alisquireno "ainda não se conhecem contra-indicações" e depois eu escrever "como é óbvio está contra-indicado na gravidez" para ele isto é um absurdo, um contrasenso. Será que um matemático quando escreve tem que procurar fontes para provar que 2+2=4 ?? É a mesma coisa. Assim alguém que tem um alto estatuto na WP vota artigo de qualidade 4 ou menos um artigo que já tem 8 votos para destacado. Tem todo o direito de o fazer. Mas terá o direito de dizer que está cheio de falhas quando até um nefrologista diz que o artigo está excelente?. Isto são exemplos e já são bem longos pois não é o local para discutir o assunto. Porém explicitam o problema. Nini Como? 11h47min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Podem interpretar como bem quiserem o plano estratégico da Wikimedia que não altera o facto de que a estratégia para atrair mais editores de qualidade é ter uma política de abertura, não restrição. Não quer dizer que seja uma abertura irrestrita, mas a criação de um ambiente hospitaleiro e que apoie os novos editores. Em vez de se estar a discutir isto tudo novamente, seria mais útil ler o relatório que indiquei e tentar seguir algumas das recomendações lá expressas. GoEThe (discussão) 12h06min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

O que mudou desse planejamento de anos atrás com o estreitamento do foco atual da organização? --ezalvarenga (discussão) 12h53min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não sei, ezalvarenga, pelo que li agora, vão reduzir os Programas Catalisadores e as bolsas para fellows. A página diz que é um plano para apresentar ao Board. Houve algum desenvolvimento após isso? Esse estreitamento substituiu o plano estratégico (que deveria durar mais dois anos)? GoEThe (discussão) 13h55min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Goethe, essa proposta foi aprovada pelo board. Veja algumas explicações sobre as mudanças aqui:
Abraço, --ezalvarenga (discussão) 18h23min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Citação: Wikipedia had 50,000 English-language edition editors in 2006, and now has about 35,000, they report.

Ah. Amusing. Se alguém fosse ver os dados para o número de utilizadores nas Wiki Cities/Wikias teria mais piada ainda. JohnR (discussão) 11h42min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
A 08 de janeiro escrevi: Citação: Um exemplo imaginem que temos aqui alguém especialista e membro de uma Academia de letras, portuguesa ou brasileira (seria delicioso ter alguém com esse nível aqui). Hoje posso dizer que temos um mas que ninguém "ouve" o que ele diz. E como eu dizia, ele não luta muito nas discussões. Apresenta os seus argumentos uma vez, talvez responda mais uma ou duas vezes e deixa que a maioria decida. A maioria decidiu mal... paciência. Ele afasta-se. Ver Discussão:Hererós Nini Como? 14h21min de 12 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Nini, mas quem é que tem paciência para aturar isto ? Acho que tu e eu devíamos estar internados num .... porque de certeza que a nossa persistência deve ser fruto de alguma anomalia neurológica. --João Carvalho deixar mensagem 22h58min de 12 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

hahahahaha, a coisa ta feia por aqui, os editores são insistentes mesmo, mas discussões são boas para adquirir experiência.Thex Waxer (discussão) 23h30min de 12 de janeiro de 2013 (UTC) (Para burlar a inflexibilidade emocional de se expressar através de textos escritos, ouso utilizar esta metáfora visual escrita que tenta representar a alegria que tive ao ler estas citações, falando wikipédicamente).[responder]

João não te preocupes, é genético. Há quem nasça com predisposição para o bem senso e há quem nasça com vocação "só para contrariar". A estes juntam-se os que não sabem e julgam que sabem. Se formos analisar os números de uns e outros na Curva de Gauss eles têm a maioria logo devem ser o normal na população estudada. Assim tens razão devíamos estar internados num ... Aliás lembro-me de uma anedota antiga que vou escrever aqui: "sabem porque razão o Hospital Júlio de Matos está rodeado por gradeamento? [[File:Hospital Júlio de Matos 9181.jpg|thumb|Hospital Júlio de Matos 9181]] para proteger os que estão lá dentro..." Mas em breve vou deixar de participar em discussões estou em fase preparatória para isso HahaNini Como? 12h52min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
"If Wikipedia continues down this path of focusing on the encyclopedia at the expense of the wiki, it might end up not being much of either”, de um wikipedista americano que se suicidou. Como se vê acima, os especialistas também seguem correntes diferentes. O diferencial da wikipedia sempre foi se manter aberta e capaz de receber conteudo que muitos deles não consideram enciclopédicos, conforme reza o primeiro pilar. Transformarmos os especialistas em espécie de "administradores de conteudo" levará ao que um deles falou, que seu opositor seja bloqueado ao infinito. Como eu disse alhures, quem desses anfitriões dos especialistas vai apresentá-los às regras básicas do projeto e não às regra da "nova wikipedia" que alguns advogam?--Arthemius x (discussão) 13h30min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

"Os projetos Wikimedia como uma comunidade tem certos princípios fundadores. Esses princípios podem evoluir ou serem refinados com o passar do tempo, mas são considerados ideais essenciais para a fundação dos projetos Wikimedia". isso está na página oficial dos Princípios fundadores no Meta. e isso está na página oficial dos pilares: "Os princípios fundadores da Wikipédia, designados por pilares, fixam os grandes traços que definem a enciclopédia e as condições de sua elaboração. Eles são os fundamentos de todas as regras e recomendações que enquadram a elaboração da Wikipédia. Evoluíram desde os princípios fundadores estabelecidos por Jimmy Wales e só devem ser alterados por razões excepcionais (ou seja, podem ser mudados, mesmo que isso seja excepcional)". então, ao contrário do que se diz a toda hora, os pilares não são leis gravadas na pedra. que autorização nos falta para pensarmos seriamente em mudarmos os princípios? Tetraktys (discussão) 18h45min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Isso é certo, Tetra, mas o cerne da questão aqui não é a mudança de qualquer pilar, mas sim a interpretação de alguém que se autoproclamou detentor da única interpretação verdadeira desses pilares. --Stegop (discussão) 19h34min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Creio que o sujeito acima já explicou tudo então não há porque continuar.Saudações.--Arthemius x (discussão) 21h01min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Qual deve ser o conteúdo da página principal?

Até o momento não foi feita a configuração da página principal para que funcione adequadamente na versão móvel. Comparem:

Gostaria que isso fosse feito, conforme o procedimento que está documentado no Meta:

Para tanto, o primeiro passo é decidir qual é o conteúdo que deve ser apresentado na página principal para quem utiliza a versão móvel da Wikipédia, avaliando cada parte em relação às seguintes questões:

  • Qual a sua popularidade?
  • É atualizada regularmente?
  • É adequada para uma leitura rápida?
  • Caberá sem problemas na tela de um celular?

Só depois de decidirmos que elementos fazem sentido na versão móvel podemos realizar a configuração. O que sugerem que seja inserido? Helder 18h04min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sou favorável a haver apenas o logo com uma caixa de pesquisa e, no rodapé, os inevitáveis termos e condições. Parece-me que a maior parte dos leitores por rede móvel não está interessado em "navegar para descobrir" (browse), mas sim para procurar uma informação muito precisa que esteja a necessitar no momento. Na esmagadora maioria dos contratos, o acesso é tarifado ao minuto ou ao kb, pelo que a grande maioria se fica pelo que é essencial. Polyethylen (discussão) 18h29min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Pelo que vi nas versões em alemão e francês, parece que não se utiliza o logo na versão móvel. Helder 19h44min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Estava a referir-me a um esquema semelhante a este. Sem outros elementos como o artigo em destaque ou notícias. Polyethylen (discussão) 19h47min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não é possível possível fugir daqueles esquemas apresentados pelo Helder para a versão móvel, Poly (é o padrão usado por wikimedia para as versões móveis em todos os idiomas). Não vale a pena sacrificar todo o conteúdo da PP na versão móvel pois a grande maioria dos celulares atuais possuem gadgets para fazer a pesquisa por termos específicos direto na wikipedia (com o logo e a caixa de texto de busca) - evitando consumo desnecessário da rede de dados. Mas é importante tentar decidir o que da PP normal deve ir a PP da versão móvel, evitando entupi-la com conteúdo não tão relevante aos leitores. Giro720 (discussão) 20h44min de 4 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Quanto menos imagens melhor, senão fica pesado para abrir via celular, conexões móveis geralmente são uma porcaria na maior parte das regiões do mundo, quanto mais simples melhor. Não acho que seja necessário ter Sabia que... ou imagem de destaque ou qualquer outra coisa. Na minha opinião deixa como está e adicione apenas os "Eventos recentes" (só texto, sem imagens). Jml3msg 13h48min de 24 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Acho que ficaria melhor o "Eventos recentes" no lugar do "Artigo Destacado", considerando o quê já foi dito sobre não se desejar browsear nem receber todas aquelas seções semi-aleatórias.--Mister Sanderson (discussão) 22h46min de 24 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Esses itens poderiam ser colocados na versão móvel:

Destacando novamente que é melhor evitar qualquer imagem pois isso gasta dados, deixa a abertura da página mais lenta, e a maioria das pessoas que abrirem as fotos irão apertar nela sem quererm, e não por interesse na foto.

Não colocar:

  • Artigo em destaque (geralmente muito longos para ver em celular e usuário geralmente está buscando algo específico, não vale a pena)
  • Neste dia... (o Sabia que... acrescenta informações mais úteis ao conhecimento da pessoa, o "Neste dia.." é para quem está entediado)
  • Imagem do dia (não, isso gasta dados do celular à toa, demora para abrir, muitas dores de cabeça)

JAMALmsg 00h04min de 1 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]


Gifs em Predefinição:Portal3

Prezados, andei notando um aumento no número de gifs usados na predefinição Portal3 (a que mostra barra horizontal de portais no fim da página). Por enquanto estão aparecendo gifs de bandeiras de países.

Checar a lista dos ícones de portais em Predefinição:Portal3/Portais.

Qual a real necessidade/benefício de colocar um gif de bandeira se movimentando ao invés da bandeira estática? Gostaria de saber a opinião das pessoas sobre o assunto. Jml3msg 21h50min de 6 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Acho dispensável colocar gifs, poluição visual q atrai a atenção para o gif ao invés do texto. Uma simples imagem bastava. Rjclaudio msg 12h40min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
A intenção será boa, mas ter aqueles bonequinhos a mexer, além de distrair, prejudica a leitura da bandeira e faz lembrar os sites amadores no mau sentido de há 10 ou 15 anos atrás. --Stegop (discussão) 12h46min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Sou Contra Contra a troca das imagens estáticas por aqueles gifs. Trata-se apenas de distração desnecessária, que não traz qualquer informação extra. Helder 13h24min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Idem. Superfluo e sem justificação. Polyethylen (discussão) 14h15min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Distração prejudicial, Humor/Efeito árvore de Natal. De acordo, imagino que deve-se acrescentar como recomendação ao Livro de Estilo. Cainamarques 06h41min de 11 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Entendo que há consenso para não usar gifs animados, pelo que vou retirá-los. --Stegop (discussão) 18h16min de 24 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Feito pelo usuário Stegop, muito obrigado. Jml3msg 15h51min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Blogs copiam da WP e não mudam a data de edição!

Que fazer?? O meu artigo Hipertensão arterial está a ser copiado por tudo quanto é blog. Exemplo Salvape, Amparo, Mega Arquivo. Mas o pior é que não alteram a data de atualização do site pelo que parece que as minhas palavras foram copiadas desses blgos! Sinto-me desiludida e sem saber o que fazer. Será que a WP está a tomar algumas medidas contra este problema??? Nini Como? 11h22min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

O que é escrito na Wikipédia é domínio público, pelo que podem fazer o que quiserem com a informação aqui contida. - Sarilho1 (discussão) 11h25min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
até aí estou de acordo mas ter no blog a data de 27 de agosto de 2012 quando eu ainda nem estava na WP é grave! parece que fui eu que eu copiei! Vá lá que este [8] não tem data pois é a cópia integral!Nini Como? 11h41min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Então Nini, comigo aconteceu a mesma coisa com uma foto que carreguei no commons só que foi ainda pior pois além de carregarem como se tivessem tirado eles próprios (com copyright e tudo) como a data deles era anterior o pessoal do commons achou que eu é que tinha copiado deles. Pode!? Dalton (discussão) 11h45min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Citação: Sarilho1 escreveu: «O que é escrito na Wikipédia é domínio público...» em rigor, não é, CC, é diferente de domínio público e obriga à *atribuição*. Copiar partes da WP sem atribuir é tão criminoso como copiar de outro lado qualquer. --Stegop (discussão) 12h06min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Imagino que é de responsabilidade dos autores tomar providências quanto a qualquer uso não autorizado de um texto. Como não disponibilizou o conteúdo sob domínio público, pode reclamar com os infratores da licença que utilizou (CC-BY-SA), pois ela exige a indicação dos autores, conforme o Stegop disse. Helder 12h38min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Há mais informações sobre os clones da Wikipédia. Helder 12h39min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Informação que talvez ajude: já tive imagens de minha autoria copiadas do Wikimedia Commons sem atribuição e colocadas em vários sites; tive de contactar quem copiou para requisitar a atribuição. Se estava hospedado no Google, a imagem era deletada sem dificuldade, apesar de vários alertas severos do tipo "se estiver mentindo será processado".--Mister Sanderson (discussão) 19h04min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não devia ser a wikimedia a fazer o contacto com os sites que copiam indevidamente ? --João Carvalho deixar mensagem 23h41min de 7 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

A Wikipedia não faz isso. Qualquer autor do artigo é parte legítima para processar civilmente e/ou fazer a denúncia criminal de quem copie sem atribuição. Chico Venancio (discussão) 01h35min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
O que diz é ilógico, o que é ilógico é errado. Senão vejamos:
  • é ou não verdade que somos editores anónimos? É. Muitos só têm IP, ninguém se registou com nome e identificação.
  • Se somos anónimos: como é que um anónimo pode processar alguém??
  • para não mencionar o fato de que os artigos não têm dono, não são assinados, são trabalhados por muitos, etc. etc. Nini Como? 01h41min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Só é anônimo quem quer. É possível utilizar coisas como en:Template:User committed identity para provar que você é o dono da conta. Helder 12h27min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
isto defende-me no caso de alguém entrar no meu PC e usar a minha conta mas não faz de mim o dono do artigo logo não posso processar alguém por o ter copiado. É disto que estamos a falar. Nini Como? 13h21min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Vc não é dono do artigo, mas vc é dono da sua edição, e por ter feito uma edição é um dos autores do artigo. Ser um dos autores é diferente de ser dono do artigo~. Se a licença obriga a pessoa a citar os autores, se não citar os autores vc, como um dos autores, está sendo prejudicado. Se está sendo prejudicado vc pode processar. Rjclaudio msg 13h51min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
talvez, mas não o vou fazer nem nunca farei, pela simples razão de que não vou complicar a minha vida, meter-me em despesas de advogados, etc., por causa de uma edição num artigo (que já me ocupou umas centenas de horas de trabalho), dentro de uma enciclopédia que não me pertence. As wikimédias deveriam ter os seus serviços jurídicos para tratar desses assuntos. Se considerarem que o artigo hipertensão arterial, cuja expansão acompanharam passo a passo, é VDA procedam como quiserem. Nini Como? 14h10min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Embora seja os interessados (autores dos artigos) que devam procurar, creio que nada impede que outra pessoa q não seja o autor processe. Ou há? Eu posso processar por achar q está prejudicando a wikipédia ao infringir a licença usada. Então a WMF ou a WMBR não podiam, por iniciativa própria, passar a lidar com isso, processando quem infringe a licença, e assim desestimular esse abuso? Rjclaudio msg 16h00min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

e você vai pagar as despesas necessárias para processar um site que copiou um artigo que nem é seu... Nini Como? 13h21min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Já tive foto minha que doei ao Commons usada erradamente em revistas, blogs etc.. Eles apenas atribuíram a foto a mim, ao invés de fazer o material derivado com uma licença CC-by-SA. Confesso que fiquei com certa preguiça de explicar, mas o mais correto seria isso. E acredito que antes de processo, vale a pena explicar para os autores da cópia a natureza das licenças usadas nos projetos Wikimedia e como fazer a cópia de modo correto: citando a fonte (By) e usando uma licença semelhante (SA). Por que não tentar o diálogo antes? :)
Hoje a Open Knowledge Foudantion Alemanha e a Wikimedia Alemanha lançaram um guia em inglês sobre os riscos da restrição não comercial e, como falei ao divulgar a iniciativa, a Wikipédia é um dos meios mais didáticos para explicar esse assunto das licenças livres. --ezalvarenga (discussão) 16h27min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Concordo com o Chico. Havendo VDA de artigo da Wikipédia, é lesado o direito moral do autor (que difere do direito patrimonial do autor, este sim é público). Tratando-se de direito moral, é legítima a parte moralmente atingida, no caso, os editores (sem prejuízo da fundação). E. Feld fala 16h59min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Uma tirinha explicando sobre a cultura da permissão.

Aliás, ontem traduzi uma tirinha para o verbete cultura da permissão, bastante relacionada com esse tópico aqui. :) --everton137 (discussão) 17h45min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Só q na wikipédia, apesar de não precisar pedir permissão, a pessoa deve citar os autores, está na licença, isso não é opcional, não é para perguntar "posso citar vc?", é "eu tenho q citar vc". Rjclaudio msg 17h52min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Claudio, sabemos disso. :) Abstraia a última parte da tirinha, não é para levar ao pé da letra e não significa que não devemos citar. --everton137 (discussão) 18h02min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Claudio, sem dúvidas, a WMF certamente é parte legítima para processar civil e para fazer a representação criminal de qualquer violação de direitos autorais da Wikipédia. Acontece que é política da WMF deixar isso a cargo das outras partes legítimas, os autores. Chico Venancio (discussão) 00h26min de 9 de janeiro de 2013 (UTC) ps:violação de diretos do autor, no Brasil, é de ação penal incondicionada pública, ou seja qualquer denúncia é suficiente para que o MP possa processar criminalmente. Chico Venancio (discussão) 00h28min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Conflito de Bicholim

Este caso aconteceu na en, mas penso que merece a nossa reflexão, até porque não estamos livres que aconteça o mesmo por cá. Na en, um artigo com cerca de 4500 palavras foi eleito como artigo bom hà uns 5 anos, e esteve nomeado para destacado. O artigo continha bibliografia, referências e afins, e agora numa análise mais cuidada das referências, um editor descobriu tratar-se de um hoax, usando ISNB's de outros livros.

A parte interessante é que o hoax refere-se a um suposto conflito épico entre Portugueses e Goenses, no século XVII. Alchimista Fala comigo! 15h53min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Que vergonha! BelanidiaMsg 16h46min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Vi em algum site de notícias isso recentemente, é algo que os artigos estão sujeitos a, infelizmente. Eu acho que quanto mais gente consultar e editar a Wikipédia esse problema ficará mais raro de acontecer, porque alguém dentre milhões de pessoas algum dia pode conferir as informações de tal artigo. Mas realmente é meio assustador pois os artigos menos populares, com menos visitas e edições, ficam expostos a hoax. Jml3msg 16h52min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
E a quantidade enorme de artigos que não são vigiados por nenhum editor ???? --João Carvalho deixar mensagem 22h43min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Ainda tem muitos? Pensei que tínhamos resolvido isso, anos atrás! BelanidiaMsg 23h01min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Na lista de 5 mil ainda não passamos do Dia... , sem contar os artigos que tem usuários vigiando q já abandonaram o projeto. Essa doença dos artigos não vigiados não vai acabar nunca.
E quanto maior o esforço para melhorar isso com uma campanha em massa pior, pq maior o risco de ter mts artigos sendo vigiados por poucos usuários q se largarem a wiki aí bye bye qualquer chance de acompanhar esses artigos. Melhor seria uma campanha inversa: qnd largar a wiki, esvazie sua lista de vigiados, pra sabermos se algum deles ficou com poucos (ou nenhum) vigilante. Rjclaudio msg 23h07min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Seria melhor que o sistema descontasse usuários inativos automaticamente, se é que já não faz.--Mister Sanderson (discussão) 19h01min de 3 de abril de 2013 (UTC)[responder]
Lei de Linus.--Mister Sanderson (discussão) 18h59min de 3 de abril de 2013 (UTC)[responder]
O problema é que o artigo estava com fontes, tava cheio de fontes, então ninguém ia colocar essas tags. É um artigo q poderia mt bem ser um artigo destacado (tanto q foi candidato, e até era artigo bom), não são erros fáceis de ver. Rjclaudio msg 23h16min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Uhh, agora que eu dei uma olhada (obrigada, Alchimista!), fiquei surpresa... Ninguém notou que a cronologia estava invertida (de 1648 a 1641) e não era um erro de digitação porque o texto todo descrevia com detalhes a cronologia do "evento" com todas as datas invertidas. Como obviamente não existia colonização portuguesa antes de Cristo, parece-me claro que o autor criou deliberadamente uma piada cheia de evidências bastante óbvias que ninguém pescou. Domusaurea (discussão) 22h00min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Vi q o ISBN era inventado. Não tinha um bot q fazia ajuste nas {citar livro}? Um bot q visse o ISBN e verificasse se o autor / editora / título estão corretos, e tendo alguma diferença avisasse ajudaria, ao menos pros candidatos a destaque terem menos risco de ser hoax. Rjclaudio msg 23h18min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Penso que ninguém tenha acompanhado a ironia do Fabiano, mas devia-se levar a sério porque por trás está um problema grave e que contribui para a completa descredibilização da wikipédia. No caso apontado no início desta discussão, todo o artigo era falso e chegou até a ser GA, daí o impacto mediático e o facto de ser notícia. Só que este mesmo problema acontece todos os dias, ainda que em menor escala e muito despercebido pela maioria dos esitores e quem o combate encontra imensa resistência e é levado ao desespero em discussões. Há centenas de milhar de hoaxes em pequena escala e dissumulados no meio de texto credívelna pt.wiki. Não só hoaxes sem fontes, que são relativamente óbvias, mas também hoaxes com fontes.

Muita gente está convencida que basta haver uma tag <ref> com um link qualquer para justificar qualquer coisa. Ninguém lê a fonte. Ninguém lê o que está na ligação e compara com o texto. E mesmo que leia, continua a insistir em coisas que não estão lá ou a deturpar completamente o sentido do texto original para vencer a "guerrinha". Ao mesmo tempo, inferniza a vida a quem leu, viu que era um disparate completo e tenta retirar a hoax. Esta infernização acontece quer através de discussões intermináveis e sem nexo, quer através da força bruta com guerras de edição com a justificativa sem argumentos de estar a tentar retirar material "com fonte", mesmo que a fonte seja medíocre e/ou não corrobore nada.

E a situação chega às eleições dos nossos artigos destacados. Quase ninguém os lê. Quase ninguém "estranha" contradições no texto. Quando se começa a examinar fontes de algumas contradições de alguns artigos de menor qualidade, chega-se à conclusão que há inúmeros factos inventados (consciente ou inconscientemente), números distorcidos, extrapolações, pesquisa inédita por síntese e pequenas invenções aqui e ali para tornar o texto mais "agradável" e "fluido". Muitos não o fazem por quererem objectivamente "enganar" o público, mas sim por vaidade pessoal porque o que importa é ter a estrelinha na página pessoal e ter artigos promovidos à força e rapidamente. A preocupação com a qualidade e verificabilidade? Que se dane. A situação chega também a muitas PEs, onde é quase impossível eliminar hoaxes sem que haja votação em massa para manter porque "tem fontes" ou "acrescentou fontes" ou o "tema tem potencial", sem sequer ler o artigo ou as fontes ou a argumentação. Já aconteceu por várias vezes e vai continuar a acontecer. Este artigo em questão nunca, mas nunca teria qualquer hipótese de ser eliminado aqui por mais que estivesse demonstrado que era falso. Há um choque de mentalidades muito grande entre quem quer fazer uma enciclopédia de qualidade e quem quer encher isto de texto a todo o custo. Vale a pena fazer uma reflexão séria e profunda sobre isto. Todos os dias há "batalhas de Bicholim". Polyethylen (discussão) 23h57min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Para mim é basicamente um fait diver, embora seja também uma caricatura onde a Wikipédia "fica mal na fotografia". Não lhe atribuo grande importância, pois estamos longe de ser o único projeto editorial sujeito a escorregadelas destas. Não gosto muito de lugares comuns, mas ocorre-me aquela frase famosa supostamente do Einstein: "a principal razão porque não temo o erro é porque estou sempre disposto a corrigi-lo". O que não faltam por aí são falsificações (histórias de santos, hominídeos inexistentes são apenas alguns dos exemplos mais comuns, mas tb não deve haver nenhuma década em que não apareçam descobertas científicas falsas em publicações científicas com alguma reputação) e claro que um projeto aberto como este está ainda mais sujeito a elas. Se há uma lição a tirar disto, ela é principalmente para os muitos editores que por aqui acham que "encontrar fontes" (detesto este termo absurdo) para um texto, principalmente quando nem foram eles que escreveram pode não ser mais que encontrar uma noticiazeca da mídia (quando não um qq. site editado sabe-se lá por quem) mencionando en passant um pequeno trecho dum artigo e isso já é motivo para remover tudo quanto é marca de manutenção dum artigo.
PS: muito mais grave é, por exemplo, aqui há um par de semanas um burlão saído da prisão há uns meses ter passado por especialista da ONU e professor universitário duma universidade que não existia e nesse papel ter feito conferências e dado entrevistas a um semanário (Expresso) e um canal noticioso de TV (SIC), ambos com excelente reputação de rigor em Portugal.
PPS: mas infelizamente, o que diz o Polyethylen também é verdade... --Stegop (discussão) 00h05min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Esta foi talvez a primeira grande vergonha da WP! Agora preparem-se pois estamos a ser "passados a pente fino" e vão aparecer muitas mais. Nini Como? 10h47min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Um coisa muito curiosa, levantada pelo Eduardo Pinheiro numa lista de email: Na notícia que saiu no jornal O Público[9]] há o que se espera quando o assunto é demolir a Wikipédia, mas nos comentários aparecem opiniões que mostram maior conhecimento do processo de como se constrói a enciclopédia pelo público que pelo O Público. É muito interessante, leiam os comentários.-- Jo Lorib ->d 14h01min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Perfeitamente de acordo com Poly e junto mesmo (já não é a 1ª vez que o faço) muito cuidado a traduzir os artigos ingleses: verifiquem as fontes. Peçam a colaboração de um entendido na matéria. Um dia alguém me disse, nesta WP, que acredita mais no que está na en:WP do que naquilo que escrevem alguns portugueses. Pelo menos o que escrevem alguns portugueses nós verificamos de perto, acompanhamos a construção do artigo e conhecemos o editor. O que se traduz é com confiança, parte-se do princípio de que está certo e podemos cair na armadilha. Esse artigo até era um AB... que nos sirva de lição a todos... creio que não o traduzimos felizmente. Nini Como? 14h10min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
os comentários descreditam a WP: citação: Wikipedia, uma enciclopédia online gratuita onde qualquer pessoa pode adicionar e editar entradas. e os outros mais abaixo no artigo ainda são piores- citação:Francisco Contente Domingues, professor do Centro de História da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, o conflito de Bicholim é desconhecido. E alerta: “É preciso muita cautela com a Wikipedia: tem imensa informação difícil de verificar" e O historiador Vítor Gaspar Rodrigues também dá pouco crédito à Wikipedia, desvalorizando este episódio. “É muito fácil escrever qualquer coisa na Wikipedia, não há muito controlo e por isso não é fidedigna, não pode ser considerada sequer uma fonte.” até desvaloriza o fato de o artigo ser falso! era de esperar... Este é o crédito que a WP tem, lindo não é? Talvez seja de ponderar a insição livre, os IPs que editam sem controlo etc etc. como estamos a discutir em outro lugar. Nini Como? 14h21min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Pessoas maldosas e desocupados, há em todo o lado. A Wikipédia, sendo construída por pessoas voluntárias, fica sujeita a que estas coisas aconteçam. Claro que temos de ter cada vez mais rigor com as fontes - penso que estamos a caminhar no bom sentido. Mas subscrevo totalmente as palavras do Stegop, em relação ao suposto senhor funcionário da ONU, que enganou 4 das entidades mais fidedignas em Portugal!!! Até entidades altamente credíveis e cujos funcionários são profissionais muito bem pagos estão sujeitas a serem enganadas! E nem sequer foi nenhum dos funcionários dessas entidades enganadas que descobriu a gralha - foi o Ministério dos Negócios Estrangeiros!!! Se não fosse o ministro, ainda o caso não teria sido descoberto! E a Wikipédia, construída por voluntários, não pode ser enganada, pois perde logo a credibilidade? Ah, façam-me o favor ...! Pelo menos foi um dos próprios editores da Wikipédia que descobriu o erro! BelanidiaMsg 14h28min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não quero ser advogado do diabo, é inquestionável que o episódio é uma vergonha enorme. mas crucificar uma projeto de voluntários por causa disso não faz muito sentido se estivermos atentos às barbaridades que todos os dias se ouvem em leem em muita imprensa "séria". E se formos para história, alguém ultimamente deu uma vista de olhos nos livros de história do ensino básico e secundário portugueses? Ou será que os profs do meu filho têm sempre escolhido o piorzinho que há? --Stegop (discussão) 14h33min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Com certeza não leu todos os comentários que aparecem abaixo da notícia, são cinco partes, e não os comentários inseridos no corpo da matéria. Embora alguns peguem carona na matéria do jornal, alguns estão bem elaborados e desaprovam o modo como a notícia é tratada. É mais uma impressão que um fato científico, mas para mim é evidente que uma parte significativa do público nos ama.-- Jo Lorib ->d 14h36min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Faço minhas as palavras do Stegop, novamente! Claro que é uma vergonha e todos temos de aprender com isso ...! Mas daí a fazer disto um bicho de 7 cabeças, vai um espaço enorme! Essa chamada imprensa 'séria' deveria ver-se primeiro ao espelho, antes de criticar um projeto deste tamanho, feito por pessoas que não ganham um tostão! E sim, João - muitos comentários mostram-se sensíveis ao valor da Wikipédia e apresentam conhecimento de que a leitura da mesma deve ser seletiva, o que é muito bom sinal! BelanidiaMsg 14h38min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Jo quando dingitários de cátedras universitárias, historiadores, no meu campo profissional, Professores em Medicina, descreditam uma enciclopédia está tudo dito. Não interessa saber como é construída. Interessa o resultado final: por ser construída deste modo é vulnerável a ponto de ter artigos qualificados de AB e totalmente falsos. Se é vulnerável ao erro não pode ser credível. É um raciocínio básico. Porém para começar a WP tinha que ser criada assim. Talvez seja o momento de se tornar outra coisa. Porém tínhamos que passar por isto para continuar e chegar mais longe. Eu acredito na WP mesmo que alguns colegas meus sorriam quando eu digo que escrevo aqui e que gosto... tento convidá-los mas eles continuam a sorrir e gentilmente dizem que vão pensar no assunto. Nini Como? 14h50min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Não há que dramatizar .. situações destas poderão sempre ocorrer e não serão um punhado de administradores e revisores que as vão impedir .. bom seria é que especialistas nas centenas de áreas do conhecimento dessem uma olhada na WP (mesmo sem colaborar) e alertassem para para estas situações. Creio que toda esta publicidade em volta do 'Bicholim' vai ser benéfica para a WP - «... é melhor que falem, mesmo que mal, do que ser ignorado...» ; vamos ter um acréscimo de acessos nos próximos dias e possivelmente também um punhado de bicholineiros a tentar replicar o 'golpe' só pela adrenalina .. cá estamos para os receber. JotaCartas (discussão) 15h08min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Citação: Nini00 escreveu: «Se é vulnerável ao erro não pode ser credível» Não podia estar em mais desacordo, nenhum produto humano está invulnerável ao erro, não há porque pensar que a Wikipédia seria excepção. Pelo contrário, a Wikipédia está bem mais ciente das suas vulnerabilidades do que a grande parte das outras enciclopédias e é bem mais acessível rever e corrigir erros aqui. Qualquer restrição a que os leitores possam corrigir estes erros só fará piorar o estado de coisas, não melhorar. GoEThe (discussão) 15h20min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Apoiado, pensamentos positivos é que são precisos .. abrç GoEThe, JotaCartas (discussão) 15h25min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Otimo, é isso mesmo, GoEthe. -- Jo Lorib ->d 16h43min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • 150% de acordo convosco. Necessitamos de otimismo. Como eu disse acima tínhamos que passar por isto para avançar e chegar mais longe. Temos que ser mais vigilantes. Quando eu digo vulnerável ao erro é no sentido em que foi escrito no artigo: excesso de abertura e vulnerabilidade. Claro que errar é próprio do ser humano. Porém a WP é um convite ao vandalismo tem um acesso fácil demais. É neste sentido que eu me exprimo. Mas mesmo assim, já repararam o trabalho que o tal editor teve só para semear a confusão? teve que escreve um artigo correto morfologicamnete e ortograficamente, arranjar fontes, relacionar com a verdadeira história da época (toda a mentira só é credível se tiver um fundo de verdade) arranjar fortos, talvez seja o ponto mais fácil... só realmente um louco é que faz um trabalho desses. Nini Como? 17h46min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • É o que eu venho dizendo há algum tempo. {{sem-notas}} acaba sendo muito pior do que {{sem-fontes}}. Se não tem fontes, a solução é simples e rápida: Navalha de Jimbo. Mas quando tem uma maldita nota, indicando uma maldita bibliografia, que ninguém vai verificar, é possível incluir qualquer bobagem no artigo, que esta bobagem vai ficar dez anos sem ninguém ter coragem de remover. Albmont (discussão) 20h05min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Tem razão. A regra de que tudo tem que ser justificado por fontes tem os seus problemas e graves. Há muitos editores que se vêem aflitos para encontrar fontes sobre assuntos básicos que só estão em livros de texto ou em pequenos sites para alunos e considerados não fiáveis. Tudo o que se fizer tem o seu lado positivo e negativo. Só há uma verdade temos que continuar a editar o melhor que nos for possível, continuar atentos aos trabalhos dos outros editores, sobretudo o que é traduzido, e a acreditar na WP. Nini Como? 21h37min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Há uma enciclopédia online gratuita em língua portuguesa. Não é preciso recorrer a sites sem fiabilidade. Polyethylen (discussão) 21h44min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
qual? Nini Como? 22h16min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Gratuita? {{carece de fontes}}. Albmont (discussão) 10h31min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
pois... eu também encontrei essa. Paga-se para consultar e... quem edita??? há nomes? é fiável? vamos pagar para aceitar aquilo que alguém, que não conhecemos quem é, diz. Bonito. Os que editam na Infopédia são um grupo como nós somos... só que mais espertos pois não trabalham "à borla" como nós. Só porque é Porto editora detêm a verdade. Já não estamos em tempo de acreditar nesses "Pai Natal" cheios de sabedoria que entram com os seus trenós no nosso PC . Nós sabemos ir às verdadeiras fontes, só que muitas vezes para o fazer temos que estar em determinadas cidades para ter acesso a bibliotecas (ratos de biblioteca). Só porque são Porto Editora, acredita-se que são fiáveis e nós aceitamos e porquê??? porque se paga ou porque são tão bons, tão perfeitos que nós pobres mortais nem podemos ter acesso para editar nessa grande obra?! Porto Editora é uma editora e não uma academia de conhecimento científico, histórico, etc. Já vi muita coisa na minha vida acreditem! Ao menos na Britannica, em cada artigo eles pedem a nossa colaboração que será analisada e editada. "Help us expand this topic. Submit Contribution". Ponho lá o meu texto, é analisado bem como as fontes e publicado por um sénior se o considerarem válido. Isto é fiável. no ponto em que estamos já não podemos deixar a nossa enciclopédia "ao Deus dará" e é como ela está agora. Nini Como? 11h49min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
  • Tem coisas por aqui que me desanimam. Um lixão como Batalha de Zama, por exemplo, provavelmente contém erros grosseiros, omissões, má traduções, invenções e outros absurdos. Mas como não tem fontes, tem uma "bibliografia", ninguém consegue apagar nada. O certo seria passar o "Rolo Compressor de Jimbo", zerar tudo e escrever a partir das fontes, mas quem tem saco de fazer isto? Albmont (discussão) 10h43min de 10 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

As pessoas tem um certo preconceito, pensam que só porque todos podem editar, pode ter qualquer coisa na wiki, mas como o Nuno Veloso disse: "Talvez seja mais do que tempo da dita "comunidade científica" se juntar à wikipedia, incitar aos alunos não só de usar a wikipedia como fonte, mas também de a corrigir e publicar os seus trabalhos lá". Realmente, seria esse o projeto da wikipédia nas universidades, certo? A Wikipédia, pelo menos a lusófona, tem melhorado e buscado soluções, a qualidade dos artigos só tem melhorado desde que eu entrei em 2009 (a edição também se tornou mais complexa). Alguns usuários disseram que mesmo os universitários e professores não tem capacidade de editar na wikipédia e só vão trazer mais problemas. No entanto, acho que seria muito bom ter especialistas que pudessem analisar os artigos em suas categorias, consertando os erros e denunciando casos como esse, além de melhorar os artigos já existentes. A wikipédia pode "controlar a verdade" de certa forma, mas toda enciclopédia está sujeita a estes erros, e acredito que a wikipédia seja a mais fiável das enciclopédias virtuais.Thex Waxer (discussão) 18h25min de 11 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

  • Legal que você tem esperanças na Wikipédia. Às vezes eu desanimo, vendo a quantidade de erros. Acabei de dar uma passada no artigo Grande incêndio de Roma, parece um artigo bem feito, com fontes, mas bastou checar uma fonte para ver que o que tem nesta fonte não tinha nada a ver com o texto do artigo. Nem verifiquei as outras, mas imagino que também estejam assim. Quantos outros artigos estão no mesmo estado? E olha que, neste caso, as fontes estão todas on-line, a um click de distância para quem quiser verificar. Albmont (discussão) 19h20min de 11 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Thex Waxer, é esse o principal objetivo do projeto Wikipédia na Universidade. Acabei, por causa de certa visibilidade do projeto com um pequeno piloto, descobrindo casos de professores que já vinha usando a Wikipédia de forma mais ativa no Brasil - espero que possam relatar seus casos para a LiAnna Davis, que cuida da parte de comunicação do Programa de Educação da WMF. Quanto mais gente se envolver em projetos dessa natureza, melhor será para a Wikipédia em diversos aspectos: credibilidade, qualidade e, talvez, até mesmo seu ambiente, se estivermos interessados em sermos mais receptivos para os novatos e termos paciência com seus erros naturais. Veja esses vários exemplos ao redor do mundo no blog da Wikimedia Foundation
o último, um interessante caso da Wikimedia Argentina trabalhando com o guarani! Muitos amigos meus que continuaram na carreira científica acabam editando mais na Wikipédia anglófona (dos poucos que editam ;). Então é um trabalho difícil de convencimento sobre a importância de construirmos uma enciclopédia livre com a qualidade que deve ter. E com o número de falantes da língua portuguese e o nível educacional médio ruim faz com que o processo demore um pouco mais, ainda mais num mundo atual onde o inglês é a língua para comunicação entre os povos. --ezalvarenga (discussão) 20h47min de 11 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Uma lista de hoaxes nas Wikipedias

--ezalvarenga (discussão) 20h49min de 11 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Simplesmente fascinante essa história desse artigo! Vale um bom estudo de caso. É possível acessar algum log com a página depois de ter sido deletada? Abs, Domusaurea (discussão) 20h50min de 11 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Ninguém para me dar uma luz? Domusaurea (discussão) 13h53min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Use essa predef pra pedir o código wiki da página antes da eliminação... Kleiner msg 15h18min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não é necessário solicitar aos sysops, basta procurar nos mirrors da wikipédia, ou então em subpáginas como en:http://en.wikipedia.org/wiki/User:Jimmy_Fleischer/Bicholim_conflict. Alchimista Fala comigo! 17h32min de 14 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Alchimista, seu link de erro, então está aqui para quem quiser: User:Jimmy Fleischer/Bicholim conflict. Gabriel Yuji (discussão) 01h36min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Estive a ver o artigo, sobretudo as referências: são todas livros ou revistas não verificáveis na web. Apesar de isso ser permitido, sou de opinião que o número de referências existindo exclusivamente em bibliotecas não deveria ultrapassar 50% do total das referências ou menos se possível. Deixo este ideia aqui para quem quiser utilizá-la e fazer uma proposta. Não podemos andar de biblioteca em biblioteca verificando as referências. Já uma vez escrevi isto na discussão dum artigo em EAD. A resposta foi: Citação: Segundo Wikipédia:Fontes fiáveis, que expõe uma política oficial da wiki, "[..]as fontes não precisam ser on-line. A sua disponibilidade em uma biblioteca é suficiente. Vários artigos destacados (como, por exemplo, Luís Augusto de Saxe-Coburgo-Gota, Leopoldina de Bragança e Bourbon e Pedro II do Brasil) também usam o mesmo formato para referências" Nini 08h11min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
As fontes impressas são as principais e mais fiáveis fontes para construir uma enciclopédia com o mínimo de qualidade. Quase tudo o que aparece na internet é uma cópia dessas mesmas fontes, sem garantia de qualidade e muitas vezes cheia de erros e invenções. Polyethylen (discussão) 12h44min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Concordo com o Poly. Um dos professores participando do Projeto Wikipédia na Universidade até apontou como vantagem do programa os estudantes passarem a usar mais as bibliotecas. Muitas vezes eles queriam fontes online, mas não usavam um material riquíssimo produzido por pesquisadores das universidades brasileiras, assim como livros estrangeiros - é um professor de física, onde temos apenas livros bons em inglês a partir de um nível bem inicial. Inclusive revitalizarmos a troca de nossas bibliotecas pessoais através dos wikiprojetos é algo fundamental, na minha opinião. --ezalvarenga (discussão) 13h05min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Por favor, eu nunca disse que as fontes escritas não são fiáveis. Obviamente que são as mais fiáveis. Eu escrevi Citação: são todas livros ou revistas não verificáveis na web. O que eu digo é que NÓS não podemos ter acesso fácil para as verificar. Sobretudo quando se trata de livros antigos. Se NÓS não podemos verificar, não podemos considerar o artigo fiável. Qualquer um faz o artigo põe as fontes (livros), inventa as páginas... a fonte é fiável, o ISBN é correto, mas nós não sabemos se o que o editor escreveu está nessa fonte ou se deformou o que lá estava. Qual de nós vai propositadamente a uma biblioteca verificar as fontes de um artigo da WP? no caso de essa biblioteca ter o/os livros Nini 19h50min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
PS.: Claro que os professores e os alunos universitários têm as bibliotecas da Universidade. Mas e quem não tem acesso a elas? A maioria dos que escrevem na WP não têm acesso a essas bibliotecas. Editamos a partir do nosso PC nas nossas casas Nini 19h56min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Não disse que não eram fiáveis, mas fez uma proposta para as limitar a metade, o que comprometeria de maneira drástica a fiabilidade dos artigos. Há outros métodos para verificar determinado tópico que só tenha referências offline, e que não necessitam de uma consulta explícita da fonte indicada. Por mais obscuro que seja um tópico, há sempre um ou outro site que refere esse mesmo tópico, ainda que de forma imprecisa ou incompleta. Mesmo que não sirvam como fontes de qualidade, permitem assegurar que o tópico não é uma invenção. Quando o assunto retorna zero resultados no google (com datas anteriores à wikipédia) e não se encontra nem sequer algumas páginas com uma nota breve sobre o tópico, a probabilidade de estarmos perante um embuste é muito grande. Polyethylen (discussão) 20h06min de 28 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Vi ontem esta discussão. Neste momento estou a estudar como pôr referências. Sou novato. O Nini tem razão no que diz. É raro podermos ter acesso ao livro pra verificar que o que foi escrito aqui não foi alterado ou se existe mesmo nesse livro. E por isso o conflito de Bicholin passou despercebido. Mas vocês que tem mais experiência devem saber o que estão a dizerVan Halls msg 08h24min de 29 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Convite aos editores (curso da Wikipédia na Universidade)

Olá a todos! Neste semestre estou ministrando um curso com a Wikipédia para a graduação em História da UNIRIO. Os alunos precisam escrever cinco pequenos textos com reflexões sobre os 5 pilares e suas consequências para a produção de informação no campo da História. Cada PU deles tem uma tabela com os cinco textos. Convido todos os editores interessados a contribuir com comentários e ideias para debater os textos, iniciando um diálogo com os alunos, que são editores novatos. Consultem a lista dos alunos do curso. Temos agora apenas a lista da aluna Priscila, mas os outros também vão acrescentar seus textos durante esta semana. Abraços, Domusaurea (discussão) 19h14min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Aproveite e divulge na página da wiki no facebook https://www.facebook.com/wikipediapt?fref=ts Jml3msg 19h18min de 8 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Lista negra de sites - Infoescola

A seguinte discussão encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção. Segue-se um resumo das conclusões obtidas nesta discussão.

A proposta foi aprovada, e o proponente até levou para apreciação em MediaWiki Discussão:Spam-blacklist/2013#infoescola.com. Porém lá os pedidos foram simplesmente negados.


Existe uma "lista negra" de sites proibidos de se usar como fonte ? Acabei de reverter uma referência para o site http://www.infoescola.com (/ alguma coisa relacionada ao artigo), site que não cita fontes na maioria dos "artigos" que existem por lá e é muito acessado no Brasil, tem mais de 300 mil curtir de Facebook, Alexa Rank de 817, enfim, o site é bem acessado e tem critérios extremamente frouxos quanto à verificabilidade. A gigantesca maioria dos artigos, quando citam fontes(boa parte nem tem fontes), apenas cita como fonte outros sites, e nem se preocupam de pegar sites oficiais, citam blogs e páginas de empresas.

Se existe alguma lista negra de sites esse deveria ser incluído, nas atuais condições é uma ameaça à qualidade dos artigos aqui existentes. Jml3msg 07h07min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sou completamente A favor de incluir este, e sites do género, na blacklist. Este tipo de sites não tem qualquer fiabilidade, não tem qualquer verificação de conteúdo, critério ou revisão editorial, está cheio de erros e imprecisões, não cita fontes em conteúdo que não é escrito por especialistas. Enfim, resumos mal amanhados com texto aglutinado sabe-se lá de onde. Polyethylen (discussão) 10h58min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

A favor não só a lista mas sobretudo a impossibilidade de gravar a edição se o site fizer parte dessa lista. Nini Como? 11h10min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Já discutimos antes sobre colocar na spamblacklist sites q não são fontes fiáveis, e pelo q lembro se decidiu não colocar lá, tendo até removido o geneall de lá. Rjclaudio msg 11h54min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Brasil Escola

[editar código-fonte]

Adicionei o tópico lá Yanguas e Rjclaudio, obrigado pela dica. Tem outro site que não sei se usam por aqui como fonte, pois não costumo ficar revertendo muito ou conferindo fontes, é o Brasil Escola(http://www.brasilescola.com), esse é mais famoso e mais acessado que o InfoEscola. A diferença é que ao fim dos artigos eles colocam: "Por NomedaPessoa Graduada em Biologia Equipe Brasil Escola"

"Por NomedaPessoa Colaborador Brasil Escola Graduado em Filosofia pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU Mestrando em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP"

Mas apenas isso, sem nenhuma fonte de livros/artigos. Nesse caso posso também adicionar ao WP:SBLD? Jml3msg 18h55min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Enfim, resolvi adicionar lá o brasilescola também, muito boa essa seção de spam, caso eu veja algum absurdo no futuro eu adicionarei mais lá, abraços Jml3msg 19h45min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Lembro-me que antigamente, antes de haver a blacklist havia uma página especial para procurar links externos, pensava que já nem existia, mas parece que ainda existe. No caso particular são mais de 400 artigos com ligação para esse site, o que já é apreciável, não dá é para ver directamente se são usados em refs ou como simples ligações. Lijealso (discussão) 19h58min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Boa ferramenta, chequei aqui, do Brasil Escola são 669. Jml3msg 20h02min de 9 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]



A discussão acima encontra-se encerrada. Por favor não a modifique. Comentários posteriores devem ser feitos numa nova secção.



Agora concede-se a socks a possibilidade de criar nova conta???

Que raio de conclusão é aquela da discussão de bloqueio de ZZARTER?

Se se tem confiança na pessoa para editar, porque se bloqueia a sua conta? Acham então preferível que alguém que usou em abusou de socks ilícitos se esconda atrás duma nova conta? Para quê? Para ficar mais difícil sancionar potenciais futuras más condutas, dando-se o benefício da dúvida para os novatos? --Stegop (discussão) 05h00min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Aaron Swartz

Caros, não conhecia o trabalho do rapaz até ontem, mas sugiro a leitura dessa memória escrita pelo Erick Moeller no blog da Wikimedia Foundation sobre o Aaron Swartz

Certamente foi uma grande perda para todos nós. Ontem lendo muita coisa sobre o trabalho dele, descobri que idealizou e criou um site que faz a mesma coisa que a Wikipedia antes da Wikipedia existir

"The first site I built was called get.info. The idea was to have a

free, online encyclopedia that anyone could edit or add things to or reorganize, right through their web browser. I built the whole thing, added lots of cool features, tested it on all sorts of browsers, and was very proud of it. It actually won even a prize for one of the best new web applications that year. Unfortunately, the only people I knew at the time were other kids in my school, so I didn't really have anyone writing a lot of encyclopedia articles. (Luckily, several years later, my mother pointed me to this new site called "Wikipedia" that

was doing the same thing.)"

De How to Get a Job Like Mine.

As contribuições do Aaron na Wikipedia são incríveis, além do trabalho no mundo real. Vejam, por exemplo, esse vídeo no texto do Cory Doctorow sobre ele

Pretendo traduzir a página sobre ele na anglófona e estou usando esse pad para tradução. Um verbete importante relacionado ao trabalho dele para trazermos para cá en:Open science. Que o trabalho dele nos inspire. --everton137 (discussão) 12h02min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sem dúvidas uma enorme perda, foi muito jovem... Merece um bom artigo mostrando suas ideias, citações, realizações, seu ativismo, sem esquecer de destacar a pressão a que foi submetido em relação ao processo que estava sendo acusado e que, provavelmente, resultou em seu suicídio. Jml3msg 12h30min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
Certamente, Jml13. Não duvido que as causas do seu suicídio foi por causa do processo. Casos análogo de jovens que tiveram suas vidas brilhantes destruídas podem ser encontrados no livro Cultura Livre (aliás, livro muito importante para compreendermos de maneira mais amplo o que significa projetos como a Wikipédia), do Lawrence Lessig, amigo do Aaron. O mundo em que o interesse de organizações estão além da vida dos indivíduos e passam como um rolo compressor, custe o que custar. Exemplo é o que não falta, até mesmo no país da "liberdade". --everton137 (discussão) 12h40min de 13 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Associação de Tenistas Profissionais

Alguém poderia fazer, ou me explicar o que fazer, ou me dizer se há algum problema em mover Associação de Ténis Profissional para Associação de Tenistas Profissionais? O motivo da troca de título é que o atual é errado e o proposto é o correto, embora o título errado seja bastante popular. Nunca entendi muito bem essa parte de movimentar páginas com históricos prévios sem ferir direitos de autor. Desde já agradeço. Kleiner msg 21h26min de 15 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Isto é uma enciclopédia

THIS

IS AN
ENCYCLOPEDIA

One gateway to the wide garden
of knowledge, where lies
The deep rock of our past,
in which we must delve
the well of our future,
The clear water we must leave untainted
for those who come after us,
The fertile earth, in which
truth may grow in bright places,
tended by many hands,
And the broad fall of sunshine,
warming our first steps toward knowing
how much we do not know.


Catherine Munro


inspired by This is a printing office,
by Beatrice Warde

Pessoal, descobri esse texto da wikipedista Catherina Munro e gostaria de compartilhar. Um wikipedista queniano que compartilhou. Se alguém consegue traduzir (está muito poético para eu conseguir fazer uma boa tradução, acho), seria legal. Parabéns, com um pequeno atraso, a todos que contribuem com o projeto, por menor que seja a contribuição, pelos 12 anos de Wikipédia completados ontem. --ezalvarenga (discussão) 15h41min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Não é obviamente uma tradução "à letra" mas aqui vai:

ISTO

É UMA
ENCICLOPÉDIA

Um portal para o amplo jardim do conhecimento, onde jaz
A pedra angular do nosso passado,
na qual devemos antever a grandiosidade do nosso futuro,
A água límpida que devemos manter imaculada
para os que virão depois de nós,
A terra fértil, na qual a verdade,
por muitas mãos trabalhada,
pode crescer em lugares resplandecentes,
E onde a generosa luz do sol,
aquece os nossos primeiros passos
em busca do conhecimento do quanto
nós não sabemos.

Catherine Munro
Traduzido por Nini00

inspirado porThis is a printing office,
por Beatrice Warde

Nini Como? 20h22min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Tomei a liberdade de inserir o crédito da tradução Cainamarques 20h28min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Obrigada mas não tem valor suficiente para tal... uma tradução que levou 3 min a fazer... e tenho dúvidas se o "antever o grandioso do nosso futuro" se refere ao jardim se à pedra. Creio que à pedra e acabo de mudar para "pedra angular" que é o mais expressivo do que a poetisa quer dizer Nini Como? 20h41min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Parece-me também que se refere a pedra,
eu trocaria "jaz" por "reside" por achar o primeiro muito hum... mórbido, não reflete bem o otimismo da mensagem original
trocaria "zona" por "lugares" ou outra expressão
"primeiros passos para" por "primeiros passos em direção ao"
"delve the well of our future" provavelmente pode ter tradução melhor, embora eu não tenha conhecimento para melhora-la
São apenas opiniões pessoais, ótima tradução
- Cainamarques 21h05min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]
eu não traduzi à letra. Em poesia jazer não é mórbido é permanecer imóvel. A pedra angular é um alicerce: Jaz imóvel nas profundezas do jardim. eu estava mesmo a ver esse "para" que pode ser melhorado. "delve the well of our future" não encontrei melhor Nini Como? 21h14min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Uma pequena alteração, tentativa poética ... de poeta e de louco todos temos um pouco... diz-se Nini Como? 22h50min de 16 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sugestão aos que tem o lado artístico do cérebro desenvolvido (não sei se é o esquerdo ou o direito, só sei que eu não tenho): um desenho no fundo. Avançando na imaginação, que tal um satélite artificial, com o formato do símbolo da Wikipédia, orbitando a terra. E. Feld fala 00h45min de 17 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Sim o globo da WP como fundo muito ténue quase em transaparência devia ficar bem creio. Nini Como? 07h56min de 17 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

Eu adorei essa poesia e queria fazer um predef para colocar na minha página de usuário. No entanto, creio que a tradução podia ser:

  • of knowledge, where lies -> do conhecimento, onde reside (a palvra jaz dá uma certa tristeza, apesar de eu entender o ponto de vista da Nini)
  • The deep rock of our past, -> A pedra íntima do nosso passado, (a pedra me parece estar se referindo à história da humanidade; não compreendi o sentido de angular)
  • in which we must delve -> na qual devemos sondar (está se referindo a pedra, que é o nosso passado, a nossa história; ela não quer que erramos novamente, ou seja, investigar o passado para fazer um futuro melhor)

RafaWiki (Pois Não?) 13h23min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]

não pretendo que a tradução seja "minha" todas as sugestões são bem vindas. Isto não pode ser traduzido "à letra" isto é poesia. Tentei que se mantivesse poesia.
Where lies pode ser reside porém achei jaz mais forte pois os alicerces estão definitivamente e imóveis (relativamente - confirmar em arquitetura ou algo mais específico como são os alicerces "à prova de" sismos, sobre rolamentos ou lá o que é-sou leiga no assunto) nas profundezas de um prédio, logo jazem nas profundezas de uma construção. "jaz" em poesia é muito usado e não tem conotação triste.
Deep rock pode ser a "pedra angular"="primeira pedra"="alicerce" foi assim que eu interpretei. Antigamente e talvez agora ainda havia a cerimónia do lançamento da primeira pedra. Não sei qual seria o sentido subentendido de "pedra íntima" mas sei o que são os alicerces da sabedoria
nós não vamos em direção ao conhecimento da nossa ignorância, nós vamos em busca do conhecimento da nossa ignorância para diminuirmos progressivamente aquilo que não sabemos Nini Como? 14h18min de 23 de janeiro de 2013 (UTC)[responder]


Há Suas Altezas Reais no Brasil, e Casa Real, etc.?

Pessoal, verbetes do género