Coração humano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde março de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Vista anterior do coração humano.

O coração humano é o órgão responsável pelo percurso do sangue bombeado através de todo o organismo, que é feito em aproximadamente 45 segundos em repouso. Bate cerca de 109.440 a 110.880 vezes por dia, bombeando aproximadamente 5 l de sangue.[1]

Neste tempo o órgão bombeia sangue suficiente a uma pressão razoável, para percorrer todo o corpo nos sentidos de ida e volta, transportando assim, oxigênio e nutrientes necessários às células que sustentam as atividades orgânicas.

Circulação, localização e posição[editar | editar código-fonte]

O coração humano visto posteriormente.

O coração é o órgão central da circulação, e pode localizar-se em 3 posições no corpo:[2]

  • Levocardia - posicionamento normal do coração do lado esquerdo do torax.
  • Mesocardia - anomalia que faz com que a pessoa nasça com o coração no centro do torax.
  • situs inversus - anomalia que faz com que a pessoa nasça com o coração do lado direito do tórax.

Normalmente fica localizado na caixa torácica, levemente inclinado para direita e para baixo (mediastino médio). Porém, existe uma anomalia chamada Dextrocardio que faz com que o indivíduo nasça com o coração levemente inclinado para esquerda e para baixo.

É constituído por uma massa contráctil - o miocárdio - revestido interiormente por uma membrana fina - o endocárdio - e envolvido por um saco fibro-seroso, o pericárdio.

O coração é constituído por duas porções: a metade direita ou coração direito, onde circula o sangue venoso e a metade esquerda, onde circula sangue arterial. Cada uma destas metades do coração é constituída por duas cavidades, uma superior - a aurícula - e uma inferior - o ventrículo. Estas cavidades comunicam entre si pelos orifícios aurículo-ventriculares. As duas aurículas encontram-se separadas pelo septo interauricular e os dois ventrículos pelo septo interventricular.

Na cavidade atrioventricular esquerda encontra-se a valva mitral, e no orifício atrioventricular direito a valva tricúspide (são valvas que se abrem em direção ao ventrículo e se fecham para evitar o refluxo do sangue).

A circulação sanguínea é assegurada pelo batimento cardíaco, ou seja, o batimento do coração, que lança o sangue nas artérias.

O coração é um órgão muscular que, no ser humano, tem o tamanho aproximado de um punho fechado.

Constituição[editar | editar código-fonte]

Algumas artérias coronárias do coração humano.

A parte musculosa do coração tem o nome de miocárdio ou músculo cardíaco.

O coração humano apresenta quatro partes ou cavidades: na parte superior estão os átrios, divididos entre direito e o esquerdo, na parte inferior estão os ventrículos, também direito e esquerdo.

Na metade direita do coração só circula sangue venoso, na esquerda sangue arterial. A circulação do sangue nestas quatro cavidades está controlada pelas válvulas. As válvulas também servem de meio de comunicação entre os átrios e os ventrículos.

A parte direita do coração está separada da parte esquerda por um septo muscular.

Camadas do coração[editar | editar código-fonte]

O coração está envolvido pelo pericárdio, um saco membranoso composto por duas camadas. Entre essas duas camadas acha-se um espaço que contem um líquido seroso, que lubrifica a superfície do coração, protegendo-o de traumas e atritos. Separa o coração dos pulmões e das paredes do tórax.

A parede do coração propriamente dito consiste de três camadas:

  1. o pericárdio é a camada externa lisa;
  2. o miocárdio é a camada muscular média, espessa; é responsável pela ação de bombeamento cardíaco; é capaz de trabalhar ininterruptamente;
  3. o endocárdio é a membrana que reveste o interior do coração, entra em contato com o sangue.

Externamente, encontramos a circulação coronariana, formada pelas artérias e veias coronárias, sendo estas primeiras originárias da aorta, levam o sangue oxigenado para toda a musculatura do coração.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Heart numlabels.svg
  1. Átrio direito (aurícula direita)
  2. Átrio esquerdo (aurícula esquerda)
  3. Veia cava superior
  4. Aorta
  5. Artéria pulmonar
  6. Veia pulmonar
  7. Valva mitral (aurículo-ventricular)
  8. Valva aórtica
  9. Ventrículo esquerdo
  10. Ventrículo direito
  11. Veia cava inferior
  12. Valva tricúspide (aurículo-ventricular)
  13. Valva aorta (pulmonar)

O coração contrai e relaxa constantemente (esse processo é chamado de sístole e diástole, respectivamente), para bombear todo o sangue do nosso corpo. É uma bomba hidráulica, em que os tubos de saída são as artérias e os tubos de entrada as veias; o líquido que anda a circular é o sangue. Seu sincronismo atua como se fossem duas bombas trabalhando simultaneamente. Uma das bombas engloba a átrio direito e o ventrículo direito e a outra a átrio esquerdo e o ventrículo esquerdo. A função do átrio e do ventrículo direitos é arrastar o sangue para os pulmões, onde se liberta o dióxido de carbono e se fornece de oxigênio. Por outro lado, o átrio e o ventrículo esquerdos têm o trabalho de arrastar o sangue enriquecido de oxigênio para todas as partes do corpo.

Referências

  1. RAFFA, Robert B. et. al. Farmacología Ilustrada. Barcelona: Elsevier, 2008
  2. saude.hsw.uol.com.br Mesocardia, Levocardia e situs inversus Acessado em 22/05/2012.

Ver também[editar | editar código-fonte]